HÉLIO'S BLOG
Anúncios

O Gênesis, Nibiru e a “criação” de Adão e Eva


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

deus-criando-homem-alien-etO Livro do Gênesis, a criação de Adão e Eva do barro e o planeta NIBIRU:

Uma análise comparativa da estória” da criação do ser humano, contida no primeiro livro da Bíblia, o Gênesis, capítulo VI, com fatos históricos descritos em milhares de documentos decifrados da antiga civilização suméria a respeito da criação do homem, da família humana. 

”Mas, quando vier aquele Espírito de verdade, ele vos guiará em toda a verdade; porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido, e vos anunciará o que há de vir”.  João 16:13 

A comparação é feita com base na tradução dos antigos textos sumérios efetuada pelo pesquisador, erudito, consultor da NASA e linguista, autor de vários livros sobre a Suméria e os Annunaki e Nephilin, Zecharia Sitchim, uma das quase cem pessoas no planeta que foi capaz de entender e traduzir tais textos (enquanto esteve vivo, foi o trabalho de sua vida. Sitchim faleceu em 09/10/2010).  (A comparação pode não agradar aos mais piedosos e conservadores que creem que o velho testamento da Bíblia seja algo original, divino e incontestável em seu conteúdo)

NIBIRU, O GÊNESIS, A “CRIAÇÃO” DE ADÃO E EVA

  • E aconteceu que, como os homens começaram a multiplicar-se sobre a face da terra, e lhes nasceram filhas, viram os filhos de Deus que as filhas dos homens eram formosas;  e tomaram para si mulheres de todas as que escolheram.

Os filhos de Deus, aqui citados, são seres de outros planos de consciência e de outros locais de nossa galáxia e de outros sistemas estelares. Nesse final de ciclo histórico de nossa humanidade, muitos deles estarão aqui presentes em CORPOS HUMANOS, para colherem daquilo que SEMEARAM ao longo da história da nossa ATUAL humanidade, que começou em 430.000 a.C., ainda em meio à história de Atlântida e marca o começo do período do Kali Yuga, a idade do FERRO para os hindus, cujo maior período de densificação/materialização acontece em seus últimos 5.125 anos que se iniciaram em 3.113 a.C. e finalizam em 21 DE DEZEMBRO DE 2012.

No livro apócrifo, As Chaves de Enoch, são identificados os filhos de Deus que foram atraídos pelo ambiente material de nosso planeta e “caíram” no mundo tridimensional onde a forma (matéria-corpo) é mais valorizada do que a essência (energia-espírito), alguns são muito conhecidos e tem nomes como Azazel e Semjasa (os “Anjos Caídos”, Watchers).

  • Então disse o “SENHOR”: Não contenderá o meu Espírito para sempre com o homem; porque ele também é carne; porém os seus dias serão Cento e Vinte Anos. 

Este período de tempo citado especificamente de 120 anos tem conexão com a história de outro planeta de nosso sistema solar, que possui comportamento orbital anômalo em relação aos demais planetas do sistema. Ele é conhecido como NIBIRU e existem registros de sua existência encontrados em meados do século XX nas ruínas da Mesopotâmia, hoje o IRAQUE. Grande parte do material já foi traduzida da escrita cuneiforme da época por arqueólogos e eruditos dos grandes centros de estudos arqueológicos do hemisfério norte, sendo o mais conhecido ZECHARIA SITCHIN que produziu uma série de livros, As Crônicas da Terra,  com base nas suas traduções dos tabletes de barro sumérios..

É possível se identificar o período orbital do planeta Niburu entre o nosso sistema e o sistema solar de SIRIUS, ao qual NIBIRU também orbita, sendo essa  a principal anomalia desse planeta: orbitar dois sóis, (o nosso e SÍRIUS, na Constelação do Cão Maior-Canis Major). Uma órbita completa de Nibiru entre esses dois sistemas estelares , o nosso sol e a estrela SIRIUS (8,3 anos luz distante de nosso sol) demanda 3.600 dos nossos anos, o que significa apenas UM ANO para os habitantes de NIBIRU.Os habitantes desse planeta (chamados na bíblia de ANNUNAKIS E NEPHILINS) “criaram a nossa espécie humana ENQUANTO CORPO FÍSICO, o Homo Sapiens Sapiens”, mas a nossa alma, O SER REAL DE CADA UM É CRIAÇÃO Divina.

A intervenção desses seres em nosso planeta, iniciada há 432 mil anos atrás, marca o início da idade conhecida pelos hindus como KALI YUGA, a idade do ferro, quando tudo no planeta atravessa um período de MÁXIMA DENSIFICAÇÃO DA ESFERA PLANETÁRIA, inclusive do próprio HOMEM, enquanto entidade FÍSICA. A duração do “reinado do homem FÍSICO”  sobre o planeta é predeterminada em 120 CICLOS (ANOS) DE NIBIRU conforme podemos ver no seguinte cálculo:

120 órbitas de NIBIRU X 3.600 anos de nosso tempo da Terra = 432 mil anos. Desse modo deduz-se que a criação do homem de barro centrado apenas no intelecto/ego e seu corpo físico tem um prazo predeterminado para durar exatamente 120 anos (órbitas) de NIBIRU, esse prazo finalizou, terminou em 21 de DEZEMBRO DE 2012. Ver mais em:  http://osnefilins.tripod.com/.

  • Havia naqueles dias gigantes na terra; e também depois, quando os filhos de Deus “entraram” às filhas dos homens e delas geraram filhos; estes eram os valentes que houve na antiguidade, os homens de fama. 

E em Números, capítulo 13, vers. 32 e 33  durante o EXODO encontramos também:

  • “E infamaram a terra que tinham espiado, dizendo aos filhos de Israel: A terra, pela qual passamos a espiá-la, é terra que consome os seus moradores; e todo o povo que vimos nela são homens de grande estatura. Também vimos ali gigantes, filhos de Enaque, descendentes dos gigantes; e nós éramos aos nossos olhos como gafanhotos, e assim também éramos nós aos seus olhos”.

Sobre gigantes ver mais em: http://arqbib.atspace.com/gigante.html

ANU-Nibiru

Acima: Representação de ANU, o então rei de Nibiru e chefe dos Annunakis, em painéis e estelas sumérios, assírios, também são encontrados na cultura dos egípcios e maias. Nas quatro antigas civilizações citadas, existe uma evidente presença de seres extraterrestres de todos os tamanhos e até de gigantes, como visto nesta estela da suméria.

  •  E viu o SENHOR que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda a imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente. Então arrependeu-se o SENHOR de haver feito o homem sobre a terra e pesou-lhe em seu coração.

Este “Senhor” a que se refere a passagem não é o Deus Onipotente e Onisciente, o verdadeiro Criador de TUDO QUE EXISTIU, EXISTE E EXISTIRÁ, o Pai mencionado por Jesus Cristo e outros antes dele, diversas vezes. Aquele senhor é um senhor pequeno, mas com grande poder de criação tecnológico, com avançada tecnologia genética, que também era o senhor do planeta NIBIRU. O homem físico foi criado para trabalhar para os deuses, para ser seu escravo, em projetos de mineração de ouro no sul da África, falando em termos de mão de obra física.

Porque a alma que sempre habitou A FORMA DE BARRO DO HOMEM, essa sim sempre foi criação de DEUS, é DIVINA EM ESSÊNCIA. O verdadeiro e primordial Criador, não possui atributo humano de qualquer tipo, para sentir alguma emoção como arrependimento, que é um sentimento que demonstra LIMITAÇÃO e ERRO e é inerente a seres em PROCESSO DE EVOLUÇÃO, como o homem e os seus deuses ancestrais. 

Sobre Nibiru e Anu saiba mais em: 

“O homem tornou-se como um de nós, conhecedor do bem e do mal. Que ele, agora, não estenda a mão e colha também da árvore da vida, e coma, e viva para sempre” (Gênesis 3.22).

Nessa passagem anterior do Gênesis vemos que deus é citado no PLURAL (tornou-se como um de NÓS), quem fala nesse momento são os pequenos falsos deuses de Nibiru e de outras partes de nossa galáxia. O verdadeiro Criador, Deus, quer o homem/mulher de volta ao seu seio, mas tem que ser o homem EVOLUIDO NA COMPREENSÃO DE SI MESMO, em sua essência divina (e menos centrado no corpo físico e em seu ego temporário), e de sua relação com o verdadeiro Criador para então, como um filho pródigo, poder voltar a viver em um ambiente divino onde o corpo FÍSICO DE CARNE E OSSOS como o nosso não mais existe.

  • E disse o SENHOR: Destruirei o homem que criei de sobre a face da terra, desde o homem até ao animal, até ao réptil, e até à ave dos céus; porque me arrependo de havê-los feito. 

Aqui temos de novo um atributo humano de “arrependimento” presente na divindade, que comprova que essa divindade não é o DEUS absoluto, Criador e fonte de todas as coisas, inclusive Criador dos pequenos “deuses” geneticistas de Nibiru e alhures. O verdadeiro Deus Criador é a origem, o mantenedor e o que causa a dissolução de tudo que é material em função do processo evolutivo, em todos os níveis de existência. Na cultura hindu, temos: Brahma, Deus criador, Vishnu, o mantenedor e Shiva o destruidor, no sentido de renovação do velho para que possa emergir um NOVO nível de consciência, processo de renovação que estamos vivendo e FINALIZANDO nesse exato momento de nossa civilização.

  • Noé, porém, achou graça aos olhos do SENHOR. 

No final de ciclo que antecedeu o dilúvio (10.986 a.C., com o afundamento de Atlântida) a figura de Noé representa todos os seres humanos, que aos olhos do verdadeiro Deus Criador (porque os falsos deuses criadores de NIBIRU e de outros locais tiveram que fugir do planeta senão também pereceriam com o dilúvio) apresentavam a condição de almas que tinham nível evolutivo suficiente para mereceram a salvação e seus líderes foram avisados com 50 anos de antecedência da catástrofe que se aproximava.

O dilúvio teve maior impacto na área geográfica conhecida hoje como mar do Caribe e Atlântico Norte e registra o afundamento do continente de Atlântida onde o nível local de destruição foi total, completo e absoluto o mesmo não acontecendo com tanto impacto nas demais áreas do planeta, principalmente em regiões com grandes (ARCAS) montanhas como os Andeso Himalaya, Atlas, Alpes, Kilimanjaro, etc…

  • Estas são as gerações de Noé. Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus.

É possível para o homem hoje “andar com Deus” como os Noés no tempo do dilúvio, basta evoluir na compreensão de quem somos e sermos verdadeiros Cristãos (ou Budista, Confucionista, seguidor de Krishna, a religião não importa…), tolerantes, pacíficos, moderados, honestos, indulgentes com o erro alheio, altruístas, percebendo que grandes mudanças já estão em curso.

Devemos buscar orientação interna (a verdadeira) ouvindo nossa voz interior que nos conecta com a vontade e os planos do Criador para nós como indivíduos e como coletividade, dando valor às mensagens que nos chegam através das meditações e pelos sonhos, orientações vindas de nosso Eu Superior o “Pai” em cada um).

Agindo assim estaremos agindo como àqueles que eram os Noés antes do dilúvio e nos salvaremos, talvez não fisicamente, mas sim salvaremos a nossa alma, porque não haverá ambiente físico seguro no planeta no próximo final de ciclo que se aproxima, pois o nível de modificação de toda a crosta terrestre será inimaginável.

  • E gerou Noé três filhos: Sem, Cam e Jafé. A terra, porém, estava corrompida diante da face de Deus; e encheu-se a terra de violência.

Corrupção também provocada pelos deuses menores, os assim chamados “ANJOS CAÍDOS” que hoje estão, em sua maioria encarnados como seres humanos, em guerra aberta contra a evolução e a libertação da Alma humana, criando jogos de poder, de guerra, são os participantes dos vários grupos que disputam o controle do planeta, atuando como e através dos grupos como os Illuminatis, Bilderbergers, Rothschild, Sionistas, Fabian Society, Clube de Roma, Igreja Romana, fanáticos religiosos de todos os credos, políticos corruptos, NWO-Nova Ordem Mundial, etc…colhendo o que semearam, e também serão “julgados” no final do ciclo que se avizinha.

Sobre os anjos caídos saiba mais em: 

  • E viu Deus a terra, e eis que estava corrompida; porque toda a carne havia corrompido o seu caminho sobre a terra. 

No final do período de Atlântida, a magia negra foi largamente praticada nos templos atlantes em demanda de alguns deuses que precisavam de sangue humano para que sua “ira” fosse aplacada.

  • Então disse Deus a Noé: O fim de toda a carne é vindo perante a minha face; porque a terra está cheia de violência; e eis que os desfarei com a terra. 

Anunnaki-cria-homem-do-macaco

Nesse parágrafo podemos tomar como literal o aviso de deuses criadores para suas criaturas de que havia um perigo eminente a caminho. Assim foi na cultura suméria antiga com o deus EA/ENKI (um deus Nephilim de NIBIRU) avisando seu (um Adamu de barro, sua criação) protegido, UTHNAPISTIM (O Noé sumério) do desastre eminente do qual ele devia se proteger seguindo as instruções dadas por ele, EA/ENKI em relação a “construção de uma arca”.

  • Faze para ti uma arca da madeira de gofer; farás compartimentos na arca e a betumarás por dentro e por fora com betume. E desta maneira a farás: De trezentos côvados o comprimento da arca, e de cinqüenta côvados a sua largura, e de trinta côvados a sua altura. Farás na arca uma janela, e de um côvado a acabarás em cima; e a porta da arca porás ao seu lado; far-lhe-ás andares, baixo, segundo e terceiro.

Em 1843, o pesquisador Paul Emile Botta descobriu novos relatos sobre a inundação nas ruínas de Nínive ( na antiga Mesopotâmia, no norte do hoje Iraque), famosas por conter a maior biblioteca da Antigüidade, construída no século VII a.C. por Assurbanípal, rei da Babilônia. Posteriormente no mesmo local foram descobertas várias tábuas de barro com escritos que só seriam decifrados por volta de 1900. O texto falava sobre a Epopéia de Gilgamesh, história que remontava aos sumérios, milhares de anos antes da Babilônia e Assíria se tornarem grandes potências

Gilgamesh, segundo os escritos, havia se encontrado com seu antepassado Utnapistim – também chamado de Uta-Napistim ou Utna-Pishtin (o Noé sumério) –, de quem esperava obter o segredo da imortalidade. E Utnapistim lhe contou sobre a época em que os deuses resolveram punir a humanidade com uma inundação. O deus Ea/ENKI deu a Uthnapistim todas as informações necessárias para construir um navio (ou subir para as montanhas Taurus ao norte da Mesopotâmia), que deveria abrigar sua família e animais. Os 40 dias e noites da Bíblia são reduzidos aqui para seis, quando o navio acabou encalhando no monte Nisir, entre o rio Tigre e o curso inferior do rio Zab, no Curdistão, onde existe uma cadeia de montanhas.

Essa Foto foi feita no Monte Ararat (Cordilheira dos montes Taurus), que segundo a Bíblia, teria sido lá que a enorme Arca de Noé (fossilizada no canto inferior direito) repousou (Gênesis 8: 4-5)

  • Porque eis que eu trago um dilúvio de águas sobre a terra, para desfazer toda a carne em que há espírito de vida debaixo dos céus; tudo o que há na terra expirará. 

Os SumériosNem todos os povos aceitaram o Dilúvio como fruto da ira divina. Na verdade, a idéia de que o fato bíblico não tivesse passado de uma grande inundação na Mesopotâmia começou a ganhar forma com as descobertas arqueológicas de Sir Charles Leonard Wooley, na cidade suméria de UR (a cidade natal de ABRÃO), entre 1926 e 1929. Encontrando camadas de limo numa profundidade onde seria impossível existir limo, ele chegou à conclusão de que aquilo era sinal de uma grande inundação do rio Eufrates, ocorrida por volta de 4.000 a.C.

Unindo seus achados com os resultados iniciais de outras pesquisas na Mesopotâmia, Wooley concluiu que a inundação teria encoberto uma região de 630 quilômetros de comprimento por 160 de largura, ao nordeste do Golfo Pérsico.  No entanto, estudos posteriores e mais detalhados demonstraram que o dilúvio descoberto por Wooley não havia afetado a área inicialmente imaginada por ele e, desta maneira, não poderia ser o bíblico.

A distribuição das antigas cidades/estações dos deuses annunakis na antiga Mesopotâmia, os criadores da civilização suméria, hoje o atual IRAQUE. Ao norte a civilização Assíria e a localização de sua capital Nínive, local fundado pelos que vieram de Capela.

  •  Mas contigo estabelecerei a minha aliança; e entrarás na arca, tu e os teus filhos, tua mulher e as mulheres de teus filhos contigo.

Os filhos de Noé, SEM, CAM E JAFÉ representam os TRÊS principais ramos das raças de Atlântida (que foi a QUARTA RAÇA RAIZ) que sobreviveram a catástrofe do dilúvio e começaram a repovoar, com sua multiplicação e descendência, toda a terra, COMO SEMENTE DA QUINTA RAÇA RAIZ. A raça vermelha de Atlântida degenerou após o dilúvio e povoou as três Américas, formando os povos indígenas conhecidos como “Peles Vermelhas” na América do Norte, e todas as nações indígenas das Américas Central e do Sul.

Essa raça vermelha com o passar do tempo desenvolveu um grande conhecimento, respeito e amor pelo ambiente natural em que vivem e pela Mãe Terra, com exceção de algumas tribos da América Central, que ao tempo da chegada dos conquistadores espanhóis, ainda praticavam rituais com sacrifício humano, reminiscências ainda do tempo em que estas almas viveram no período final de Atlântida, quando a magia negra e sacrifícios humanos foram praticados naquele antigo continente.

  • E de tudo o que vive, de toda a carne, dois de cada espécie, farás entrar na arca, para os conservar vivos contigo; macho e fêmea serão. Das aves conforme a sua espécie, e dos animais conforme a sua espécie, de todo o réptil da terra conforme a sua espécie, dois de cada espécie virão a ti, para os conservar em vida. E leva contigo de toda a comida que se come e ajunta-a para ti; e te será para mantimento, a ti e a eles. Assim fez Noé; conforme a tudo o que Deus lhe mandou, assim o fez.

manipulação-01

Outros Dilúvios e ArcasMitologias de diferentes culturas falam sobre dilúvios que teriam encoberto a Terra e de sobreviventes que construíram uma embarcação a mando de um deus. Algumas versões modernas utilizam teorias ocultistas ou simplesmente não aceitas pela ciência para explicar o Dilúvio:

  • Caingangue – uma lenda dos índios brasileiros caingangue diz que, durante o dilúvio, as almas de seus ancestrais estavam ocultas no centro da Terra. Elas voltaram à superfície na região de Guarapuava, no Paraná, nas Montanhas Negras, ou Krinxy.

  • Escandinávia – nos Edas, os poemas nórdicos do século III, está escrito que a Terra surgiu num dilúvio do sangue de Ymir, durante uma guerra entre deuses e gigantes.

  • Kogi – os índios kogi ou kágabas, que habitavam a região da Sierra Nevada de Santa Marta, na Colômbia, referiam-se a um dilúvio de 4 anos para punir os seres que tinham tendências contrárias à natureza. O sacerdote Seizankuan construiu um barco mágico onde colocou todos os tipos de animais e outras pessoas. Depois de 9 séculos as águas baixaram e todos puderam ‘descer do céu’ onde tinham se refugiado.

  • Incas – Viracocha, o grande deus dos incas e criador do mundo, ficou descontente com os homens e mergulhou o mundo num dilúvio.

  • Babilônia – herdeira das tradições sumérias, a civilização babilônica falava do dilúvio, que destruiu a civilização formada pela união entre os filhos dos deuses e as filhas dos homens. Antes da enchente, os reis lunares reinariam por 432 mil anos.

  • Rig Vedas – os textos hindus também se referem a um dilúvio. Manu é o personagem a quem é dada a possibilidade de escapar construindo um barco gigantesco que, depois, encalha numa montanha.

  • Grécia – na mitologia grega, Zeus destruiu o mundo com um dilúvio devido à corrupção da humanidade. Deucalião é o nome do sobrevivente que construiu uma arca e flutuou 9 dias e 9 noites, chegando ao Monte Parnaso.

  • Polinésia – a luta entre Rangi e Papa, os pais dos homens e deuses, resultou em nuvens e furacões que arrasaram a Terra.

deus-homem-animal-ets

Sioux – o ancião Coiote foi avisado de uma grande inundação e construiu um barco para escapar. Esse barco também ficou encalhado no alto de uma montanha, depois que as águas do mundo baixaram.
Maias – não falam de uma arca, mas do fim do mundo pelas águas. O mundo ou civilização destruída precedia a nossa atual.
Bororo – na versão dos índios brasileiros, Jokurugwa matou o espírito Jakomea que, para vingar-se, fez as águas inundarem a terra. Kokurugwa refugiou-se no alto de um monte e sobreviveu.
Faetonte – planeta ao qual se referem alguns textos antigos, também conhecido como Maldek, o astro que faltaria entre Marte e Júpiter. Uma catástrofe teria destruído o planeta e seus fragmentos caíram à Terra causando o dilúvio.
Cosmogonia Glacial – teoria elaborada por Hans Hörbiger, também chamada de Doutrina do Gelo Eterno (Welteislehre) e ligada às idéias nazistas.Preconizava uma série de destruições no planeta com a queda de sucessivas luas. A última catástrofe, há cerca de 13 mil anos, poderia ter causado o dilúvio.

O Disco Alado com Anu no centro, uma representação da suméria para o planeta dos deuses, Nibiru.

UMA BREVE “CRONOLOGIA” DA CRIAÇÃO DO HOMEM NA BÍBLIA:

A primeira criação:

Na bíblia deus resolve criar o homem, conforme podemos ver no capítulo 1 do Gênesis (o Gênesis é uma cópia do documento ENUMA ELISH, o épico sumério da criação ), que relata a 1ª criação do HOMEM E DA MULHER AO MESMO TEMPO, também é interessante de se notar que deus fala no plural porque deve estar acompanhado de “outros deuses”, conforme segue descrito no Gênesis, Capítulo 1, versículos 26 a 28:

  •  E disse Deus: Façamos o homem à nossa (parece que “deus” não esta sozinho) imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.E criou Deus o homem à sua imagem: à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou, e Deus lhes disse: Frutificai e multiplicai-vos, e enchei a terra, e sujeitai-a; e dominai sobre os peixes do mar e sobre as aves dos céus, e sobre todo o animal que se move sobre a terra.

A segunda criaçãoEm torno de 430.000 a.C. marca o início da interferência dos “deuses” de Nibiru e de “deuses” de outros planetas e sistemas solares na história da disputada Terra. Período em que o grande continente de Atlântida estava consolidando sua ocupação pelos descendentes da 3ª raça raiz, os lemurianos, que finalmente haviam se separado sexualmente de hermafroditas (ainda com os dois sexos-polaridades no mesmo “corpo”-muito menos denso dos que ocupamos atualmente) para seres que se expressavam em dois sexos em corpos diferentes, masculino e feminino em corpos individuais.

anunnaki-movie (1)

Essa 3ª raça raiz se deslocou antes do afundamento completo do continente Lemuriano nas águas do Oceano Pacífico para o que viria a ser conhecido como a Atlântida, no hoje Oceano Atlântico norte, um momento registrado em Gênesis, e aqui Deus muda para O SENHOR DEUS, e nessa criação  o HOMEM-ADÃO esta sozinho e dele surge a mulher EVA (momento da separação das polaridades criando dois “corpos” com sexos que se complementam, masculino e feminino), conforme segue no Gênesis, Capítulo 2, Versículos 7 e 18 a 23,:

  • E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente. Gênesis 2:7

  • E disse o SENHOR Deus: Não é bom que o homem esteja só; far-lhe-ei uma ajudadora idônea para ele. Havendo, pois, o SENHOR Deus formado da terra todo o animal do campo, e toda a ave dos céus, os trouxe a Adão, para este ver como lhes chamaria; e tudo o que Adão chamou a toda a alma vivente, isso foi o seu nome.

    E Adão pôs os nomes a todo o gado, e às aves dos céus, e a todo o animal do campo; mas para o homem não se achava ajudadora idônea. Então o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas costelas, e cerrou a carne em seu lugar; E da costela que o SENHOR Deus tomou do homem, formou uma mulher, e trouxe-a a Adão. E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos, e carne da minha carne; esta será chamada mulher, porquanto do homem foi tomada. 

et-silencio-01

Esta parte do Gênesis 2, versículos 18 a 23, determina o momento da segunda criação do homem e da mulher. É interessante de se notar a diferença que existe em relação ao Deus Criador dessa parte do Gênesis 2, onde ele é chamado de o SENHOR DEUS e na passagem já citada anteriormente, de Gênesis 1 onde o Criador é chamado de forma diferente, APENAS como DEUS.

A criação humana descrita em Gênesis 1 é inerente ao verdadeiro Deus Criador, e relata a criação da ALMA HUMANA POLARIZADA EM DOIS GÊNEROS, ainda antes de um corpo físico, como o que temos hoje, ter sido criado. Essa é a condição original de nossa existência verdadeira, antes da QUEDA DE NOSSA ALMA NA MATÉRIA, após termos sido tentados pela “serpente”, que nos induziu a “comer do fruto da árvore do conhecimento DO BEM E DO MAL (quando “habitamos” um corpo humano)”.

Todo o livro do Gênesis é cópia de textos muitíssimos (como o Enuma Elish da Suméria) mais antigos e sagrados de povos da região mesopotâmica e além, que são registros muito anteriores ao surgimento do povo hebreu cuja história se inicia somente em 3.760 AC, ano oficial do início do calendário hebraico vigente nos dias de hoje e que seria o ano em que ocorreu o encontro que Deus teve com Abrão e fez um pacto com o mesmo enquanto ele residia em UR, próximo à foz do rio Eufrates uma cidade fundada pelos habitantes de Nibiru há milênios atrás.

O início do calendário hebreu em 3.760 coincide com uma das passagens do planeta NIBIRU pelo nosso sistema solar (ele voltaria mais uma vez em 160 AC e seu retorno deve ocorrer somente em torno de 3.452, ou seja daqui a mais 1.440 anos em nosso futuro). Uma pista para a origem do “povo hebreu” esta no nome dos seus pais:

ABRAÃO E SARA: a origem desses nomes é da antiga ÍNDIA, são nomes derivados do casal divino hindu BRAHMA (Abraão) e SARASVATI (Sara). Aquilo que viria a ser o núcleo da criação do povo hebreu foi uma tribo chamada primeiramente de Saldeus – que depois do Dilúvio passou a se chamar Caldeus – que migrou da Índia para a Mesopotâmia em tempos muito remotos.

Representação de EA/ENKI trabalhando em laboratório junto com Ninhursag/Ninmah e acima o símbolo do planeta alado para NIBIRU.

A TERCEIRA CRIAÇÃO DO HOMEM

Existe ainda uma TERCEIRA CRIAÇÃO do ser humano descrita de forma velada no Gênesis, que pode ser percebida quando Eva, ao ser tentada pela serpente (Ea/ENKI), come e oferece a maça a Adão, e então ambos são EXPULSOS DO PARAÍSO (…terrestre, a Mesopotâmia, o Jardim do E.Din dos deuses de Nibiru na Terra), e aqui deus volta a ser chamado de O SENHOR DEUS (Aquele que fica irado com certa facilidade) novamente, conforme segue: Gênesis, Capítulo 3, versículos: 9 a 23:

  • E chamou o SENHOR Deus a Adão, e disse-lhe: Onde estás?

    E ele disse: Ouvi a tua voz soar no jardim, e temi, porque estava nu, e escondi-me.

    E Deus disse: Quem te mostrou que estavas nu? Comeste tu da árvore de que te ordenei que não comesses?

    Então disse Adão: A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi.

    E disse o SENHOR Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi.

    Então o SENHOR Deus disse à serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera, e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás, e pó comerás todos os dias da tua vida.

    E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.

    E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará.

    E a Adão disse: Porquanto deste ouvidos à voz de tua mulher, e comeste da árvore de que te ordenei, dizendo: Não comerás dela, maldita é a terra por causa de ti; com dor comerás dela todos os dias da tua vida.

    Espinhos, e cardos também, te produzirá; e comerás a erva do campo.

    No suor do teu rosto comerás o teu pão, até que te tornes à terra; porque dela foste tomado; porquanto és pó e em pó te tornarás.

    E chamou Adão o nome de sua mulher Eva; porquanto era a mãe de todos os viventes.

    E fez o SENHOR Deus a Adão e à sua mulher túnicas de peles, e os vestiu.

    Então disse o SENHOR Deus: Eis que o homem é como um de nós, sabendo o bem e o mal; ora, para que não estenda a sua mão, e tome também da árvore da vida, e coma e viva eternamente, O SENHOR Deus, pois, o lançou fora do jardim do Éden, para lavrar a terra de que fora tomado. Gênesis 3:9-23

Uma estela suméria mostrando o sistema solar com DOZE corpos celestes, incluindo o Sol ao centro e ONZE PLANETAS (Maldek e Nibiru inclusos).

No relato descrito nessa passagem do Gênesis, o momento da TERCEIRA CRIAÇÃO DO HOMEM E DA MULHER é consumado quando o Senhor Deus (ENKI/EA com a ajuda de Ninhursag, ambos de Nibiru) providencia VESTIMENTAS DE PELES (SÃO os CORPOS MATERIAIS DE BARRO QUE A NOSSA ALMA AINDA “VESTE”) o momento que testemunha a intervenção “divina de deuses inferiores” que criaram geneticamente o Adão e a Eva de BARRO, o homem físico, sem nenhum objetivo altruísta já que o homem foi criado para ser escravo desses deuses e para trabalhar na mineração de ouro no sul do continente africano, mineral que era necessário para a atmosfera de NIBIRU quando esse planeta adentra o nosso sistema solar.

Essa intervenção extraterrestre na criação FÍSICA do ser humano, quando é usado material genético dos próprios deuses, que modificam a condição de um ser animal bípede existente naquela oportunidade e naquele tempo, um Homus Erectus qualquer, que com aquela intervenção passa a possuir, com aquisição do material genético dos deuses, autoconsciência (comeu a maça, da Árvore do Conhecimento-Consciência), pois uma alma humana, a partir daquela intervenção passa a habitar um corpo FÍSICO, passa a VESTIR UMA TÚNICA DE PELE.

Em um cilindro da Suméria reproduzido acima vemos a equipe nibiruana de pesquisa constituída pelos “deuses”: ENKI/EA de pé e sua esposa Ninhursag (Ninmah/Ninti) sentada segura no ar ADAMU, o homem híbrido Erectus Nibiran /Homo híbrido que eles fizeram e Ningishzidda (Filho de ambos) de joelhos à esquerda. Esta registrado em um tablete de argila: “As Minhas mãos fizeram isso!” Ela gritou vitoriosamente. Ninhursag (Ninti/Ninmah) também chamada como a deusa Nintu=Senhora do Nascimento, que ajudou EA/ENKI a “criar” o homem (em laboratório) na antiga Mesopotâmia, em tablete da suméria. Atrás dela a “Árvore da Vida”.

Aqui é importante esclarecer que a civilização atlante e todas os demais (como na antiga Índia/BHARATA) antigos povos da terra, antes do dilúvio, não possuíam UM CORPO FÍSICO TÃO DENSO COMO NÓS OCUPAMOS HOJE, uma condição natural da quarta raça raiz que fisicamente falando não era material e tão densa como a nossa constituição física atual, a quinta raça raiz.

Uma reprodução de um anjo feminino, uma lembrança subconsciente de nossas origens, uma lembrança de Ninhursag (Ninmah/Ninti) envolta pelas duas serpentes que representam a Kundalini e a energia cósmica.

O Planeta Terra vem, ao longo dos últimos 432 mil anos ATINGINDO SEU PONTO MÁXIMO DE EXPRESSÃO MATERIAL (QUE OCORRE NO FINAL DO CICLO, ISTO É, nos últimos 5.125 anos QUE SE INICIOU EM 3.113 a.C., o final do Kali Yuga, a idade do FERRO dos hindus, período que termina em 21 de dezembro de 2012, quando começamos a acessar (os que estão evoluindo e não dormindo) um novo nível de consciência muito menos denso materialmente do que o existente hoje.

Será mais um passo que estaremos dando para voltarmos a nossa condição original, NÃO SER MAIS UMA ALMA CORPORIFICADA EM UM PLANETA DE 3ª DIMENSÃO, MAS UMA ALMA REALIZADA E EVOLUÍDA, após a nossa passagem pelo mundo denso, usando corpos (peles) animais materiais como os que usamos hoje, dando um salto evolutivo, para uma nova espécie (na realidade nova em relação a nossa condição atual) em que utilizaremos cerca de 70% DE NOSSA CAPACIDADE CEREBRAL ao invés dos meros 5% atuais, seremos muito mais energia e menos matéria e voltaremos a ser telepáticos…

O homem físico, material, DENSO e usando “túnicas de pele” começou a ser criado (pelos deus ENKI/EA) em torno de 150 mil AC e é finalizado como unidade independente polarizada em corpos com dois sexos em torno de 70 mil a.C., conforme podemos encontrar descrito em trechos do texto sumério ENUMA ELISH, do qual o Gênesis é uma cópia muito ruim

E “deus” criou apenas ADÃO E EVA….

  • E saiu Caim de diante da face do Senhor, e habitou na terra de Nod, do lado oriental (à leste) do Éden. E conheceu Caim a sua mulher, e ela concebeu, e deu à luz a Enoch; e ele edificou uma cidade, e chamou o nome da cidade conforme o nome de seu filho Enoch; Gênesis 4:16,17

Esta passagem do Gênesis demonstra que quando “deus” criou Adão e Eva, já existiam OUTROS seres humanos HABITANDO O PLANETA, senão de onde teria saído a esposa de Caim, que habitava as terras de NOD, à leste do Jardim do Éden, com quem ele se casou e teve filhos após matar Abel e ser expulso (por “deus”) do Éden ?

A cidade que Caim construiu  foi chamada como “a cidade de Enoch”, em homenagem ao seu primeiro filho com a sua “desconhecida esposa”.

tenochtitlan-1

Concepção artística de como seria TENOCHTITLÁN, a cidade capital do império Azteca, no antigo México

Uma possibilidade muito interessante em relação a localização desta cidade e do povo do qual Caim conseguiu sua esposa é a região do hoje México, que em tempos remotos teve uma cidade, a capital dos Aztecas, chamada de TENOCHTITLAN … que significa Cidade de Enoch … povo descendente da raça vermelha, uma das raças que habitava Atlântida…

deus-criando-homem-alien-et

Anúncios

Nibiru, as origens da Humanidade


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica


RAÇAS DE EXTRATERRESTRES, ARCANJOS, ORIGENS DA HUMANIDADE, A NOSSA LUA:

Pergunta: Você mencionou que o Amor é o nosso estado natural de ser; um leitor do BRASIL pergunta porque é tão difícil alcançar o Amor?

Resposta: A sua consciência é feita de amor, e ela existe acima da dualidade, da polaridade, por isso não é nem difícil nem fácil alcançá-la. A ausência do Amor não é nada além do que o medo. Quando você vive no medo, o Amor não está presente e então parece ser tão “difícil” alcançá-lo

Os grupos no poder (os que estão no controle do planeta) sabem disso, e eles têm gerado medo no coletivo humano há milhares de anos, através de guerras, doenças, caos, pânico coletivo, etc. …

RAÇAS DE EXTRATERRESTRES, NIBIRU, ARCANJOS, ORIGENS HUMANAS, A NOSSA LUA

© 2009 Langa http://www.emmanuelmessages.com

Amados Irmãos e Irmãs da Terra, EU SOU Emmanuel e eu os acolho neste momento.

… E agora eles planejam usar a chamada “revelação” (de vida extraterrestre) como sua resistência final. Os grupos no poder irão lhes dar a versão deles de revelação; eles irão lhes revelar a existência da vida extraterrestre de tal maneira que muitos indivíduos do seu coletivo irão voluntariamente desistir de seu livre-arbítrio (novamente) a favor deles …

Perguntas de leitores:

Questionador: Em seu último contato, você mencionou que a nossa Lua mostra somente um lado para nós porque ela era “artificialmente” balanceada para girar ao redor da Terra no mesmo tempo em que dá uma volta completa em seu eixo… Após postar esta informação, eu recebi um e-mail da Alemanha dizendo que este mesmo fenômeno de sincronicidade entre rotação e translação é natural e pode ser observado em outras luas por todo o nosso sistema solar. Poderia, por favor, dissertar sobre isso?

A maioria das luas do seu sistema solar foi modificada de uma forma ou de outra. Das 173 luas conhecidas por vocês, 46 foram balanceadas da mesma forma que a sua Lua o foi há cerca de um milhão de anos atrás. Algumas luas são ocas (como a nossa) e a atmosfera é criada no seu interior. E também há objetos conhecidos por vocês como luas que na verdade são enormes naves espaciais

Saiba mais sobre a Lua (Nave Mãe ABANDONADA) IAPETUS, de Saturno aqui:Sobre a Lua da Terra:

http://thoth3126.com.br/lua-da-terra-quem-a-construiu/
A Constelação de DRACO-DRAGÃO, sistema estelar origem de uma antiga raça reptiliana:

Dracoconstelation

Questionador: Dizem que muitas raças extraterrestres visitaram nosso planeta no passado, um leitor do México pergunta se você poderia nos quantificar e quais suas origens.

Muitas, muitas raças de extraterrestres visitaram seu planeta durante eons de tempo. Muitos eram exploradores e cientistas, entretanto, sete dessas raças reivindicaram a posse de seu planeta por meio de estabelecimento de colônias. Os Registros Galácticos mostram que a primeira raça extraterrestre que chegou à Terra foi a Federação Draconiana, do sistema estelar Alpha Draconis, (da CONSTELAÇÃO DE DRACO-Dragão-de aparência REPTILIANA-Foto anterior), mas eles falharam na tentativa de mudar o ecossistema a base de oxigênio da Terra para hidrogênio.

Saiba MUITO mais sobre reptilianos aqui:Então eles partiram e mais tarde uma facção diferente da Aliança Draconiana voltou à Terra para ajustar a organização Lemuriana em cooperação com duas outras raças das constelações de Canis Major (estrela Sírius) e Taurus (estrela Aldebarã). A organização Lemuriana existiu em seu planeta por aproximadamente 40 mil anos na sua contagem, até que foi destruída na guerra. Entretanto, nem todos os indivíduos morreram e muitos deles mudaram-se para outras partes (subterrâneos) do seu planeta, onde eles ainda vivem hoje.

Acima: Um gigante Annunaki de Nibiru e o símbolo daquele planeta em um painel da Suméria.

De todas as raças extraterrestres, a que mais teve interação/intervenção com os humanos terráqueos é a raça Anunnaki de Nibiru, e sua primeira vinda ocorreu há cerca de 500 mil anos na sua contagem. 75 mil anos depois os Anunnaki cruzaram o DNA humano existente naquela época na Terra com o DNA deles. As primeiras modificações genéticas foram realizadas em laboratórios estabelecidos em Marte, depois o novo DNA híbrido foi implantado no DNA do Homo Erectus, dando início ao processo de transformação da raça humana terrestre.

Muitos de vocês podem ver isto como uma violação do livre-arbítrio ou uma “ação negativa” contra uma raça jovem/rudimentar, mas nós dos Reinos Superiores vemos isto como uma parte importante do Plano Divino para a evolução da Humanidade. Mesmo o que é contra o Plano do Criador faz assim mesmo parte dele.

Questionador: Você mencionou que é uma consciência hiper dimensional da sexta densidade. Um leitor dos Estados Unidos pergunta se você é um Anjo ou um Arcanjo?

Não sou nem Anjo nem Arcanjo. Anjos são poderosos seres de luz dos mais altos planos de existência, os quais optaram por “servir aos outros” como seu próprio caminho de evolução. Eles são seres luminosos que trabalham para o Plano Divino do Deus Uno. Arcanjos são tanto seres individuais quanto coletivos que operam sob uma única consciência. Da mesma forma que seu corpo tem muitas partes – braços, pernas, células, sangue, etc. – todas elas sendo coordenadas pela sua consciência, os Arcanjos têm muitas partes que atuam juntas sob a ciência de uma superconsciência.

Essas partes podem incluir energias poderosas, legiões de Anjos e exércitos de Luz, Frotas Estelares, tecnologia ultra-avançada, e até planetas inteiros. Os Arcanjos são seres tão poderosos que eles podem criar um sistema estelar completo com um único pensamento. O mesmo poder criativo permanece latente dentro de vocês.

A única coisa necessária para ativar este poder é uma crença forte e constante em vocês mesmos e na sua conexão com o Tudo Que É. É isto que coloca todas as energias criativas do Universo em movimento para materializar suas visões na existência.

Questionador: Tenho uma pergunta de um leitor inglês: é possível nos lembrarmos de nossas origens?

Lembrar de suas origens é um processo energético; toda a história do Universo está codificada na sua estrutura energética (Alma). A sua consciência pode acessar esta informação através da ressonância etérica de seus chakras. Vocês possuem mais de trezentos centros energéticos, entretanto dez deles estão conectados diretamente à recordação de suas origens.

Seus sete primeiros “chakras de recordação” são os seus muito bem conhecidos sete centros principais localizados no seu eu-físico, e eles contêm toda a história da Humanidade, e ainda, vocês têm mais três “chakras de recordação” fora de seu corpo físico. No passado, somente poucos seres humanos iluminados foram capazes de sentir esses centros, mas no seu atual estado de evolução, uma grande maioria de seu coletivo é potencialmente capaz de ativar esses centros.

O oitavo “chakra de recordação” está localizado a cerca de um metro acima do seu chakra da coroa (o sétimo chakra, no topo da cabeça); este é o centro energético que os conecta com toda existência humana. Seu nono “chackra de recordação” está localizado no centro da sua Galáxia; ele contém toda a história galáctica e conecta vocês a todos os seus irmãos e irmãs galácticos independentemente da raça a que eles pertençam.

E o seu décimo “chackra de recordação” está localizado no próprio centro do Criador. Este é o chackra Universal, também chamado nos Reinos Superiores de chackra “Mãe/Pai”. A localização do chackra Universal de todos os seres vivos deste universo é exatamente a mesma. Nós dos Reinos Superiores acreditamos que só existe um “décimo chackra de recordação”, compartilhado por todas as almas viventes neste Universo, por esta razão nós somos todos Um.

A consciência humana de terceira densidade pode acessar os oito primeiros “chackras de recordação” diretamente e o nono chackra através de seu Eu Superior. O acesso ao décimo “chackra de recordação” é um mistério (tal como é Deus) e não pode ser explicado, só pode ser vivido. Nós dos Reinos Superiores acreditamos que somente as altas vibrações mais puras e verdadeiras do Amor puro e incondicional podem desvendar o conhecimento codificado no chackra Mãe/Pai.

Quando vocês vivem no estado de puro Amor Incondicional, vocês simplesmente sabem quem vocês são e de onde vocês vieram. Este é o poder do Amor. Em algumas línguas antigas Amor significa Deus. Durante as eras seu povo tem feito todos os tipos de esforços tentando entender o Amor, e todos esses esforços foram infrutíferos. Este é o paradoxo do Amor, se vocês pararem de tentar entendê-lo, os segredos se revelarão.

Além dos seus dez “chackras de recordação”, vocês têm um outro centro energético a aproximadamente 30 cm acima da cabeça; ele tem o formado semelhante a uma estrela prateada brilhante. Este centro é compartilhado por você e por seu Eu Superior, e ele representa a sua futura consciência.

Seu Eu Superior é um aspecto da sua consciência no futuro, conectar-se a ele trará muito mais luz ao seu atual estado de consciência e você será capaz de entender porque as coisas acontecem do modo como acontecem no seu presente.

Seu Eu Superior é o seu Ouro interior; Ele é sábio além das palavras e é o seu mais fidedigno aliado; o poder d’Ele repousa na consciência que Ele cria dentro de você. Acessar o poder desse centro energético através do Amor incondicional revelará as suas origens instantaneamente.

Os grupos que lutam pelo controle de seu planeta entendem isto, e usam a ignorância de vocês contra vocês mesmos. Todas as estratégias deles são projetadas para privá-los do acesso ao seu Eu Superior através do bloqueio do seu fluxo de energia nos seus chackras inferiores. Eles fazem isto bloqueando as vibrações superiores do Amor ao mantê-los num estado permanente de medo.

Eles também sabem que o destino da Humanidade depende da taxa vibratória da consciência coletiva humana, portanto eles não precisam controlar cada indivíduo, mas simplesmente controlar grandes grupos de indivíduos ignorantes. Eles usam dois modos simples de privá-los das vibrações superiores do Amor. O primeiro é criando medo ao redor de vocês, e o segundo é mantendo sua mente no futuro. No Agora o medo não existe.

Como eu disse antes… vocês têm medo de uma possível guerra nuclear, vocês têm medo da lei marcial, vocês têm medo de ser micro-chipados, vocês têm medo de perder seu emprego, vocês têm medo de não ter alimento suficiente, etc. Conseguem ver o padrão? Todas essas coisas que vocês temem pertencem ao futuro. Todo pensamento negativo de medo remete sua atenção para o futuro, e se vocês agirem no presente com sua atenção no futuro, a sua ação atual não será eficaz, e o Amor incondicional não fluirá através da sua grade energética.

Questionador: Você mencionou que o Amor é o nosso estado natural de ser; um leitor do Brasil pergunta porque é tão difícil alcançar o Amor?

A sua consciência é feita de amor, e ele existe acima da dualidade, por isso não é nem difícil nem fácil. A ausência do Amor não é nada além do que o medo. Quando você vive no medo, o Amor não está presente e parece ser tão “difícil”. Os grupos no poder (no controle do planeta) sabem disso, e eles têm gerado medo no coletivo humano há milhares de anos, através de guerras, doenças, caos, pânico coletivo, etc. E agora eles planejam usar a chamada “revelação” como sua resistência final. Os grupos no poder irão lhes dar a versão deles de revelação; eles irão lhes revelar a existência da vida extraterrestre de tal maneira que muitos indivíduos do seu coletivo irão voluntariamente desistir de seu livre-arbítrio a favor deles.

Os grupos no poder (que não são os seus governos, mas são aqueles (n.t. A elite das ordens secretas e integrantes da NWO-Nova Ordem Mundial) que governam os seus (des)governos !!!) sabem que o contado aberto/público com raças benevolentes está a um passo de ocorrer, então eles estão acelerando a agenda da revelação para usá-la em favor deles. Não sejam enganados outra e mais uma vez. Os grupos liderando a parada da “revelação oficial” são os mesmos grupos que possuem tecnologias avançadas/alienígenas durante os últimos sessenta anos e mantêm esse conhecimento longe do público.

{n.t. Para reforçar e confirmar o alerta feito por Emmanuel: Acima, o CROP CIRCLE de 2002 em Crabwood, Inglaterra, apresenta uma mensagem em código binário contida no interior do Disco COM UM ALERTA EM RELAÇÃO AO TIPO DE Extra Terrestre GREY ao lado do círculo. Apareceu em uma Plantação de trigo em 15 de agosto de 2002 em Crabwood Farm, Hampshire, Reino Unido. A mensagem foi decodificada exatamente como aparece aqui:

“Cuidado com os portadores de Dons falsos e as suas Promessas não cumpridas. Muita DOR mas ainda há tempo. Existe BONDADE LÁ FORA. Nós nos opomos ao engano ENCERRAMENTO DO Conduto. (BELL SOUND/Som de sinos)“

Sobre Crop Circles saiba mais em:

Novo Crop Circle surpreendente na Inglaterra, parece mencionar eclipse de 21/08
Misterioso Crop Circle apareceu perto de Stonehenge
Crop Circle de Enki-Ea na Italia
A Ameaça Alienígena – 01
Crop (BRASIL) Circle no Oeste de Santa Catarina
Crop Circle de Chilbolton e a Mensagem de Arecibo de 1974
Crop Circle Homem Vitruviano Borboleta
Contato imediato de 3º grau na Inglaterra
Crop (BRASIL) Circle (agroglifo) em Prudentópolis, no interior do Paraná
Crop (BRASIL) Circle no Oeste de Sta. Catarina
Crop Circle de Wilton Windmill
Brasil: Crop Circle em S.Catarina, de novo em Ipuaçu
Agroglifos (Crop Circles) em Ipuaçu, análise técnica
Crop Circle em Silbury Hill e contato de 3º grau com aliens (Tall Whites?)
Sinais antigos deixados na Terra pelos extraterrestres
É uma clara alusão aos Contatos (principalmente dos Estados Unidos) com que Governos de alguns Países vem mantendo com ETs, e recebendo Tecnologia dos mesmos AO FAZEREM ACORDOS COM ESSA RAÇA DE ALIENÍGENAS, com intenções invariavelmente nefastas para a humanidade, tanto dos ETs assim como dos governos que recebem a tecnologia. Fim de citação}

“Eles são os mesmos grupos que fizeram acordos com a aliança draconiana, trocando vida humana pela tola tecnologia militar. Eles são os responsáveis pelo manejo de vírus com o único propósito de deter o seu processo de evolução coletiva, transformando-os em escravos. Foram eles que construíram muitas armas de urânio enriquecido capazes de destruir seu planeta novecentas vezes.”

Esses grupos não têm em mente o melhor interesse de vocês, e eles irão usar a “revelação” como seu trampolim final na sua tentativa de domínio global. Mas eles não sabem que com todas essas agendas negativas eles criaram uma oportunidade única para vocês se libertarem, para vocês se liberarem do seu atual estado de consciência. Afinal, vocês nasceram livres, e foi justamente isso que eles condicionaram vocês para esquecer. A liberdade é o processo de recordação de ser você mesmo.

Esses grupos negativos são impotentes na presença do Amor, e as agendas deles podem ser interrompidas instantaneamente pelo Amor do coletivo. Lembrem-se, nunca tentem se libertar “deles”, este é outro truque; a liberdade “de” alguma coisa não é a verdadeira liberdade. Conseguem entender? A liberdade “de” alguma coisa não será liberdade alguma, pois ela foi dada para vocês. E se ela foi dada, essa liberdade conterá as mesmas vibrações que os têm condicionado, em primeiro lugar, para esquecerem sua liberdade original. Sua verdadeira liberdade somente virá com a consciência e o Amor, e é a experiência máxima da vida. Não há nada superior a isso.

Questionador: Um leitor do Canadá pergunta: o que podemos fazer aqui do nosso lado para impulsionar uma mudança maciça de consciência?

Vocês não têm que “fazer” nada. Todo o auxílio necessário para que uma mudança maciça de consciência ocorra na Terra já está posicionado, agora vocês simplesmente precisam permitir que ela ocorra. Permitir não significa “fazer”; por favor, tentem entender isto profundamente. Quando eu falei sobre a ascensão, eu disse: “Faça você mesmo”, porque a ascensão é primeiramente um processo individual.

Às vezes a palavra ascensão pode confundi-los porque a palavra ascensão implica em se movimentar para cima, quando o verdadeiro movimento na ascensão é para dentro. Agora, quando se trata de alteração consciente, é através do contrário, o movimento é para fora em todas as direções e vocês devem permitir que ele ocorra a vocês. Um dos maiores segredos de todos os tempos é permitir que alguma coisa aconteça sem fazê-la. É preciso grande compreensão e consciência para permitir que as coisas aconteçam desta maneira.

À direita: O ANAHATA, o Quarto Chakra, o do coração, do amor incondiconal pela vida, a porta estreita que “deve ser aberta”, segundo Cristo, ou o “caminho do meio” que deve ser trilhado, segundo Budha.

Questionador: Outro leitor pergunta o que é a vida?

A vida é um milagre, a consciência que entende a preciosidade da vida em quaisquer de suas expressões, é a consciência que está aberta para o próprio milagre da vida. Amados Irmãos e Irmãs da Terra, celebrem a Vida! Cada simples momento da vida deve ser celebrado! Se vocês seguirem celebrando todo momento, a soma de todas as suas celebrações é o que a Vida é!

EU SOU Emmanuel – © 2009 Langa: http://www.emmanuelmessages.com – ©É permitido copiar e compartilhar esta informação somente em sua totalidade, incluindo este aviso de copyright e sem alteração.

 

Historia do DNA da Raca Humana, parte I


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Ainda existem aqueles que se espantam com este processo de canalização. Funciona melhor quando o canalizador é claro. Funciona quando a idéia de que voce é um simples Ser Humano é posta de lado. É assim que é e é assim que sempre foi. Todas as escrituras do planeta foram escritas por Seres Humanos.

Observem como isto funciona, Seres Humanos, pois vocês sozinhos são os responsáveis por todas as profecias e por todas as coisas boas que encontram naquelas palavras que os confortam, e que vocês dizem que vêm de Deus.

A História do DNA e da Raça Humana, parte I

Fonte: http://www.kryon.com/

Esta canalização ao vivo foi dada em Portland, Oregon, EUA. Para ajudar o leitor, esta mensagem foi re-canalizada [por Lee e Kryon] e complementada, para permitir um entendimento mais claro. Geralmente as canalizações ao vivo têm uma energia implícita que carrega um tipo de comunicação que o texto escrito não traz. Então aproveite esta mensagem melhorada, transmitida em Portland, Oregon – EUA.

Lee Carrol

Saudações, queridos. Eu sou Kryon do Serviço Magnético.  Daríamos qualquer coisa para anular as regras do livre-arbítrio, para nós podermos nos mostrar a vocês de uma forma que pudéssemos provar que realmente estamos aqui. Mas neste planeta existe o livre-arbítrio, então vocês é que precisam abrir essa porta para nós.

Permanecemos como os anjos que somos nas suas vidas, caminhando com vocês durante toda a duração delas. No momento em que vocês nascem neste planeta, os anjos circundam a área do seu nascimento e então ficam com vocês, até seu último suspiro. Nas primeiras semanas de vida de um bebê, vocês podem ver como ele fica de olhos arregalados olhando para os anjos! O bebê pode apontar, ou às vezes até sorrir para eles, mesmo com duas ou três semanas de vida, porque ele nos reconhece.

Todos vocês fizeram isto. Na verdade, nos primeiros dias após ter saído do útero materno, quando há tantas mudanças e tantas coisas novas com que se acostumar, os anjos são um conforto para o bebê. Vocês se lembram? [Kryon sorri] Depois lentamente essa realidade escapa de vocês. Lentamente. Mas muitos de vocês já viram quando um bebê olha para o espaço vazio e fica contente com o que vê.

Esses são os mesmos anjos que estão com vocês agora. Eles não envelhecem, sabem? Mas vocês envelhecem. Eles têm estado com vocês durante toda sua vida; eles caminham ao seu lado; eles vieram com vocês; e irão embora com vocês. E se vocês nunca falarem com eles, eles nunca dirão nada. Pois este é o acordo. Mas, queridos Seres Humanos, quando vocês nos dão apenas um pequeno espaço de intenção, e dizem: “Querido Deus, mostre-me que sou amado”, vocês abrem a comporta. Pois é então que entramos nas suas vidas até o ponto em que nos permitam.

É então que lhes damos o que nos pedem, começando a sincronicidade, o ensinamento, segurando suas mãos e pondo um fim à sensação de estarem sozinhos. É então que os preenchemos a tal ponto, que não mais se preocupam com doenças, nem com a idade, nem com dramas. E tudo o que vêem é a promessa de quem vocês são. É assim que tem sido, desde o dia em que começamos, pois nosso serviço é possibilitar que tenham a consciência de que são parte de nós.

A MENSAGEM É SAGRADA:

Ainda existem aqueles que se espantam com este processo de canalização. Funciona melhor quando o canalizador é claro. Funciona quando a idéia de que voce é um simples Ser Humano é posta de lado. É assim que é e é assim que sempre foi. Todas as escrituras do planeta foram escritas por Seres Humanos. Observem como isto funciona, Seres Humanos, pois vocês sozinhos são os responsáveis por todas as profecias e por todas as coisas boas que encontram naquelas palavras que os confortam, e que vocês dizem que vêm de Deus. E é assim que, mais uma vez, estamos diante de vocês com informações que lhes são transmitidas deste modo antigo e sagrado.

A informação que é oferecida para os que estão nesta sala é transmitida no que vocês chamariam de tempo real. Aqueles, que estão ouvindo e lendo no tempo que os que estão sentados aqui chamam de futuro, sabem como isto funciona. Entretanto, esta trilha linear de tempo não é a nossa realidade. Somos quânticos, portanto podemos enxergar o potencial de quem está olhando esta página, mesmo que isto ainda não tenha acontecido para aqueles que estão sentados diante de nós. O que isto significa é que a mensagem, embora sobre História, ainda é pessoal e nós os convidamos a sentir a antiga verdade dela, pois sabemos quais os olhos que estão sobre esta página, exatamente agora.

Toda a informação que vou lhes dar agora já foi dada em algum momento dos últimos 20 anos, nas canalizações de Kryon. Mas nunca lhes oferecemos esta sinopse, pois estamos começando a resumir os temas de modo que fiquem mais simples e claros, para que comecem a ser menos abstratos e mais presentes na sua realidade. Conversa franca e palavras sinceras são o que uma canalização clara pode lhes trazer.

A INFORMAÇÃO DO ENSINAMENTO DE HOJE:

Isto é um presente para nós: que vocês se sentem e nos deixem lavar seus pés. E enquanto meu parceiro lhes transmite a informação, a terceira linguagem estará presente em todos os corações aqui. Alguns dos que estão ouvindo e lendo no futuro também serão tocados, porque sabemos quem ouvirá e lerá isto, pois os vemos lá. Vemos seus rostos e vemos, inclusive, a sua luz. Não é por acaso que, com o livre-arbítrio, vocês estejam desejando que esta comunicação entre em suas vidas no dia de hoje.

Deixem que a informação que será dada hoje seja passada para muitas pessoas. A informação que lhes oferecemos hoje é sobre a linhagem do DNA… desde o começo do DNA até o presente. Vamos falar sobre como isto ocorreu no seu planeta, como ele funciona, como ele mudou, e as coisas que vocês precisam saber a respeito dele nesta nova energia, para chegarem ao ponto em que possam começar a usá-lo do jeito que foi projetado. Neste ensinamento, precisamos começar onde meu parceiro começou hoje, na série de palestras que fez. Pois muito do que ele ensinou nestas últimas horas será abrangido aqui. Entretanto, para aqueles que estão se juntando a nós apenas através da transcrição, vamos começar do começo… é assim que vocês vivem no mundo linear. Começaremos com a História do DNA e da Humanidade.

O QUE HÁ DE TÃO IMPORTANTE COM O DNA?

Esta pergunta tem sido feita: “Kryon, por que você fala tanto sobre o DNA? Ele é um atributo biológico do corpo Humano. É o plano para o genoma Humano. Ele escreve a química para todos os genes – aproximadamente 30.000 deles. Mas por que você falaria disto? Você não fala sobre substâncias moleculares nem sobre química, então por que fala sobre o DNA? Em vez disto, fale-nos sobre coisas espirituais.”

A crítica acima tem sido feita por muitas pessoas. Elas estão numa busca espiritual intensa, mas seu desapontamento é perceptível e elas não entendem porque nós falamos sobre o DNA, aparentemente um atributo físico do Ser Humano. Então, querido, se você for uma dessas pessoas, deixe-me explicar, finalmente, que está na hora de revelar o que o DNA realmente é.

O DNA é o elemento central de quem você é, tanto física quanto espiritualmente. Se tivéssemos que escolher um lugar onde o Eu Superior reside, seria no DNA. O Registro Akáshico, a cópia de tudo o que você foi, está no DNA. Todas as encarnações, todo o seu crescimento espiritual, todos os seus talentos ao longo dos éons de suas vidas, estão lá. O carma com que cada um de vocês veio. e que muitos já descartaram, está lá. O registro das suas ações iluminadas está lá.

Sua História Espiritual Humana está lá, escrita nas partes quânticas. Alguns de vocês entendem isto a ponto de saberem que são lemurianos. Se você se sente assim, você conhece a incrível profundidade daquilo que está no seu interior. Esta é a razão de falarmos sobre estas coisas. É muito difícil para um Ser Humano acreditar nisto, pois significa que muito do que ele pensava que estava “fora dele” na verdade está dentro. Mas isto está de acordo com o ensinamento dos Mestres, e de Kryon, que diz que você é uma peça do criador, e que os processos de maestria estão no seu próprio interior.

A CIÊNCIA DO DNA:

Foi só nos últimos anos que a ciência lhes deu a prova do que vamos falar agora. Já nos referimos a isto no passado e agora vamos falar francamente para que não haja mais mistério a respeito do que a ciência está tentando decifrar: Seu DNA tem a força de mais de três bilhões de substâncias químicas. Cada molécula de DNA, que tem a forma de uma fita torcida, tem mais de três bilhões de elementos químicos dentro dela. É uma molécula tão pequena, que você precisa de um microscópio eletrônico para enxergá-la.

O Projeto Genoma Humano, uma empreitada científica, revelou um mistério: apenas 3% da química do DNA fazem alguma coisa! Estamos falando da porção de proteína codificada, que é uma das partes do DNA. Ela sozinha produz mais de 30.000 genes Humanos. Estes genes são a programação da vida, que vocês estavam procurando. Mas apenas 3% do DNA constituem a totalidade da parte produtora de genes. Três por cento fazem todo o trabalho, fazem tudo que o Projeto estava procurando. Portanto, mais de 90% da química do DNA observado é um mistério, pois parece não ter nenhuma função que seja óbvia. Não há nenhum sistema observável, nem simetria, nem propósito biológico que sejam vistos nos 90% da química. Esta parte não possui nenhum código químico, como as partes de proteína codificada possuem. Parece ter uma natureza casual, sem propósito, e alguns até a chamaram de “DNA sucata”.

Alguns biólogos estão convencidos de que esta parte do DNA é um conjunto de componentes químicos que sobrou do processo evolutivo e não é mais utilizado pelo Ser Humano. Não há nenhum código nele, e parece não fazer nada. Portanto, a tendência é ignorá-lo. Ele é inútil.

{***Um grupo de homens da Antiguidade faz uma descoberta impressionante: um maravilhoso aparelho estéreo sem fio foi deixado na praia por um viajante do tempo. Os pequenos e eficientes alto-falantes estão bombeando os mais incríveis ritmos, e os homens estão hipnotizados por tudo isso. Eles não ousam tocar em nada, mas sentam e aproveitam a música, sem entender como ela é produzida e sem entender nada sobre o equipamento brilhante que está diante deles. 

Depois de muitos dias, eles começam a olhar mais profundamente para a magia aparente de tudo aquilo. Eles são curiosos, pois a curiosidade é a característica principal do Ser Humano. Começam a analisar o aparelho, examinam-no várias vezes, sem ousar tocá-lo, até que finalmente os mais velhos anunciam que entenderam. 

Eles vêem o tocador de CD, os amplificadores principais e os processadores que estão junto com os alto-falantes… muitos equipamentos. No entanto, é dos alto-falantes que o som está saindo, portanto os alto-falantes é que aparentemente estão fazendo todo o trabalho. 

A tribo se reúne e anuncia suas descobertas: criaturas espaciais adiantadas aterrissaram e deixaram um dos seus equipamentos. Os sábios da tribo não conseguem descobrir o que todos os seus componentes fazem, mas dois elementos pequenos são responsáveis pela música maravilhosa que eles estão ouvindo. O resto do equipamento é um mistério, e deve ser simplesmente lixo espacial que não está relacionado com a música.***}

Esta parábola acima fala por si mesma. Aquilo que não é entendido como “parte do todo” é descartado devido à ignorância. Escondido neste exemplo, há muito mais do que se pensa. Não é apenas a incrível tecnologia para tocar a música que não é vista. O que dizer da criação e composição da música? E daqueles que a gravaram? E dos recursos incríveis que foram empregados até mesmo para colocá-la num tocador de CD? O que dizer da história da própria música, e da evolução dos ritmos através dos séculos? Há um segredo intelectual gigantesco escondido na areia diante deles, e eles só conseguem ver os alto-falantes, já que são as únicas coisas que estão “fazendo barulho”.

A evolução e aquilo que vocês chamam de Mãe Natureza (Gaia) trabalham juntas e são muito eficientes quando se trata da biologia Humana e da vida em geral. Seja na aparição da fotossíntese neste planeta exatamente no momento certo, ou no modo em que o genoma evoluiu, o sistema joga fora coisas que não são necessárias. Os 90% do DNA que não são compreendidos não são sucata. Não mesmo! Pelo contrário, eles são os processadores e as instruções que dirigem a parte que é entendida. Eles estão processando a música que está sendo tocada pelos 3%.

Vou dizer o que essa parte é, especificamente, e na revelação, quero mais uma vez que cada um de vocês reflita sobre o que isto poderia significar para si mesmo, pessoalmente. Noventa por cento do seu DNA é literalmente o modelo quântico da sua divindade. É o programa do seu Akash. É o registro de todas as suas vidas, de todas as coisas que você realizou, todo o seu crescimento, todas as epifanias, todos os fracassos. Para aqueles que se chamam lemurianos, representa uma vasta experiência no planeta, desde o seu começo, das quais iremos falar.

Coisas em estado quântico não são lógicas na terceira dimensão. A física quântica faz muito pouco sentido para o pensador linear, e vocês não são lineares. Portanto, o “preconceito” que vocês carregam é simplesmente o fato de que a sua realidade está baseada em apenas poucas das dimensões das quais o Universo goza. Enquanto o “resto do quadro” não se revelar, muito provavelmente devido às suas buscas científicas, vocês só enxergarão a realidade limitada em que estão sentados. As coisas fora da terceira dimensão permanecem um mistério, parecendo casuais e caóticas, em vez de lógicas e sistemáticas. Seu DNA carrega o seu modelo espiritual e todas as instruções para quem você são. Tudo isto está nos 90%, que são quânticos.  Portanto, a discussão sobre o DNA é a discussão sobre a sua criação, seu Registro Akáshico e sua linhagem espiritual. É por isto que estamos nos concentrando nele.

A CONSCIÊNCIA HUMANA… TRIDIMENSIONAL?

Está na hora de ligar estas coisas e pensar no quadro maior: Dentro dos 90% do DNA quântico está a consciência Humana. A consciência da humanidade não é mensurável com códigos e genes. Está fora dos limites da química e continua sendo algo que a ciência vê como o resultado misterioso de como a biologia se junta… mais uma vez, não há nenhuma compreensão do que cria a “totalidade do Ser Humano”. Dentro da consciência Humana existe a capacidade de falar com o DNA, de controlá-lo, de trabalhar com ele, e de fazer parte dele. Ensinamos isto desde o começo. Portanto, um dos maiores segredos da sua própria realidade é a sua capacidade de ser responsável pelo seu próprio corpo e suas funções básicas.

Agora, de acordo com a nova ciência, até mesmo alguns processos do próprio planeta parecem ser afetados pelo pensamento Humano. Estão começando a perceber o quadro? Os 90% do seu DNA podem realmente fazer parte de algo muito maior do que a sua biologia pessoal.

Uma das primeiras coisas que nós lhes dissemos foi que a consciência move a Terra. A consciência é a responsável pela vibração do seu planeta, e vocês sempre foram capazes de mudar aquilo que pensavam que não tinha relação com vocês… a realidade daquilo que acontece no seu planeta. Quando começarem a compreender esta verdade, vocês entenderão totalmente que Gaia responde a VOCÊS!

Então é assim que ele funciona, dito de uma forma clara. Só temos a possibilidade de falar sobre o que ele realmente faz, graças ao desenvolvimento do genoma Humano e da revelação dos 90%, que parecem não fazer nada. Isto vai fazer sentido para a ciência, em algum momento. Uma dica: quando eles observarem os 90% e começarem a estudar os engramas não codificados, começarão a perceber que a parte maior do DNA é realmente modificadora de sinais para os 3%, que são o motor que dirige a biologia do corpo Humano.

O ENIGMA DA FRAQUEZA DO CORPO HUMANO:

Há um mês atrás, nós falamos sobre esta questão: aqui estão vocês, no topo da escada evolutiva do DNA no planeta Terra, e possuem um sistema que é fraco… muito mais fraco do que esperavam que fosse. Isto é uma revisão. Sua estrutura celular não representa o que lhes foi dado originalmente. Em vez de evoluir, a porção quântica do seu DNA desenvolveu uma resposta à consciência Humana (a diretora da sua realidade). O fato é que o seu sistema imunológico não funciona muito bem! Muitas das principais doenças e viroses do planeta conseguem contorná-lo facilmente. Já perceberam? Vocês não conseguem nem sequer impedir um simples resfriado.

Tem um problema aqui, vocês diriam. E tem mesmo! Pois dos 90% do seu DNA que deviam ser quânticos, apenas 30% são eficientes. Nós lhes demos esta informação há algum tempo atrás, mas ofereço-a outra vez hoje, para que a lógica deste ensinamento seja sucinta.

Resumidamente, direi o seguinte: Como você se sentiria ao saber que pode ter um câncer no seu sistema, sem que o seu corpo nunca lhe conte isso? Você tem que ir a um médico especialista e fazer um exame técnico para saber o que o seu corpo está fazendo! Que tipo de sistema é esse?! A autodiagnose que foi criada no Ser Humano simplesmente não funciona direito. Câncer é o resultado de uma incompatibilidade do corpo Humano para lidar com a comida moderna… O resultado cria sinais que não são congruentes com o modo em que o corpo deve funcionar… divisão equilibrada das células, de um modo que seja equilibrado com a química do que ele ingere como alimento. Em vez disso, o corpo produz crescimento anormal… tumores que podem acabar devorando todo o organismo.

Câncer não é um vírus, nem é contagioso. Em vez disso, é um desequilíbrio… uma alergia à sociedade moderna. O sistema imunológico do corpo não está realmente envolvido nisso, porque, para todas as defesas do corpo, o câncer aparece como células normais que estão fazendo o que sempre fizeram. Elas não estão, porque são especificamente cancerosas, mas elas “aprenderam” a se esconder dentro da estrutura celular. Uma consciência quântica cria um sistema de “conhecimento” que alerta o corpo para o desequilíbrio. O resultado é que você saberia imediatamente que existe um problema. Mas você não sabe, já que o seu sistema não está funcionando como foi projetado.

Um outro atributo do comportamento correto do DNA quântico é a criação de uma extensão de vida muitíssimo maior. O corpo não quer envelhecer! Ele quer viver! Isto é sobrevivência básica, por isso ele é capaz, através de um processo intuitivo, de criar um cenário inteligente em relação à divisão das células. Sem este aprimoramento, o relógio celular do corpo simplesmente conta os dias e anda de acordo com o ciclo da lua. Ele não sabe mais do que isto. Ele não está trabalhando como foi projetado.

Alguns dos antigos realmente tiveram vidas duas a três vezes mais longas do que a de vocês. Isto dependia de onde eles estavam e de quanta “quanticidade” haviam perdido. Mas saibam disto: todos os processos de extensão de vida que estão sendo desenvolvidos neste planeta e que poderão ser bem sucedidos têm uma coisa em comum… o aumento dos sinais para o DNA voltar a um estado mais quântico. Vocês chamam isto de “ativação do DNA”.

Consciência quântica é aquela que é “una com tudo” e que saberia se as células estivessem enlouquecendo e um crescimento inapropriado estivesse ameaçando a saúde. Mas o seu sistema imunológico não os alertaria. Alguma coisa não está funcionando direito, mas vocês cresceram nesta realidade, então lhes é difícil perceber a lógica do que estou dizendo. Se vocês passassem um tempo suficiente pendurados de cabeça para baixo, logo seus corpos se recusariam a caminhar e reagiriam à própria idéia de fazer isso. Com o tempo todo mundo passaria a viver de cabeça para baixo e morreria de fome, tendo esquecido como andar. O pensamento desenvolveria a idéia de que “caminhar é algo que só os mestres sabem fazer.”, ou algo assim. Portanto, ninguém andaria mais. Este é simplesmente o modo em que a realidade Humana se desenvolve ao longo do tempo, e é isto que estamos desafiando diariamente, nesta nova energia.

Quando os nervos da sua medula espinal são cortados, existe uma química que corre para aquela área e os impede de crescer e se unir novamente. Sabiam disto? Este  processo é conhecido pela ciência e tem até um nome! É justamente o contrário do que vocês querem, e parece contrário à lógica de como o corpo deveria funcionar. Alguma coisa não está funcionando direito.

Estrelas do mar conseguem que um braço seu cresça novamente, e vocês não. Como isto lhes parece, estando no topo da escada evolutiva? Tudo isto porque o “programa” que cria os genes não está funcionando como projetado.

Mas costumava funcionar… Deixem-me levá-los de volta ao começo.  

http://www.kryonportugues.com/Textos.htm

CONTINUA …   

Espaçonave alien com Hieróglifos, inscrições em grego e digitais para comando de voo


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

A espaçonave extraterrestre acidentada e recuperada em Roswell, em 1947, tinha inscrições em hieróglifos egipcios, caracteres do alfabeto grego  e outros sinais não identificados  gravados em seu interior.

Também havia painéis de controle de voo com relevo para o piloto inserir as duas mãos (com seis dedos) e se conectar com a  espaçonave mentalmente, que não apresentava nenhum sistema de propulsão convencional ou de outro tipo.

É ótimo ver o tema dos OVNIs e extraterrestres acumulando mais credibilidade à medida que os anos passam e novos fatos são revelados. O assunto recebe pouca (intencionalmente) atenção da mídia mainstream, pelo menos além do ridículo, então isso pode ser uma surpresa para alguns, mas há centenas de pessoas de alto nível que se apresentaram para dizer ao mundo que os OVNIs não são apenas reais, mas também alguns de fato,  são de origem extraterrestre.

Há muitos exemplos para escolher, como ex-chefe de defesa e presidente do Comitê militar da OTAN, dizendo-nos que “estamos sendo visitados e visitados por raças extraterrestres do espaço exterior”. Mais recentemente,  Louis Elizondo, um ex-Diretor Nacional de Contra-Inteligência e Diretor de Inteligência Nacional, tornou-se Diretor de Segurança Global e Programas Especiais para a academia To The Stars Academy of Arts & Science  recentemente lançada por Tom Delonge , apenas uma semana depois da sua aposentadoria.

Comando e controle de voo com as impressões em relevo das mãos, com seis dedos, do piloto extraterrestre

Outros executivos de alto escalão da comunidade de inteligência e aeroespacial também se juntaram a este programa, incluindo  Steve Justice, o mais recente diretor de Desenvolvimento de Sistemas Avançados do conglomerado aeroespacial do Complexo Militar Industrial, a Lockheed Skunk Works. Eles pretendem que a humanidade saiba que não estamos sozinhos, e que, na nossa atmosfera, há objetos tecnológicos alienígenas, em sua maioria, altamente avançados que realizam manobras que desafiam nossas leis da física.

Aqui é um vídeo recente sobre eles falando durante uma transmissão ao vivo, onde Elizondo menciona que no seu trabalho, ele aprendeu que “o fenômeno UFO-ETs é realmente real” e trata de uma física que ainda não entendemos, e também que existem tecnologias dentro da Mundo do Orçamento Negro que poderia beneficiar a humanidade.

“Há uma outra maneira, seja um buraco de minhoca ou um espaço de distorção, tem que haver uma maneira de gerar energia para que você possa retirá-la do vácuo, e o fato de estarem aqui nos mostra que eles encontraram esse caminho (tecnológico, sistema de propulsão antigravidade)”. 

– Dr. Jack Kasher, Ph.D., Professor Emérito de Física da Universidade de Nebraska ( fonte )

O Caso Roswell

“Sim, houve espaçonaves (alienígenas) acidentadas e corpos (de extraterrestres) recuperados. . . . Nós não estamos sozinhos no universo, eles estão vindo aqui há muito tempo. . . . Eu tenho o privilégio de estar no conhecimento do fato de que fomos e somos visitados neste planeta, e o fenômeno OVNI é real “. – Doutor Edgar Mitchell, 6º homem a andar na lua ( fonte ) ( fonte ) ( fonte)

Espaçonave tipo UFO com insígnia da USAF aterrissando em Base Aérea dos EUA no Novo México, desenvolvida secretamente com engenharia reversa de naves aliens acidentadas:

Para alguém que não passou tempo investigando este assunto, pode ser difícil acreditar que uma invasão de espaçonaves extraterrestre real desembarcou no planeta Terra. Mas quando você leva em conta as declarações dos indivíduos acima, especialmente a mais recente criação da equipe de Tom Delonge, juntamente com centenas de milhares de documentos que mostram esses objetos são comumente rastreados em radar, e jatos militares estão constantemente acionados para verificá-los, ele se torna muito mais plausível.

O incidente de Roswell é uma das dezenas, senão das centenas de artefatos extraterrestres derrubados resultantes da agressão humana ou falha tecnológica. Isto é melhor explicado por Paul Hellyer, ex-ministro da Defesa Nacional do Canadá:

“Há décadas atrás, os visitantes de outros planetas nos avisaram para onde nos dirigimos como espécie e se ofereceram para ajudar. Mas, em vez disso, nós, ou pelo menos alguns de nós (os militares e a elite), interpretamos suas visitas como uma ameaça, e decidimos atirar primeiro e fazer perguntas depois”.

Dois caças F-22 escoltando uma espaçonave alienígena

Elizondo compartilha uma história semelhante, afirmando que um de seus trabalhos era rastrear e observar esses objetos, pois ele era o chefe do programa que investiga “ameaças aéreas” para o serviço de inteligência dos EUA.

A The Stars  estará trabalhando diretamente com o governo dos EUA para lançar vídeos autênticos e imagens de UFOs reais para o público, mas já existem muitos vídeos e fotos credíveis desses objetos, e é uma pena que eles devem vir de uma autoridade governamental para que as pessoas julgarem se são credíveis. Este é um problema dentro de si mesmo, pois nosso governo nos enganou em tantos temas, em tantos níveis, durante tanto tempo, tornando extremamente difícil confiar em suas intenções em qualquer assunto, sejam UFOs, economia ou terrorismo. Por enquanto, teremos que esperar e ver onde está a iniciativa.

Mais uma vez, a ameaça é a principal palavra aqui. É impossível dizer se esses objetos representam uma ameaça genuína para a humanidade ou não, mas assumir que eles são uma ameaça sem aprender mais sobre o assunto é imprudente.

Há provas que demonstram a existência desse tipo de tecnologia exótica que data de antes da Segunda Guerra Mundial. Um exemplo clássico seria a CIA mantendo espiões durante a segunda guerra mundial e descobrindo os desenvolvimentos nazistas na Alemanha, como explicado   neste  documento, que analisou  “um jornal alemão”  que  “publicou  uma entrevista com George Klein, um engenheiro e especialista em aeronaves, descrevendo a construção experimental de “discos voadores” realizados por ele na Alemanha de 1941 a 1945.” 

Abaixo está uma imagem / história autêntica de um grande UFO pairando sobre Los Angeles, em um incidente que ficou conhecido como Battle of Los Angeles (Batalha de Los Angeles)  que foi testemunhado por 1 milhão de pessoas. Apontada como a “Batalha de Los Angeles”, foi um evento que nos mostrou como o exército dos EUA estava aprendendo a mentir sobre UFOs cinco anos antes do Incidente de Roswell, que ocorreu em 1947. Então, como você pode ver, há muito assunto para isso.

UMA IMAGEM AUTÊNTICA DE UM GRANDE UFO QUE SOBREVOOU  LOS ANGELES VISTO POR 1 MILHÃO DE PESSOAS EM 24 E 25 DE FEVEREIRO DE 1942.

Uma espaçonave real

Um dos melhores indivíduos para aprender sobre o incidente de Roswell seria Stanton Friedman, um físico nuclear aposentado e pesquisador de OVNI de longa data. Ele é o autor de muitos livros, um deles sendo  Crash at Corona: The Definitive Study of the Roswell Incident with exclusive testimony on a Second New Mexico Crash Site. 

Espaçonave acidentada e recuperada em Roswell, juntamente com corpos de aliens COM SEIS DEDOS EM CADA MÃO E PÉ

Este livro explora os Hieroglificos egípcios e os caracteres do alfabeto grego que são ditos, segundo pesquisadores como Friedman, estarem adornando painéis no exterior da nave espacial acidentada.

Inscrição no interior da espaçonave recupearada em Roswell, em grego: ELEPHTHERIA, significando LIBERDADE.

O veterano do exército dos EUA, o coronel Philip James Corso, um coronel que durante 25 anos trabalhou com engenharia reversa das espaçonaves extraterrestres recuperadas, também publicou um livro intitulado  The Day After Roswell onde ele detalha a mesma informação e outros aspectos sobre os corpos e a tecnologia extraterrestre que foi recuperada.

De acordo com as fontes acima e alguns do folclore, a nave alienígena apresentava impressões de mão como aquelas na imagem que você vê abaixo. Essas fotos são o verdadeiro negócio, de acordo com Tom Delonge em um recente podcast que ele fez com Joe Rogan, mas eles poderiam muito bem ser falsas, não há como verificar sua autenticidade.

Quando chegou a hora de criar a espaçonave através da engenharia reversa, nenhum motor foi descoberto, mas os pilotos alienígenas colocariam suas mãos humanoides nesses slots e controlariam a espaçonave usando sua mente – um tipo de tecnologia de interface telepática-mental que nós mesmos ainda não desenvolvemos.

Marcas estranhas em espaçonaves aliens não são coisas novas

Enquanto estamos no assunto, aqui está outra história interessante de Daniel Sheehan, um advogado de apelação constitucional de Harvard e advogado de apelação. Ao longo dos últimos quarenta e quatro anos, ele trabalhou como Advogado Federal de Direitos Civis, autor, palestrante e educador.

O caso mais conhecido de Dan no escritório de advocacia de Cahill-Gordon foi o primeiro exemplo da Primeira Emenda  New York Times, Co. v. EUA  (o “Caso Pentagon Papers”), no qual  The New York Times  – e  The Washington Post  – ganhou o direito de publicar um estudo classificado no Pentágono revelando a história secreta da Guerra do Vietnã. Dan serviu como co-conselheiro.

Você pode ler sua biografia completa  aqui .

Ele também atuou como Conselheiro Especial perante o Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito de Columbia no Watergate Burglary Case.

Cientista da NASA revela que espaçonave gigante se esconde nos anéis de Saturno


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Vindo de alguém com uma formação tão distinta, um cientista (Ex engenheiro Aeroespacial) da NASA, podemos fazer várias suposições básicas sobre ele, e não menos importante é que ele é altamente inteligente. Podemos também supor que ele conhece e trabalhou com outras pessoas inteligentes e poderosas, e que como um cientista da NASA ele teve acesso a dados extremamente sensíveis, o que ele mesmo deixa claro na entrevista abaixo e em seu livro  The Ringmakers of Saturn

CIENTISTA DA NASA FALA DE UMA GIGANTESCA ESPAÇONAVE EXTRATERRESTRE SE ESCONDENDO CAMUFLADA NOS ANÉIS DE SATURNO

Fonte: http://www.collective-evolution.com/

O que torna a história de Norman Bergrun tão intrigante não é apenas seu histórico impressionante, mas o fato de que centenas de outros cientistas, políticos e militares de alto escalão também compartilharem informações como essa. Ele é apenas um dos muitos iniciados e insider expondo a realidade dos Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) e a existência de seres extraterrestres.

{O Dr Norman Bergrun é um ex-aluno do Ames Research Laboratory, NACA (Comitê Consultivo Nacional de Aeronáutica) predecessor do Ames Research Center, NASA, onde trabalhou doze anos como cientista pesquisador. Em Ames, ele foi pioneiro na definição de critérios de projeto para a prevenção térmica de gelo de aviões e no desenvolvimento de leis de estabilidade de rolagem para aviões, mísseis e foguetes. Ele se juntou à Lockheed Missiles and Space Company (agora Lockheed Martin), onde foi gerente de planejamento e análise de testes de vôo para o Sistema de Lançamento de Mísseis do Submarino Polaris da Marinha. Durante seus treze anos na Lockheed, ele também atuou como cientista sênior, tendo conhecimento de análise responsável de aplicações especiais de satélite espacial. Membro associado do Instituto Americano de Aeronáutica e Astronáutica (AIAA), ele é ativo como líder em eventos como do Dia de Visitas do Congresso no Capitólio.  Credenciado com inúmeros prêmios e citações, incluindo a Sociedade da Califórnia de Engenheiros Profissionais Archimedes Engineering Achievement Award … ele está listado em “Quem é Quem na América”, “Quem é quem em Ciências e Engenharia”, e outras obras de referência. }

Quando o ex-astronauta da NASA e professor de física de Princeton, Dr. Brian O’Leary, disse que há evidências abundantes de que estamos sendo contatados, que as civilizações nos visitam há muito tempo“, ele não estava brincando. Há agora documentos oficialmente desclassificados que verificam uma longa história de encontros militares com esses objetos; objetos que estão realizando manobras que nenhuma aeronave conhecida com tecnologia terrestre pode executar, enquanto viajam a velocidades que nenhuma aeronave conhecida pode se deslocar. Não apenas isso, mas ao mesmo tempo em que os pilotos confirmam visualmente seus avistamentos, esses objetos estão sendo rastreados tanto em radares aéreos quanto nos terrestres.

O Dr. Jacques Vallee, notável por co-desenvolver o primeiro mapeamento computadorizado de Marte para a NASA, e por seu trabalho na SRI International no centro de informações de rede da  ARPANET, um precursor da Internet moderna, publicou um artigo no  Journal of Scientific Exploration. intitulado “Estimativas de saída de potência óptica em seis casos de objetos aéreos inexplicáveis ​​com características de luminosidade definidas.” ( fonte ) ( fonte ) Lá você pode ver algumas fotos tiradas por pilotos militares dos objetos voadores não identificados que eles encontraram.

Ao entrar na vizinhança desses objetos, não é incomum que equipamentos elétricos críticos fiquem “mortos”. Os OVNIs também foram vistos pairando em torno de instalações globais de mísseis nucleares (sendo um caso mais famoso o sobrevoo e ATERRISAGEM na região de Lakenheath-Bentwaters, em bases a´reas dos EUA e Reino Unido) quando essas instalações foram completamente fechadas e as armas nucleares ficaram offline. Você pode aprender mais sobre isso aqui .

De acordo com Herman Oberth, um dos fundadores do Rocketry e da astronáutica, “discos voadores são reais e. . . eles são naves espaciais de outro sistema solar. Eu acho que eles possivelmente são tripulados por observadores inteligentes que são membros de uma raça que pode estar investigando nossa Terra há séculos”. (Oberth, Hermann: “Os Discos Voadores Vêm de um Mundo Distante ”, The American Weekly, 24 de outubro de 1954 ) ( fonte  1) ( fonte  2)

Há literalmente centenas de citações chocantes de pessoas de origens tão respeitáveis ​​e milhares de documentos relativos ao fenômeno OVNI, o que dá ainda mais credibilidade ao vídeo abaixo. “O que eu descobri é que essas coisas habitam Saturno, foi onde eu as descobri e elas estão proliferando.” By the way, as espaçonaves que o Dr. Norman fala ao redor dos anéis de Saturno, eles são humungous.

Seu livro, mencionado acima, está sendo vendido por aproximadamente US$ 20,00 na Amazon.   Tem fotos do governo dos EUA dos viajantes e outras máquinas de alta tecnologia das naves espaciais que foram vistas sobre os anéis de Saturno. Mais uma vez, o que torna este testemunho tão interessante é o fato de ele ser um dos muitos denunciantes de alto escalão no campo aeroespacial.

Outro insider ex diretor da Lockheed Skunkworks faz menção a um ofício que pode distorcer o espaço e o tempo.  Você pode acessar a entrevista completa, que tem mais de uma hora de duração, AQUI.

Eventos recentes:

No final de 2017, o governo dos Estados Unidos admitiu oficialmente a existência de OVNIs com o lançamento de imagens previamente classificadas  de dois pilotos da marinha lutando para interceptar um OVNI, com mais imagens a caminho. Luis Elizondo, um ex-oficial de inteligência militar de alto escalão encarregado do programa UFO, recentemente divulgado pelo Pentágono,  fez uma aparição nas principais redes de notícias nacionais  para discutir o assunto.

O vídeo divulgado mostrou um objeto viajando a uma alta velocidade e realizando manobras que deveriam ser impossíveis com base em nossas leis conhecidas de aerodinâmica e da física. O Pentágono lançou dois vídeos de objetos separados, e ambos exibiam manobras que nenhuma aeronave conhecida pode fazer. Em um dos vídeos, um objeto menor foi visto saindo de outro, perfazendo três objetos. Quando os pilotos começaram a se aproximar dos objetos, ambos aceleraram instantaneamente (a partir de uma velocidade já alta) e desapareceram em segundos.

Louis fez questão de enfatizar que isso é algo que acontece muito e que está acontecendo há muito tempo. Isso ficou claro por centenas de outros funcionários de alto escalão dentro das forças armadas, vários outros campos, e a liberação de milhões de páginas de documentos UFO de dezenas de governos. Esses documentos estão cheios de retornos de radar, confirmações visuais e dados eletro-ópticos. A próxima pergunta a ser feita é: quem é a inteligência atrás do volante? Eu discuto isso mais adiante no artigo abaixo:

É Oficial – Nós Agora Sabemos Que UFOs ou UAP são Reais – Então Eles São Extraterrestres ou Não? 

O Dr Bergrun quando perguntado se ele acreditava que esses objetos são extraterrestres, ele afirmou que há evidências “convincentes” para sugerir que “podemos não estar sozinhos, o que quer que isso signifique”.

“Eu vou lhe dizer inequivocamente que através das observações, metodologias científicas que foram aplicadas para observar este fenômeno, que estas espaçonaves estão exibindo características que não estão atualmente dentro do arsenal dos EUA, nem em qualquer arsenal estrangeiro de que estamos cientes.”

Grandes espaçonaves se escondem dentro dos anéis de Saturno, mas são visíveis em infravermelho.

Ele também fez outra declaração forte na  entrevista ,

“Nós deliberadamente evitamos descer na toca do coelho, sobre quem está atrás do “volante” e quais são suas intenções, porque muitas pessoas têm muitos sentimentos em relação a isso e são muito emocionais sobre isso.”

O piloto, assim como centenas de outros que tiveram o mesmo tipo de experiência, afirmou  acreditar que esses objetos não são do nosso mundo.

O que você acha?

Rio, Recife e Belém estão na rota de INUNDAÇÃO das grandes geleiras


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Related imageEstudo divulgado pela Agência Espacial Americana (NASA) aponta que o derretimento de geleiras nos polos Norte e Sul e da Groenlândia, provocado pelo aumento do aquecimento global, ameaça com inundações 293 cidades litorâneas no mundo, entre elas três em especial no Brasil: Rio de Janeiro, Recife e BelémPreparem os coletes salv

Preparem os coletes salva vidas: Rio de Janeiro, Recife e Belém estão na rota de inundação das grandes geleiras

Fontehttps://br.sputniknews.com/

As simulações, realizadas com avançados recursos de computação reversa e mapeamento geotérmico pelo Laboratório de Propulsão a Jato da NASA (JPL), mostram que o aumento dos oceanos, porém, não se daria de maneira uniforme.

Pela simulação dos cálculos, se derretesse por completo, a Groelândia aumentaria o nível dos oceanos em seis metros, com consequências catastróficas para todo o planeta. No caso do Rio, o estudo mostrou que desde 2015 o nível do mar já cresceu 3,03 milímetros por ano. Desse total, 30% se devem ao derretimento da neve da Groenlândia.

Em entrevista à Sputnik Brasil, o oceanógrafo, engenheiro ambiental e professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) David Zee diz que o estudo da NASA revela bem a gravidade do risco e do aumento da temperatura do planeta. Segundo ele, mesmo uma pequena variação de dois graus Celsius já seria o suficiente para a destruição de ecossistemas importantes, como as  barreiras de corais e manguezais, fontes primordiais para o equilíbrio de toda a vida marinha. O especialista explica.

“O laboratório considerou as forças dinâmicas, o movimento da Terra. Imagine que temos uma bacia cheia d´água e que numa parte há gelo. Você vai aquecendo essa água e o gelo vai derretendo e o nível vai subir. Sobe por dois motivos: primeiro pelo aumento do volume da água e depois há também a dilatação térmica. Isso numa bacia de água parada, mas a Terra está em movimento, além da atração de Sol e Lua que atrai a água, o que provoca a maré.”

Zee observa que esse fenômeno não seria igual em todas as partes. Em alguns pontos, segundo ele, a água subiria mais e em outros, baixaria. O oceanógrafo explica que na Linha do Equador existe uma força centrífuga que atua sobre todas as regiões do Atlântico, limitado a leste por Europa e África e a oeste pelas Américas. O derretimento da Groenlândia e da Antártida faz o volume excedente de água se confinar entre esses dois extremos.

“Em Recife e Belém, o desnível de maré nessa região é em torno de sete, oito metros e de um a um metro e meio no Rio de Janeiro. É como o efeito do carrossel. Se você está no centro com ele girando, praticamente não vê força nenhuma atuando. Pelo contrário. Quanto mais se estiver nas extremidades do planeta mais se sente o efeito”, diz o professor, acrescentando que, no caso do Rio de Janeiro, há ainda a questão do relevo, com a cidade espremida entre o mar e a montanha, fazendo com que possa ser maior o número de pessoas atingidas.


Sobre fenômenos oceânicos no litoral do BRASIL:


O oceanógrafo ratifica a precisão dos números do estudo pelos grandes avanços ocorridos nos últimos anos na parte de cálculos e projeções graças ao progresso da computação, permitindo a criação de máquinas cada vez mais velozes, propiciando a elaboração de muito mais cálculos em menor espaço de tempo e modelos matemáticos mais minuciosos, o que acontece também na meteorologia.

“Com a elevação do nível do mar, da temperatura, da capacidade de dilatação da água do mar e a geografia litorânea, ele (o modelo matemático) consegue prever como avançam determinadas ondas, sejam de maré, correnteza, pressão atmosférica e estimar os riscos dessa invasão das águas principalmente em áreas densamente ocupadas”, diz o especialista, que alerta ainda para outra ameaça: a evasão de manguezais, desestruturando toda a cadeia ambiental de reprodução costeira.


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI  

Related image

O Retorno de Inanna: IV


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

  A Montanha Perdida

inanna-kundalini-dragao

O Retorno de Inanna:

 “Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”

Parte II – Capítulo IV do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

“Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução”.

vimana-egitoRetornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.

Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER, Bel)“.


SEGUNDA PARTE: Capítulo IV – A MONTANHA PERDIDA

Graciela queria um gole. Preferia o vinho francês tinto, mas esta noite algo serviria. A Montanha Perdida ficava muito longe de Nova Iorque. Já estava se acostumando ao silêncio mas se sentia um pouco vulnerável sem o ruído e a atividade da mega cidade que lhe davam uma falsa sensação de segurança. Acomodada em sua cabana de troncos e acompanhada de seus dois cães, Graciela admitiu que se sentia mais segura estando sozinha nesta montanha que em qualquer lugar da grande cidade.

Qualquer um pode se sentir tão sozinho na Montanha Perdida como em Nova Iorque. Houve dias na cidade que não falava com ninguém. Ela sempre tinha sido uma solitária. Tinha nascido em uma família enriquecida do velho sul dos EUA e sempre pensou que de algum jeito tinha aterrissado na família equivocada. Para ela tinha sido fácil acreditar que na verdade poderia ser uma extraterrestre, pois nunca se sentiu à vontade na Terra. Dentro de seu ser havia um sentimento de um profundo vazio que sempre esteve com ela.

Era como se soubesse que não pertencia a este lugar e desejava ir para casa, ficasse onde ficasse sua “casa”. Ela tinha viajado muito, casou-se, divorciou-se, uniu-se a grupos, tinha-os abandonado e tinha lido muitos livros, mas ninguém tinha as respostas que ela estava procurando. Tinha lido que os monges no Tibet se encerravam em celas escuras durante um ano e não falavam com ninguém. Ela estava pronta para fazer o mesmo, mas a sua maneira.

Pensou em sua infância enquanto se servia de um merlot californiano. Seu pai era um empresário de centros comerciais, não aqueles enormes que absorvem tudo, mas pequenos que aparecem em todas as partes para contribuir com sua estética ao infortúnio suburbano. Ele era muito rico e estava muito ocupado, muito ocupado para atender a sua filha.

Todo mundo lhe dizia que deveria estar feliz e agradecida; tinha todo o dinheiro do mundo, estudou na melhor escola privada e podia comprar com seus cartões de crédito as roupas ou qualquer coisa que quisesse nas melhores lojas. Seu irmão sim era feliz, estava seguro de que se encarregaria dos negócios de seu pai quando crescesse e ocuparia seu lugar no mundo como um exemplo destacado do sonho americano. Mas, se tudo era cor de rosa, pensava Graciela, por que sua mãe tomava tantas pílulas?

Dmonteshastacloudshipsiana, a mãe, era uma beldade sulina da velha escola. Sua própria mãe morreu quando só tinha quatro anos e a pequena Diana se culpou por isso. Quando era jovem Diana procurou ser independente, mas passados dos 30 anos se casou com Brent, o pai da Graciela. Fez-o por amor e também por temor à solidão. Brent amava Diana a sua maneira, mas era um tirano inato. Se Diana não fazia sua vontade ele desatava sua ira contra ela. O gabinete de banho de Diana estava repleto de tranquilizantes e pílulas para dormir, que chegaram a ser “os pequenos ajudantes de mamãe”.

Graciela tampouco era imune ao mau gênio de seu pai. Se ela se interpunha em seu caminho ou não estava de acordo com os planos que ele tinha para sua vida, explorava e a degradava com palavras cruéis. Em silêncio a mãe saía para procurar seu gabinete enquanto Graciela ficava reduzida aos soluços. Ninguém a defendia, ninguém a apoiava. Logo, depois destes episódios, para suavizar as coisas, o pai lhe comprava bonecas, um vestido e mais tarde, ações. Mas ela nunca aprendeu a ver a vida da maneira como a via sua família. Temia converter-se em um troféu para algum tirano rico em caso de que se casasse. Ela não queria terminar como sua mãe, sem se importar com o pagamento.

Na universidade a vida da Graciela não foi tampouco muito feliz. Embora fosse formosa e tivesse seus pretendentes, havia uma parte dela que ninguém conhecia, que aparentemente ninguém queria conhecer. Rebelou-se e começou a procurar gente que era inaceitável para sua família. Fez amizade com artistas e músicos. Era a época dos anos 60 e Graciela escapou para Nova Iorque, em busca de “ar fresco”.

Naquela cabana da montanha reinava a quietude. Até o louco uivo dos coiotes tinha cessado. Não havia lua, somente as estrelas. Graciela decidiu dormir fora no terraço sob o céu. Com seus jeans e seu suéter se meteu em seu saco de dormir e olhou para cima. Deus! podia-se ver cada estrela no céu e havia milhões delas. Definitivamente isto não era como a cidade. Era tão antigo. Graciela se esqueceu de seu passado, de sua solidão, de seu temor e se perdeu na beleza do céu noturno.

Inanna estava ainda no disfarce do sacerdote druida e falou com Olnwynn: “meu filho, pode descansar um momento. Falaremos mais tarde”. A paz e a calma que emanava de Graciela alcançaram a realidade de Inanna. “Melinar, esta é nossa oportunidade. O que lhe dizemos? O que fazemos? Não queremos assustá-la”.

Os brilhantes de Melinar começaram a acelerar-se. Os grandes olhos castanhos de Graciela se encheram de lágrimas.  A beleza do céu noturno era muito para ela, desde fazia muitos anos não tinha visto um céu assim. Sorriu quando uma estrela fugaz e cadente cruzou frente a ela. Um bom presságio, pensou. Este é meu lar, aqui encontrarei o que estou procurando.

O céu estrelado era tão brilhante que Graciela fechou os olhos. Por detrás de suas pálpebras percebeu a escuridão total de sua imaginação. Pensou sobre este contraste até que um objeto pitoresco se formou nessa escuridão e começou a girar. Frente a ela começaram a mover-se e a mudar, como jóias preciosas, formas geométricas esquisitamente belas. Era um espetáculo digno de presenciar e ela não queria que se afastasse. Não sabia o que podia ser este espetáculo de luzes, mas instintivamente lhe agradava.

Ginanna-esperaraciela sempre tinha tido visões; quando era menina tinha seus amigos imaginários. Um deles era um extraterrestre diminuto. Este amistoso ser voava ao lado do carro de seu pai no veículo mais fascinante. Contava a Graciela toda classe de histórias interessantes, explicava-lhe coisas e a mantinha ocupada durante horas. Em anos posteriores Graciela desejou recordar algo do que lhe havia dito este ser. Por que o tinha esquecido? Ela se havia sentido tão perto dele e lhe tinha ensinado tantas coisas que realmente precisava saber. Por que não podia as recordar agora?

As jóias mutantes continuavam dançando ante seus olhos enquanto ela estava acordada. Sentia-se segura. Finalmente o vinho e o céu noturno a levaram ao sono. Pensou que no dia seguinte daria um passeio no bosque de cedros. O rico aroma dos cedros se empilhou em sua consciência enquanto ficava profundamente adormecida.

Melinar sorriu. “Vê, Inanna, ajudaremos-lhe a sentir-se segura e a que seja una com o céu e o bosque. Seus temores se derreterão para a Terra e ela se abrirá para nós. Ensinaremos-lhe a amar-se a si mesma e esse amor lhe proporcionará a coragem para saber a profunda verdade de si mesma”.

Inanna olhou fixamente a Olnwynn, que já estava roncando. Constantemente a assombravam as palhaçadas de seu Eu multidimensional. Estes seres continham seu DNA e em algum lugar do tempo ela tinha sido a origem de todos eles. Mas encontrar-se a si mesma entre toda a barafunda resultante de todos estes seres que ela tinha criado se converteu em um desafio progressivo. Não obstante, em algum lugar dentro de todos estes seres se encontrava a habilidade latente de ser algo que eles queriam ser. Cada um possuía o poder de pensar por si mesmo. Cada um deles era um coletor de informação para o Criador Primordial.

Como seu DNA estava só parcialmente ativado, seu Eu multidimensional estavam apanhados em uma espécie da prisão eletrônica de experiências que se repetiam milhares de vezes, como se o planeta inteiro estivesse condenado a um ciclo que se retroalimentava eternamente (a roda de Sansara). A espécie humana era famosa em toda a galáxia por sua incapacidade de aprender com suas aventuras. Os tiranos e as guerras iam e vinham, se sucedendo em suas carnificinas. Não obstante, ninguém parecia aprender a lição. Inanna conhecia muito bem ao guardião desta prisão. Durante a maior parte de sua vida nibiruana ela tinha estado inimizada com seu primo Marduk (Lúcifer, Bel, Baal).

Marduk tinha tido êxito em derrotar a todos os outros membros da família de Anu e agora controlava não somente a Terra, mas também seu planeta nativo, Nibiru, assim como todo o sistema solar. Sua tirania era suprema e seus métodos engenhosos. Era tão egoísta como desumano, e tinha fabricado um extenso exército de clones de soldados que se pareciam com ele. sentia-se realizado com a dor e a frustração daqueles a quem conquistava e dirigia. O pior de tudo era que os habitantes da Terra nem sequer sabiam quem era seu carcereiro. Eles acreditavam que tinham cometido um pecado imperdoável e se culpavam um ao outro de sua triste condição.

nibiru-piramides

Marduk fomentava o antagonismo entre os grupos da Terra por meio de propaganda sutil e lavagem de cérebro e mentes, instigando toda espécie de fanatismo, especialmente religioso. Controlava famílias, tribos, nações; nenhum grupo humano era muito grande ou muito pequeno para ser controlado. Quando se produzia uma idéia boa se animava a um grupo a que a apoiasse e a seguisse enquanto que um número igual era estimulado a se opor a ela. A idéia podia ser política ou religiosa, ou inclusive só a idéia de cruzar um oceano.

Como os humanos tinham um cérebro desligado que funcionava a um décimo de sua capacidade, em vez de raciocinar por si mesmos, eles só reagiam, freqüentemente com violência, às sutis manipulações de Marduk. Em uma terra tão fértil era muito fácil se iniciar uma guerra e matar centenas de milhares de seres. As guerras religiosas eram o prato favorito de Marduk. Chegou a preponderar um tipo de mente que não produzia pensamentos originais, mas sim reagia aos dos outros. O comportamento repetitivo se imprimiu nos genes da raça humana através da emoção pelo MEDO.

A ninguém era permitido recordar durante um longo tempo que todos os seres humanos em princípio tinham vindo da mesma fonte e eram todos iguais na sua origem. Aqueles que sugeriam estas idéias eram ridicularizados ou brutalmente destruídos. Ninguém recordava que a fonte de toda a vida era o amor do Criador Primordial. Inanna pensou no papel que ela jogou neste engano progressivo. Ela e sua família se comportaram como meninos malcriados que só tinham satisfeito seus caprichos egoístas sem pensar nas conseqüências. Sem sabê-lo, a família tinha criado Marduk, o resultado perfeito de suas agressões e rixas egoista. Não era o melhor dos legados.

Se a família de Anu não se visse rodeada da Barreira de Freqüência imposta ao planeta, provavelmente teriam seguido seu estilo de vida egoísta e controlador. Mas a barreira teve o efeito de deter a evolução progressiva de todos e cada um dos membros da família, inclusive de Inanna. Ela nunca tinha estado tão aborrecida; era como se toda a emoção e a espontaneidade tivessem desaparecido de suas vidas.

Como não tinham outra alternativa, a única opção que restava era reparar o dano que tinham feito na Terra e aos seres humanos. Para que desaparecesse a Barreira de Freqüência imposta pela Confederação Galáctica, ela teria que liberar à espécie humana de sua roda repetitiva de encarnações sucessivas sem nenhum progresso evolutivo para que começassem a evoluir e deixassem de adorar ao deus cujo nome nem sequer conheciam: Marduk.

nibiru-símbolo

De modo que Inanna e muitos outros membros da família vindos de Nibiru tinham escolhido projetar porções variáveis de si mesmos para corpos humanos em múltiplos marcos de tempo. Eles tinham a esperança de que algum destes Eu multidimensionais pudesse ativar os genes perdidos da espécie e criasse o potencial para uma mudança total sobre a Terra. Que pena! Suas esperanças começaram a murchar-se e esta tarefa estava resultando muito árdua no melhor dos casos.

Não era benéfico dizer aos humanos que faz mais de 500.000 anos que uma raça extraterrestre tinha invadido a Terra. Era igualmente inútil lhes dizer que seu DNA tinha sido desligado parcialmente. Marduk tinha tido muito êxito em desprestigiar estas idéias desde o começo e qualquer um que as expressasse era ridicularizado. Os humanos eram tão inseguros que facilmente esqueciam a idéia de contar a outro que não estavam de acordo com o consenso geral. Qualquer um que via ou escutava algo que não estava de acordo com o que a maioria pensava, era desacreditado e em algumas épocas até os queimavam em uma fogueira.

A televisão e mais tarde os computadores e telefones CELULARES se converteram na ferramenta principal para o controle e manipulação dos pensamentos das massas ignorantes de NÉSCIOS. A “auto-estrada da informação” facilitou para Marduk o controle sobre a mente do planeta inteiro. Na verdade os monitores de computador e televisão se converteram em espécie de altares em cada lar. As pessoas se sentam frente a eles durante horas, enchendo suas mentes com a propaganda de Marduk, puro LIXO. As posses de bens materiais aumentaram e afogaram às pessoas à medida que se endividavam mais e mais e lutavam por ser tão belos e formosos fisicamente e ricos como as celebridades que viam na TV. A maioria dos lares tinham pelo menos três desses aparelhos. A raça humana inteira queria ser rica; os ricos e poderosos eram respeitados sem se considerar como era seu caráter, moral, ética ou comportamento e a fonte de sua riqueza material.

As freqüências eletrônicas de controle que envolviam a Terra faziam quase impossível a comunicação entre Inanna e sua família e seu Eu multidimensional, porque ninguém estava escutando.

Inanna observou como dormia Graciela. Seus cães a faziam recordar os dois leões domésticos que tanto amou na Terra. Os cães despertaram quando a consciência de Inanna se focou sobre eles. Possivelmente, pensou ela, possa me comunicar com a Graciela. Inanna se permitiu o sentimento de esperança à medida que esquadrinhava os dados da vida de seu outros Eu. (Continua)


“A exposição à verdade muda a tua vida, ponto final – seja essa verdade uma revelação sobre a honestidade e integridade pessoal ou se for uma revelação divina que reestrutura o teu lugar no Universo. Por esse motivo é que 

a maioria (a massa ignorante do Pão e Circo) das pessoas foge da verdade, em vez de se aproximar dela”{Caroline Myss}

“Conhece-te a ti mesmo e conheceras todo o universo e os deuses, porque se o que tu procuras não encontrares primeiro dentro de ti mesmo, tu não encontrarás em lugar nenhum”.  –  Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.


inanna-kundalini-dragao

Muito mais informações, leitura adicional:

Campo magnético está mudando.


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

 Os polos mudarão a qualquer momento.

O campo magnético está mudando, isto é inevitável. 

Os polos podem trocar de lugar e é um fenômeno natural e recorrente, acontece de tempos em tempos. Isso pode resultar em catástrofes. O escudo magnético que protege a Terra da radiação solar e dos raios cósmicos está já sendo atacado por dentro.  Não podemos evitar isso, mas devemos estar preparados …

O campo magnético está mudando. Os polos podem virar a qualquer momento. Isso pode resultar em um mau resultado para a nossa civilização dependente de tecnologia. Quando os pólos mudam de lugar, as consequências para a infra-estrutura elétrica e eletrônica que domina e permeia a nossa atual civilização serão extremas. A questão hoje é quando isso acontecerá novamente ?

Sistema de Controle: Implantes em seios, uma BOMBA RELÓGIO que mata mulheres lentamente


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

“Eles não duram. Eles se rompem”. 

E quanto mais tempo estiverem no corpo da mulher, mais provável é que eles se rompam. As estatísticas são bastante assustadoras, porque cerca de 50% são rompidos dentro do prazo de 10 anos. E quando chegar aos 15 a 20 anos de implante você estará descobrindo que quase 90% dos implantes serão rompidos. O que é mais preocupante é que, enquanto a maioria do silicone está contido dentro de uma cápsula, alguns deles escapam, não sabemos para onde vai (quando se espalham para dentro do corpo), não sabemos o que ele provocará, não temos ideia.  –  Dr. Ed Melmed, cirurgião plástico

IMPLANTES PARA AUMENTO DOS SEIOS: UMA BOMBA RELÓGIO EM MILHÕES DE CORPOS QUE MATA E MUTILA MILHARES DE MULHERES

Por Anna Rodgers – Fonte: http://www.collective-evolution.com/

Todos os anos, apenas nos Estados Unidos, cerca de 300 mil mulheres e adolescentesfazem o aumento de seus seios pela aplicação de implantes. Pensa-se que o número total de implantes realizados em mulheres a cada ano em todo o mundo está entre 5 a 10 milhões de mulheres.

Antes das operações, os cirurgiões falam  muitas vezes que IMPLANTAR PRÓTESES DE SILICONE é um procedimento seguro com “muito pouco” risco. A FDA (A Food and Drug Administration é uma agência federal do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos), um dos departamentos executivos federais dos Estados Unidos.também diz que os implantes mamários são “relativamente seguros”. A maioria dessas mulheres não sabe que isso simplesmente não é o caso, isso não é verdade.

Existe, de fato, um crescente número de provas, em conjunto com milhares de histórias de horror de mulheres em todo o mundo, cujos implantes terminaram em desastres, para provar que eles não são seguros e estão realmente causando distúrbios autoimunes debilitantes e outros problemas físicos e de saúde em muitas mulheres .

Se você tem implantes mamários, ou está considerando fazê-los, eu exorto você a levar este artigo muito a sério. E se algumas de suas amigas ou mulheres de sua família já tiverem implantes, mostre-lhes este artigo. Sua saúde e condição de vida (assim como a sua) podem depender desse conhecimento.

“Não confie, pois, na vaidade, enganando-se a si mesma, porque a vaidade será a sua recompensa”. Jó 15:31

Este é um artigo longo, mas muito tem que ser compartilhado com você para que você possa ter um nível mais profundo de conhecimento. Como muitas mulheres, cresci me sentindo insegura em relação ao meu corpo. Aos 30 anos, depois de ganhar algum peso, escolhi colocar implantes mamários. A cirurgia, embora extremamente dolorosa, ocorreu “muito bem” de acordo com o cirurgião. Fiquei satisfeita ao saber que eu poderia ter os meus novos seios para o “resto da minha vida”, então eu não teria que gastar mais dinheiro com eles.

Mas o que eu não sabia era que isso era uma mentira. Meu cirurgião realmente me deu conselhos extremamente perigosos e possivelmente mortais.

A verdade é que nenhum implante no mercado hoje pode durar por toda a sua vida. Todos os tipos (cada um dos quais abordarei em breve) são propensos a vazamentos e rupturas, e em casos de implantes de válvula salina, eles podem até se tornarem negros com o mofo, causando um problema de contaminação por fungos no corpo da mulher implantada (mas como o sistema apregoa o “NEGRO” nunca sai da moda).

O que as mulheres não sabem é que, embora possam ficar mais felizes com a forma como os seus “novos” seios se parecem, elas podem acabar com graves doenças auto-imunes que são tão ruins que acabam em cadeiras de rodas, ou desenvolvem artrite, fadiga crônica, fibromialgia, e todo um leque de outros problemas de saúde (tudo em nome e do culto à aparência).

Aos olhos de alguns cirurgiões plásticos (tipicamente aqueles que estão “limpando o dano causados pelas operações de implantes” de mama), os implantes mamários são uma bomba relógio que coloca todas as mulheres implantadas com próteses mamárias em risco de vida.

Sabemos de uma história bastante recente que os implantes mamários causaram sérios problemas de saúde, mas para a maioria do público, esse problema é assumido como histórico e que, devido a que esses implantes foram removidos do mercado, os atuais implantes encontrados no mercado hoje devem ser muito mais seguros.

O Escândalo de Implantes de Silicone para aumento dos seios

Enquanto a F.D.A.(Food and Drug Administration) agora menciona abertamente problemas que muitas vezes ocorreram em muitas mulheres com implantes mamários, como o vazamento e a ruptura total, eles não alertam o público feminino sobre a conexão mais perigosa com os distúrbios auto-imunes que surgem como consequência.A FDA realmente permitiu que os implantes fossem colocados no mercado por mais de 40 anos sem aprová-los formalmente, então nem sempre é sábio confiar no que eles dizem. (1)

Você pode se lembrar de ter ouvido na mídia sobre o enorme escândalo e o processo judicial no final dos anos 90, envolvendo cerca de 450 mil mulheres americanas que levaram ao tribunal a empresa Dow Corning, um dos principais fabricantes mundiais de implantes de silicone para seios.Enquanto a Dow Corning nunca admitiu que seus implantes eram perigosos, eles pagaram enormes quantias às vítimas. Seus implantes da década de 1970 tinham uma concha externa muito fina, eram “gordurosos” e tinham uma alta taxa de vazamento.

Muitas mulheres perderam a vida  devido a doenças causadas por esses implantes, enquanto esperavam que o tribunal julgasse a Dow Corning.Verificou-se também que, de acordo com uma denunciante, os funcionários da Dow Corning sabiam por muito tempo que seus implantes eram tóxicos, mas encobriram esse fato pelo tempo que puderam. Em seus próprios estudos em animais, os pesquisadores descobriram que o silicone, ao vazar, poderia facilmente escorrer pelo corpo e causarem tumores em até 80% dos ratos que estavam sendo testados.

Os números eram tão alarmantes que a FDA, ao invés de se preocupar, chamou esses estudos de “errados”, o que basicamente significa que eles deveriam estar incorretos. A FDA então “aprovou” os implantes da Dow Corning, apesar dos protestos de alguns membros da equipe de pesquisa de que havia sinais de alerta preocupantes.Também ouvimos falar sobre o agora infame escândalo  francês de implantes PIP  que atingiu recentemente as manchetes mundiais.

Esses implantes (que foram encontrados contendo produtos químicos muito tóxicos usados ​​até em colchões e não aprovados para uso humano) estão agora proibidos e as mulheres no Reino Unido receberam tratamento gratuito para removê-los.

Implantes de silicone agora de volta ao mercado

Apesar dos enormes processos judiciais que afetaram os principais fabricantes de implantes mamários de silicone, como a  Dow Corning, Bristol-Myers Scribb e Baxter Healthcare Corporation (que foram processados a pagar cerca de US$ 3,7 bilhões de dólares em ações judiciais), os implantes de silicone estão de volta ao mercado. Eles foram adicionados de volta ao mercado sem estudos adequados de longo prazo, e os dados disponíveis sobre sua segurança são muito preocupantes.

Ingredientes chocantes encontrados em implantes da Dow Silicone

Quando as mulheres são informadas de que seus implantes contêm silicone ou soro fisiológico, muitas vezes elas não tendem a perguntar se qualquer outra substância está sendo usada no material utilizado. Elas certamente não são informadas pelos cirurgiões, que provavelmente não se preocupam em saber à respeito do conteúdo dos implantes.

Verifique a longa lista dos alarmantes (LIXO) ingredientes utilizados nos implantes de silicone para aumentar os seios da Dow Corning, que surgiram durante o processo judicial quando a empresa foi forçada a divulgar o que estava em seus perigosos e mortais implantes mamários:

  • Metil etil cetona (neurotoxina)

  • Ciclohexanona (neurotoxina)

  • Álcool isopropílico

  • Álcool desnaturado

  • Acetona (usada no removedor de esmaltes e é uma neurotoxina)

  • Uretano

  • Cloreto de polivinilo (neurotoxina)

  • Amine

  • Toulene

  • Dicholormethane (carcinógeno)

  • Clorometano

  • Acetato de etilo (neurotoxina)

  • Silicone

  • Fluoreto de sódio

  • Solda à base de chumbo

  • Formaldeído

  • Talco

  • Oakite (solvente de limpeza)

  • 2- Cynanoacrylates de metilo

  • Óxido de etileno (Carcinogênico)

  • Xileno (neurotoxina)

  • Hexon

  • 2-Hedanona

  • Thixon-OSN-2

  • Ácido esteárico

  • Óxido de zinco

  • Napta (solvente de borracha)

  • Fenol (neurotoxina)

  • Benzeno (carcinogênico / neurotoxina)

  • Solvente de laca

  • Resina epóxi

  • Endurecedor de epóxi

  • Tinta de impressão

  • Ácido de limpeza de metais

  • Pigmentos de cor como agentes de libertação

  • Metais pesados ​​como o alumínio (neurotoxina ligada a doenças de Alzheimer e auto-imune)

  • Platinium

  • Sílica * (2)

É muito assustador, para se dizer o mínimo.

O que há nos Implantes hoje?

Batons TAMBÉM contaminam lenta e mortalmente…mas a VAIDADE …

O problema que temos atualmente é que simplesmente não sabemos nada a respeito. É muito  difícil descobrir exatamente o que está nos implantes atuais em uso hoje. Não consigo encontrar nenhuma informação que mostre uma lista completa dos ingredientes. Pedi aos cirurgiões plásticos que me dissessem e eles “nunca viram uma lista completa”. Procurei em sites de implantes e nenhum divulga o que está contido em seus produtos. Parece impossível descobrir. O fato de que a informação dos ingredienete não é fácil de se encontrar me diz que os fabricantes podem não querer que saibamos.

Perguntei à Dra. Susan Kolb sobre os ingredientes atuais utilizados em implantes para aumentar os seios, e ela me disse: ” A lista anterior reflete o que estava nos implantes de silicone (não apenas os fabricados pela Dow, mas todos os fabricantes de implantes de silicone) no momento da moratória.  É possível que a lista ainda seja precisa se a Dow Corning ainda estiver fabricando o silicone que é usado para fazer os implantes mamários”.

Alguns cientistas têm examinado profundamente a platina, um sal tóxico, encontrado em implantes de silicone para aumento dos seios e sua conexão com a saúde. No entanto, depois de examinar esta lista acima, parece ridículo sugerir que APENAS um ingrediente individual seria a única causa desses tantos problemas de saúde. É claro que os implantes mamários são completa e absolutamente tóxicos.

É importante saber que os implantes de solução salina TODOS possuem conchas externas de silicone, de modo que também podem atravessar o silicone e outros ingredientes no corpo, seja através da ruptura ou quando a superfície texturizada se rompe.

Tipos de implantes mamários usados ​​hoje – Implantes de silicone

Muitas mulheres optam por ter implantes de silicone devido ao processo da Dow Corning. Mas um número crescente de mulheres agora está escolhendo usa-los novamente devido à capacidade do implante de parecer “mais natural” do que outros tipos. Estes implantes possuem um envelope de tipo elástico que é preenchido com uma forma de silicone gelatinosa e transparente. Existem algumas variedades de formas para escolher, com superfícies lisas ou texturizadas.

Com a FDA permitindo que os implantes de silicone voltem ao mercado, é muito preocupante saber que as estatísticas mostram (de acordo com Nancy Bruning, autora de Breast Implants – Everything You Need To Know ) que quase metade de todas as mulheres que possuem esse tipo de implante experimentará uma ruptura dentro de 6-10 anos, e uma em cada cinco mulheres descobriu que o silicone migrou para outras partes de seus corpos. De acordo com a Dra. Susan Kolb, uma especialista mundial em implantes mamários, os implantes de silicone devem ser completamente evitados.

Dra. Susan Kolb

{Susan E. Kolb MD, FACS é a fundadora do Plastikos Surgery Center e Millennium Healthcare em Atlanta, Geórgia. A Dra. Susan Kolb desenvolveu protocolos de tratamento para ajudar mulheres com problemas de saúde provocados por implantes de silicone nos seios, sobre a química e biotoxicidade de implantes mamários.  Ela tem experiência pessoal própria com a doença e primeiro usou os protocolos desenvolvidos para recuperar a sua própria saúde.}

Implantes salinos

Os implantes salinos são comumente considerados mais seguros, ainda assim, de acordo com o Dra. Kolb, eles também têm seus próprios problemas, que abordarei mais adiante. Os implantes salinos têm uma casca de silicone preenchida com uma solução salina, que é à base de sal e deveria ser “estéril”. Alguns tipos são inseridos vazios, que o cirurgião irá inflar durante a cirurgia com este líquido salino. Existe outro tipo de implante salino, que também possui uma casca de silicone, mas o interior contém uma substância semelhante a um gel. Existem implantes salinos de superfície lisa e implantes salinos de superfície texturizados.

De acordo com Nancy Bruning, cerca de 60% das mulheres com esses tipos de implantes apresentam complicações clínicas dentro de quatro anos, e uma em cada cinco exige cirurgia adicional dentro de três anos. Isso é preocupante, já que nos dizem comumente que os implantes nunca precisam ser removidos ou devem ser removidos a cada dez anos.

Vídeo: Dr. Melmed e a FDA mostrando um implante gravemente rompido

Possíveis efeitos colaterais após a inserção de implantes:

Isto é o que seu cirurgião não irá dizer para você que pode acontecer ao aumentar seus seios com implantes.

  • sensibilidade, granulosidade ou desconforto em torno dos implantes

  • mudança na forma do seu seio (s)

  • mudança na consistência dos seios, como aumento da suavidade

  • mudança na forma como seu peito se move – todos esses sintomas podem ser um sinal de que seu implante se rompeu.

  • endurecimento do tecido mamário

  • dor muscular

  • dor e inchaço das articulações

  • dor nos tecidos moles

  • uma sensação de dor ardente

  • aperto, vermelhidão ou inchaço da pele

  • glândulas inchadas ou linfonodos

  • fadiga incomum, extrema ou inexplicada

  • inchaço das mãos e dos pés

  • perda de cabelo incomum

  • erupção cutânea

  • espessamento ou endurecimento da pele

  • olhos, boca ou vagina secas,

  • perda de memória, confusão mental ou “nebulosidade” mental

  • distúrbios de saúde auto-imunes tais como fibromialgia, artrite reumatóide, esclerodermia, transtorno de sensibilidade química múltipla, câncer e problemas de biotoxicidade.

Esta lista foi encontrada no livro Breast Implants – All You Need To Know, de Nancy Bruning.

Um implante de silicone rompido. O vermelho é tecido (um pedaço do corpo) que teve que ser removido da paciente. A consistência pegajosa à direita é o que surge quando ocorrem rupturas e vazamentos de uma bolsa de implante.

“É raro que algo me choque. Mas eu estive no painel em 92 e isso foi há 11 anos. Como nós poderíamos ter o prazo de 11 anos atrás, desde quando coletamos novos dados, até um ponto em que temos informações de um período que simplesmente assustam nossa mente “– Painel Nancy Dubler do FDA em 2003 nas audiências sobre a segurança dos implantes

Implantes mamários podem causar câncer

Pode não surpreender algumas de vocês lendo isso para aprender que existe um vínculo entre câncer e implantes de silicone para aumentar os seios. Recentemente, na França, o National Câncer Institute lançou um estudo que encontrou um “vínculo claramente estabelecido” entre o linfoma anaplásico de células grandes (ALCL) e os implantes mamários. As autoridades francesas agora recomendaram que os implantes mamários em seu país devam levar um “alerta para câncer”.

Há também mais evidências para apoiar essa conexão agora que um  estudo realizado pela Universidade de Cambridge no Reino Unido descobriu que quase todos os casos de ALCL, linfoma anaplásico de células grandes foram descobertos em mulheres que tinham implantes mamários.

Quando você pensa sobre como os implantes mamários estão inseridos – na verdade é uma cirurgia agressiva, sangrenta e horrível – e sobre os produtos químicos horríveis de que eles são compostos, faz sentido que eles, naturalmente, representariam um risco de provocar algum tipo de câncer. E agora temos os dados científicos para suportar isso.

Problemas sistêmicos causados ​​pelos IMPLANTES

Outro problema pouco conhecido, mas muito grave, associado aos implantes mamários é que eles podem criar mofo e desenvolver bactérias, o que pode causar grandes estragos no sistema imunológico da mulher. É por isso que a Drª. Kolb sente que os implantes salinos podem ser tão perigosos quanto os implantes de silicone. Se você tem os implantes salinos que possuem uma válvula – projetada para permitir que a solução seja inserida durante a cirurgia – e se esse implante for danificado mais tarde devido a um acidente de carro, uma colisão ou durante um exame de mamografia, graves problemas de bactérias e fungos, conhecidos como “Biotoxicidade”, podem acontecer. A Drª. Kolb discutiu isso com o Dr. Mercola:

Uma vez que a válvula está danificada, especialmente em certos implantes, o mofo e as bactérias podem crescer dentro do implante. Se o dano da válvula causar o desinflar do implante, então a mulher irá prosseguir e trocá-la, e ela não ficará doente. Mas em alguns implantes, a lesão da válvula não faz com que o fluido escape, mas pode permitir o desenvolvimento de bactérias e especialmente de fungos dentro do implante.

Eu tive pacientes que tiveram dentro da solução salina neste implante um crescimento de mofo chamado pennicillium. Sempre que alguém as abraçava e/ou apertou demais os seios implantados ou mesmo [devido a] exames de mamografia … a paciente pode ficar muito doente, especificamente porque se ela for alérgica à penicilina. Ela teria uma reação de tipo anafilático sempre que seu implante fosse manipulado. Pode ser muito, muito sério e levar à morte.

… Em geral, as mulheres que têm esta … infecção bacteriana e de mofo nos seios implantados são doentes mortais. O mofo produz uma biotoxina que também é uma neurotoxina. Muitas mulheres ficaram paraplégicas em cadeiras de rodas. Eles acompanham o diagnóstico de MS e lúpus juntos.

Um implante originalmente limpo que ficou NEGRO (a cor que nunca sai de moda) contaminado com mofo.

Mas algumas mulheres estão incrivelmente doentes. Elas têm uma turvação mental severa. Elas não podem sequer conversar. Elas não conseguem mesmo segurar a cabeça … Muitos médicos disseram que elas vão morrer, mas é claro que eles me encontram e me procuram para tratamento. 

Vídeo: Implantes mamários podem Envenenar o corpo com MOFO NEGRO

Risco de suicídio

Outro fator pouco conhecido sobre os implantes mamários é que existe uma conexão com as taxas de suicídio. Embora esta conexão possa ser mais sobre o estado mental da mulher antes de ter a cirurgia (talvez ela sofresse de baixa auto-estima e pensou que os implantes a tornariam muito mais “feliz”), também poderia ser devido ao impacto estressante que os implantes têm no corpo e são muitos sistemas importantes afetados. Como vimos acima, os implantes estão ligados a distúrbios neurológicos, entre outras preocupações.

As mulheres que têm implantes são pelo menos três (algumas fontes dizem quatro) vezes mais propensas a cometer suicídio do que aquelas que não as possuem.

Médicos que dizem que os implantes são “absolutamente seguros” lucram muito com os implantes mamários

Infelizmente, a maioria dos cirurgiões plásticos irá dizer às mulheres “inocentes” que os implantes mamários são muito seguros. Com a FDA apenas se concentrando em problemas de ruptura ou vazamento, isso também faz com que os cirurgiões pensem que os problemas são apenas em uma área principal.

Talvez muitos deles estejam em negação. Eles simplesmente não querem acreditar que os implantes são de fato perigosos, podem causar câncer e desencadear problemas imunológicos em muitas mulheres. Eles provavelmente nunca examinaram isso além do que a FDA lhes diz.

Não esqueçamos que a maioria dos cirurgiões plásticos faz a maioria dos seus altos lucros com estas operações cada vez mais populares. Quem quer ser informado de que algo que lhes gere centenas de milhares de dólares por ano pode de fato ser incrivelmente prejudicial para os seus pacientes?

Veja este vídeo abaixo de um rico cirurgião plástico americano, Dana Goldberg, que saiu do seu caminho para fazer um vídeo do YouTube dizendo que “os implantes mamários são seguros e que não há risco de câncer” e que as informações que circulam são apenas “assustadoras”.

Vídeo do “cirurgião plástico” Dana Goldberg “Implantes mamários são seguros”

Pessoalmente, eu me preocuparia com as situações que levantei com ela ou com outro cirurgião se esses riscos não fossem levados em consideração.

Estudos de Implantes de aumento dos seios

Pode não ser surpresa descobrir que a maioria dos estudos de implantes mamários que “comprovam” a segurança deste procedimento vêm dos próprios fabricantes. Diana Zuckerman, Ph.D., esteve envolvida em mais de uma dúzia de investigações do Congresso (na década de 90) que discutiram a segurança dos implantes mamários (e sua séria insegurança). Ela levantou questões sobre a enorme falta de dados de segurança sobre implantes mamários. Isto é o que eu encontrei no livro Breast Implants – All You Need To Know, de Nancy Bruning:

A fraca qualidade desses estudos é a razão pela qual eu continuo dizendo que não sabemos se os implantes são seguros a longo prazo, porque os estudos não foram suficientemente desenvolvidos para serem persuasivos. A informação no painel da OIM estudado foi baseada em estudos que apresentavam falhas substanciais. Não houve pesquisa financiada pelo governo até recentemente. Praticamente todas as pesquisas realizadas foram pagas pelos fabricantes ou cirurgiões plásticos, e, surpreendentemente, suas pesquisas descobriram que os implantes seriam seguros. Se a única pesquisa sobre câncer e tabagismo que tivéssemos fosse financiada pela Philip Morris, ainda estaríamos ouvindo os cientistas que diriam que existiria uma associação (do cigarro com câncer), mas isso não significaria causalidade.

Houve estudos financiados pelo governo federal sobre segurança a longo prazo sobre implantes mamários. Um deles, que foi o primeiro estudo a seguir as mulheres com implantes rompidos, foi conduzido pela FDA. Os pesquisadores descobriram que as mulheres que tinham esse problema eram mais propensas a reportar também ter fibromialgia ou outras doenças autoimunes “potencialmente fatais” ou doenças relacionadas, como dermatomiosite, tiroidite hashimotos, polimialgia e poliotisis e fibrose pulmonar. Isso ocorreu porque o gel de silicone tinha migrado do tecido cicatricial para o interior do corpo. (2)

Outros dois estudos separados, ambos conduzidos pelo Instituto Nacional do Câncer (NCI), encontraram a seguinte informação alarmante: as mulheres que tiveram implantes mamários, em comparação com outras operações de cirurgia plástica, tiveram três vezes mais chances de morrer de câncer de pulmão ou sofrer com enfisema ou pneumonia. Ela também teriam duas vezes mais chances de morrer de câncer cerebral. (3)

Outro hábito NÃO NATURAL e NÃO SAUDÁVEL é o uso de saltos exageradamente altos QUE COM O TEMPO CAUSAM SÉRIOS PROBLEMAS de saúde para as mulheres superficiais e com um compromisso maior com a VAIDADE e a APARÊNCIA. Saiba maisAQUI.

O outro estudo do NCI descobriu que as mulheres com implantes nos seios experimentaram um aumento de risco de câncer de 21%. Esses tipos eram principalmente câncer de cérebro, câncer cervical, leucemia, câncer de vulvária e câncer respiratório. Esta conexão muitas vezes fatal de pulmão-doença é de implantes rompidos causando uma maior incidência de doença pulmonar. (4)

Embora tenha havido uma melhora na qualidade dos estudos, não podemos garantir que todos estejam sendo feitos com precisão. Mais recentemente, em 2013, o Dr. Zuckerman divulgou uma declaração sobre a aprovação silenciosa da FDA (que não teve uma reunião do Comitê Consultivo público para discutir dados, ao contrário de outras aprovações de implantes mamários) de um novo tipo de implante de silicone chamado Natrelle 410, fabricado pela empresa Allergen. O excerto a seguir faz parte do que ela escreveu:

“Infelizmente, a Allergan não fez um bom trabalho de fazer estudos pós-mercado, uma vez que seus implantes tenham sido aprovados. E, mesmo que façam esses estudos, no momento em que esses estudos são feitos para descobrir quais são os riscos, centenas de milhares de mulheres poderiam ter esses dispositivos inadequadamente colocados em seus corpos e poderiam ter sido prejudicadas por eles”.

A FDA até admite que os próprios estudos de Allergan não compararam a eficácia e a segurança de seu novo implante com outros implantes previamente preenchidos de gel de silicone aprovados no mercado. Não é muito reconfortante, não é? Outros estudos foram realizados para examinar o que acontece com algumas das doenças auto-imunes e outros sintomas indesejados após a remoção dos implantes ou dos que não foram removidos.

Cerca de 97% das mulheres relataram grande melhora após a remoção, e  96% que não as retiraram, seus sintomas pioraram. Penso que é seguro dizer, pelo menos na minha opinião, que os implantes mamários são simplesmente um grande perigo para o corpo e à saúde da mulher.

Mamografia em uma paciente sem implantes – observe como o seio é pressionado. Como isso seria bom para um peito em geral, e muito menos para os que foram “implantados” com bolsas de silicone?

Mamografias podem romper implantes mamários

Se você tem implantes, você precisa estar ciente de que fazer mamografias pode realmente causar sérios danos a eles. Como o procedimento envolve pressão intensa do tecido mamário, sabe-se que causa rupturas, e se os implantes começam a vazar, o que está dentro deles provavelmente irá escorrer em seu corpo e contaminá-lo.

Vídeo: A terrível experiência de uma mulher com implantes rompidos causados ​​por mamografia   

Deve-se dizer também que há informações alarmantes de que mamografias não são seguras, mesmo que você não tenha implantes de silicone nos seios.

Vídeo: Dr. Mercola entrevista especialista de renome mundial sobre os perigos dos implantes, Dra. Susan Kolb, MD., FACS, ABIHM, que também é autora do livro The Naked Truth About Breast Implants 

Existe algum implante mamário de silicone seguro?

Se você precisa absolutamente de implantes, então, de acordo com a especialista em implantes mamários, a Dra. Susan Kolb, o tipo mais seguro é o implante salino que tem uma superfície lisa e não possui válvulas.  Isso ocorre porque os implantes texturizados foram encontrados para que suas partículas vazaram para dentro do corpo da paciente, o que pode então atacar e afetar gravemente o seu sistema imunológico.

E se existe uma válvula, como mencionado anteriormente, pode ocorrer uma infecção fúngica sistêmica. Mas, mesmo com este tipo, os problemas podem acontecer ao longo do tempo. Eu pessoalmente acredito que não existe um implante seguro para os seios”.

Verificando seus implantes

Uma boa maneira de verificar seus implantes é usar testes de ultra-som. 

Se você já tem implantes, eu estaria disposta a apostar que, como eu, você nunca foi orientada para que fossem verificados em relação à vazamentos ou problemas a cada poucos anos. Mas isso é o que deveriam nos ter dito.

Existem algumas maneiras de monitorar possíveis problemas em seus implantes mamários. O primeiro é por ultra-som e o segundo é por exames de MRI. Ambos podem pegar rupturas e vazamentos. Eu pessoalmente optaria pelo ultra-som, como as ressonâncias magnéticas também têm seus próprios riscos. Exorto-as a considerarem a realização de exames regulares para que você possa manter um olho em como eles estão atuando dentro de seu corpo.

Participante de Reality show e esposa do gênio da música David Foster, Yolanda Foster teve seus implantes mamários removidos. Ela agora sofre de doença de Lyme por causa da contaminação.

E sinto muito por dizer isso, mas mesmo esses exames não podem garantir que os implantes não estão causando algum tipo de problema. Algumas mulheres que desenvolveram reações auto-imunes aos implantes haviam verificado com exames regulares que atestaram que elas estavam “todas limpas”. Como pequenas partículas podem escorrer e os produtos químicos do qual os implantes são feitos podem ser facilmente absorvidos pelo corpo, a varredura não é capaz de lhe contar a história completa.

Processo de remoção: difícil, arriscado e os cirurgiões muitas vezes não realizam a extração corretamente.

Se você decidir retirar os implantes, pode não ser tão simples quanto você gostaria que fosse. Se você tem problemas de saúde associados aos seus implantes, como vazamento ou mofo, você precisará de um cirurgião altamente qualificado no processo de remoção. A Dra. Kolb foi entrevistada pelo Dr. Mercola sobre isso:

Eu aconselharia as mulheres a perguntar a um cirurgião quantas operações de extração de implantes eles fizeram. Ao contrário de se colocar implantes, tirá-los é muito mais tecnicamente difícil, especialmente se eles estão sob o músculo. Pode haver uma camada muito fina de tecido entre o pulmão e a cápsula do silicone. Você precisa saber como fazer isso corretamente, ou você pode obter o que chamamos de pneumotórax ou entrar na cavidade do tórax, que é onde não deveria estar.

Cirurgiões que não fizeram pelo menos 50 extrações não sabem sobre todas as coisas diferentes que você pode encontrar, e não estão confortáveis ​​removendo a cápsula inteira. Provavelmente esses não deveriam fazer a cirurgia. Deixar a cápsula por trás é bastante perigoso em termos da paciente não ficar bem. Não há apenas silicone na  cicatriz da cápsula, mas existe um biofilme de bactérias, fungos e outros elementos que não conhecemos. O biofilme é muito difícil de tratar com qualquer coisa além da cirurgia, e as mulheres simplesmente não ficam bem em sua saúde.

Muitos cirurgiões não usam drenos. Os cirurgiões que não usam drenos não são bons porque esse fluido precisa escorrer porque, afinal, o fluido na parede torácica é um bom espaço escuro e quente onde pode crescer todo tipo de fungos. Pode cultivar várias bactérias. As mulheres muitas vezes ficam muito mais doentes após a cirurgia de extração porque seus cirurgiões lhes deram antibióticos sem dar-lhes antifúngicos.  Eu digo a todos as minhas pacientes: “Pelo resto de sua vida, você precisará tomar antifúngicos sempre que você tomar antibióticos.”  E isso é muito verdadeiro.

Você também deve estar ciente (e raramente os cirurgiões enfatizam isso) de que quando você se inscrever para ter implantes, eles devem ser trocados a cada 8-10 anos para que eles permaneçam na condição “melhor e mais segura”.

Pessoalmente, eu fui informada pela minha clínica na Europa de que o meu implante “duraria por toda a minha vida”. Também me disseram que eles eram tão robustos que nunca romperiam e poderiam até ter um carro batendo contra eles! Agora me sinto muito enganada sabendo que isso foi um conselho perigoso e altamente incorreto. O que eles deveriam ter dito para mim seria isto (se fossem honestos):

” Todos os implantes mamários acabarão se rompendo, mas não se sabe quantos anos durarão os implantes mamários que estão atualmente no mercado. Estudos de implantes mamários de silicone sugerem que a maioria dos implantes dura entre sete a doze anos, mas alguns se rompem durante os primeiros meses ou anos, enquanto outros duram mais de 15 anos”.(5)

Se você está pensando em ter implantes em seus seios, é sensato pensar realisticamente sobre o custo a longo prazo dos implantes mamários, pois não são apenas um procedimento cirúrgico único. E você deve fazê-lo ser “seguro” tanto quanto possível, e o substituir a cada década ou algo assim, então você poderia  gastar dezenas de milhares de dólares ao longo da sua vida e correndo um ALTO risco de contaminação e de sofrer de diversas doenças. Você pode realmente suportar isso, ou de ter o cuidado que é necessário se algo der errado?

Você também deve lembrar que não há garantias de que eles serão seguros durante esses dez primeiros anos – você pode ter problemas dentro de meses ou mesmo em alguns poucos anos logo após a implantação inicial das próteses mamárias. Você precisa se perguntar, vale a pena gastar todo esse dinheiro, arriscar sua saúde, sua vida, sentir dores e os demais possíveis riscos para sua saúde, tudo por uma mera questão de VAIDADE?

A extração dos implantes pode não ser imediatamente possível

Como alguém com implantes (eu entrei no meu 9º ano de implantada, que agora está entrando no período de perigo de quando os problemas podem ocorrer), é incrivelmente assustador agora ter esse conhecimento e, obviamente, assim que fiz essa pesquisa, eu então decidi que queria que eles fossem retirados imediatamente.

No entanto, igual a ter muitos amálgamas de mercúrio em obturações dentárias dentro da sua boca – e perceber que você quer que sejam removidos imediatamente, voce não pode se dar ao luxo de remover implantes com um cirurgião hábil e que é um procedimento muito oneroso e deve ser feito por alguém altamente qualificado (que pode não ser tão fácil de encontrar). E se, como eu, você também não tiver o dinheiro, torna-se extremamente difícil decidir de repente, “Eu vou extrai-los o mais rápido possível”.

Amamentação ATRAVÉS de “FALSOS SEIOS”: Saúde ou veneno fornecido aos filhos. A VAIDADE cobra um preço MUITO ELEVADO …

Pessoalmente, eu tenho dois problemas no momento: um é a falta de fundos, e o outro é que, mesmo que eu tivesse  o dinheiro, estou grávida do meu segundo filho em apenas algumas semanas, então agora não posso fazer a extração dos meus implantes, na medida em que eu quero amamentar meu bebê. Preocupantemente, a informação nova que agora está emergindo é que as mães que possuem implantes mamários de silicone podem arriscar a saúde de seus filhos!

Conforme discutido no artigo ” O que você precisa saber sobre os implantes mamários“, os autores escreveram sobre as preocupações com a amamentação e a toxicidade do LEITE de mães com implantes de silicone nos seios:

“De acordo com o Instituto de Medicina (IOM), as mulheres com qualquer tipo de cirurgia de mama, incluindo a cirurgia de implante mamário de silicones, são pelo menos três vezes mais propensas a ter um suprimento inadequado de leite para amamentação dos filhos. As preocupações com a segurança do leite materno também foram levantadas, mas não houve pesquisas suficientes para resolver esse problema.  Um estudo de um pequeno número de mulheres com implantes mamários de gel de silicone descobriu que os filhos nascidos e amamentados pela mãe que possuía implantes mamários apresentaram níveis mais altos de uma forma tóxica de platina no sangue do que os filhos nascidos das mesmas mulheres antes delas terem implantes mamários”.

Estou tomando medidas para diminuir minha carga tóxica até que eu remova meus implantes, mas ainda me preocupo com o que eu poderia estar fazendo com a saúde de minha filha e de meus futuros bebês. Estarei testando meus dois filhos para metais pesados ​​e assegurando que eles estejam com uma dieta muito boa e um protocolo de suplemento alimentar.

{Apesar de não ser aqui mencionado, em caso de ruptura do implante de silicone NOS SEIOS DE UMA MULHER GRÁVIDA, além da contaminação da mãe nada é dito sobre a contaminação do feto em gestação, caso o líquido cause problemas sérios à saúde da mulher e qual seriam os problemas de formação que esta criança poderia sofrer com tal contaminação pelos produtos contidos na prótese de silicone rompida durante a gravidez !!!}

Pesquise profundamente antes de decidir

Antes da minha operação, eu passava horas tentando encontrar a clínica e o cirurgião “certos”. Mas nenhuma das minhas pesquisas envolveu olhar para este outro lado mais sombrio para a cirurgia de implante mamário. Se eu tivesse examinado mais  isso antes de tomar uma decisão tão séria de colocar implantes de silicone não teria feito os implantes.

Talvez eu nunca tenha percebido esse lado porque minha VAIDADE teve precedência sobre a minha segurança. Mesmo com essa informação alarmante que eu mostrei, muitas mulheres podem ainda querer ignorá-las porque o pensamento de ter seus implantes retirados – e o que isso fará para sua baixa auto-estima, para a VAIDADE– preocupa-as mais do que esses riscos para sua saúde e a dos seus filhos.

LÚCIFER, interpretado por Al Pacino, no filme “Advogado do DIABO” e a frase que encerra o filme: “VAIDADE, DEFINITIVAMENTE, É O MEU PECADO FAVORITO”:

“O Dr. Frank Vasey sugere que os “benefícios” cosméticos e psicológicos (de mulheres com baixa auto estima e vaidosas de sua “aparência”) dos implantes são tão poderosos que mantêm as mulheres na negação do ÓBVIO, relutantes em sequer considerar a possibilidade de que, para se manterem saudáveis, elas podem ter que abandonar e extrair seus implantes. Eu acho isso verdadeiro mesmo quando experimentamos sintomas físicos definitivos, como intensa dor, fraqueza e rigidez. A maioria de nós amamos os nossos implantes e nossos seios grandes, firmes e sedutores. Nós os conseguimos porque nós os queríamos; estávamos dispostas a ser submetidas a uma cirurgia para colocá-los – algumas de nós tantas vezes quanto necessário. Os sintomas das doenças, não importa quão severas sejam, às vezes não conseguem superar o desejo de ser “inteira” novamente” ou de cumprir com o padrão de beleza imposto pelo sistema de controle  determinado  pela nossa sociedade (e seguido à risca)”.  –  Nancy Bruning

Mulheres, se vocês querem ter seios maiores, porque você  pensa que o que a NATUREZA te deu não é bom o suficiente, pense com cuidado sobre ter implantes mamários apenas por esse motivo de VAIDADE. Eles podem acabar causando muito mais problemas do que valem ao “melhorar sua aparência”.

Pode haver um motivo justo para implantes mamários, especialmente para aquelas que sofreram câncer de mama ou desfiguração séria, e como já mencionei anteriormente, há um tipo de implante que se pensa ser o “mais seguro”, mas mesmo assim, estes implantes podem de fato colocar a vida das mulheres em maior risco.

Essas mulheres precisariam verificar regularmente se seus implantes não estão vazando ou se romperam o que significaria também substituí-los no prazo especificado (novas cirurgias e novos ALTOS custos). Eles também precisariam avaliar sua saúde e ver como elas se sentem com o passar do tempo. Confira a experiência pesadelo de Susan,  que está afetando sua saúde ainda hoje. Abaixo está uma foto de seus implantes recentemente removidos.

Os implantes de Susan, que foram removidos em abril deste ano. O da esquerda estava tão “rompido”, que teve que ser raspado das costelas. O do lado direito, embora pareça bastante normal, também teve uma pequena ruptura. O tecido vermelho é pedaços do corpo que o cirurgião também teve que remover para garantir que todo o silicone tivesse desaparecido de dentro do corpo da paciente.

A urgência de se mudar a obsessão imposta pela sociedade com a aparência física do corpo da mulher

Como sociedade, é urgente que paremos de fazer as mulheres (e as meninas especialmente) sentir que são menos do que perfeitas se não forem capazes de se parecer com as “modelos e as celebridades” e seu padrão de “beleza” que vemos nas revistas. Viver em nosso mundo superficial hoje é muito mais desafiante para as jovens, que estão crescendo vendo tanta ênfase apenas na aparência; Não é de admirar que elas tenham uma baixa auto-estima e, muitas vezes, pensem: “Se eu fosse mais bonita, mais rica, famosa, tivesse seios maiores, então ficaria muito mais feliz”. 

De alguma forma, conseguimos que nossos filhos e filhas adolescentes se tornem narcisistas e obcecados com a beleza e a aparência. Precisamos que as pessoas vejam o que realmente são os seios, e isso é que os seios são apenas um órgão que a natureza deu para a mulher para alimentar seres humanos em crescimento, os nossos bebês, de uma forma SAUDÁVEL. Os seios da mulher se tornaram tão erotizados e sexualizados que nós esquecemos coletivamente do seu propósito NATURAL e SAGRADO, como tudo o mais em nossas vidas, parece que perdeu completamente a sacralidade.

É ótimo ver muitas celebridades famosas optarem por retirar os seus implantes. Tenho certeza de que você pode concordar comigo que eles parecem muito melhores com seus peitos NATURAIS e menores. Por que queremos mexer com nossos seios (e nossos corpos em geral), causar estresse desnecessário em nossa saúde e arriscar desenvolver câncer e debilitantes e graves desordens de doenças auto-imunes, apenas para que possamos parecer melhores e mais desejáveis?

“Ninguém me disse que havia riscos em ter implantes mamários. Eu era jovem e não achava que objetos estranhos no meu corpo pudessem causar problemas. Eu estava muito errada.  Meus implantes mamários começaram a causar-me muita dor e depois se romperam. Eu fiquei extremamente doente e, em primeiro lugar, não sabia por quê estava doente”.

Quando olho para trás há 15 anos, no ano em que recebi meus implantes salinos sob meus seios, eu tive muitos problemas de saúde. Tive minha vesícula biliar retirada por causa da doença, uma infecção por estafilococos e uma gripe terrível. Foi tudo devido ao fato de que meu sistema imunológico ter sido comprometido por causa desses objetos estranhos chamados implantes?

A atriz Scarlett-Johansson, há rumores de ter retirado os seus implantes mamários. Outra pessoa que parece melhor sem eles!

Ninguém me avisou de que isso poderia acontecer. Tive sorte de encontrar informações sobre os perigos dos implantes mamários. Meu cirurgião original disse que eles não eram a causa dos meus problemas. Ele estava errado. Há provas para demonstrar que existe uma conexão. Precisa haver informações fornecidas a todas as mulheres que estão pensando em aumentar seus seios através de implantes.

Quantas mulheres agora estão sofrendo problemas semelhantes e ainda estão sendo informadas de que tudo está apenas em sua cabeça. As mulheres que passaram por mastectomias e realizaram implantes após o câncer de mama muitas vezes não têm ideia de que colocar esses implantes feitos com produtos químicos altamente tóxicos em seus corpos pode causar ainda mais problemas de saúde”.

– Leigh, Laguna Beach, CA


Se você gostaria de se juntar ao meu grupo do Facebook, chamado Breast Implants – The Ticking Time Bombclique aqui:

(1) FDA Allowed Implants Onto Market Without FDA Formal Approval

(2),(3),(4) Breast Implants – Everything You Need To Know by Nancy Bruning

(5) The Naked Truth About Breast Implants, Kolb S 2010.

Further Research:

Video: Breast Implants & Health Problems with Dr. Ed Melmed on Know The Cause 

Books: The Naked Truth About Breast Implants by Susan Kolb MD

Breast Implants – Everything You Need To Know by Nancy Bruning

Helpful Websites:

History of Breast Implants
www.humanticsfoundation.com
www.breastimplantinfo.org
What The FDA Says About Implants (mentions ruptures and the need to replace them, but nothing about autoimmune disorders)

Explant Website

Articles:

Breast implants and cancer
What You Need To Know About Implants
Explant Breast Implant Removal
Breast Implant Ruptures
Breast Implant Horror, Leaky, Scarring, Black With Mold 

Support Groups:
Breast Implant Removal & Detox

World Wide: List Of Highly Skilled Explant Surgeons


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar.
Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”(Matrix)


Brasil, o berço da raça dourada …


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Gaia-brasil-nova-raçaBrasil: o Centro Oeste e o Planalto Central, um território sagrado e predestinado ao surgimento da Sétima Raça, a raça dourada neste final de ciclo. 

“E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz. E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono” …

Existe uma referência velada na Bíblia sobre o futuro da nação brasileira e o papel que parte do nosso povo vai desempenhar em breve, se acelerando MUITO a partir de 2013. No livro do Apocalipse (Revelações) capítulo 12, versículos 1 a 5 está escrito:

“E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça. E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsias de dar à luz.  

E viu-se outro sinal no céu; e eis que era um grande dragão vermelho,  que tinha sete cabeças e dez chifres, e sobre as suas cabeças sete diademas.  E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu, e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho.  

E deu à luz um filho homem que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono”

O território do Brasil se assemelha muito a um triângulo com o vértice para baixo (símbolo do feminino), e cortado pelos paralelos 15º e 20º (marcados em vermelho), conforme a visão de Dom Bosco*, forma o SÍMBOLO do elemento terra (FEMININO, A virgem de João) em alquimia.

{(*) Dom Bosco: São João Melchior Bosco, em italiano Giovanni Melchior Bosco, mais conhecido como “Dom Bosco”, nasceu em 1815, na Itália, e faleceu em 1888. Ordenado pela Igreja Católica, foi canonizado em 1934. Em 30 de agosto de 1883, Dom Bosco teve uma visão profética a respeito de uma cidade que seria construída entre os paralelos 15º e 20º da América do Sul, que muitos entendem como sendo Brasília:

“Tra il grado 15º e il 20º grados vi era un seno assai lungo e assai largo que partiva di un punto che formava un lago. Allora una voce disse ripetutamente, quando si verrano a scavare le miniere nascoste in mezzo a questi monti di quel seno apparirà qui la terra promessa fluente latte e miele, sarà una ricchezza inconcepibilie”. (Memorie Biografiche, XVI, 385-394)

“…entre os paralelos 15º e 20º graus, havia uma enseada bastante extensa e bastante larga, partindo de um ponto onde se formava um lago…”

Nessa terra, conforme a visão de Dom Bosco, surgiria uma grande civilização (A RAÇA DOURADA), na qual jorraria leite e mel. Essas palavras proféticas influenciaram a decisão final quanto ao local onde seria instalada a nova Capital Federal do Brasil.}  

A NAÇÃO brasileira (pau brasil=brasa/fogo) é de clima tropical (UMA MULHER VESTIDA DE SOL), que na sua fronteira ao sul é delimitada pela Argentina, cujo nome deriva do metal abundante encontrado pelos espanhóis durante sua colonização que foi a PRATA (Argentum em latim) que em esoterismo e alquimia é o metal correspondente à LUA (TENDO A LUA DEBAIXO DOS SEUS PÉS)Os pés tem uma posição ao SUL do corpo humano, posição geográfica ocupada pela Argentina em relação ao Brasil.

O Brasil divide o espaço e ocupa a maior parte do continente sul americano com os demais DOZE países da América do Sul a saber: Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, (E UMA COROA DE DOZE ESTRELAS SOBRE A SUA CABEÇA) tendo fronteira com dez deles.

Símbolo do elemento Terra em alquimia

No mapa do Brasil (mais acima) é possível ver um triângulo c/barras verticais nos Paralelos 15° e 20° assinalados (esquerda), que reproduz o símbolo do elemento FEMININO terra conforme o desenho do símbolo a esquerda (representação do SAGRADO Feminino, da Deusa Mãe, Geratrix e Nutrix) que confirma a visão de Dom Bosco e de João e outros sobre  A PREDESTINAÇÃO do Brasil!!!

Não esqueçamos também que o nosso país se torna independente de Portugal em 07 de setembro, no signo de VIRGEM, novamente a simbologia da energia da Deusa, do Sagrado Feminino em destaque. Ao lado, à esquerda o símbolo do elemento Terra em alquimia, que é semelhante ao mapa do Brasil com a barra do paralelo 15 que corta Brasilia, na região Centro Oeste.

Acima: o Signo zodiacal da Constelação de Virgem, signo do Brasil, nossa independência é em 07 de setembro, uma virgem segurando uma espiga (Spica, a principal estrela do conjunto) de TRIGO. (o joio será queimado) Obra de Jophra, para o símbolo da Constelação de Virgo/Virgem.

No continente sul americano e acentuadamente no Brasilna sua região Centro-Oeste e Planalto Central, esta surgindo nesse final de ciclo de nossa humanidade uma nova raça, espiritualmente mais evoluída, a RAÇA Dourada, a Sétima Raça Raiz, tal qual uma Phoenix renascendo de suas próprias cinzas, do final dessa civilização decadente, lasciva, corrupta, promíscua e arrogante. Uma nova raça que viverá em um novo ambiente, em um novo paradigma para cumprir a promessa de queHAVERÁ UM NOVO CÉU E UMA NOVA TERRA” para uma nova raça, muito mais espiritualizada e menos materialista e CORRUPTA.

O simbólico MONUMENTO ÀS TRÊS RAÇAS EM GOIÂNIA (Centro-Oeste). Esta obra de rara beleza está localizada na Praça Dr. Pedro Ludovico Teixeira, antiga Praça Cívica, no centro da cidade de Goiânia entre os palácios das Esmeraldas e Campinas, respectivamente sede dos governos estadual e municipal.

Divulgado como um símbolo de Goiânia, é exibido como cenário nas fotografias dos turistas. O monumento foi criado em 1968 pela artista plástica Neusa Moraes. Trata-se de uma estrutura fundida com trezentos quilos de bronze e possui sete metros. Simboliza a miscigenação de três raças – o negro, o branco e o índio (raça vermelha de Atlântida), que houve e existe na formação das características genéticas e culturais do povo goiano, do centro-oeste e do brasileiro em geral.

Essas são as raças matrizes da próxima raça Dourada, a Sétima. Quem idealizou, projetou e construiu a cidade de  Goiânia tinha conhecimento profundo do destino dessa terra (e de ocultismo… pois nas TÁBUAS DE ESMERALDA DE THOTH, na de Número VI, onde são citados os nomes dos SETE SENHORES que governam os destinos da Terra e sua humanidade, desde o Salão de Amenti, um deles é chamado de GOYANA…). (E ESTAVA GRÁVIDA COM ÂNSIAS DE PARTO).

Este processo de nascimento de uma nova raça já esta em curso e esta sendo liderado (significa servir com muita abnegação e abandono do pequeno eu) por muitas almas que estiveram com Cristo na Palestina a dois mil anos e anteriormente com Krishna, na ÍNDIA. Muitas DESTAS ALMAS estão encarnadas hoje, no Brasil, inclusive a do Apóstolo João, aquele que teve a visão relatada no Livro do Apocalipse (a ele foi mostrada a visão do livro das Revelações porque ele próprio estaria presente ENVOLVIDO no que ele VIU em seu futuro, o nosso presente).

Também será necessário unificar o cone sul e depois toda a América do Sul e quando isto acontecer o mundo como o conhecemos hoje já estará completamente convulsionado pelas mudanças que estão para acontecer com aumento exponencial de intensidade até o final  do mês de ABRIL de 2018.

Brasil a terra do Cristo, o Redentor: A sua “companhia e orientação (interna) esta disponível, basta abrir a “porta estreita”, conforme ele mesmo disse ou trilhar o “caminho do meio” como falou Buddha, antes dele.

Como brasileiros temos uma enorme responsabilidade em nossas mãos e com o tempo que nos resta para finalizar nossa evolução aqui na Terra e daí sim, servimos de canal para que uma nova consciência se manifeste através de nossos (o Cristo coletivocorpos de LUZ, que é o único modo correto de cumprirmos com nossas missões nesse ciclo final dessa civilização. Das cinzas do velho surgirá uma nova raça e na região Centro-Oeste e Planalto Central, em nosso país que será o berço dessa nova civilização, a raça dourada. (E DEU À LUZ UM FILHO HOMEM) . 

O SIGNIFICADO (oculto) DA BANDEIRA DO BRASIL

Temos no círculo do centro, a figura geométrica que simboliza a divindade, em azula cor do poder e da vontade do primeiro Raio,  colocado dentro de um losango (também é um octaedro o símbolo do elemento AR, a matéria prima do fogo, outra figura geométrica com significativo simbolismo) com os seus dois triângulos equiláteros amarelos (cor que representa a sabedoria espiritual de Cristounidos pela base com um círculo azul no centro como um OLHO, que representa a onisciência e a “presença divina” que tudo vê.

Acima o octaedro amarelo na bandeira brasileira, símbolo do elemento AR e em seu interior o círculo azul, símbolo máximo para a divindade.

– Os dois triângulos amarelos unidos pela base tem o mesmo significado do Selo de Vishnu (muito mais tarde a estrela de Davi), representando nossos Pai/Mãe Divinos, agora em nova configuração, unidos pela base e dispostos de lado, que se vista tridimensionalmente resulta em um OCTAEDRO (número 8 relativo ao infinito) em contraposição ao seis, o CUBO (número 6, símbolo da terceira dimensão) limitante de nossa atual consciência.

O Anahata, o quarto Chakra, o CHAKRA DO CORAÇÃO, o Selo de VISHNU, a morada da Alma dentro do corpo humano, símbolo do amor incondicional. O Chakra Anahata simboliza a consciência do amor, empatia, altruísmo e devoção pela divindade e pela vida. No nível psíquico, este centro de força inspira o ser humano a amar, ser altruísta, compassivo, dedicado e para aceitar as circunstâncias dos fatos que acontecem de uma forma divina.

Sua cor é o verdeO Chakra Anahata é representado por uma flor de lótus cinza, com 12 pétalas (representando dimensões). Dentro de uma região que é colorida com verde acinzentado, que é produto do entrelaçamento de 2 triângulos equiláteros, criando uma shatkona. O Shatkona é um símbolo usado em yantra hindu que representa a união de ambas as energias divinas, a masculina e a feminina.

Mais especificamente, representando Purusha (Espírito Supremo), e Prakriti (o universo material, a mãe natureza, ou a matéria causal). Muitas vezes toda essa simbologia é representada como Shiva e Shakti. A divindade desta região é Vayu (o senhor dos ventos), que é representado colorido em azul, com quatro braços, segurando uma kusha e montado sobre um antílope, o animal deste chakra.

O símbolo mais cedo em nossa história foi adotado pelos hebreus (que descendiam de uma tribo hindu) também conhecido como selo do Rei Salomão, desde tempos antediluvianos é reconhecido na Índia como o selo de Vishnu e visto pelos pitagóricos como o símbolo da criação.

Os triângulos entrelaçados significam o equilíbrio da polaridade da natureza e do espírito, masculino e feminino, luz e escuridão. As seis pontas da estrela para chegar a serpente da eternidade, mudando e evoluindo com o tempo. O ANAHATA é uma figura que quando se decompõe (figuras a seguir) nas formas dos seus dois Triângulos centrais, surgem os símbolos dos quatro elementos na alquimia, conforme a figura abaixo: 

Fogo, Ar  (Masculinos, a base dos triângulos é embaixo e os vértices voltados para cima/Espírito), Água e Terra (Femininos, a base dos triângulos é em cima e o vértice aponta para baixo/Matéria)  é obtido quando decompomos o selo de Vishnu conforme  visto na figura acima.

Ainda analisando essa figura ao lado, verificamos que em seu centro, pela união dos dois triângulos equiláteros se forma uma figura hexagonal central resultante da união  do divino feminino e masculino cujo resultado é a criação do mundo material/fenomenal, dos sentidos, o mundo tridimensional que conhecemos e que é visto na figura do CUBO verde abaixo, simbolizando o elemento terra.

decomposição das SEIS faces de um Cubo em uma figura linear resulta em uma CRUZ cujo braço Horizontal representa a Matéria (Prakriti) e o Braço Vertical simboliza o Espírito (Purusha). (Ver figuras). O quadrado central resultante do encontro da barra horizontal com a barra vertical na cruz, onde esta a ROSA, significa a “morada do SER” real, dentro do coração humano, a Rosa representa a ALMA humana.

Mas voltemos ao significado do simbolismo oculto de nossa bandeira:

– A cor Azul do círculo central representa o raio da Vontade/Poder do Pai (1º raio) expresso em nossos céus, além da abundância de águas, tanto salgadas (nosso litoral com mais de 8.000 km) bem como doce de nossos rios.

-A cor Amarela representa Sabedoria espiritual, em desenvolvimento pelos brasileiros que serão o embrião da sétima raça, e representa o Cristo e sua manifestação já presente (Temos 33 cidades com estátuas do Cristo Redentor no Brasil) em nossas terras.

– A cor verde representa a abundância de nossa Mãe terra encontrada em nossas florestas e na fertilidade de nossas terras, apesar dos maus cuidados que temos com ela e da destruição imposta às nossas florestas pelos corruptos e gananciosos.

– A inscrição Ordem e Progresso, sempre em verde com fundo branco, é o lema político do Positivismo, forma abreviada do lema de autoria do positivista francês Auguste Comte: “O Amor por princípio e a Ordem por base; o Progresso por fim”. Seu sentido é a realização dos ideais republicanos (feminino em oposição à monarquia, eminentemente masculina): a busca de condições sociais básicas para os seres humanos, salários dignos etc. E o melhoramento do país (em termos materiais, intelectuais e, principalmente, morais e éticos).

– O fundo de cor branca  representando a Paz que mantemos em nosso país e com nossos vizinhos e com todos os demais países do globo, apesar das dificuldades sempre presentes.

– Cada estrela de nossa bandeira representa uma estrela de constelações vistas em nossos céus se destacando a do Cruzeiro do Sul  que substituiu a Cruz dos Cavaleiros da Ordem de Cristo (Colombo e Cabral pertenciam a esta Ordem que em Portugal assumiu lugar da Ordem dos Cavaleiros Templários) que teve vital importância no desenvolvimento das navegações portuguesas e grande influência nas viagens de (re)“descobrimento” do novo mundo.

– São no total 27 estrelas, significando nove vezes a trindade e/ou o valor numérico do Tetragrammatom (26) mais o um, a unidadeafinal são 26 estados e um  Distrito Federal, que em breve será a sede de um governo brasileiro cujos integrantes servirão à causa Divina durante o período de transição planetária. Cada estrela/sol representa um estado do país. Simbolicamente representa as diferentes origens estelares (Órion, PleiâdesSírius, Capela, Alpha Centauri, Aldebarã, etc) das almas encarnadas no Brasil.

Em hebraico o valor numérico do Tetragramaton é vinte e seis = 26: Traduzido para o ocidente temos em equivalência, da direita para a esquerda:  Y H W H com os seguintes valores numéricos: Y=1, H=10, W=5 e H=10,  que somados dão o total de: 1+10+5+10=26, o mesmo número de estados que o Brasil possui, e aqui há sabedoria, pois este é o número de Deus que se fez Homem…

Abaixo imagem de uma estátua de UMA MULHER NEGRA, Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil, ao seu lado, imagem da Grande (Padroeira) Mãe do Egito a ÍSIS NEGRA, a Grande Mãe (da Luz e de todos os sóis) Cósmica e Mãe de Hórus. (ÍSIS, o principio – o Santo Graal – feminino da divindade era adorada pelos Cavaleiros Templários).

Notar a figura do triângulo com base para cima e o vértice para baixo formado pelas mãos de ÍSIS: o Símbolo do Triângulo equilátero feminino da energia da Deusa, com o ponto central de LUZ (energia que vela pelas terras brasileiras) E DA GERAÇÃO DA LUX, A ENERGIA QUE É A MATRIX da luz, a Mãe Cósmica de todos os sóis, estrelas e galáxias, do universo inteiro e do nosso planeta Terra. 

ÍSIS (em egípcio: Auset): foi uma deusa do panteão da mitologia egípcia, cuja adoração se estendeu por todas as partes do mundo greco-romano. Foi cultuada como modelo da mãe e da esposa ideais, protetora da natureza e da magia. Era a amiga dos escravos, pescadores, dos artesãos, dos oprimidos, assim como a que escutava as preces dos opulentos, das donzelas, aristocratas e governantes. Ísis é a deusa da maternidade e da fertilidade.

O círculo é a forma perfeita para representação do Deus Uno e está em nossa bandeira:  Brasil é o único país do mundo cuja bandeira respeita a posição astronômica das estrelas nos céus. É por esse motivo que  as duas faces de sua bandeira são exatamente iguais, com a faixa branca inclinada da esquerda para  a direita (do observador que olha a faixa de frente), sendo vedado fazer uma face como avesso da outra. 

A  estrela SPICA (espiga)situada ISOLADA acima da faixa branca, representa o estado do Pará, e é a estrela alpha, a principal e mais brilhante da Constelação de VIRGEM (a estrela que representa a espiga de TRIGO) que, à época da proclamação da República, era o Estado cuja capital Belém (hebraico: Bethlehen = a casa do PÃO) era a mais setentrional (ao norte) do país.

As estrelas do Cruzeiro do Sul representam os cinco principais Estados de então:  São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro (antiga capital nacional), Bahia e Espírito Santo. Brasília, fundada já há mais de meio século e para onde foi transferida a capital nacional, esta representada pela estrela Sigma da constelação do Oitante, também chamada de Polaris Australis ou Estrela Polar do Sul, por situar-se no Pólo Sul celestial (em contrapartida a POLARIS, situada no Pólo Norte celestial).

Apesar de ser pouco brilhante e estar próxima ao limite de visualização a olho nu, essa estrela tem uma posição única no céu do hemisfério sul, pois é em torno dela que todas as estrelas do sul visíveis giram. Além disso, Polaris Australis sempre está acima da linha do horizonte e pode ser vista a qualquer dia e hora de quase todos os lugares ao sul da linha do Equador. Um fato muito  significativo são as estrelas que representam os dois principais estados do Centro-OesteMato Grosso por SÍRIUS (origem estelar de Sananda !!!) e GOIÁS por Canopuspois essas são as duas estrelas mais brilhantes nos céus do planeta.

Sobre o  GRANDE DRAGÃO VERMELHO, visto por JOÃO (Daniel também teve a visão da besta com dez chifres e sete cabeças) em sua visão relatada no Livro do Apocalipse, trata-se da CHINA, um país comunista, oficialmente ateu, onde os bebês do sexo feminino são assassinados em sua maioria quando nascem, pois a preferência é pelo menino que é ideal como mão de obra para trabalhar e cuidar de seus pais no futuro, de acordo com a cultura chinesa. Uma afronta à energia feminina da Deusa e um desequilíbrio total dessa cultura ao não honrar e respeitar o feminino.

O dragão é o símbolo nacional da China por excelência e no futuro (próximo a e/ou até 2032) esse país poderá ser controlado pelo Anticristo que usará o seu enorme exército e poderio econômico-industrial (transferido conscientemente do ocidente para a China para esse propósito, obedecendo um planejamento muito bem elaborado e executado desde séculos) para implantar um governo ditatorial global e centralizado.

As sete cabeças com os dez chifres, serão uma divisão político geográfica DO PLANETA em dez (os chifres) blocos políticos/econômicos (estilo União Européia) com sete cabeças (e sete diademas) que representam sete governadores para cada região das dez citadas, um governando quatro regiões. Assim sendo, nessa nova organização política mundial, desaparecem os países como os conhecemos hoje. Um dos sete governadores vai governar quatro regiões após derrubar três de seus colegas.

Esses 10 reis, depois sete, são homens em tudo e por tudo escravos do Anticristo e seus instrumentos… Muitos vão segui-los,  a maioria… O período final para ser “arrebatado para Deus e para o seu reino espiritual”  se intensifica a partir de 2014, se acelera drasticamente a partir de 2018 e termina em 2032. Então a partir dessa data quem ficar no planeta será o JOIO e será “queimado”, conforme esta ESCRITO !!!

Um dos mais recentes símbolos de Brasilia é uma nova ponte, a Ponte J.K. que inclusive já foi eleita como a mais bela ponte do planeta e que também é carregada de simbolismo de uma nova era, de um renascimento da raça humana, do surgimento de uma RAÇA DOURADA, dos Filhos da Luz e do Sol, raça solar por natureza, por tantos profetizada nos últimos milênios e que deverá surgir justamente no planalto Central do Brasil cuja cidade principal é Brasilia.   Abaixo: Segmento da hélice do DNA humano.

 Esse novo símbolo de Brasilia, essa ponte nada mais é do que uma cópia de um segmento do ADN humano (foto a seguir) , “com suas fundações dentro da água”, e no útero da Mãe Terra/Gaia que vai gerar esta nova raça. Se olharmos esta ponte (por si só a figura de uma ponte tem um sem número de significados místicos e espirituais…) utilizando imagens do Google Earth veremos que ela esta posicionada exatamente no bico de um pássaro gigantesco desenhado pela topografia da cidade às margens do Lago Paranoá, sendo o pássaro mais um outro simbolismo (para a alma, a Phenix de fogo) forte na evolução do ser humano…

“Estes líderes políticos corruptos cairão (Já estão caindo, no mundo inteiro e no BRASIL, com a Operação Lava Jato estão caindo como MOSCAS, a limpeza se acelera com o impeachment de Dilma e a mudança da forma de governo, com a adoção do PARLAMENTARISMO, em breve)Vocês terão uma liderança nova se desenvolvendo lentamente, chegando até vocês por toda a Terra, onde há uma nova energia de consideração com o público”. Isto é muito para pedir na política, Kryon“. Observem isto. Este é apenas o início desta última fase. Assim muitas coisas estão chegando. O próximo está relacionado a isto, pois um país (ou o planeta) enfermo não pode sustentar uma liderança de elevada consciência. Há muita oportunidade para o poder e a ganância”- Mensagem canalizada de KRYON.

Acima: A Ponte J.K. (Juscelino Kubitscheck) em Brasilia com os seus Três segmentos de ADN, imersos na “ÁGUA”. O último símbolo do surgimento de uma nova raça humana, a sétima raça raiz, a raça dourada, solar, dos Filhos da Luz.

Essa raça já esta surgindo no Brasil, centrada no seu Planalto Central e na região do Centro Oeste, sendo Brasilia uma cidade predestinada a ser um farol para a humanidade, assim que estiver liberta dos muitos magos negros corruptos que teimam em resistir à evolução e que em breve serão “removidos”.

Já não falarei muito convosco; porque se APROXIMA O PRÍNCIPE DESTE MUNDO, e nada tem em mim João,14:30 (a dois mil anos ele se aproximava, hoje já esta vivo em um corpo humano, vivendo no IRÃ e tem 51 anos, nasceu em fevereiro de 1962.)

Profecia do 13º Dalai Lama Tibetano

“No Ano do Tigre e da Terra (1950) a religião e a administração secular do Tibete serão atacadas pelas forças da Fênix Vermelha (O Tibet foi invadido pela China comunista em 1950). O 14º  Dalai Lama e o Panchen Lama serão vencidos pelos invasores. As terras e as propriedades dos mosteiros lamaístas serão distribuídas. Os nobres e as altas personalidades do estado terão suas terras e seus bens confiscados e serão obrigados a servir às forças invasoras.  Contudo a grande luz espiritual que há séculos brilha sobre o Tibete não se apagará. Ela aumentará, difundir-se-á e resplancederá nas Terras da América do Sul e principalmente nas Terras de O Fu Sang (o BRASIL), onde será iniciado um novo ciclo de progresso com a nova sétima raça dourada. 

Essa profecia foi escrita antes de 1924, ano do falecimento do dito Lama. A construção de um templo Budista Tibetano, cujo monge que o fundou recebeu orientação espiritual para vir para o Brasil,  na região da Serra Gaúcha em Três Corôas (!!!) já é um sinal do cumprimento dessa profecia.


anjo-luz-paz“De tanto ver triunfar nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar da virtude, a rir-se da honra, a ter vergonha de ser honesto”  –  Ruy Barbosa

“Aquele que controla os outros pode ser poderoso, mas aquele que DOMINA A SI MESMO é mais poderoso ainda.” 

Lao Tsé (Filósofo chinês, fundador do Taoísmo, escreveu o “Tao Te Ching” 600 a.C.-531 a.C.)

Gaia-brasil-nova-raça

Estudo liga desaceleração (SINAL da INVERSÃO DOS POLOS) da Terra a aumento de terremotos


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Um estudo de dois pesquisadores americanos está propondo uma nova abordagem sobre os terremotos e sugerindo que pode haver mais tremores de grande intensidade ACONTECENDO em 2018. Segundo a pesquisa, existe uma correlação entre o aumento periódico no número de grandes terremotos e a diminuição da velocidade de rotação da Terra(um claro SINAL da iminente INVERSÃO DOS POLOS) – o movimento do planeta para dar uma volta em seu próprio eixo.

Estudo liga desaceleração (um claro SINAL da iminente INVERSÃO DOS POLOS) da Terra a aumento de terremotos e prevê mais tremores devastadores em 2018

Fonte: http://www.bbc.com/

Quando a Terra gira mais lentamente, leva um pouco mais de tempo para completar uma volta completa, fazendo com que o dia fique ligeiramente maior que 24 horas – podendo ganhar alguns microssegundos. Até aí, não há novidade. A questão é que os pesquisadores estão dizendo que essa pequena mudança também pode aumentar a quantidade de fortes terremotos.

Mas esse efeito não seria imediato. Demoraria cerca de cinco anos para ser sentido.Como a rotação da Terra começou a desacelerar em 2012-2013, o próximo aumento no número de terremotos poderia ocorrer em 2018, aponta a pesquisa.

Para CIENTISTAS, cenas como esta podem se repetir mais no ano que vem

“Nós estamos sugerindo que o aumento no número de terremos deve começar logo”, afirmou para a BBC Brasil a pesquisadora Rebecca Bendick, da Universidade de Montana, responsável pelo estudo em conjunto com Roger Bilham, da Universidade do Colorado.

Eles apresentaram os resultados no encontro anual da Geological Society of America, nos Estados Unidos, no final de outubro.

“Nós não podemos prever a desaceleração ou aceleração na rotação da Terra, mas podemos detectá-la através de observações astronômicas e relógios atômicos. E, se nossa hipótese estiver correta, isso pode ser capaz de nos alertar sobre o aumento no número de terremotos cinco anos antes”, continua Bendick.

Bendick cita uma palavra importante: hipótese. Ainda não há prova científica de os dois fenômenos estejam relacionados.

Como a pesquisa foi feita

Primeiro, os cientistas verificaram os registros históricos de grandes terremotos, desde 1900. Ali, identificaram picos de atividade sísmica de grande intensidade a cada 30 anos, aproximadamente – em 1910, 1943, 1970 e 1998. O próximo ciclo seria justamente em torno de 2018. Enquanto em um ano comum poderiam ocorrer cerca de 15 grandes terremotos em todo o mundo, nos anos de pico esse número poderia subir para 20.

Terremoto no México foi um dos mais devastadores do ano

Em seguida, os pesquisadores começaram a procurar outros fenômenos da Terra que tivessem uma periodicidade semelhante. Foi aí que testaram a desaceleração no movimento de rotação. “Quando nós comparamos as duas séries temporais, elas eram muito correlacionadas”, afirma Bendick.

É como se, durante esse pico, os terremotos funcionassem como “células nervosas ou baterias, que requerem alguma carga antes que possam descarregar”, compara a pesquisadora. E a rotação mais lenta da Terra poderia gerar essa “carga”. Os pesquisadores ainda não tem uma hipótese sobre por que isso ocorreria.

O que poderia ser feito para mitigar os danos?

Os pesquisadores esperam que essa prevista janela de cinco anos de antecipação ajude as pessoas a minimizarem o impacto dos terremotos.

“O efeito é mais pronunciado em áreas onde já há muitos terremotos. Então, faz sentido que as pessoas fiquem preparadas, especialmente antes desses intervalos em que o risco de tremores mais danosos aumenta”, continua Bendick.

Entre as medidas individuais que podem ser tomadas, ela cita ter um kit de emergência e fazer um plano de evacuação entre a família e os amigos.

“Esse tipo de alerta antecipado nos dá uma chance de nos prepararmos, em vez de apenas nos preocuparmos.”

homem é resgatado em Amatrice, após terremoto que atingiu Itália em 2016

Itália também sofre com incidência de terremotos – em 2016, um terremoto de magnitude 6.2 aconteceu a 100 km a nordeste de Roma

O estudo faz uma ressalva: não seria possível saber onde os terremotos “extras” ocorreriam. O fato é que a maior parte dos tremores mais fortes acontece perto da linha do equador, cita a pesquisa. Uma explicação para isso é que essa área sofre os maiores impactos da mudança de velocidade de rotação da Terra, porque sua forma se altera mais.

“Um exemplo impressionante é que, desde 1900, mais de 80% dos tremores mais fortes nas bordas leste da placa tectônica do Caribe ocorreram nos cinco anos seguintes à máxima desaceleração da Terra”, diz o estudo apresentado no encontro de Geologia.

Nada disso, contudo, diz respeito ao Brasil. O Brasil não é muito ativo sismicamente. É uma boa notícia, brinca Bendick.


“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 

Aliens Tall Whites, Nórdicos Brancos e Altos já estão na Terra (2-Final)


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

A série de livros Millennial Hospitality (Amazon) de Charles Hall , descrevendo seus encontros com uma raça de extraterrestres semelhantes aos humanos – os “Tall Whites” de aparência Nórdica, Louros e Altos (TW) – durante seu período de dois anos servindo na Base Nellis Air Force Range  (USAF), de 1965 a 1967, é uma história com tremendo conteúdo e de impacto visual. 

Situadas na vasta área de montanhas de deserto do estado de Nevada, uma região cênica selvagem que não contém quase nenhuma estrutura artificial, as montanhas Nellis consistem em quase nada além de cenários de tirar o fôlego.

Extraterrestres alienígenas conhecidos como Tall Whites (de aparência Nórdica) em contato com Charles Hall, ex militar aposentado da USAF que trabalhou na Nellis Air Force Base onde também esta a famosa e secreta base ÁREA 51

Fonte: https://www.bibliotecapleyades.net/

Instalações e atividades na Base dos aliens Tall Whites, nórdicos brancos altos dentro do complexo militar de Nellis Air Force Range  (USAF)

Vista aérea do terreno da área que engloba as atividades dos aliens Tall Whites, nórdicos brancos altos Numerosas instalações e atividades dentro da Pintater Range o lago seco proeminente no Three Lakes Valley, conhecido como “Dog Bone Lake”, serão descritos. Hall está ciente da existência de pelo menos sete entradas escondidas nos cânions das montanhas.

A entrada principal para a habitação dos extraterrestres TW é através do hangar no lado leste da cordilheira, no topo do gráfico acima. Observe as três faixas de área de artilharia e bombas localizadas exatamente a norte da área de Indian Springs. Hall usou “barracas meteorológicas” localizadas em cada intervalo. A posição do teodolito na instalação da barraca meteorológica Three Weather é mostrada.

Hall escreve (comunicação pessoal): Os aliens Tall Whites, nórdicos brancos altos  tinham pelo menos cinco áreas  visíveis de interesse do estande de teodolitos na range Three.  Estas cinco áreas incluiriam:

1) A base principal e o hangar da espaçonave do espaço profundo localizado a noroeste de Dog Bone Lake. Possui uma instalação de parque infantil associado … As instalações e o caminho de aproximação final da espaçonave do espaço profundo para o hangar na extremidade norte da área de Pintwater.

Instalações da BASE dos Aliens Tall Whites e caminho de aproximação final da espaçonave do espaço profundo para o hangar na extremidade norte da área de Pintwater. Imagem cortesia do Google Maps®.

Verificando-se que as embarcações do espaço profundo chegavam primeiro a deslizar ou aterrissar na área do Dog Bone Lake, perto da extremidade superior do Three Lakes Valley, para prosseguir para o noroeste até a entrada do hangar, que está embutida na montanha. As chegadas da espaçonave de espaço (deep space) profundo sempre ocorreriam ao pôr-do-sol, na lua cheia.

Configuração SOL-Terra-Lua para aproximação da espaçonave do espaço profundo. Esta é uma representação bidimensional áspera. Tamanhos e distâncias não estão em escala. Hall observou que as chegadas sempre ocorreriam ao pôr-do-sol nos dias de lua cheia.

Hall acredita que esta configuração, com o sol de um lado da terra e a lua do outro, e a terra se afastando da embarcação que se aproximava, proporcionaria o campo gravitacional “mais suave” através do qual a espaçonave precisava manobrar.

Esta poderia ter sido uma explicação simplificada, mas claramente, com a tendência das unidades de propulsão das espaçonaves de superaquecerem, os aliens Tall Whites, nórdicos brancos altos não eram livres para escolherem qualquer entrada arbitrária no sistema terra-lua. Eles precisavam de um caminho que minimizasse o uso exigido do sistema de propulsão de suas espaçonaves deep space.

Também é possível que a embarcação tenha sido conduzida manualmente nas abordagens para descer na Base e que esse fator tenha desempenhado um papel importante. As partidas das espaçonaves Deep Space (viagem em espaço profundo interestelar) ocorriam à meia-noite no momento da lua nova.

Configuração para partidas das espaçonaves Deep Space (viagem em espaço profundo interestelar). Não em escala. Hall observou que as saídas para o espaço profundo sempre ocorreram na meia-noite no momento da lua nova.

A chegada das espaçonaves Deep Space (viagem em espaço profundo interestelar), seguem para o noroeste, ao longo da linha de visão vista nesta imagem, do Dog Bone Lake até este pico.

A chegada das espaçonaves Deep Space (viagem em espaço profundo interestelar), seguem para o noroeste, ao longo da linha de visão vista nesta imagem, do Dog Bone Lake até este pico. O hangar, que também é a entrada principal para a habitação subterrânea dos aliens Tall Whites, está embutido no topo do pico; Sua entrada está logo abaixo do topo, virada ao sul, aproximadamente onde um pedaço de luz solar do pôr-do-sol pode ser visto. As aterrissagens são feitas ao pôr-do-sol nas noites de lua cheia

2) A principal área subterrânea de habitação na Base dos extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos com as suas entradas de túnel e o parque infantil associado …

Vamos parar e investigar o quanto desta principal instalação do norte pode ser vista com o teodolito de Hall, posicionado como está, há cerca de 30 milhas (48 km) ao sul. Há duas considerações: o perfil do terreno permite essa visão e qual seria o efeito da ótica e ampliação do telescópio?

Dirigindo-se à primeira pergunta, a próxima imagem mostra o caminho de visualização do teodolito no vale. Claramente, o vale é relativamente plano e o terreno alto à distância parece ser desobstruído.

Vista 3D do terreno desde a posição do teodolito em direção às instalações trinta milhas a norte, no extremo norte do vale. Dog Bone Lake está no vale à direita (leste).

A próxima imagem é uma paisagem que faz a vista do nível do solo a partir do suporte do teodolito, mostrando que uma grande parte do terreno alto para o norte é realmente visível.

Vista do nível do solo (elevação 2 m) desde a posição do teodolito em direção ao terreno alto na extremidade norte do Indian Spring Valley. Em outras palavras, esta é a visão ao longo da linha verde pontilhada na imagem anterior. O pico que contém o hangar principal e a habitação é levemente visto no horizonte distante à direita do centro. Esta imagem não fornece informações sobre o uso da terra (estradas, etc.).

[A imagem acima] está tão bem feita, que encontrei-me revivendo algumas das belas tardes quando fui com meu caminhão para um alegre passeio pelo vale.

Quando você olha para o centro da imagem, e depois um pouco para a direita, logo no deserto, onde o chão do deserto se encontra com a base das montanhas distantes, logo atrás do conjunto próximo de colinas e exatamente o suficiente para a direita, então que o conjunto próximo de colinas não bloqueia a vista das montanhas mais distantes, há um vale pequeno.

Foi nesse vale que os extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos tipicamente postaram uma nave de exploração para me paralisar e me observarem de longe, sempre que eu levava meu caminhão até o vale para um passeio  … como descrevo no livro II, no capítulo intitulado “Day with a view”.

Retornaremos a este assunto depois. Esta observação de Hall em suas viagens ao norte poderia ter sido para sua proteção, como em um ponto ele teve um encontro quase desastroso com uma patrulha de segurança do governo em uma dessas excursões.

Quanto ao efeito da óptica e ampliação do telescópio:

Hangar de espaçonaves Deep Space (Espaço Profundo)  e área de habitação subterrânea como visto a partir da posição do teodolito da range 3 através do escopo típico do teodolito com campo de visão de 1,5º. A distância é de cerca de 30,5 milhas. “Fiquei chocado com a precisão de [esta imagem], a visão através do teodolito. Em muitas, muitas manhãs de verão, aquelas montanhas pareciam daquele jeito através do meu teodolito”.

Semelhante à figura anterior, mas “tomado” antes do pôr-do-sol. Hall mencionou que sua capacidade de ver o hangar e a área de piquenique nesta montanha era melhor antes do pôr-do-sol, como aqui e logo após o nascer do sol. No entanto, 30 milhas de neblina obliquamente iluminada parecem estar causando um problema ao ver esta interpretação.

Partida de uma espaçonave menor de exploração de uma importante área de pouso ao noroeste da área principal da habitação na Base dos aliens Tall Whites, que fica sob as montanhas. A vista é para o sudeste no amanhecer, na hora do dia em que Hall observou a espaçonave de exploração partindo com convidados militares dos EUA para visitas à uma BASE NA LUA. Os canyons nessas montanhas contêm pelo menos sete entradas de túnel escondidas – portas traseiras para a habitação subterrânea.

3) Seu hangar das espaçonaves exploradoras favorito e área de descanso subterrânea localizada no riacho, exatamente a noroeste do leito do lago seco, onde se encontrava o antigo alien Range Four. Possui um playground infantil associado …. Esta instalação pode ser localizada no topo da imagem seguinte.

Esta imagem de satélite mostra os locais das faixas de artilharia e de bombardeio, hangar de espaçonaves exploradoras, playground e de outras atividades dos extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos no extremo sul da faixa de Nellis. Imagem cortesia do Google Maps®.

Observe a área de “Estacionamento de naves exploradoras (scout craft) no meio da imagem acima. Esta era uma área abrigada na qual Charles Hall costumava ver uma nave exploradora “estacionada” quando ele se dirigia para o norte. A próxima imagem mostra a situação um pouco mais claramente …

A estrada que corre a norte-sul (nota a rosa da bússola) ao pé das colinas foi usada por Hall em suas excursões para o extremo norte do Indian Springs Valley. Muitas vezes, ele veria uma nave de exploração estacionada no pequeno vale à sua direita, no centro da imagem, observando-o enquanto ele passava. A nave seguiria ou se deslocava “paralela” ao caminhão de Hall a uma certa distância.

Uma visão aérea mais próxima da área de playground e descanso  favorita dos extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos. Um objeto ou ponto branco anômalo pode ser visto no centro esquerdo (ou seja, sobre o terreno acidentado ao oeste). Estudos de Paralaxe indicam que esse objeto está no chão.

Veja em direção ao resto e área de jogo da posição do Theodolite Range 3. A área está escondida entre os dois dedos do terreno alto no centro da imagem. … tinha sua porta do hangar escavada no lado sul de um arroyo no sentido leste-oeste.

4) Dois outros hangares para as espaçonaves dos extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos e áreas de descanso subterrâneas com áreas de jogo para crianças associadas localizadas nas montanhas mais baixas nas partes do norte do vale Indian Springs. Esses dois hangares não são descritos nos meus livros e escritos atuais. Um deles parece incluir instalações adicionais de armazenamento e processamento de alimentos, mas não tenho certeza dos detalhes.

Em um e-mail ao Dr. Richard Boylan , Charles Hall declarou:

“No período de 1965-1967, eu pessoal e freqüentemente observei em muitas ocasiões distintas as espaçonaves dos extraterrestres Tall Whites, nórdicos brancos altos e os próprios aliens que entravam e saiam do vale logo abaixo do French Peak. Vários dos homens de manutenção da escala naquele momento me informaram que os extraterrestres TW  tinham pelo menos uma base de espaçonaves escavada em direção ao topo do French Peak”.

Ele também escreve (em outra correspondência):

“Não tenho certeza de onde está localizado o hangar das espaçonaves no French Peak. No entanto, meus amigos relataram ter visto os TW reunindo sementes de capim e outras sementes no outono, nas montanhas que assinalei com um círculo em vermelho. Às vezes, eu também via suas espaçonaves nos vales abaixo dessa área”.

“Vários dos outros hangares das espaçonaves dos TW no extremo norte do vale Indian Springs ficam escondidos em vales estreitos no sentido leste / oeste com lados íngremes. Por estas razões,  eu mesmo, procuraria o hangar das espaçonaves dentro da elipse vermelha também”.

Vista do pico (French Peak) francês do sul.

Pico francês. O texto descreve as atividades de Tall White na área cercada pela elipse e o amplo vale ao norte.

Além disso, o mapa mostra as entradas ao vale Indian Springs no oeste (em amarelo, etc.), que os aliens TW gostavam de usar quando viajavam entre Indian Springs Valley e os vales que levavam ao French Peak. Eles usavam esses corredores às vezes em uma base diária.

Lembre-se de que esses corredores permitiram que eles viajassem de um lugar para outro sem aparecer nas telas de radar da FAA (The Federal Aviation Administration of the United States). Tenho certeza de que eles seguiram esses corredores até a base do French Peak.

Como Hall explicou, enquanto a presença dentro do complexo da Nellis Air Force Range foi sancionada em níveis elevados (a base dos Tall Whites, nórdicos brancos altos já existia mesmo antes de Colombo chegar na América), os TW mantiveram um perfil muito discreto e tentaram evitar detecções desnecessárias de radar de suas espaçonaves quando operavam nas faixas restritas. Hall descreve os “corredores de evasão de radar” utilizados pelas espaçonaves menores exploradoras dos TW que se deslocam entre  o vale Indian Springs (perto do Range 3) e a área sul do French Peak.

Veja o corredor oeste em “corredores de evasão de radar” usados ​​pelas espaçonaves menores exploradoras dos TW. As espaçonaves seguiria o “terreno” ao norte desses sulcos abaixo da linha das montanhas para evitar a detecção por radar em Charleston Peak, bem ao sul. A próxima imagem mostra a configuração do Charleston Peak, as posições de teodolitos para os intervalos 1 e 3 e os corredores de evasão dos radares da FAA.

A estação de radar de interesse para os High Whites está instalada em Charleston Peak, uma área recreativa ao sul das faixas. A área de esqui, vista como uma pequena mancha branca na ponta da seta de rotulagem,  desempenhou um papel crucial na chegada de emergência de Natal de uma nave espacial profunda, a seguir descrita.

“Fiquei igualmente impressionado com essa imagem. Ela mostra claramente por que os TW preferiram esse terreno – seguem perto do deserto e escondem a partida e chegada de suas espaçonaves nos corredores do radar “.

“Alguns dos meus amigos, que eram homens de manutenção, disseram que observaram as espaçonaves de exploração dos TW continuando pelos lados do Pico francês para outra entrada do hangar de espaçonaves scouts até o topo”.

SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA NA CHEGADA DE UMA ESPAÇONAVE TALL WHITES DEEP SPACE (ESPAÇO INTERESTELAR) AVARIADA SEVERAMENTE, NUMA NOITE DE NATAL

Um episódio importante na história de Charles Hall trata de seu papel na facilitação da chegada de uma grande espaçonave de espaço (Deep Space) profundo muito avariada dos aliens Tall Whites, gravemente danificada chegando de viagem desde o espaço interestelar profundo.

A partir da evidência, parece que o problema com a espaçonave avariada na sua chegada tinha sido do conhecimento dos habitantes locais da base dos Tall Whites e pelos nossos militares por pelo menos dois meses de antecedência.

Como em muitos de seus encontros em Nellis, a paisagem em si desempenhou um papel significativo. As ações de Hall ocorreram nas Ranges 1 e 3, enquanto a própria espaçonave realizou sua chegada inicial ás instalações da estação de esqui em Charleston Peak, que se tornou uma base para a operação de socorro à chegada na nave avariada, depois de ter sido evacuada para esse fim.

Mapa topográfico que mostra as faixas e o pico Charleston ao sul. Observe que o Range 3 esta quase diretamente ao norte de Charleston Peak, proporcionando uma visão direta da área de base.

As duas últimas imagens da seção anterior, mostradas em conexão com os “corredores de evasão de radar”, juntamente com as imagens nesta seção, demonstram a geometria da paisagem subjacente a este evento e mostram o que pode ser visto em cada um dos intervalos. Hall facilitou a chegada da espaçonave avariada que utilizou brevemente as instalações básicas da área de esqui.

AS CRIANÇAS DOS ALIENS TALL WHITES, BRANCOS ALTOS DE APARÊNCIA NÓRDICA

Observe a referência aos playgrounds em praticamente todas as instalações da base dos seres aliens Tall White. Na verdade, as barracas meteorológicas usadas para o trabalho de Hall eram playgrounds para crianças dos TW. Ele especialmente interagiu com as crianças TW, deixando seu teodolito aberto e permitindo que as crianças olhassem através deles sempre que desejassem.

Em uma de suas entrevistas de rádio, Hall menciona que o “refrão constante do “Professor” era “Nós amamos nossos filhos mais do que a você”, e, de fato, se você sabe o que é bom para você, você abrirá todas as conversas com uma mulher branca alta dizendo: “Eu sei que você ama seus filhos mais do que nós amamos o nosso”.

Em sua entrevista com o Dr. Michael Salla, Hall menciona:

Um dos grandes itens [fornecidos aos aliens TW pelo exército dos EUA] era roupa infantil. Em meados da década de 1960, em pelo menos uma ocasião, a USAF comprou mais de US$ 600.000 [dólares de 1965 , como um dos leitores de Salla aponta!] de vestuário para crianças TW das lojas e armazéns da Sears em Los Angeles, Califórnia, pegou a carga em caminhões do governo, e enviou-a para Indian Springs Auxiliary Field, em Nevada. Os caminhões entregaram a roupa para a principal base dos Tall Whites na extremidade norte de Indian Springs Valley.

Vamos fazer um pouco de aritmética. Uma “roupa” para crianças hoje pode custar  cerca de US$ 75. Isso pode ser equivalente a, digamos, US$ 15 em 1965. Muito grosseiramente, a remessa pode ter contido cerca de 40 mil peças de “vestuário”. Uma criança pode exigir, digamos, três conjuntos de roupas para o seu guarda-roupas ao mesmo tempo. Mas nossos filhos superam suas roupas pelo crescimento. Assim como as dos aliens TW.

Além disso, uma vez que os TWs em geral vivem dez vezes o tempo que nós vivemos, seus anos de infância também podem ser de dez vezes o nosso. Portanto, se uma criança da Terra, gasta roupas durante seu crescimento de vez em quando, pode passar ou usar vários conjuntos de roupas, então cada criança TW poderia gastar por 3 x 5 x 10 = 150 roupas. Isso significa que a ordem de compra teria sido feita para cerca de 250 a 300 crianças TW com suas necessidades de vestuário.

Seria útil determinar quantas crianças estavam presentes na colônia extraterrestre dos TW. Se houvesse significativamente menos de 250 crianças, isso sugeriria que algumas roupas seriam para uso em outros lugares – ou em qualquer parte do planeta ou fora da Terra. Em uma carta, Hall indica que o número de crianças presentes pode ter flutuado muito ao longo do tempo, mas poderia ocasionalmente exceder 200.

Uma vez que houve fluxo considerável de seres dentro e fora da colônia, as crianças poderiam ter levado suas “roupas da Terra” com elas quando elas viajassem.

Para ajudar ainda mais a entender por que houve uma única compra grande, perguntei a Hall se a compleição física ou qualquer outra coisa sobre as crianças dos TW exigiria ferramentas especiais por parte do fabricante. Isso poderia ter ajudado a explicar o grande volume da ordem de compra, já que o fabricante precisaria de uma grande quantidade para cobrir o custo de refazer as peças.

Aqui está a resposta de Hall:

No que diz respeito à questão das roupas infantis, lembre-se de que a Sears fabricou e comercializou roupas infantis em todos os tamanhos e variações possíveis. As crianças TW tinham o mesmo tamanho que as crianças humanas da mesma altura apenas que eles tão simplesmente mais delgados, magros. As roupas para as crianças TW não precisava ser feita especialmente.

Lembre-se também de que as mães TW também fazem e alteram roupas para seus filhos, assim como as mães humanas o fazem. Uma noite, em um episódio que não aparece nos meus livros por várias razões, “A Professora” (uma mulher alien TW) veio com sua pequena menina. Sua menina estava usando um simples babado [flounce] em torno da cintura de seu traje, semelhante ao tipo de babador que as meninas costumavam vestir em seus trajes de banho.

A Professora alien TW orgulhosamente informou-me de que ela tinha adicionado a peça (o que significa que ela havia construído pessoalmente a peça e adicionado à roupa original – costura, etc.) porque queria que sua menina se sentisse como uma pequena menina bem vestida. A Professora TW ocasionalmente expressou sua preocupação porque todos os amigas de sua menina com sua idade eram meninos.

Ela afirmou, por exemplo, que uma das razões pelas quais ela gostava de ter sua menina brincando com a menina descrita no Livro um no Capítulo intitulado “In Remembrance Of ME” era porque queria que sua menina tivesse companheiros de brincadeira que também fossem garotas . A garotinha TW e a pequena menina humana eram tão semelhantes em personalidade. Ambas eram simplesmente “meninas pequenas”, até mesmo na roupa que ambas gostavam de vestir.

Deve ser dito: talvez os aliens TWs tivessem boas razões para duvidar do quanto amamos nossos filhos. Considere o que eles podem ter observado de nossa vida diária lá em torno da sua base e em Las Vegas. Para o qual eu poderia acrescentar que a história, The Wayward Wind, reproduzida em Paola Harris’ page, mostra como os TWs ficaram profundamente emocionados pela carta de Hall para seu pai, expressando amor por ele.

Esta pequena nota para o pai de Hall era tão importante para os TWs que – quem sabe? – pode ter afetado nossas relações com eles, naquele momento e para o futuro. Vários pontos notáveis ​​vêm à mente aqui:

Eles costuravam. Aparentemente, compartilhamos um senso de moda com eles.

Onde estão todas as pequenas garotas aliens TW? As pequenas garotas dos aliens TW devem existir em algum lugar porque as mulheres adultas TW estão presentes na colônia. Por que elas não vieram aqui?

Eles demonstram “amor” entre seus próprios pares; mas pouco por nossa espécie. Mas então, onde mostramos algo parecido com o amor por eles?

TALL WHITES VERSUS GENES E CONSCIÊNCIA

O livro recentemente publicado  Gods, Genes, and Consciousness ( Von Ward , 2004) estão atualmente sendo discutidos no Fórum Open SETI (II) sobre os “deuses”, Genes e Consciência .

Uma vez que o caso de contato direto com os extraterrestres “Tall Whites” é o primeiro a ser aberta e amplamente abordado no SETI, e como o esquema de Von Ward, conforme apresentado em seu livro, poderia ser usado para ajudar a entender a reação humana a todos os contatos, valeria a pena o leitor verificar esse fórum e esse tópico. A participação, além disso, é altamente encorajada.

Os seres extraterrestres da raça Tall Whites, nórdicos brancos altos representam uma aplicação interessante do termo avançado (AB) de Von Ward. Embora a sua tecnologia seja bem avançada m relação à nossa, neste momento atual de nossa história, a evidência sugere que por outras medidas menos tangíveis – a “sabedoria”, “inteligência”, “estatura moral” – podem ser bastante comparáveis ​​a nós mesmos. Este assunto merece muita discussão, espera-se que seja abordado no Fórum.

CONCLUSÃO

Este relatório nunca questionou seriamente a autenticidade do contato de Charles Hall com uma colônia de extraterrestres “Tall Whites, nórdicos brancos altos” na em sua base dentro do complexo da Nellis Air Force Range. A razão para isso é a natureza geralmente honesta e convincente do relatório de Charles Hall, por mais subjetiva que seja a avaliação. Se um “estudo científico” for exigido, outros podem realiza-lo.

Esta postura editorial é consistente com a posição adotada ao longo deste site da Open SETI Initiative, na qual afirmo que o “contato com ETs” ou mesmo a “busca por ETs” nunca deveria ter sido deixado nas mãos do establishment científico em primeiro lugar. É diferente de tudo o que a ciência normalmente faz; é muito mais uma questão de coleta de informações, que é provavelmente a forma como o trabalho mais produtivo nesta área foi realizado.

Este relatório é exatamente o que afirma ser: um adjunto ilustrado para as narrativas de Hall.

No entanto, se no processo de elaboração deste relatório, eu  encontrei problemas ou contradições chamando a narrativa de Hall para uma séria questão, então certamente esses problemas teriam que ser resolvidos antes que o relatório pudesse ser concluído e publicado – pelo menos na sua forma atual. Nada desse tipo aconteceu.

A próxima questão é considerar onde isso nos deixa. Havia, tão recentemente como a década de 1960, uma colônia bem estabelecida e possivelmente muito antiga de humanoides extraterrestres que já viviam dentro do enorme complexo militar da Nellis Air Force Range, antes mesmo dela existir, e naquela época o arranjo parecia ser seguro por muito tempo no futuro. Além disso, as relações da colônia extraterrestre com seus anfitriões humanos – o Exército e o governo dos EUA – eram amigáveis; a transferência de tecnologia deles para os militares dos EUA estava ocorrendo e os programas cooperativos maiores (que pareciam benignos para todas as partes, a propósito) foram contemplados.

Hall acredita que o acordo continua de pé até hoje, embora ele não tenha tido mais contato com eles desde que deixou o serviço ativo no exércitos dos EUA.

Os parâmetros da atividade de contato ou colônia são tais que teriam zero impacto em nossa sociedade, além da filtragem de qualquer coisa resultante da transferência de tecnologia. O contato parece ter sido fisicamente confinado apenas à atividade militar, embora haja aspectos preocupantes, como o que está sendo feito com todas as espaçonaves exploradoras baseadas lá. Para onde elas estão indo e o que eles estão fazendo?

Os livros e as entrevistas de Charles Hall estão disponíveis para o público há vários anos e não produziram qualquer impacto fora de uma comunidade de interessados no assunto. Certamente, este relatório não mudará materialmente essa situação de ignorância em relação a interação de nossa espécie com outras raças de seres extraterrestres.

Pensaríamos, dada a falta geral de interesse da massa ignorante e preguiçosa por esse tipo de coisa por parte dos cidadãos comuns, que nada é chamado a responder a esses relatórios.

Por outro lado, mesmo sem mais informações do que as disponíveis nos livros de Hall, o valor da pesquisa dos detalhes relatados por Hall é imenso … imensurável. O mero conhecimento de que  seres extraterrestres de origem estelar tão distantes que são tão semelhentes e tão parecidos com a nossa espécie é suficiente para provocar uma revolução nas nossas ciências, em nossa vida, em particular a bioquímica e a genética. Ou seja, seria suficiente o conhecimento se for usado corretamente.

Considere também a implicação das correspondências culturais próximas, como a capacidade desses seres para reconhecer e trabalhar com nossa hierarquia social. “Leve-me ao seu líder”, na verdade, já aconteceu. O grande problema aqui é: QUEM SÃO OS NOSSOS LÍDERES?

Os paralelos com nossa própria cultura planetária são … impressionantes ou condenáveis, dependendo se alguém acredita que pode ser verdade. Esta … a familiaridade de seus estilos culturais (e físicos) é, na verdade, um dos maiores desafios para a história, porque há muitos desafios nela. Minha posição é que é verdade e faríamos muito bem  começar a tentar entender o que essa interação significa para a nossa humanidade.

EPÍLOGO: UMA POSSÍVEL IDENTIDADE PARA OS SERES ALIENS TALL WHITES

  • Quem são os brancos altos?

  • O que queremos ao fazer essa pergunta?

  • Queremos dizer: que grupo de seres, sobre quem podemos ter conhecimento independente, são os Tall Whites?

Na verdade, existe um grupo candidato. No nosso relatório sobre o trabalho do escritor francês Anton Parks, Les Chroniques du Gírkù / Notes, descrevemos uma série de raças não humanas que parecem ter moldado nossa história e genética, e possivelmente influenciam ou manipulam a sociedade humana ainda hoje.

Um deles, a raça dos Imdugud, conhecido pelos babilônios como Anzu, na verdade é uma raça nativa do nosso sistema solar. Eles não são os famosos “Anunnaki”. Na verdade, há muito tempo eles perderam uma guerra contra os Anunnaki pelo domínio deste sistema solar da Terra.

Entre as características de correspondência interessantes dos Tall Whites e os Imdugud estão:

  • Humanoides brancos muito altos de aparência “Nórdica” e com pele branca

  • Muitas vezes tem olhos azuis

  • Emite latidos ou assobios

  • Solitário

  • Guerreiros / soldados

Parks acrescenta em comunicação privada que os Imdugud estão entre os poucos povos que praticam o parto natural e criam famílias. (A maioria usa engenharia genética e clonagem para sua reprodução e vivem prazos de vida muito longos ou indefinidamente longos, ou seja, são quase imortais em comparação ao nosso pouco tempo de vida na Terra).

No entanto, existem contradições, talvez a mais notável seja a sua aparente base doméstica na Terra. Embora os brancos altos nunca revelassem essa informação a Charles Hall, eles permitiram que ele acreditasse que não eram uma raça local, e, através de dados circunstanciais, Hall colocou sua origem estelar como sendo na estrela Arcturus ou outro sistema próximo. No entanto, também é possível que Arcturus seja simplesmente outra base – uma “segunda casa”.

Parks “lembra” que a partir de três ou quatro mil anos atrás, nosso sistema solar era a sua base doméstica. Embora eles sempre pudessem viajar, essa não era sua preocupação. Seguiremos esse novo desenvolvimento. Enquanto isso, os leitores interessados devem consultar o possível contato estendido com os aliens da raça Imdugud ou encontrar menção de Imdugud (Anzu) na seção sobre as raças aliens.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE): “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… As mesmas mentes das pessoas que estamos tentando despertar.
Mas até que nós consigamos despertá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso as transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle. E muitos deles estão tão habituados, tão profunda e desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”

Baalbek: plataforma de pouso para espaçonaves dos deuses Anunnaki


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Baalbek-aerea-large

Esquerda: BAALBEK, “O espaçoporto” dos deuses Anunnaki de Nibiru:

Localizado nas montanhas de cedro do atual Líbano onde as espaçonaves (os barcos celestiais) espaciais dos deuses ANUNNAKI (os deuses que vieram do céu) decolavam e aterrissavam

Localizado nas montanhas de cedro do atual Líbano onde as espaçonaves (barcos celestiais) espaciais dos deuses Anunnaki decolavam e aterrissavam desde tempos imemoriais. 

Por Zecharia Sitchin – Fonte: http://www.bibliotecapleyades.net/

O nome de um antigo local em ruínas – Baalbek no Líbano – já foi mencionado em despachos por correspondentes de guerra, cobrindo a última guerra em curso no Oriente Médio. Aviões israelenses foram vistos lançando bombas lá em treinamento e fornecimento de acampamentos de terroristas do Hezbollah, numa resposta olho por olho-dente por dente em resposta por ataques de mísseis deste último sobre território de Israel.

baalbek-mapa

Alguns dos despachos se referem às “ruínas romanas” da cidade – restos de templos que os imperadores romanos erigiram em honra dos deuses de Roma; mas pouca, ou nenhuma, menção se faz dos significativos vestígios arqueológicos do lugar muito mais antigos do que Roma.

Eu e aqueles que foram comigo ao local há vários anos, podemos atestar que as “ruínas romanas” estão de fato construídas sobre restos muito mais antigos de três magníficos templos, incluindo o maior templo de Júpiter construído em qualquer lugar do Império Romano, a própria Roma incluída – como mostra a reconstrução de um artista (clique abaixo da imagem).

Mas os romanos chegaram lá porque o lugar tinha sido reverenciado anteriormente pelos gregos. Pompeu, general conquistador de Roma, ofereceu ali sacrifícios em 60 a.C. imitando Alexandre, o Grande, que pagou no local homenagem a Zeus quatro séculos antes.

Os gregos vieram ao local porque o lugar era considerado um local sagrado originalmente já pelos mais antigos fenícios, babilônios, sumérios antes deles; e antes de todos os generais e imperadores e reis, Gilgamesh, rei de Uruk (a bíblica UR de Abraão e Sara) na antiga Suméria, também esteve lá por volta de 3.000 a.C. em busca da obtenção da imortalidade dos deuses.

baalbek-heliopolis

O “Campo de Pouso”

Sendo filho da deusa Ninsun e do sumo sacerdote de Uruk, Gilgamesh foi considerado não apenas um semideus, mas como “dois terços divino”. Isto, afirmou, lhe conferia o direito de evitar a morte de um humano comum e mortal. Sim, sua mãe lhe disse que: “para atingir a nossa longevidade você tem que ir para o nosso planeta, Nibiru (onde um ano – um Shar – equivale a 3.600 dos anos terrestres)”.

Então Gilgamesh viajou da Suméria (agora no sul do Iraque) para ‘O Local de Aterissagem” nas montanhas de cedro do atual Líbano onde as espaçonaves (os barcos celestiais) espaciais dos deuses Anunnaki decolavam e aterrissavam. A Epopéia de Gilgamesh, um texto encontrado inscrito em tabuletas de argila, na verdade descreve como Gilgamesh lá chegando testemunhou um foguete sendo lançado a partir do “Campo de Pouso” (Baalbek). Uma moeda fenícia mais tarde foi encontrada com desenho representado um foguete na posição de lançamento na plataforma (em destaque na imagem abaixo ).

baalbek-moeda

Como esta descrição mostra, a instalação de lançamento de foguetes estava localizada em uma grande plataforma; e de fato, o local muito antigo e verdadeiro em Baalbek abrangeu uma plataforma pavimentada com  gigantescos blocos de pedra lavrada de cerca de cinco milhões de metros quadrados!

Os colossais blocos de pedra !

A seção mais importante desse antigo local de pouso de espaçonaves oriundas de Nibiru é o seu canto noroeste, onde os restos do templo romano de Júpiter estão localizados. As ruínas estão sobre uma gigantesca plataforma feita de blocos imensos de pedra maciça que se elevam ainda mais alto por fileiras de blocos de pedra perfeitamente alinhados, pesando cerca de 600 toneladas cada um (clique abaixo na imagem).

Este ainda é um peso que nenhum equipamento moderno existente pode levantar, apesar de toda a nossa tecnologia atual. (Em comparação, os maiores blocos de pedra da Grande Pirâmide de Gizé, no Egito, pesam cerca de 25 toneladas cada).

Mas estes imensos blocos de pedra ainda estão longe de ser os maiores blocos de pedra lá existentes. Conforme descrito no meu mais recente livro ilustrado “The Earth Chronicles Expeditions”, as camadas sempre crescentes destes blocos de pedra formam, no canto noroeste, uma espécie de torre de pedra em forma de funil.

baalbek-trilithon

Acima um dos blocos de pedra maciços, chamado de trilithon, com tamanho de cerca de 25 metros de comprimento por 5 metros de altura e largura, totalizando um volume de 625 metros cúbicos de rocha maciça. Para comparação, no círculo vermelho estão assinaladas duas pessoas.

A parede ocidental da estrutura construída como uma torre foi reforçada com linhas de blocos de pedra que pesam cerca de 900 toneladas cada uma. Em cima delas, em um curso superior, foi composta uma plataforma por três blocos de pedra únicas pesando cerca de 2 mil toneladas cada um. Conhecidos como Trilithon, estes são os maiores blocos de pedra cortados em peça única e utilizados em construção antiga do mundo! (Clique abaixo da imagem).

A Pedreira

Os enigmas que cercam o local e os colossais blocos de pedra  não incluem um quebra-cabeça – de onde foram extraídos estes enormes blocos de pedra; porque em uma pedreira distante cerca de dois quilômetros de distância do local, resta um desses blocos, um menor com cerca de 1.100 toneladas, que ainda está lá – a extração da pedreira ainda inacabada. Para mostrar isso, e dar uma ideia de seu tamanho, eu coloquei o meu grupo em posição ombro a ombro no pé deste imenso bloco de pedra – um feito comemorado pela fotografia a seguir.

A pedreira está em um vale, um par de quilômetros do local onde “O Local de Pouso” dos Anunnaki foi construído. Isto significa que, numa remota antiguidade (talvez pré dilúvio), alguém teve a capacidade e a tecnologia necessária para cortar, modelar e TRANSPORTAR esses blocos de pedra colossais desde a pedreira – depois de levantar os  blocos de pedra e leva-los para o local de construção, e não deixar cair e soltar o bloco de pedra, mas colocá-los precisamente no seu local designado.

baalbek-trilithon-01

Eu coloquei o meu grupo em posição ombro a ombro no pé deste imenso bloco de pedra que esta na pedreira de onde os demais blocos foram retirados.

E as pedras ali permaneceram, intactas e inabaláveis, apesar da passagem do tempo, de catástrofes naturais e dos terremotos freqüentes que acontecem na área – permanecendo unidas em conjunto e no mesmo lugar, sem qualquer argamassa…

Construído antes do Dilúvio

  • Quem foi que a projetou e construiu?

  • Qual a tecnologia que foi utilizada para essa incrível façanha?

  • Quando e por que tudo foi feito?

Os cristãos maronitas que por gerações consideravam a si próprios como guardiões do local (antes de serem deslocados pelos muçulmanos xiitas), contavam lendas dos “gigantes” que haviam construído a colossal plataforma de pedra. Eu encontrei as respostas sobre o local nos textos sumérios antigos, e relacionei-os nos livros “The Stairway to Heaven” e “As Guerras de Deuses e Homens”.

centrodaMissão-anunnaki

A grande plataforma de pedras colossais foi de fato o primeiro Campo de Pouso dos Anunnaki, os deuses extraterrestres que vieram para a Terra, o local foi construído por eles antes que eles estabelecessem um espaçoporto mais adequado.

Foi a única estrutura que eles construíram que tinha sobrevivido ao Dilúvio, e foi usado por Enki e Enlil como uma espécie de sede central dos Anunnakis para a reconstrução da Terra devastada do período pós-diluviano. Esta base em Baalbek é a única estrutura Anunnaki na Terra existente desde antes do dilúvio.

Baalbek-aerea-large

A Oculta História do Sistema Solar, da Terra e do Programa Espacial


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

vishnu-lakshmi-universo

 História do Sistema Solar e do Programa do Espaço Secreto – Notas da Consciousness Life Expo 2016 – PARTE 4, FINAL

Fonte: http://sitsshow.blogspot.com.br

Esta é a apresentação mais bem-arredondada do Programa Secreto do Espaço e sobre a história do sistema solar que qualquer um deles já produziu. É um excelente lugar para começar a aprender sobre o que aparentemente está acontecendo sob a capa de segredo nos últimos milênios e eons. Aqui estão alguns pontos importantes a se considerar.


PRIMEIRA REUNIÃO DE COREY COM O CONSELHO DE ALIANÇA DO SSP:
  • David relata a história quando Corey conheceu o tenente-coronel Gonzales (nome fictício), uma figura da Aliança SSP, que trouxe Corey para uma reunião em uma grande sala na base LOC da Lua.

secret-space-program (1)

  • Corey diz que quando foi levado para a base LOC, ele foi puxado no palco e sentou na frente de muitas pessoas de alto nível militar tipo que compõem o Conselho Aliança SSP, para uma “entrevista desagradável”. [A Aliança SSP é composta de ex-membros da Cabala que comandam os programas espaciais secretos, que “são seres dificilmente angélicos”, para citar Corey. O que os distingue é o desejo de revelação total e o fim da escravização da raça humana, mas como David discutiu acima com as atrocidades cometidas pelos membros deste grupo, eles não têm sabedoria quanto à moralidade para realizar a mudança harmoniosamente. Eles não estavam felizes que os “caras mais difíceis do quarteirão”, os seres da Sphere Beings Alliance, queriam um outsider para representá-los, como detalhará Corey em breve]

  • David diz que esta é a mesma aliança que quer libertar as pessoas, dar a humanidade toda essa tecnologia tipo civilização ‘Star Trek’ que eles têm e fazem ‘despejo de dados’ ou divulgação completa, em contraste com o esforço de divulgação parcial dos outros membros das demais alianças com base na Terra.

  • David reitera que Corey foi trazido até o LOC e arrastado na frente do Conselho da Aliança SSP. Corey estava sendo chocado por pessoas na platéia, em parte porque ele tinha um boné de beisebol da NASA, sugerindo que não era o público certo para esse tipo de roupa.

  • Corey diz que havia uma dupla de caras na frente que perguntaram o que ele estava fazendo lá. Ele respondeu dizendo que não sabia; Enfiando as mãos nos bolsos nervosamente. Alguém da platéia gritou, “remova esse boné ridículo!” Referindo-se a seu chapéu de basebol da NASA.

  • Corey menciona que quando ele estava saindo da casa mais cedo, ele apenas pegou o primeiro chapéu que ele poderia encontrar, e isso só por acaso era um chapéu da NASA.

  • Corey continua sua narrativa da reunião do conselho da aliança SSP, de volta ao palco, tirou o chapéu, olhou para ele e percebeu o absurdo que era usar um boné da NASA na reunião do conselho da Aliança SSP, de todos os lugares, então lançou o boné fora para o lado.

  • Corey acrescenta que na noite anterior, sua filha decidiu desenhar um dinossauro verde na mão de Corey, que ainda era visível na reunião no dia seguinte. Perguntaram a Corey por que tinha uma imagem de um réptil na mão esquerda. Corey tentou esfregar o desenho, mas não foi bem sucedido.

  • David diz que durante cerca de 15 minutos isso estava acontecendo, e Corey não tinha ideia do que estava fazendo no local além do fato de que ele estava sendo ridicularizado.

  • Corey diz que todo mundo andava vagando pela sala por um tempo, mas depois todos ficaram quieto e as pessoas começaram a sentar. Ele se virou para ver Raw-Teir-Eir, o ser Blue Avian, de pé atrás dele. [Como uma sincronicidade interessante, o momento exato na reprodução de transmissão ao vivo quando Corey diz que este estava bem atrás dele, o timecode mostrava: 3:33:33.]

  • David diz que de pé ao lado do ser Blue Avian, Corey também vê uma das outras raças dos seres da Sphere Being Alliance, os seres com cabeça de triângulo.

  • Corey diz que esta imagem ainda está sendo trabalhada; que o tórax e a caixa torácica é realmente suave na aparência.

  • David diz que essa entidade é chamada de ser “Golden Triangle Head”.

  • Corey diz que neste ponto da reunião, o ser com Cabeça de Triângulo Dourado está apenas parado com os braços acenando um pouco, de pé sobre os dedos como tripés. Ele disse que o ser estava ondulado no lugar como uma parte normal de sua postura de pé.

  • David diz que o ser Blue Avian começa a falar telepaticamente com Corey.

  • Corey diz que ele está a interagir com Raw-Teir-Eir, um Blue Aviane depois se corrige, dizendo que o ser não é um ele ou ela (é sem gênero). O ser começa a interagir com Corey, dizendo-lhe telepaticamente o que dizer ao conselho da Aliança SSP sentada na frente dele.

ser-cabeça-triangulo-dourado

Seres com cabeça de triângulo, uma das cinco raças da Sphere Being Alliance.

MENSAGEM DOS SERES DA ALIANÇA ESFERA PARA A AGENDA SSP:

  • Corey diz que muitas pessoas no conselho da Aliança SSP estavam animadas, pensando que finalmente iriam encontrar-se com esta raça altamente avançada, com tecnologia poderosa que iria dar-lhes um plano para chutar e realizar seus objetivos para libertar a humanidade. Em vez disso, Raw-Teir-Eir lhes repetiu uma “mensagem de amor sobre o perdão” que não foi em nada compreendida por eles. Estavam fazendo piadas sobre colar margaridas em metralhadoras; Era como uma piada para eles. Eles são pessoas de mentalidade militar que pensam que precisam bombardear o caminho para sair de qualquer situação. [Este é um bom ponto na narrativa para apresentar a introdução do sitede Corey, que resume quem ele é, o que é a Aliança SSP, quem são os Seres Esfera e qual é a sua mensagem.]

Por Corey Goode

“Com todos os eventos que ocorrem “Acima e Abaixo” existe muita “Informação”, “Desinformação” e “Agendas” concorrentes que estão competindo por lugares férteis em nossa “Consciência” para plantar suas “Sementes”.

Algumas pessoas optaram por se concentrar em mais eventos “Down to Earth” e as batalhas sobre o “sistema de dívida financeira” (Babylonian Money Magic Slave System), “Financial Resets”, “Financial Jubilee” e dinheiro dotado para as massas em ” Assentamentos da prosperidade”. Há um elemento do que chamamos de “A Aliança” que está lutando contra a atual elite controladora (conhecida como a “Cabala” ou “Illuminati” entre outros nomes) aqui na Terra neste exato momento.

Algumas pessoas optaram por se concentrar nos eventos e batalhas mais “esotéricos” (por agora) que ocorrem acima da nossa atmosfera, no que muitos estão referenciando como “Programas Espaciais Secretos” e “Civilizações Dissidentes”. Há um monte de (para nós da Terra) novas tecnologias classificadas como secretas que estão em uso nestes “Programas” que estão sendo suprimidas e poderiam mudar completamente a natureza e a qualidade de vida de cada ser humano aqui na Terra. As tecnologias “Free Energy” acabariam com a necessidade das “Current Oil / Petro Energy Companies”, as tecnologias “Frequency and Light Healing” acabariam com as “Current Pharmaceutical Corporations”, a tecnologia “Neurological Interface” com as Grandes Instituições de Educação e o “academicismo estúpido” e as tecnologias “de Replicação Alimentar” e de ” Purificação Ambiental e Restauração do meio ambiente”, tecnologias que iriam acabar com a pobreza e a miséria, 

Como você pode imaginar a verdadeira ameaça à revelação não é que a humanidade não possa lidar com a verdade ou ser capaz de reconciliar a “Vida Cósmica” com suas crenças religiosas. A verdadeira razão é que essas tecnologias colapsariam imediatamente as economias mundiais e tornariam o “Sistema Babilônico de Escravidão Mágica ao Dinheiro” sem mais utilidade. Significa a “Perda de Controle” dos 0,01% (a Elite da CABALA) sobre as “Massas” e uma completa “Mudança de Paradigma”. Em suma, significa “Liberdade”! Liberdade pela primeira vez na história “conhecida” da ATUAL humanidade. 

Existe uma “Guerra Civil invisível” acontecendo entre vários grupos “SSP” ultimamente para alcançar este resultado. Relativa e recentemente, a “Aliança SSP” foi acompanhada por um grupo de “Seres” que ninguém tinha encontrado antes. Eles são um Grupo entre 6ª e 9ª Dimensão de Seres que foram referidos como “A Aliança Esfera”(Sphere Being Alliance). Estes novos “Seres da Aliança Esfera” desde então não só criaram um “Bloqueio Energético” em torno da Terra, mas também o fizeram em torno de todo o nosso sistema solar. Eles são um grupo não-violento de seres que trouxeram assistência principalmente na forma de uma “Mensagem”.

Alguns povos estão escolhendo agora centrar-se sobre esta “mensagem” que foi entregue pelos seres “Blue Avians” – uma das 5 raças: os “seres Orbe”, os “Blue Avians”, os seres com “Cabeça de Triângulo Dourado” e dois outros grupos que ainda não se revelaram para nós.

sphere-being-alliance

Algumas destas esferas gigantes de energia já foram fotografadas por diversos instrumentos da NASA.

  • Qual é a “Mensagem”? Todos os dias focar em se tornar mais orientado à doar “Serviço para os outros”(Altruísmo, compaixão, amor, caridade,). Concentre-se em ser mais “Amoroso” e “Concentre-se em elevar seu Nível de Vibração e Consciência” e aprender a “Perdoar a Si Mesmo e aos Outros” (e assim “Liberar-se do Karma”). Isso mudará a Vibração do Planeta, a “Consciência Compartilhada da Humanidade” e “Mudará a humanidade, uma pessoa de cada vez” (Mesmo que essa “Pessoa Única” seja você mesmo). Dizem para tratar o seu corpo como um templo e mudar para uma “Dieta Vibracional Superior” para ajudar nas outras mudanças. Isso soa para muitos como um  mensagem “Hippie de Amor e Paz” e que não vai fazer a diferença. Asseguro-lhes que o “Caminho” que traçam em “Sua Mensagem” é difícil. Mesmo na improvável chance de que essas tecnologias permaneçam “suprimidas”. Imagine em que mundo viveríamos se todos fizessem essas mudanças para si mesmos? Os seres Blue Avians também deram um aviso com esta “Mensagem”. Tentaram entregar esta mensagem ao planeta em “Três Outras oportunidades” e foram todas distorcidas pela humanidade. Eles deixaram “muito claro” que esta informação NÃO era para se tornar um “Culto ou Movimento Religioso” nem eu era para me colocar (meu “ego”) antes da “Mensagem” ou elevar-me a um status de “Guru”. Qualquer um que fizer isso deve ser evitado e responsabilizado, incluindo eu. Obrigado, Corey “GoodETxSG” aka “Luke”.

  • David diz que foi dito a Aliança SSP para essencialmente sentar-se apertado e mudar suas maneiras de pensar, porque as bombas, a violência e a guerra não vai resolver o problema. [Cada pessoa tem a responsabilidade de mudar-se, e no processo, o mundo mudará em torno deles]

  • Corey diz que a Aliança SSP já pagou um grande preço pelas duas atrocidades mencionadas anteriormente.

  • David acrescenta que algumas das pessoas que organizaram os ataques nas duas bases foram assassinadas por infiltrados da Cabala que chegaram à Aliança SSP.

DIVULGAÇÃO MAIS PARCIAL:

  • David diz que cinco dias depois da reunião ter acontecido, em 6 de março, um anúncio de que havia oceanos em Marte é liberado pela NASA.

  • David acrescenta que no mesmo dia, a NASA anuncia que Ceres será orbitado por um satélite para olhar os pontos brilhantes. Ele diz que a conversa de cientistas foi sugestiva de divulgação suave e que este é um esforço de divulgação parcial.

  • David acrescenta ainda que no mesmo dia, eles anunciam que a 22 anos-luz de distância, há um exoplaneta.

  • David diz que em 13 de março Vladimir Putin desapareceu , tornando-se uma grande história na imprensa.

  • Corey diz que houve dias e dias de reuniões no LOC, onde eles estavam trazendo políticos e pessoas comuns, de todo o mundo, para passeios. Essas pessoas que eram “médias Joes” estavam conseguindo ver seções do LOC que Corey não erafoi capaz de ver, sugerindo ainda que as relações entre Corey e a Aliança SSP eram tênues, na melhor das hipóteses.

  • David continua dizendo que mais tarde, o presidente Barack Obama vai ao programa Jimmy Kimmel Live e divertidamente diz que o SEU governo é dirigido por alienígenas.

  • David ouviu de vários de seus insiders informantes que Obama teve muitos problemas porque não deveria ter dito aquilo.

[Trecho da entrevista de Obama] [Kimmel] queria saber se Obama tentou chegar ao fundo dos “arquivos OVNI” sobre a misteriosa região desértica conhecida como Área-51.

“Os alienígenas não vão deixar isso acontecer”brincou Obama. “Você revelaria todos os seus segredos. Eles exercem controle estrito sobre nós”.

Mas o presidente Clinton disse uma vez que tinha verificado o assunto e não encontrou nada, Kimmel protestou. Obama respondeu: “Isso é o que nós somos instruídos a dizer”. 

  • David diz que no dia seguinte depois que Obama apareceu em Jimmy Kimmel Live, Putin reapareceu após uma ausência de dez dias, dizendo que ele estava bem.

EVENTOS ESTRANHOS NA CASA DE COREY:

  • David diz que depois que Corey foi trazido para assistir as reuniões múltiplas com o conselho da Aliança do SSP, foi perseguido em diversas ocasiões.

  • Corey diz que na época, a casa que eles estavam morando tinha medidores inteligentes, que em si não é algo grande, mas que em duas ocasiões, ambos os medidores morreram, e a cidade saiu para ver o que aconteceu, mas não puderam descobrir nada. As pessoas também estavam entrando em sua casa durante esse tempo, e ele decidiu instalar câmeras de vídeo de baixo custo para manter um olho nas coisas. Ele e sua família foram para uma viagem em um ponto, e em seu retorno, a energia na casa ficou muito estranha. Ele disse que a casa parecia que a coisa toda tinha sido torcida ao redor, com grandes rachaduras nas paredes e portas de algum tipo de perturbação. Ele disse que só aconteceu do lado deles do duplex. Havia rachaduras no lado dos vizinhos, mas apenas nas paredes que tocavam sua casa.

  • David revela imagens das paredes rachadas, mostrando claramente danos estruturais ao longo do que parece onde drywall tinha puxado longe de spackling nos cantos.

  • Corey reitera que antes de sua viagem, não existiam danos, tudo estava intocado.

  • David continua a mostrar imagens de rachaduras provenientes de portas indo para  uma parede, e movendo-se em direção ao teto. 

VAZAMENTOS EM CENTROS DE DADOS DO GOVERNO E MAIS DIVULGAÇÃO PARCIAL:

  • David diz que em 5 de junho, um hack ou uma quebra maciça de dados afetou todas as autorizações de segurança nos Estados Unidos. Ele diz que o artigo original da história foi derrubado pouco depois que ele saiu, mas ele foi capaz de encontrar uma cópia em archive.org [o link acima é de outra fonte de notícias].

  • David revê os artigos pontos-chave, dizendo que as informações de segurança de funcionários atuais e ex-funcionários do governo foi roubado.

  • David menciona que em novembro de 2015 outra violação de um empreiteiro de DHS (para verificações de antecedentes), com mais de 25.000 registros, foi invadido também.

  • Corey diz que as pessoas dentro da Aliança SSP e as alianças baseadas na Terra estavam trabalhando juntas para fazer esses super-hacks para coletar informações para o ‘grande despejo’ de informação de dados que é para um cenário de divulgação completa.

  • David menciona um artigo da NASA que saiu em maio de 2015 alegando que desenvolveram Warp Drive. Ele cobre o artigo.

  • Corey diz que este anúncio está plantando a semente da preparação que nós temos a tecnologia para viajar muito mais rápido do que com os foguetes químicos convencionais que nós tivemos no passado.

  • David acrescenta que esta é a preparação para o cronograma de divulgação parcial. 

Inner-Earth-to-Reveal-themselves-to-Humanity-aghartans

COREY VISITA UM ACORDO NA TERRA INTERIOR:

  • David menciona que em 3 de setembro de 2015 um grande evento acontece quando Corey visita a Terra Interior. [David e Corey discutem isto mesmo em grande detalhe, em uma sub-série de 6 partes em seu show Disclosure Cosmic. Abaixo está a sexta parcela, onde os links para os episódios anteriores podem ser encontrados] .

  • Corey diz que como uma criança, ele tem que visitar uma caverna de cristal na Terra Interior. Eles pediram a cada uma das crianças para que interagissem com os cristais como Empaticos intuitivos, mas não para tocá-los ou poderiam danificar os cristais ou eles próprios. Algumas das crianças foram capazes de fazer interface, enquanto outros não. Ele disse que eles usavam as crianças como uma “unidade USB”, porque elas foram levadas de volta, desqualificadas e depois tiveram suas memórias apagadas do evento.

  • Corey diz que os cristais tinham informações sobre eles, mas eles estavam vivos, então eles não estavam apenas armazenando informações, eles estavam constantemente processando e criando novas informações.

  • Corey acrescenta que essas cavernas estavam sendo “protegidas” por uma raça de dinossauros raptores, mas ele não sabia disso no momento em que visitou o local quando criança. Diz nesta imagem é uma descrição de umas dos dinossauros de rapina reais.

  • David diz que esses raptores guardavam a caverna de cristal, e que certos grupos que viveram dentro da Terra interna ficaram consternados porque não puderam ter acesso a eles, daí seu interesse em encontrar Corey.

  • David mostra uma imagem de outro dos seres que residem dentro da Terra-interior. Corey diz que esses seres são como homens das cavernas, encontrados pela primeira vez durante expedições à Terra Interior pelos alemães no início do século XX.

  • David diz que no dia 3 de setembro Corey foi trazido para uma sala dentro da Terra interior.

  • Corey diz que sabia que estava indo, mas não sabia quando e não tinha detalhes do que esperar.

  • David continua que ele terminou nesta sala onde ele teve que passar por uma cerimônia de limpeza, tendo que ficar nu, vestir roupas e sair da sala. Ele encontrou esses dois guardas de pé na entrada para outro quarto usado para reuniões que se parecem com isso:

  • David diz que eles são cavernas de pedra calcária maciça. Ele diz que Corey eventualmente fez uma visita às instalações subterrâneas, e o que ele viu foi incrível. Aqui estão algumas imagens que se  parecem com  o que Corey viu. [Aqui estão algumas imagens semelhantes às mostradas por David.]

  • Corey diz que as cidades nas cavernas foram construídas com moradias de pedra e áreas que eles trabalharam dentro e que foram iluminadas [como o que é mostrado acima]

naica-04

Caverna de cristais gigantescos descoberta em Naica, no México

  • Corey responde a uma pergunta da platéia sobre o quão profundamente abaixo da superfície as cidades estavam, respondendo que ele não sabia. Não lhe foi dito até que ponto abaixo da superfície ficavam as cidades da civilização da Terra (Inner Earth) Interior.

  • David diz que eles encomendaram imagens de artistas que foram usadas na série de Divulgação Cósmica discutindo a visita à Terra Interior. [Mostrado abaixo.]

  • David diz que um aspecto são essas cúpulas brilhantes de luz e os arranha-céus.

  • Corey diz que as cúpulas eram menores e os arranha-céus eram mais altos do que o que é retratado nas imagens. Ele acrescenta que havia espaçonaves voando ao redor dentro da caverna, e que algumas delas estavam atravessando direto através das paredes como se não houvesse nada lá. Disse que espaçonave era de uma configuração clássica do tipo UFO assim como oval e formato de grande charuto.

  • David mostra uma descrição do artista de onde os povos da Inner Earth cultivam seu alimento.

  • Corey diz que esta era uma enorme área de cultivo hidropônico. Ele então descreve outra área que ele diz que era uma reserva de vida selvagem.

inner-earth-terra-interior-goode

Esta é uma das imagens apresentadas por David, de cidades na Terra Interior, que Corey mostra o estilo de pilar, em seus projetos de construção.

ENCONTRANDO O CONSELHO DE ALIANÇA DA TERRA INTERNA:

  • Corey acrescenta que o parque fica completamente fechado em uma caverna gigantesca, mas tinha uma atmosfera simulada. E no centro da caverna, havia um obelisco esculpido, com uma bola de plasma pairando sobre o topo que era usado como um tipo de sol artificial.

  • Corey diz que o que David acabou de dizer soa tão fantástico, que a maioria das pessoas provavelmente pensará que inventaram tudo, mas na verdade, David não tinha ideia de que Corey viu o mesmo obelisco durante sua viagem à civilização da Terra Interior.David diz que ficou impressionado com esta parte da história de Corey, porque antes de ouvir isso, ele encomendou a capa de seu novo livro, The Ascension MysteriesO desenho final tinha um obelisco em primeiro plano com uma luz saindo do topo e Saturno desvanecendo-se no fundo. David mostra a imagem de seu novo livro.

  • David diz para tomar conhecimento de que Saturno está por trás de sua imagem. Ele então diz que Corey conhece alguns desses seres da aliança da Terra Interior e mostra imagens. [A Inner-Earth Alliance Council é um grupo de sete diferentes sociedades da Terra Interna (não se trta de Agharta), algumas afirmando ter 20 milhões de anos, a primeira raça humana evoluiu, enquanto outros afirmam ter se estabelecido abaixo da superfície após ciclos mais recentes da idade do gelo. Todos os grupos podem ser chamados de civilizações separatistas, porque cada uma é um remanescente de uma sociedade da superfície. Na maioria dos casos, a civilização raiz desapareceu, e a classe de sacerdotes ou elites dessa cultura se refugiou no subsolo, daí o termo civilização separatista. Os grupos da Terra Interior são geralmente de natureza xenófoba, acreditando na pureza racial e protegendo-se da população de superfície usando elaborados esquemas de desinformação. Alguns grupos mais antigos da Terra Interna afirmam ter ajudado a reiniciar a civilização na superfície depois de cataclismos maiores e menores. Supostamente a civilização suméria foi assistida por eles, em que falsamente apareceram como seus deuses para as pessoas da região. Em épocas mais recentes, devido às humanidades melhorarem a sofisticação tecnológica, apareceram à superfície como extraterrestres ou mestres ascendidos. Recentemente, esses grupos formaram uma aliança após muitas eons de isolamento entre si. Isso porque eles estão agora em risco de sofrer ataque da Cabala, e porque eles estão profundamente interessados em fazer contato com uma raça de seres que reverenciam da antiguidade, os Guardiões.

Black-Saturn-group-inner-earth

Um dos sete grupos do Conselho da Aliança Inner-Earth, cortesia de gaia.com.

David diz que eles parecem humanos, mas Corey menciona que seus olhos são um pouco maiores, e eles eram um dos três grupos usando pingentes estilo Saturno.

  • David então mostra outro grupo com um símbolo de ampulheta que tem uma aparência mais africana.Um dos sete grupos do Conselho da Aliança Inner-Earth, cortesia de  gaia.com .

  • David diz que seu cabelo é um pouco mais claro na cor, que você pode ver melhor nesta imagem:Cortesia de  gaia.com .

  • David mostra outro dos grupos de Saturno, com pele mais pálida, e uma pedra preciosa de estilo diferente.Um dos outros grupos pendentes de Saturno, cortesia de  gaia.com .

  • David menciona que Corey disse que a jóia usada por estes três diferentes grupos pendentes de Saturno corresponde a um lugar na Terra onde suas cidades ‘capital’ subterrâneas estão localizadas.

  • David introduz o grupo Omega, e mostra uma imagem: Um dos sete grupos do Conselho da Aliança Inner-Earth, cortesia de  gaia.com .

saturn_green-joia-goode

  • Corey diz que este grupo não parecia gostar muito de alguns dos outros grupos e que eles tinham uma aparência muito semelhante à população da superfície.

  • David mostra uma imagem dos últimos grupos pendentes de Saturno, que eram os mais espirituais de todos eles, e que também estavam hospedando a reunião do Conselho de Aliança da Terra Interior, ele e Gonzales estavam lá para participar. Um dos outros grupos pendentes de Saturno que hospedou a reunião, a sacerdotisa Kaaree à esquerda, cortesia de  gaia.com .

  • David mostra uma imagem do grupo pendente Star. Um dos sete grupos do Conselho da Aliança Inner-Earth, cortesia de  gaia.com .

  • David introduz o final, o grupo usando Swastika pendant,.Um dos sete grupos do Conselho da Aliança Inner-Earth, cortesia de  gaia.com .

  • Corey menciona que este grupo tem um cristal implantado em suas testas, sob a pele. David diz que alguns desses grupos alegam ter começado em torno de milhões de anos, mas eles são grupos separados. No entanto, a Corey foi dito recentemente, que eles formaram um conselho, porque a Cabala agora tem a tecnologia que é capaz de atacá-los. Mas o mais importante, desta vez o planeta vai sofrer uma transformação tão radical, que até mesmo o ambiente da Terra Interior será grandemente afetado, senão totalmente destruído, assim como toda a civilização da superfície da Terra e por esse motivo é NECESSÁRIO que todos se unam visando buscar o bem comum deixando de lado suas diferenças.

  • Corey confirma que a Cabala e outros grupos têm embaixadas abaixo da superfície.Relacionadas  Sub-Oceano militares – menores nível secreto programas espaciais | Há mais do que apenas uma área 51 – Veja por si mesmo

sacerdotisa-terra-interior-kaaree

A sacerdotisa Kaaree

REUNIÃO PRIVADA DE COREY COM A SACERDOTISA DA TERRA INTERIOR, KAAREE:

  • David menciona que após a reunião do Conselho da Aliança Inner-Earth com Corey e Gonzales, onde eles discutiram muitas coisas interessantes, Corey teve uma reunião privada com a sacerdotisa Kaaree. Aqui está uma imagem dela.

  • A sacerdotisa Kaaree de um dos sete grupos internos da Terra.

  • Corey disse que nessa reunião, eles tinham um tipo de experiência de fusão mental, quando suas mãos tocaram as dela.

  • Corey acrescenta que foi uma experiência completamente esmagadora, onde ele sentiu como seu corpo astral estava sendo puxado para o dela, com o dela para o dele e eles estavam meio que se fundindo no meio. Ela era muito telepática, capaz de percorrer as memórias de Corey com facilidade, procurando a experiência que ele teve na caverna de cristal quando ainda era uma criança. Enquanto isso estava acontecendo, ele estava recebendo flashes da vida dela também.

  • David lembra a todos que toda essa história da Terra Interior é contada em detalhes muito maiores em seu show de Divulgação Cósmica . [Veja os links acima para a sub-série da Terra Interior.]

A BIBLIOTECA DA TERRA INTERIOR E A SALA DE REGISTROS:

  • David mostra esta imagem e pergunta a Corey o que significa:

  • Uma bola de cristal realizada por uma mão metálica vista na parede da biblioteca do assentamento da Terra Interior,  cortesia de  gaia.com .

  • Corey diz que depois da melodia, eles entraram na biblioteca via teletransporte, e ele apareceu para ver uma escultura feita em ouro fino, quase como aço dourado, de uma mão, segurando uma bola de cristal, vindo do alto do teto.

  • Corey diz que, ao percorrerem a biblioteca, eles chegaram a fileiras e fileiras de pergaminhos, que se pareciam com isso.:

serapeu-alexandria-biblioteca

  • Corey disse que era como atravessar o tempo, vendo rolos velhos, tabletes, livros amarrados em materiais estranhos. Em seguida, ele chegou a livros mais modernos, prateleiras que tinham livros contemporâneos com números ISBN sobre eles. Ela disse-lhe que guardam somente cópias físicas dos livros que eles estão interessados no conteúdo, mas que também possuem cópias não físicas.

  • David continua com a história, dizendo que Corey acabou em uma sala com cadeiras em forma de ovo.

Levitating ovo em forma de cadeiras na Biblioteca.

  • Corey diz que nesta sala, as pessoas estavam estendendo as mãos com as pessoas para a superfície, ou eles estavam sentados em círculos tendo uma chamada de conferência através de contato telepático.

  • Corey acrescenta que havia bem mais de 200 cadeiras, apenas nesta área, para contatos telepáticos. [No show Cosmic Disclosure, Corey diz que os grupos da civilização da Terra Interior fazem contato com as pessoas na superfície através da canalização, alegando ser ETs ou mestres ascensos. Essa foi sua tentativa de esconder sua verdadeira localização das pessoas da superfície, e um esforço para elevar a consciência do povo em geral. Mas eles foram “repreendidos” por seus métodos enganosos pelos Seres Esfera durante uma reunião que aconteceu em janeiro de 2016.]

  • David mostra então uma imagem de um cristal solitário em um quarto, Corey perguntando o que significava:

Imagem de um grande cristal em uma sala de temperatura controlada dos grupos de terra interna tentando crescer.

  • Corey diz que quando Kaaree o levou para o Hall of Records, havia um grande cristal dentro de uma câmara que aparentemente estavam tentando regenerar. Foi então que ele percebeu por que era tão importante para o grupo de Kaaree ter acesso às suas memórias da caverna de cristal, porque eles foram capazes de usar essa informação para ajudá-los em seus esforços com este cristal.

mayan_group

Civilização Maia dissidente

A CIVILIZAÇÃO MAYA SEPARATISTA:

  • David então introduz a civilização separatista Maia, mostrando uma imagem de três seres, de descendência americana central, com chapéus de mitra, chapéus tradicionais usados frequentemente pelo Pontífice Romano.

  • Chapéus de mitra estilizados usados pela civilização separatista maia.

  • David diz que este grupo começou como os maias, se desenvolvendo tanto que eles finalmente foram capazes de deixar a Terra, formando uma civilização separatista nos subterrâneos.

  • David acrescenta que este grupo está realmente ajudando a curar o trauma das pessoas que trabalham no SSP.

  • Corey diz que isso é verdade, e que eles o ajudaram a curar suas experiências.

  • David acrescenta ainda que há muitos desses seres aparecendo agora, e eles estarão fazendo muita cura para as pessoas no futuro.

  • Corey diz que ele tem visto muitos deles ultimamente, dizendo que viu 11 em um local em um determinado ponto.

  • David diz que eles parecem estar se preparando para o grande momento em que suas habilidades de cura serão necessários.

  • Corey acrescenta que eles estão se preparando para entrar em operação quando ALGO acontecer.

HELICÓPTEROS NEGROS CHINOOK QUE SOBREVOAM EM TORNO DA CASA DE COREY:

  • David mostra o vídeo de helicópteros Chinook voando em torno da casa de Corey, que Corey tem pacientemente à espera.

  • Corey diz que, enquanto ele estava tentando para iniciar a gravação com seu iPhone e que o helicóptero fez um flyby muito perto, onde ele poderia ver alguém pendurado fora da nave perto o suficiente onde ele pudesse ver seu rosto. Foi quando Corey bateu registro que o piloto começou a se afastar e fazer círculos a uma maior distância, sugerindo que o piloto sabia que ele estava sendo gravado.

  • Corey diz que este sobrevôo ocorreu na manhã depois que ele foi informado por um ativo de alto nível que ele “precisa recuar de um cenário de divulgação completa, porque isso era irresponsável para o público”.

  • Corey diz que o programa de espaço secreto de nível inferior estava colocando ameaças contra ele, e ele pensa, que este foi o seu show de força para intimidá-lo. Ele diz que após esta gravação, eles voaram mais helicópteros militares em torno de sua casa por mais três dias, e então eles pararam. Ele esclarece que não havia bases militares perto de sua casa, e que isso era muito incomum.

  • David menciona que gaia.com está contratando de novo, e então leva a multidão para uma meditação de consciência. Após a visualização de um futuro mais brilhante para a humanidade, ele pede a todos para se levantar e abraçar o seu vizinho.

  • A conversa termina com Corey e David saudando os membros da platéia.

FIM


 vishnu-lakshmi-universo

Reunião secreta perto de Saturno discutiu o futuro da humanidade


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Nos três anos em que Corey Goode tem revelado suas impressionantes informações sobre programas espaciais secretos, civilizações extraterrestres e reuniões diplomáticas com alienígenas, tem havido uma constante construção de algumas revelações importantes sobre o futuro da humanidade. Parece que um limiar crítico foi alcançado em uma reunião em dezembro de 2017 perto do planeta Saturno, onde várias delegações se reuniram para discutir o futuro da humanidade à luz do término de 22 experimentos genéticos realizados por várias civilizações extraterrestres de aparência humanoide.

Reunião diplomática secreta perto de Saturno discutiu o futuro da humanidade

Em um artigo anterior, eu discuti o relatório de Goode sobre uma reunião da Super Federação de 16 de dezembro em que ele participou perto do planeta Júpiter envolvendo mais de 60 delegações extraterrestres de aparência humana, onde ele desempenhou o papel de porta-voz da Sphere Being Alliance. Este é um grupo de seres de dimensões superiores (de 6ª a 9ª dimensão de consciência) que estiveram agindo como uma espécie de árbitros Galácticos ao longo dos últimos anos para incentivar soluções diplomáticas para múltiplos conflitos da Terra envolvendo dezenas de grupos extraterrestres concorrentes, civilizações do interior (Inner Earth) da Terra, as elites globais (controlados por aliens negativos à serviço da agenda das trevas) e programas espaciais secretos.

Na reunião da Super Federação, Goode disse que lhe foi dito que retransmitisse às delegações extraterrestres reunidas que seus experimentos genéticos de longo prazo envolvendo a humanidade precisavam chegar ao fim, e que a humanidade seria deixada sozinha para determinar seu próprio futuro. Apesar de alguns protestos iniciais, Goode revelou que essa decisão foi aceita pela Super Federação, possibilitando outra reunião diplomática alguns dias depois (19-21 de dezembro de 2017), onde o processo de criação de uma nova Super Federação para assuntos humanos começaria.

Para alguns, o que foi escrito até agora pode soar delirante e muitos “exigirão provas” que comprovem pelo menos parte da história antes mesmo de considerá-la possível. No momento, no entanto, não há provas concretas para substanciar as alegações de Goode. Por outro lado, não há provas concretas para refutar qualquer um deles, apesar das tentativas determinadas por alguns críticos de desacreditar seu testemunho e credibilidade.

Nos três anos em que venho pesquisando e escrevendo sobre as incríveis asserções de Goode, não encontrei evidências de engano e decepção. Em vez disso, eu encontrei várias outras fontes corroborando suas informações de muitas perspectivas diferentes, por exemplo, denunciantes / insiders, documentos e eventos contemporâneos.

Minha pesquisa foi documentada em três livros até agora, que detalham, comparam e analisam suas incríveis afirmações. Compreendendo mais de 1200 páginas escritas e 1500 referências, a conclusão clara alcançada na Série do Programa Espacial Secreto é que Goode é muito credível, honesto e verdadeiro sobre os eventos que ele diz de que testemunhou e participou.

Além disso, eu me encontrei e me comuniquei com altos funcionários da inteligência militar que também aceitam as informações de Goode como sendo precisas, e silenciosamente o auxiliei com algumas informações de segurança nacional de alto nível. Se Goode estivesse perpetuando uma farsa, como alguns de seus críticos afirmam, duvido que funcionários de alto nível do governo o ajudassem.

Para aqueles atraídos pelas informações do Corey Goode, é necessário manter uma mente aberta e perspicaz para entender completamente o que ele está nos dizendo e como isso é relevante atualmente para as nossas vidas. As revelações de Goode não apenas nos informam sobre os principais acontecimentos históricos e processos políticos que não foram divulgados publicamente, mas também o que o futuro nos reserva.

Está claro que Goode foi escolhido para desempenhar um papel único e especial como testemunha de eventos  extraordinários e reuniões entre seres da galáxia que ocorrem hoje. Ele não tem outro papel formal, exceto ocasionalmente atuando como porta-voz da Sphere Being Alliance, quando eles optam por comparecer a reuniões diplomáticas fora do mundo. É quando Goode é usado para transmitir informações aos participantes, mesmo quando os membros da Sphere Being Alliance estão fisicamente presentes.

Isso foi espetacularmente demonstrado em uma reunião em março de 2015, onde Goode descreveu como ele apareceu no palco junto com dois membros da Sphere Being Alliance perante cerca de 120 VIPs e delegados extraídos de vários programas espaciais secretos, membros das elites globais e grupos civis privados, numa instalação secreta na Lua chamada Comando de Operações Lunares (LOC).

Corey Goode no palco do Comando de Operações Lunares com Blue Avian e Golden Triangle Headed Being. Fonte: Gaia.com/Credit: Steve Cefalo

Foi essa reunião de março de 2015 que lançou Goode em uma série de reuniões, sequestros, abduções e encontros, o que levou subsequentemente às reuniões de dezembro de 2017 que se tornaram as mais significativas ocorridas até agora.

É o papel de Goode como delegado da Sphere Being Alliance, e o status que isto lhe confere da perspectiva de outros grupos e forças, tanto dentro quanto fora do planeta, que exige que mantenhamos uma mente aberta e perspicaz para o que ele está nos dizendo. Goode está nos dando todas as informações vitais sobre os eventos que temos que enfrentar pela frente, e não devemos nos distrair com o barulho de vozes concorrentes que querem nos distrair, intencionalmente ou não, de importantes desenvolvimentos galácticos.

Isso me leva ao mais recente encontro galáctico que Goode participou, apenas alguns dias depois da reunião da Super Federação em 16 de dezembro perto de Júpiter. Ele discutiu essas duas reuniões em um artigo de 13 de janeiro e em sua entrevista de 27 de março na Cosmic Disclosure .

Goode descreveu ser levado a uma anomalia temporal quase idêntica perto de Saturno por representantes de sete civilizações da Terra Interior. A nave que o transportou tinha um total de 40 participantes da Terra Interna, incluindo os sete grupos.

Curiosamente, Goode diz que esses seres da Terra Interna são descendentes dos eus futuros da humanidade, um pequeno grupo dos quais o tempo viajou para o passado distante para manter uma linha do tempo ideal. Eles fizeram isso para garantir que Reptilianos Draconianos não dominassem o planeta abertamente, estabelecendo assim uma tirania global.

Representantes da Terra Interna embarcando em um disco voador levando-os e Corey Goode para a reunião de anomalia de Saturno. Fonte: Gaia.com/Credit: Daniel Gish

Goode diz que quando ele chegou na instalação de Saturno, ele se encontrou com representantes de 52 mundos civilizados do aglomerado local de estrelas em nossa região da Via Láctea. Em sua entrevista de 27 de março, Goode descreveu a aparência física desses representantes:

“Eles eram todos humanos de diferentes tipos, e a maioria deles não era caucasiana. Eram diferentes tipos de pele de azeitona, pele morena e até uma espécie de pele bronzeada. Mas eles eram representantes de cada uma das 52 civilizações nossas vizinhas de estrelas próximas do nosso sistema solar. E eles são basicamente nossos primos cósmicos. Eles são seres humanos, apenas de tipos diferentes”.

Ele apontou que um desses grupos, os famosos olmecas que haviam misteriosamente ajudado a desenvolver a civilização humana na América Central, eram de fato refugiados extraterrestres transferidos para a Terra devido ao controle draconiano de seu mundo natal. Goode falou sobre isso em sua entrevista de 27 de março:

“Muitas, muitas, muitas vezes na Terra em nossa história, refugiados foram trazidos de outros sistemas planetários para ficar aqui e viver aqui. E eles moraram aqui por muitas gerações às vezes. Isso foi os maias. Mas os olmecas, quando havia uma questão importante em seu sistema estelar, muitos deles foram trazidos aqui como refugiados para sobreviver aqui e esperar os problemas lá. Então eles foram trazidos de volta”.

Em entrevistas anteriores, Goode descreveu suas interações com “Mica”, o representante do grupo Olmeca, que anteriormente havia desempenhado o papel de Goode como representante da Sphere Being Alliance para sua civilização.


De acordo com Goode, os 52 sistemas estelares vizinhos ao nosso experimentaram histórias semelhantes às nossas em termos de corruptas elites globais secretamente aliadas a um grupo de extraterrestres descritos como Reptilianos Draconianos. Nestes sistemas estelares adjacentes, a Sphere Being Alliance apareceu e escolheu um único indivíduo para ser seu delegado / porta-voz nas negociações e luta subseqüentes para livrar o planeta dos sistemas corruptos de controle de elite (àserviço dos reptilianos de Draco) que afligiam esses mundos.
A este respeito, Goode disse :

Cada um deles ou esteve em contato com os seres Blue Avians ou com seres Golden Triangle-Head e passou por uma coisa similar que  a nossa em seu sistema planetário. 

Aparentemente, em todos esses mundos, a função do delegado / testemunha da Sphere Being Alliance era retransmitir o que estava sendo observado para o resto da população. Este foi um aspecto crítico no despertar de cada população planetária, para ganhar a liberdade de suas elites corruptas e senhores reptilianos.
Goode explicou:

Bem, eles nos disseram que éramos testemunhas, que éramos os canais para cada uma das nossas consciências coletivas, que cada um dos nossos grupos era uma consciência coletiva em nossos sistemas planetários em que estávamos, como aqui na Terra. A informação que eu estava recebendo, o que eu estava testemunhando, estava em nome da consciência coletiva aqui neste Sistema Solar.

Nessa última reunião em Saturno, Goode diz que ele foi escolhido novamente para representar o porta-voz dos membros da Sphere Being Alliance perante os delegados reunidos. Os três seres Blue Avians e Golden Triangle que estavam presentes disseram que iriam deixar a nossa realidade física e seriam substituídos por outros dois membros da Sphere Being Alliance, como Goode havia anunciado anteriormente em 2017.

Um reptiliano Draco Royal White, com cerca de 4,25 metros de altura, um pequeno par de asas, que esta no topo de comando das raças extraterrestres que controlam a Terra nos últimos milênios
Todos os presentes no encontro nas vizinhanças de Saturno foram posteriormente apresentados por Goode aos novos membros da Sphere Being Alliance, que “começaram a nos dar algumas regras terrestres cósmicas para ir adiante em nossa evolução”.

Eles seriam responsáveis ​​por ajudar a humanidade a entrar em uma era sem precedentes, onde ela não sera mais dominada por grupos extraterrestres concorrentes. Essencialmente, a humanidade seria plenamente informada sobre a verdade de sua situação global, e seria então capaz de determinar seu futuro livre do controle e manipulação de suas elites corruptas e da interferência se seres extraterrestres negativos.

De particular interesse foi a aparição de um grupo de entidades chamadas de “Sentinelas” na reunião de Saturno, que são guardiões de tecnologias ainda funcionais da Antiga Raça Construtora-ABR que têm até dois bilhões de anos de idade. Até aproximadamente 500.000 anos atrás, de acordo com Goode, as tecnologias da Antiga Raça Construtora-ABR foram usadas para estabelecer uma grade protetora muito poderosa em torno do nosso aglomerado local de 53 sistemas solares (52 + o nosso Sol), para manter fora as raças extraterrestres agressivas até que a grade foi destruída em uma ampla guerra interna do nosso Sistema Solar.

As Sentinelas se comunicaram com a Sphere Being Alliance em um show de luzes espetacular que todos os participantes testemunharam. Isso foi muito significativo, pois sugeriu que os Sentinelas continuariam com seu papel atual, garantindo que as tecnologias da Antiga Raça Construtora-ABR que continuassem a operar fossem acessadas apenas por indivíduos cujos padrões éticos e comportamento moral satisfazem as altas expectativas estabelecidas pela Sphere Being Alliance.

Seres Blue Avians, Golden Triangle Being, Sentinelas, representantes da Inner Earth e 52 representantes estelares locais na reunião de Saturno. Fonte: Gaia.com/Credit: Daniel Gish

Goode descreveu anteriormente como “Gonzales”, um comandante da Marinha dos EUA, havia sido rejeitado pelos Sentinelas quando se aproximou de uma das instalações funcionais da Antiga Raça Construtora-ABR. O Sentinela disse a Gonzales que ele não tinha humildade, e posteriormente foi feito um pedido para que Goode fizesse a mesma viagem mais tarde para aprender sobre a antiga instalação.

A tecnologia da Antiga Raça Construtora-ABR é particularmente relevante para nações com programas espaciais secretos militares, como o Solar Warden da Marinha dos EUA, que deseja estender conceitos militares contemporâneos como “domínio de espectro total” aos campos de batalha do espaço sideral. É duvidoso que as Sentinelas permitam que as tecnologias da Antiga Raça Construtora-ABR sejam usadas dessa maneira para o benefício militar de uma única nação ou planeta.

Goode foi informado de que uma nova e mais representativa Super Federação seria montada. Então, a humanidade recém-libertada e agora desperta, interagindo em uma base mais igualitária com os diferentes grupos extraterrestres, que se juntaria a representantes dos 52 sistemas estelares próximos.

Goode também disse que no encontro da Super Federação em 16 de dezembro havia um representante do “Conselho de 300” (um grupo corrupto de controle da elite à serviço da agenda de controle total dos reptilianos) sentado como chefe da delegação da Terra. Presumivelmente, nossa humanidade recém-desperta, em algum momento, escolherá um indivíduo mais representativo como porta-voz da humanidade para os assuntos galácticos.

Os Sentinelas

Será muito interessante ver qual processo é adotado pelos cerca de sete bilhões de habitantes de nosso planeta e / ou seus representantes políticos para escolher um ou mais delegados para uma Super Federação recém-reconstituída.  Eu duvido muito que a população global aceite as principais nações simplesmente escolhendo um representante similar como o Secretário Geral das Nações Unidas é nomeado sem qualquer tipo de participação da base.

Além disso, os seres da Terra (Inner Earth) Interior serão representados nesta Super Federação expandida, presumivelmente abrindo a porta para eles interagirem ainda mais com a humanidade superficial, e se revelarem publicamente no futuro próximo. Quanto a quando todas essas mudanças impressionantes serão reveladas publicamente, Goode discutiu uma série de “eventos naturais” provocados por um FLARE SOLAR (Ejeção de massa coronal do nosso sol) que irão atuar como o gatilho para a divulgação completa da verdade e o despertar maciço da humanidade.

© Michael E. Salla, Ph.D.

Fonte: https://www.exopolitics.org/

 

Cassiopeia


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

 A gloriosa rainha celeste

                                                           Constelação de Cassiopeia

Cassiopeia é uma constelação próxima do polo norte celeste, com aproximadamente 30 estrelas visíveis ao olho nu. As constelações vizinhas são: Camelopardalis (a Girafa), Cepheus, Lacerta, Andromeda e Perseus.

Essa constelação pode ser observada durante o outono nas cidades localizadas no hemisfério norte, desde a latitude 0° Norte até 90° Norte. Suas cinco estrelas mais brilhantes, juntas,  formam um “W” e por esse motivo é reconhecida como “o W celeste”, quando localizada abaixo do polo. Mas,  pode ser vista como um “M” quando está acima dele.

As estrelas que compõe o “W” da constelação de Cassiopeia são: Schedar (Alpha Cas.), Caph (Beta Cas.), Navi (Gama Cas.), Ruchbah (Delta Cas.) e Segin (Epsilon Cas.). A estrela Schedar é a considerada a mais brilhante da constelação. Schedar vem do árabe “shedir, que significa “seios”. Para os países árabes a constelação de Cassiopeia é conhecida como Caph (nome da segunda estrela mais brilhante dessa constelação).

Cassiopeia vem da mitologia grega e tem relação estreita com a constelação de Andromeda. A figura formada pelas estrelas remete a uma figura humana sentada em um trono (só que de cabeça para baixo). Para os gregos, o fato de estar de cabeça para baixo é por causa de uma punição.
Cassiopeia era esposa de Cefeu, o rei etíope de Joppa (atualmente, Jaffa, em Israel), e mãe de Andromeda. A rainha Cassiopeia era muito linda, porém, bastante vaidosa. Diz-se em uma das vertentes da mitologia que certa vez a rainha comparou a sua beleza e de sua filha a das Nereidas, entre as quais se encontrava Anfitrite, esposa de Poseidon. Como punição a essa atitude, o deus dos mares exigiu que a bela Andromeda fosse sacrificada ao mostro Cetus para que o país não fosse afundado pelas ondas. Mesmo inconsolados, os pais acabaram por acatar com a exigência.
Andromeda foi acorrentada em um rochedo, mas para sua sorte, Perseu passava por ali, viu a princesa e por ela se apaixonou. Perseu disse que mataria o monstro e a libertaria caso ela casasse com ele. E assim foi feito. Para não ficar impune, Cassiopeia foi transformada em constelação e fica maior parte do tempo de cabeça para baixo.
O artista japonês Kagaya, homenageia essa constelação através de um desenho acompanhado de um poema:

Cassiopeia, por Kagaya.
A gloriosa rainha da antiga Etiópia
No céu do norte
ela está destina a sonhar um sonho eterno
sentada no pitoresco trono das cinco estrelas.
Em seu sonho materno,
a linda Andromeda sorri um sorriso encantador na brisa
em pé, ainda, no jardim com vista para o mar.
(Kagaya)

Fontes:

O Retorno de Inanna: 14 – Tara


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Naga-povo-serpente

 TARA

“Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Capítulo XIV do livro “O Retorno de Inanna (Nibiru). Os deuses ancestrais e a evolução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

 “Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução.

piramide-vortice-luz-02Retornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.

Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER)“.


XIV – TARA

O que faz uma garota como eu quando perde tudo? Depois de uma época em que chorando dormia nos braços de minha mãe, comecei a me sentir como uma parva. Aqui estava eu, Inanna, a Rainha do Céu, escondida na casa de meus pais. Quando comecei a me recuperar me senti um pouco coibida e envergonhada.

Pela primeira vez comecei a refletir sobre o significado de minha vida e sobre o que tinha feito. No profundo de minha alma sentia uma angústia e me perguntava se outros deuses também a sentiam. Era algo estranho e novo para mim.

Naga-povo-serpente

Diariamente chamava a meu amigo Matali e conversávamos muito tempo. Matali era considerado como o melhor engenheiro de energia de plasma. Era um físico que podia consertar tudo.

De vez em quando apenas voava na espaçonave de Enki por amizade, mas fazia tempo se desiludiu do modo de vida dos deuses. Matali tinha se casado com Tara e foi viver com sua gente para começar uma nova vida.

Tara era da antiga raça do Povo Serpente, os Nagas, uma raça que viveu na Terra muitos eons antes que minha família chegasse a esse planeta. O Povo Serpente (Nagas) veio de um setor diferente da galáxia, vieram do sistema estelar de Altair, para viver no interior da Terra. Matali sugeriu que fosse com eles ao Reino da Serpente. Ele pensava que a mudança me faria bem, assim vieram me pegar na casa de minha mãe.

Tara e eu tínhamos chegado a ser muito amigas no Vale do rio Indo (em Harappa e Mohenjo Daro), onde ela tinha ensinado às minhas sacerdotisas as artes da dança. Ela tinha aprendido a arte da dança celestial dos Apsarás, os seres dançantes do céu. Tara era uma perita em dança. Por meio de uma concentração intensa ela podia levantar seu magro corpo no ar e executar movimentos celestiais de máxima elegância e graça. Das pontas de seus dedos até os sinos de ouro que cantavam brandamente sobre seus tornozelos, a dança da Tara é uma expressão deliciosa de sentimento.

Eu a amo tanto! A serpente tão desolada pôs seus braços a meu redor e começou a chorar. “Oh, minha querida amiga!”, expressou. Por um momento meu orgulho me impediu de chorar, mas muito em breve comecei a fazê-lo. A beleza da Tara não era somente física, procedia de seu interior. Ela possuía um tranqüilo equilíbrio de ser, uma sabedoria carinhosa. Todo isso a fazia atraente. Não é de estranhar que Matali a amasse profundamente. Ele nos olhava fixamente e de um modo amoroso, enquanto chorávamos uma nos braços de outra, e a espaçonave subia pelos céus procurando um portal do tempo.

O Reino do Povo Serpente era na verdade extenso. Dentro da Terra existem muitas cidades que resplandecem cada uma com torres de alabastro branco. O ar é fresco e é regulado por sistemas sofisticados cujas fontes de energia estão nos pólos da Terra. Há pomares e campos de cultivo que produzem mantimentos em abundância para sua gente. O Povo Serpente possui uma grande variedade de corpos: uns são humanos, outros metade serpente ou réptil.

Podem ver na escuridão e, com suas habilidades telepáticas, podem ter acesso às mentes de um grupo, se assim o desejarem. Eles possuem a capacidade do mimetismo, e são capazes de (e assim o fazem) andar em nossas ruas adotando a aparência humana de uma pessoa comum da superfície.

À medida que os dias passavam no Reino da Serpente, eu não deixava de fazer perguntas a Tara; rogava-lhe que me entregasse seus segredos. O que dava a ela essa integridade e essa beleza? Como podia eu obter esse estado mágico? Tara me contou muitas coisas, de como sua gente tinha vindo a este planeta fazia muito tempo para construir suas cidades e túneis subterrâneos. Contou-me que entre eles somente havia uma pessoa que sabia tudo, e que se chamava A Sábia, a Velha e Ancestral Mulher Serpente.

draconiano1Implorei-lhe que me levasse a ela. Fizeram-se acertos para que Tara, Matali e eu viajássemos juntos à morada da Velha Mulher Serpente. Seu nome é impronunciável em seu idioma atual; é um som que transmite amor. Dos ombros para baixo é mulher, mas dos ombros para acima tem a cabeça de serpente. Emana uma energia que eu nunca havia sentido antes e que não a tornei a sentir após.

Não é nem jovem nem velha e quando você trata de olhá-la fixamente se transforma continuamente ante seus olhos. Em um momento é beleza deliciosa, no seguinte um demônio furioso. Não obstante, a gente nunca sente medo em sua presença. É como se ela encarnasse tudo o que é, e isso está muito bem.

Quando me sentei frente a ela, fez um gesto indicando que sabia o que eu queria. Sabia quem eu erae tudo o que tinha feito. Parecia me conhecer inclusive além de minha vida como Inanna. Era como se sempre nos tivéssemos conhecido; como se de algum modo eu sempre tivesse estado em sua mente. Olhava-me com uma curiosidade familiar e compaixão. Não mostrou nenhum desejo de me controlar ou de me manipular. Encontrou prazer em minhas aventuras, em meu deleite e irradiava seu amor incondicional.

Pouco a pouco tudo o que nos rodeava se convertia em uma luz dourada intermitente, o tempo começou a derreter-se e senti que as dimensões convergiam. Em minha mente vi que a Terra tinha existido durante eons. Neste lugar da galáxia tinham existido três esferas e esta Terra atual era a terceira. Ao final de cada ciclo a esfera tinha sido destruída e em seu lugar se criou um novo planeta.

Tive uma visão do que foi a primeira Terra. Esta época mais sutil e mais amável que a da colônia nibiruense. Havia um grande amor no planeta e o seres que existiam estavam dedicados a retornar ao Primeiro Criador.

Nesse tempo vi, um dia, muitas ladeiras com grupos de pessoas, todos vestidos de branco sentados sobre as costas do mar. No topo de uma ladeira havia um pavilhão de mármore com colunas altas e debaixo destas havia doze casais em uma fileira em forma de meia lua. Começaram a cantar: “Illiii… OHhhh… AHhhh…”. Repetidas vezes estes tons fluíam pelas ladeiras até que tudo vibrava em som. Havia uma multidão de entidades com rostos brilhantes que entoavam as mesmas freqüências e, à medida que a energia incrementava, os seres começavam a converter-se em luz.

ereshkigal-inanna-povo-serpente

A princípio a luz somente rodeava seus corpos, mas logo seus corpos eram luz. Cada homem, mulher e menino sobre essas ladeiras se converteu em uma luz. À medida que suas freqüências continuavam pulsando e ascendendo, o som se convertia em uma espiral. Estas energias que se formavam atraíram para a luz em espiral anjos e outros seres elevados. Finalmente o Primeiro Criador aspirou essa espiral enquanto o prazer resplandecia através de todo o universo.

Em nosso estado de êxtase e prazer sublime, tínhamos presenciado uma ascensão em massa. Vida que alegremente retornava a sua fonte: o Primeiro Criador. De algum modo Tara, Matali e eu estávamos nesse pavilhão de mármore e, não obstante, estávamos ainda em presença da Velha Mulher Serpente. Era como se não existisse a separação dos eons, como se estivéssemos simultaneamente em ambos os tempos e lugares. Por nossos rostos corriam lágrimas de felicidade.

Em nossos corações agradecemos à Velha Mulher Serpente e nos despedimos dela. Nossos corpos estavam carregados de força elétrica, e foi suficiente por aquele dia.

De retorno para o reino dos deuses, Marduk estava conspirando e planejando. Nergal não se deu por vencido e estava formando alianças com os enlilitas, os inimigos de seu pai Enki. A animosidade entre os filhos de Enki e Enlil se concentrou na atmosfera da Terra. Das profundidades do Reino Serpente observávamos como os deuses se aproximavam cada vez mais da sua própria destruição.

Naga-povo-serpente

Continua …


(mais…)

Coreias preparam terreno para a PAZ em reunião histórica


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Coreias preparam terreno para reunião histórica: 

Representantes das Coreias do Sul e do Norte vão se se encontrar na próxima quinta-feira (29/03), em conversas diplomáticas de alto escalão, em preparação para a reunião histórica, em abril, entre os líderes Kim Jong-un e Moon Jae-in.Países marcam encontro diplomático de alto escalão para zona desmilitarizada.

Fonte: http://p.dw.com/p/2uu6E

 Objetivo é acertar detalhes para conversa entre Kim e Moon, a terceira entre líderes coreanos desde a guerra que dividiu a península.

Leia também: Líderes coreanos usaram passaportes brasileiros

Pyongyang aceitou a proposta formulada pela Coreia do Sul para realizar o encontro na fronteira desmilitarizada entre os dois países, onde se discutirão os detalhes da futura cúpula entre chefes de Estado.

Nordkorea Südkorea innerkoreanische Gespräche Moon Jae-in und Kim Jong Un (picture-alliance/AP Photo/A. Young-Joon)

TV em Seul mostra líderes norte-coreano e sul-coreano (esq.)

Será também na fronteira o esperado encontro entre os líderes dos dois países para tratar da desnuclearização da península coreana, uma reunião que ainda não tem data definida, mas deve acontecer em abril.

A delegação sul-coreana que irá ao vilarejo de Panmunjom será liderada por Cho Myoung-gyon, ministro da Unificação, enquanto os norte-coreanos serão representados por Ri Son-gwon, chefe da agência para assuntos intercoreanos.

Em pauta estará uma definição da data e a agenda para a reunião entre Kim Jong-un e Moon Jae-in, que será apenas a terceira entre líderes coreanos em seis décadas.

O esperado conflito nuclear na península da Coreia é mais uma agenda das trevas que não se realizará. O mundo quer PAZ

Emissários de Moon visitaram Pyongyang no início do mês, e representantes sul-coreanos conseguiram mediar a realização de um possível encontro entre Kim e o presidente americano, Donald Trump, para maio.

Os Jogos Olímpicos de Inverno, realizados em fevereiro na Coreia do Sul, foram o catalisador de uma aproximação extremamente rápida entre Norte e o Sul, separados pela guerra (1950-1953) e que permanecem tecnicamente em conflito desde então.

Estados Unidos e Coreia do Sul anunciaram na quinta-feira que as manobras militares conjuntas anuais, cujo início estava agendado para abril, serão mantidas, mas que o principal exercício será encurtado em um mês.

Nesta semana, porém, cresceu a preocupação na Coreia do Sul de que a nomeação como conselheiro da Casa Branca de John Bolton, defensor de um ataque preventivo ao regime de Kim, possa minar a aproximação entre as Coreias.

RPR/rtr/ap

Centenas de milhares de jovens marcham contra as armas nos EUA


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Marcha contra as armas em Washington

Centenas de milhares marcham contra armas nos EUA. Convocados por sobreviventes do massacre em escola na Flórida, atos levam multidões às ruas de Washington e centenas de outras cidades americanas por um maior controle de armas no país. O principal ato, intitulado “Marcha para Nossas Vidas”, aconteceu em Washington, onde os organizadores estimaram a participação em centenas de milhares de manifestantes.

Um dos momentos mais emocionantes do ato foi quando a sobrevivente Emma Gonzalez subiu ao palco e permaneceu em silêncio por seis minutos e 20 segundos. Ela começou seu discurso dizendo que o tempo em que esteve calada foi o mesmo que o atirador levou para matar 17 pessoas em sua escola na Flórida e depois citou, em meio a lágrimas, o nome de todas as vítimas.

Centenas de milhares de jovens se manifestam marchando em protesto contra as armas nos EUA

Fonte: http://p.dw.com/p/2uuti

Centenas de milhares de jovens norte americanos saíram às ruas em diversas cidades do país neste sábado (24/03) para protestar e pedir um maior controle da venda de armas no país. Convocado por estudantes sobreviventes do recente massacre na Flórida, os atos foram a maior manifestação antiarmas nos EUA dos últimos anos e um dos maiores protestos capitaneados por jovens desde a Guerra do Vietnã.

O principal ato, intitulado “Marcha para Nossas Vidas”, aconteceu em Washington, onde os organizadores estimaram a participação em centenas de milhares de manifestantes. O evento contou com diversos sobreviventes do massacre na Flórida.

“Hoje é o começo de um novo e brilhante futuro para o nosso país. Viemos para as ruas para exigir leis de controle de armas e bom senso. Nós somos a mudança”, disse Cameron Kasky, uma das sobreviventes do ataque, diante de uma multidão.

“Podemos ouvir as pessoas no poder tremendo”, afirmou David Hogg, outro sobrevivente. “Vamos garantir que pessoas melhores entrem nas nossas eleições, não como políticos, mas como americanos. Nós podemos e vamos mudar o mundo“, acrescentou.

Ato principal aconteceu na capital norte americana

Um dos momentos mais emocionantes do ato foi quando a sobrevivente Emma Gonzalez subiu ao palco e permaneceu em silêncio por seis minutos e 20 segundos. Ela começou seu discurso dizendo que o tempo em que esteve calada foi o mesmo que o atirador levou para matar 17 pessoas em sua escola na Flórida e depois citou, em meio a lágrimas, o nome de todas as vítimas.

Os manifestantes se reuniram em frente ao Capitólio, sede do Legislativo americano. Cartazes com a inscrição “Somos a mudança”, “Chega de silêncio” e criticando o lobby armas foram levados pelos participantes.

“Somos as pessoas que têm medo de ir para a escola, pois não sabemos se seremos os próximos. Nossa mensagem é que não vamos nos calar e continuaremos lutando. Nossa geração quer mudança”, afirmou Lauren Tilley, de 17 anos, que veio da Califórnia para participar do ato na capital americana.

A neta de Martin Luther King de apenas nove anos fez uma aparição surpresa na marcha e lembrou a luta de seu avô durante o discurso. “Meu avô tinha o sonho de que seus quatro filhos pequenos não fossem julgados pela cor da pele, mas pelo seu caráter. Eu tenho um sonho de um mundo livre de armas”, destacou Yolanda Renee King.

Emma Gonzalez na marcha contra as armas

Emma Gonzalez protagonizou um dos momentos mais emocionantes em Washington

Diversos artistas, como Ariana Grande, Jennifer Hudson, Miley Cyrus e Demi Lovato também participam do ato e se apresentaram no final da marcha. O presidente americano, Donald Trump, porém, deixou Washington na sexta-feira e passará o fim de semana com sua família em Mar-a-Lago, na Flórida. Em comunicado, a Casa Branca elogiou a coragem dos jovens em exercer seus direitos e destacou que a segurança das crianças americanas é a principal prioridade do presidente.

Nunca mais

Sob o slogan “Nunca mais”, mais de 800 atos foram realizados nos EUA e pelo mundo. Milhares de manifestantes se reuniram em Boston, Houston, Mineápolis, Atlanta, Los Angeles, Seatle, Chicago, e Parkland. Nesta última, 20 mil pessoas participam da marcha que terminou em frente à escola palco do último massacre que deixou 17 mortos em fevereiro.

Marcha contra as armas em Washington

Marcha foi organizada por sobreviventes de massacre na Flórida

Em Nova York, uma multidão foi às ruas do lado oeste do Central Park, entre elas o prefeito da cidade, Bill De Blasio. “O que estamos vendo agora é uma revolução pacífica para que haja uma mudança neste país”, disse o prefeito.

Entre os manifestantes estava também Paul McCartney. “Um dos meus melhores amigos foi baleado não muito longe daqui“, afirmou o cantor à emissora americana CNN, em referência ao seu colega de banda nos Beatles John Lennon, que foi assassinado à tiros em 1980.

Entre os manifestantes, há muitos jovens menores de 18 anos. Eles dizem que a liderança da juventude pode ser o diferencial que faltava para impulsionar uma legislação mais restritiva em relação às armas no país. Uma pesquisa recente revelou que 69% dos americanos apoiam essa mudança.

Paul McCartney na marcha contra as armas em Nova York

Paul McCartney participou de ato em Nova York

Os Estados Unidos têm mais de 30 mil mortes relacionadas a armas anualmente. Após o massacre na Flórida, os estudantes do colégio Stoneman Douglas lideraram uma campanha nacional de controle de armas, que forçou uma nova lei sobre o limite de idade para compra de armamento no estado.

Trump, que recebeu uma enxurrada de críticas ao sugerir armar os professores nas escolas, chegou a sinalizar certo apoio à redução do acesso às armas, como elevar o limite de idade para compra de 18 a 21 anos. Ele acabou voltando atrás mais tarde, e chegou a ser acusado por seus opositores de fazer lobby para a Associação Nacional do Rifle (NRA).

Atos em apoio à marcha americana ocorreram ainda em diversas cidades da Europa, como Bruxelas, Londres, Roma, Berlim e Paris. Nesta última, cerca de 100 pessoas protestaram próximo à torre Eiffel. (CN/afp/ap)


Marcha contra as armas em Washington

Deixem brilhar a sua LUZ !


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Amados mestres, durante esses tempos de transformação acelerada e mudanças caóticas, formaram-se entre as raças, religiões e culturas do mundo dois grupos principais bem definidos. São muito perceptíveis sob nosso ponto de vista nos reinos superiores. 

Aqueles que têm fé em si mesmos e no futuro, e estão se esforçando de todas as formas possíveis para fazer um mundo melhor para si mesmos e para os demais, possuem campos áuricos resplandecendo com a Luz, que se prolonga na direção exterior em círculos cada vez maiores, influenciando tudo e todos ao seu redor. Muitos de vocês tornaram-se transformadores e sentinelas de poder para a afluência da LUZ Divina que está buscando uma fonte para se ancorar na Terra …

Mensagem Canalizada por Ronna Herman – Fonte: http://www.ronnastar.com/

COMPARTILHEM A SUA VISÃO

 … Conforme já dissemos muitas vezes, o amplo espectro de Luz poderoso e transformador é a energia do Fogo Sagrado necessário à Terra e à humanidade para fazer a transição, de maneira bem sucedida, do amplo espectro, denso, da dualidade das dimensões inferiores para a liberdade expandida e Luminosa da quarta superior e da quinta dimensões.

Milagrosamente para vocês, as Almas fiéis, que têm os olhos e corações concentrados em um novo futuro brilhante, suas visões e sonhos estão se realizando de forma mais rápida do que jamais poderiam imaginar. Suas capacidades intuitivas estão se tornando mais fortes e mais precisas, e vocês estão tornando-se rapidamente exímios na comunicação mental com os seus guias e professores nos reinos superiores.  Suas habilidades de manifestação estão melhorando, porque vocês sabem que devem ater-se às leis universais da oferta:

Primeiro, devem ter um pensamento semente conciso e claro daquilo que vocês desejam manifestar (isso se faz ao utilizar  os atributos da Vontade Divina, o Primeiro Raio de Deus, o Raio Azul, o Pai);

Segundo, devem solicitar a ajuda do seu Eu Superior e dos assistentes angélicos, afirmando: “Eu peço isso ou algo melhor para o meu bem maior e o resultado mais benéfico para todos”.

Os atributos da Vontade Divina, o Primeiro Raio de Deus, o Raio Azul, o Pai. Vocês devem também acrescentar o combustível emocional, sincero, aos seus pensamentos sementes (essa atividade utiliza os atributos do Segundo Raio, amor, sabedoria de nosso Deus Mãe).

Terceiro, devem tomar as medidas necessárias para trazer os seus sonhos à realização (isso por aplicar os atributos dinâmicos do Terceiro Raio), aproveitando-se de todas as qualidades, atributos e virtudes da Consciência Divina do Terceiro completo ao Sétimo Raio.

O medo é a emoção predominante das massas que ainda estão presas no turbilhão da negatividade da estrutura de crença da consciência de massa do paradigma atual. Medo do futuro, medo da escassez, do governo, das empresas, de outras crenças religiosas, das raças e culturas diferentes, e até mesmo medo da ira divina. Há aversão e medo daqueles que olham, pensam ou agem de modo diferente, e acima de tudo, existe medo de mudar e da mudança. 

Eles temem, portanto, criticam, julgam e censuram severamente, com raiva e frustração, criando formas pensamentos de negatividade e medo ainda maiores e mais poderosas em torno de si. Essas Almas pobres e desiludidas estão criando um vórtice maior de negatividade sempre crescente ao redor delas e dos seus entes queridos, assim atraindo aquelas coisas que mais temem. Estão presos em uma teia de profecias de auto-cumprimento que reforçam suas crenças e mantêm-nos acorrentados ao mundo ilusório de sofrimento, escassez e caos.

Algum dia, eles também elevarão os seus olhos e corações para os céus, e responderão aos sussurros do Espírito, quando se voltarem para dentro, para o conforto, segurança e a orientação do seu próprio Eu Superior. Todavia, conforme vocês estão cientes, um ciclo cósmico grandioso está rapidamente chegando ao fim; e a Terra está avançando em espiral para uma nova posição no sistema solar independentemente de quem esteja pronto para ascender com ela ou não. E assim, meus amados Portadores da Luz, é aí onde vocês entram. Esta é a grande oportunidade para DEIXAR BRILHAR A SUA LUZ E COMPARTILHEM A SUA VISÃO.

Deixem brilhar a sua LUZ, transformem-se em um diamante a partir da transmutação do escuro carbono do corpo humano.

Sim, nós ouvimos e compreendemos os seus protestos. Vocês acham que não são bons ou sábios o suficiente para ensinar. Isso assusta tanto a alguns de vocês que vocês querem afastar-se e não fazer mais esforços para expandir sua consciência e reivindicar sua mestria. Esta mensagem é para assegurá-los, amados, que vocês já são professores para aqueles ao seu redor. Estão ensinando pelo exemplo. Estão ensinando por meio das palavras e das ações. Estão ensinando a cada palavra que falam e a cada forma pensamento que enviam em direção aos éteres. Seu campo áurico influencia as pessoas ao seu redor de modo positivo ou negativo.

Vocês estão irradiando amor, fé, esperança e liberdade? Talvez vocês não estejam contribuindo para o medo e a negatividade; no entanto, deixem-nos garantir que vocês não podem permanecer em um status quo de inércia. A lei universal exige que, a fim de manter um fluxo constante de Amor/Luz do Criador, isso deve fluir em vocês e então irradiar-se de vocês, após tomarem a parte de que precisam. Esta é uma lei imutável, infalível.

Em mensagens anteriores, explicamos-lhes como os Avatares, os Mestres Ascensos, o Reino Angélico e os grandes Seres de Luz, juntamente com um número de terráqueos Iniciados no Caminho, estarão trabalhando juntos sob a direção do Conselho Cósmico de Luz para produzir os ensinamentos de sabedoria avançada para estes tempos, sem precedentes, de transformação e ascensão. Não se enganem, todos vocês que estão no Caminho são professores, quer de maneira formal, quer apenas pelo exemplo, e o que é necessário acima de tudo é o seu brilho.

Lembrem-se, vocês atraem a energia e irradiam-na a partir do seu Centro de Poder Solar (na frente e atrás). À medida que a sua Assinatura Energética se tornar mais refinada e for sintonizada com as frequências superiores de Luz, vocês ainda atrairão uma parte do meio espectro da substância da Força de Vida Primordial, enquanto ainda estiverem em um ambiente de terceira/quarta dimensões.

Contudo, ela vai misturar-se e fundir-se com as Partículas Adamantinas de Luz de frequência superior e serão automaticamente transformadas, por sua intenção amorosa, em energia de frequência superior à medida que vocês alinham seu livre arbítrio com a Vontade de nosso Deus Pai/Mãe.

Todos nós somos feitos (a Alma, uma Centelha da Luz Divina) à imagem e semelhança do nosso criador que é pura LUZ.

Vocês são aqueles que precisam ser os recipientes e os transformadores da Luz Divina do Criador Supremo, que é filtrada para vocês a partir do nosso Deus Pai/Mãe. Assim como nossos amados pais universais  reduzem e filtram a Luz do Criador em direção aos sóis galácticos, e então a converte através dos sóis do seu sistema solar, vocês são necessários para filtrar a Luz através de vocês. Devem, então, ativá-la com o seu amor incondicional e irradiá-la em direção ao mundo.

A única maneira que vocês podem tornar-se recipientes puros de Luz é tornando-se Mestres de Si Mesmos, e a única maneira que vocês podem fazer isso é transformar-se em “Iluminados”, por meio dos ensinamentos de sabedoria que vocês receberam.  Isso exige que integrem esses princípios cósmicos em suas vidas de modo que se tornem exemplos vivos e Luzes-guias.

A fim de tornar-se afluentes vivos do Rio da Vida, vocês devem preparar-se para permitir que a Essência da Vida flua para dentro e através de vocês. Devem utilizar o que precisarem e deixar que o restante flua adiante, pronto e disponível para ser moldado em novas e maravilhosas criações. Desta forma, vocês se tornarão Portadores e Servidores da Luz. Esta é a mensagem definitiva de todos os ensinamentos que lhes demos durante esses últimos anos. Este é o objetivo da Automestria. Este é o caminho da ascensão.

Permitam-nos dar-lhes algumas reflexões para ponderarem até que nos reunamos novamente no próximo mês:

* O processo de iluminação começa quando vocês trocam sua personalidade humana egoica e consciência do hemisfério esquerdo, voltada para o exterior, para incluir a consciência intuitiva, voltada para o interior, do seu hemisfério direito, e começam a ouvir o Eu-Alma, o SER REAL.

* Novas trilhas são abertas no cérebro à medida que vocês começam a liberar os pacotes de luz da sabedoria e da sua história armazenados nos níveis dimensionais superiores da sua Mente Sagrada. As antigas trilhas e memórias dolorosas do passado da terceira e quarta dimensões  começam a desvanecer-se, e vocês descobrirão que se torna cada vez mais difícil lembrar-se dos fracassos e sofrimentos das suas vidas passadas. Não lhes dissemos que vocês estão curando o passado, enquanto se movem em espiral para o futuro? Vocês vão se lembrar de quem são e da sua história, mas apenas dos eventos positivos e harmoniosos.

Símbolo do Sétimo Chakra, da Coroa, de cor Violeta, no topo da cabeça.

* O momento do despertar é quando o fogo da Kundalini acende-se no chackra raiz e eleva-se pela coluna vertebral através do sistema de chackras, abrindo os Sete Selos da Consciência Superior. A medula oblonga (bulbo) ou Chackra da Ascensão, que algumas vezes é chamado de Boca de Deus, é ativado e a glândula pineal começa a pulsar e a funcionar conforme foi concebida originalmente a fazer. 

Isso, por sua vez, abre o chackra da coroa ou lótus da Iluminação, no topo da cabeça, conectando-se assim, com a coluna de Luz brilhante, que finalmente conduz ao Eu Divino ou Presença Eu Sou. Uma vez que vocês fizerem tal conexão, estarão mudados para sempre. A concessão do poder ao Espírito começa a fluir através de vocês à medida que começarem a reivindicar a mestria do Eu juntamente com os dons da sua herança divina. 

* Vocês estão retornando ao seu estado natural de Ser, e estão reivindicando sua consciência cósmica enquanto se purificam e se preparam para ser os novos protótipos “Adão e Eva” da nova Galáxia Dourada do futuro.

* Vocês devem procurar alinhar-se com as muitas facetas do Eu Superior e sempre se empenhar para o bem maior. Vocês não são mais indivíduos centrados apenas no seu próprio bem estar à medida que mergulham mais profundamente na Unicidade do Espírito. Conforme entram em um estado de pureza, acessam também  um estado de graça, e é aí que a magia começa. Haverá a reestruturação neurobiológica do cérebro, e vocês atingirão finalmente um estado irreversível de Consciência Cósmica.

* Estejam certos de que a iluminação das massas é possível nesta existência, e cada um de vocês tem um papel essencial a representar neste grandioso drama.

O EU SUPERIOR

O EU SUPERIOR

* A Era do Sétimo Raio e da Chama Violeta é um ponto fundamental no processo da evolução, em que a Chama Trina da Consciência de Deus acelera de forma dramática sua influência direta sobre a Terra e a humanidade. À medida que acelera, gira ou move-se em espirais descendentes, através do Sétimo Raio, para cima, desde os grandes e eternos Fogos Violeta dentro da Terra, e para fora, na frequência de dentro dos centros cardíacos de vocês, os iluminados Portadores da Luz ao redor do mundo.

Esse Elixir Divino de Fogo Cósmico é criado pela fusão dentro da unicidade da Chama Azul da Vontade Divina do Pai com a Chama Rosa do Amor Divino da Deusa, juntamente com a radiante Chama Dourada da Sabedoria Divina. 

Tal ação em espiral traz uma combinação das Chamas Rosa e Azul com um núcleo da Chama Dourada, assim criando a Chama Violeta Sagrada. Isso cria uma alquimia divina através da qual todas as energias discordantes ou desarmônicas podem ser transmutadas ou transformadas na substância positiva da Força Divina. Ela contém todos os dons e bênçãos do nosso Deus Pai/Mãe, que os disponibiliza para vocês, seus filhos e filhas Solares ou “Sóis Iluminados”, que nasceram da sua união sagrada.

Amados, no futuro será normal viver dentro do campo áurico de um mestre, de um Ser de Luz distinto, ou em raras ocasiões, de um arcanjo. Vocês, os candidatos no Caminho, estão construindo uma ponte entre o mundo material e o mundo do Espírito.

A CHAMA TRINA

A Luz do intelecto e a Luz da razão trazem a sabedoria e a compreensão, porque elas abastecem a natureza mental com o combustível que os capacita a compreender e dominar o mundo da forma. Antes de encarnar, vocês concordaram em iluminar a senda e mostrar o caminho para aqueles que os seguem.

Vocês devem ser diligentes em sua busca pela verdade e devem ter um desejo intenso e disposição para servir, se quiserem se juntar às fileiras dos mestres. Vocês estão agora no processo de ajustar-se às frequências superiores das correntes eletromagnéticas de Luz. O Eu-Alma encoraja-os a tornar-se conscientes das leis universais de modo que possam aproveitar plenamente suas capacidades criativas concedidas por Deus. Corações valentes, nós os envolvemos em nosso campo áurico de proteção e irradiamos-lhes o eterno amor e gratidão do Conselho Cósmico de Luz. Estamos com vocês, sempre.

EU SOU o Arcanjo Miguel.

Tradução de Ivete Brito – adavai@me.com/

Brasil e o mapa de Piri Reis


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

O misterioso e incrível Mapa de Piri Reis: Em 9 de novembro de 1929, enrolado em uma prateleira empoeirada do famoso Museu Topkapi, em Istambul, na Turquia, dois fragmentos de mapas foram encontrados. Tratava-se das cartas de um almirante turco, Piri Reis, célebre herói (para os turcos) e pirata (para os europeus), que nos deixou um extraordinário livro de suas memórias intitulado Bahrye, onde ele relata como preparou estes espantosos mapas. 

Nome completo: Hadji Muhiddin Piri Ibn Hadji Mehmed, Reis/Rais é a palavra árabe para a função de capitão de uma embarcação.

Extraído do livro de  Graham Hancock. (2001)  “As Digitais dos Deuses“, traduzido por Ruy Jungmann. Editora Record.

Sua obra já era conhecida há muito tempo, mas somente adquiriu importância após a descoberta de tais cartas, ou melhor, após as cartas e o livro terem sido confrontados e averiguados sua veracidade. Descendente de uma tradicional família de marinheiros, suas façanhas contribuíram para manter alto no Mediterrâneo o prestígio da marinha turca. Em sua obra são descritas em detalhes as principais cidades daquele mar e apresenta ainda 215 mapas regionais muito interessantes. Afirma ainda em sua obra que: “a elaboração de uma carta demanda conhecimentos profundos e indiscutível qualificação”.

No prefácio de seu livro Bahrye, Piri Reis descreve como se baseou e preparou este tão polêmico mapa, na cidade de Galipóli, entre 9 de março e 7 de abril de 1513. Declara aí que para fazê-las estudou todas as cartas existentes de que tinha conhecimento, “algumas delas muito antigas e secretas”Eram mais de 20, “inclusive velhos mapas orientais de que era, sem dúvida, o único conhecedor na Europa”.

Piri Reis era um erudito, e o conhecimento que tinha das línguas espanhola, italiana, grega e portuguesa, muito o auxiliou na confecção das cartas. Possuia inclusive um mapa desenhado pelo próprio Cristóvão Colombo, carta que conseguira através de um membro de sua equipe, que fora capturado por Kemal Reis, tio de Piri Reis. Os mapas de Piri Reis são uma preciosidade ilustrada com imagens dos soberanos de Portugal, da Guiné e de Marrocos.

Na África, um elefante e um avestruz; lhamas na América do Sul e também pumas. No oceano, ao longo dos litorais, desenhos de barcos. As legendas estão grafadas em turco. As montanhas, indicadas pela silhueta e o litoral e rios, por linhas espessas. As cores são as convencionalmente utilizadas: partes rochosas marcadas em preto, águas barrentas ou pouco profundas por vermelho.

A princípio não lhes foram atribuídas o devido valor (como sempre ao longo dos tempos a prepotência humana prevalece). Em 1953, porém, um oficial da marinha turca enviou uma cópia ao engenheiro-chefe do Departamento de Hidrografia da Marinha Americana, que alertou por sua vez Arlington H. Mallery, um especialista em mapas antigos. Foi então quando o “caso” das cartas de Piri Reis veio à tona.

Mallery fez estudar as cartas por algumas das maiores autoridades mundiais do assunto, como o cartógrafo I. Walters e o especialista polar R. P. Linehan. Com a ajuda do explorador sueco Nordenskjold e de Charles Hapgood e seus auxiliares, chegaram a uma conclusão sobre o sistema de projeção empregado nos mapas que fora então confirmada por matemáticos: embora antigo, o sistema de Piri Reis era exato.

Além disso, o mapa traz desenhado, na parte da América Latina, algumas lhamas, animais desconhecidos na Europa, àquela época. Também as posições estão marcadas corretamente, quanto à sua longitude e latitude. O mais impressionante é que até o século 18, os navegadores corriam risco de que seus barcos batessem em litorais rochosos, pois lhes faltava algo. A capacidade de calcular a longitude. Para isso necessitavam de um relógio extremamente preciso. Somente em 1790 o primeiro relógio marinho preciso foi inventado e os navegadores puderam saber sua posição nos mares.

Comparado a outras cartas da época, o mapa de Piri Reis as supera em muito. A análise das cartas de Piri Reis esbarrou em outra polêmica: se tudo ali aparece representado com notável exatidão, então como explicar as formas das regiões árticas e antárticas, diferentes das da nossa era? O resultado das pesquisas é incrível. As indicações cartográficas de Piri Reis mostram a conformação das regiões polares exatamente como estavam à mostra antes da última glaciação.

E de maneira perfeita. Confrontando as indicações dos mapas com os levantamentos sísmicos realizados na região em 1954, tudo batia em perfeita concordância, exceto por um local, o qual Piri Reis indicava por duas baías e o mapa recente, terra firme. Realizados novos estudos, verificou-se que Piri Reis é que estava certo. O estudioso soviético L. D. Dolgutchin julga que as duas cartas foram elaboradas após a derradeira glaciação terrestre, com o auxílio de instrumentação avançada; o que nada nos esclarece.Estes mapas não são feitos como os mapas modernos, com grades verticais e horizontais para facilitar a localização.

O método utilizado é mais antigo, aperfeiçoado por Dulcert Portolano, que utilizava uma série de círculos com linhas se irradiando a partir deles. Os mapas feitos com esse método são, por isso, denominados de mapas “portulanos”. Seu objetivo era guiar os navegadores de porto a porto, ao contrário da concepção moderna que é a de localizar uma posição.

Reprodução do Mapa de Piri Reis

Com isso, fica mais difícil comparar as características do mapa de Piri Reis com os mapas modernos.

As distorções que aparecem nas ilustrações existem apenas em uma interpretação linear, sobre uma mesa de superfície plana, mas, ajustando os mapas ao globo terrestre desaparecem as incorreções e tudo, mares, ilhas, ficam em seu lugar. Como se o mapa mundi tivesse sido feito em nossos dias, baseando-se em uma só fotografia a grande altitude. Levando-se em conta a história como nos é contada e aos conhecimentos que temos em mãos, fica a pergunta: de onde vieram estes instrumentos e como existiriam tais instrumentos antes de Colombo?

A resposta deve estar nos “mapas antigos e secretos” que ele usou como orientação para suas cartas. Estudos mostram que a glaciação dos pólos ocorreu depois de uma época situada aproximadamente entre 10.000 anos atrás (o correto seria dizermos 13.000 anos, ou seja o dilúvio aconteceu cerca de 11.000 ac).

Naquela época, o que havia de mais civilizado, segundo os historiadores clássicos, eram os Cro-Magnon da Europa. Além disso, Mallery chama atenção de que para elaborar um mapa como aquele, Piri Reis precisaria de toda uma equipe perfeitamente coordenada e de levantamento cartográfico aéreo. Mas quem teria, naquela época, aviões e serviços geográficos?


O mistério continua: de onde vieram estes mapas? Quem cartografou o globo com uma acuidade que mal podemos conseguir hoje? Leia a carta a seguir e reflita a respeito do assunto:

Um Mapa de Lugares Ocultos

8° ESQUADRÃO DE RECONHECIMENTO TÉCNICO (ERC) – FORÇA AÉREA DOS ESTADOS UNIDOS
Base de Westover da Força Aérea – Massachusetts – 6 de julho de 1960

ASSUNTO: Mapa-múndi do almirante Piri Reis
Para: Professor Chartes H. Hapgood
Keene College – Keene, New Hampshire

Prezado professor Hapgood,

Sua solicitação, no sentido de que fossem avaliados por esta unidade certos aspectos inusitados do mapa-múndi Piri Reis, datado de 1513, foi objeto de reexame.
A alegação de que a parte inferior do mapa mostra a costa Princesa Martha, da Terra da Rainha Maud, na Antártida, e a península Palmer, é razoável. Julgamos ser essa a interpretação mais lógica e, com toda probabilidade, correta do mapa.
Os detalhes geográficos mostrados na parte inferior do mapa concordam, de forma notável, com os resultados do perfil sísmico, levantado de um lado a outro da calota polar, pela Expedição Sueco-Britânica à Antártida, realizada em 1949.
Os resultados indicam que a linha costeira foi mapeada antes de ser coberta pela calota polar.

A calota polar nessa região tem atualmente uma espessura de cerca de 1.600 (a 4.000) metros de (espessura) altitude. Não temos idéia de como os dados constantes do mapa podem ser conciliados com o suposto estado dos conhecimentos geográficos em 1513. 

HAROLD Z. OHLMEYER
Ten.-Cel., Força Aérea dos EUA
Comandante


A despeito da linguagem destituída de emoção, a carta de Ohlmeyer é uma bomba. Se a Terra da Rainha Maud foi mapeada antes de ser coberta pelo gelo, HOJE com uma camada de 1.600 metros, o trabalho original de cartografia deve ter sido feito em um tempo extraordinariamente remoto. Há quanto tempo, exatamente?

manipulação-da-ilusão

Grande parte do SABER CIENTÍFICO ATUAL ensinado em escolas e universidades, tem muito pouco a ver com a realidade da história humana.

De acordo com o saber convencional, a calota polar da Antártida, em sua atual forma e extensão, têm milhões de anos. Um exame mais atento, porém, revela que essa idéia apresenta graves falhas – tão graves que não precisamos supor que o mapa desenhado pelo almirante Piri Reis mostre a Terra da Rainha Maud como era há milhões de anos. A melhor prova recente sugere que a Terra da Rainha Maud e as regiões vizinhas mostradas no mapa passaram por um longo período livres de gelo, período que talvez não tenha terminado inteiramente até cerca de seis mil anos atrás.

Essa prova, que voltaremos a examinar no capítulo seguinte, evita-nos a tarefa ingrata de explicar quem (ou o quê) dispunha da tecnologia necessária para efetuar um levantamento geográfico preciso da Antártida há, digamos, dois milhões de anos a.C., muito antes de nossa espécie surgir na Terra.

Pela mesma razão, uma vez que a confecção de mapas é uma atividade complexa e civilizada, obriga-nos a explicar como uma tarefa dessa natureza poderia ter sido realizada há seis mil anos, muito antes do aparecimento das primeiras civilizações autênticas reconhecidas por historiadores.

Fontes Antigas:

Ao tentar essa explicação, é importante lembrar os fatos históricos e geográficos básicos:

  1. O mapa de Piri Reis, que é um documento autêntico e não uma contrafação de qualquer tipo foi desenhada em Constantinopla no ano 1513 d.C.

  2. O mapa mostra a costa ocidental da África, a costa oriental da América do Sul e a costa norte da Antártida.

  3. Piri Reis não poderia ter obtido, com exploradores da época, informações sobre esta última região, uma vez que a Antártida permaneceu desconhecida até 1818, mais de 300 anos depois de ele ter desenhado o mapa.

  4. A costa livre de gelo da Terra da Rainha Maud mostrada no mapa constitui um quebra-cabeça colossal, uma vez que a prova geológica confirma que a data mais recente em que poderia ter sido inspecionada e mapeada,em um estado de ausência de gelo, foi no ano 4000 a.C.  

  5. Não é possível fixar exatamente a data mais antiga em que esse trabalho poderia ter sido feito, embora pareça que o litoral da Terra da Rainha Maud pode ter permanecido em condições estáveis, sem glaciação, pelo menos durante 9.000 anos antes que a calota polar em expansão a engolisse inteiramente.

  6. A história não conhece civilização que tivesse capacidade ou necessidade de efetuar o levantamento topográfico da linha costeira no período relevante, entre os anos 13000 a.C. e 4000 a.C.

O mapa e suas corretas correlações com mapas modernos da América do Sul e da costa Leste do Brasil

Em outras palavras, o verdadeiro enigma desse mapa de 1513 não está tanto no fato de ter incluído um continente que só foi descoberto em 1818, mas em mostrar parte da linha costeira desse mesmo continente em condições de ausência de gelo, que terminaram há 6.000 anos e que desde então não se repetiram. De que maneira podem ser explicados esses fatos? Piri Reis, cortesmente, fornece–nos a resposta em uma série de notas escritas do próprio punho, no próprio mapa.

Confessa ele que não foi o responsável pelo trabalho inicial de levantamento topográfico e pela cartografia. Muito ao contrário, admite que seu papel foi simplesmente o de compilador e copista e que o mapa baseia-se em grande número de mapas básicos. Alguns deles foram desenhados por exploradores contemporâneos ou quase contemporâneos (incluindo Cristóvão Colombo) que, por essa época, haviam chegado à América do Sul e ao Caribe, embora outros fossem documentos cujas datas retroagiam ao século IV a.C. ou mesmo antes.

Piri Reis não deixou qualquer sugestão sobre a identidade dos cartógrafos que haviam produzido os mapas mais antigos. 

Em 1963, contudo, o professor Hapgood propôs uma solução nova e instigante para o problema. Argumentou ele que alguns mapas básicos que o almirante usara em especial os que se supunha terem sido produzidos no século IV a.C., haviam se baseado em fontes ainda mais antigas, que, por seu lado, teriam se baseado em fontes básicas de uma época ainda mais recuada na antiguidade. Havia, afirmou ele, prova irrefutável de que a terra fora extensamente mapeada, antes do ano 4000 a.C., por uma civilização até então desconhecida e ainda não descoberta, dotada de alto grau de progresso tecnológico.

Parece [concluía ele] que informações exatas foram transmitidas de um povo a outro. Ao que tudo indica, as cartas tiveram forçosamente origem em um povo desconhecido, tendo sido passadas adiante, talvez pelos minoanos e os fenícios, famosos, durante mil anos ou mais, como os maiores navegadores do mundo antigo. Temos prova de que, reunidos e estudados na grande biblioteca de Alexandria [Egito], compilações dos mesmos foram feitas por geógrafos que lá estudaram.

Com início em Alexandria, de acordo com a reconstrução de Hapgood, cópias dessas compilações e alguns mapas básicos originais foram levados para outros centros de saber – notadamente Constantinopla. Finalmente, quando Constantinopla foi ocupada pelos venezianos durante a IV Cruzada, em 1.204, os mapas começaram a chegar às mãos de marinheiros e aventureiros europeus.

A maioria desses mapas era do Mediterrâneo e do mar Negro. Sobreviveram, porém, mapas de outras áreas. Incluíam eles mapas das Américas e dos oceanos Ártico e Antártico. Torna-se claro que os antigos exploradores viajavam de um pólo a outro. Inacreditável como possa parecer, a prova, ainda assim, indica que alguns povos antigos exploraram a Antártida quando suas costas estavam livres de gelo. É claro, também, que dispunham de um instrumento de navegação para determinar acuradamente as longitudes que era imensamente superior a qualquer coisa possuída pelos povos dos tempos antigos, medieval ou moderno até a segunda metade do século XVIII.

Essa prova, de que houve uma tecnologia desaparecida, sustenta e dá credibilidade a numerosas outras hipóteses sobre uma civilização perdida, em tempos remotos. Estudiosos conseguiram refutar a maioria das alegadas provas, mostrando que eram apenas mitos, mas aqui temos prova que não pode ser refutada. A prova requer que todas as demais provas apresentadas no passado sejam reexaminadas com mente aberta.

O mapa mostra a costa ocidental da África, a costa oriental da América do Sul, parte do Caribe e a costa norte da Antártida e suas ilhas.

“A despeito do respeitado endosso de Albert Einstein (ver a seguir) e não obstante o reconhecimento posterior de John Wright, presidente da Sociedade Geográfica Americana, de que Hapgood “formulou hipóteses que exigem mais exames”,  nenhuma pesquisa científica ulterior foi realizada sobre esses antigos e estranhos mapas.

Além do mais, longe de ser aplaudido por dar uma nova e séria contribuição ao debate sobre a antiguidade da civilização humana, Hapgood, até sua morte, foi esnobado pela maioria de seus colegas, que vazaram a discussão a que lhe submeteram a obra no que alguém descreveu acuradamente, como “sarcasmo flagrante e injustificado, escolhendo aspectos banais e fatores não suscetíveis de verificação como bases para condenação, procurando, dessa maneira, evitar as questões básicas”.

Um Homem à frente de seu Tempo

O falecido Charles Hapgood ensinou história da ciência no Keene College, New Hampshire, Estados Unidos. Ele não era geólogo nem historiador da antiguidade. É possível, no entanto, que gerações futuras lembrem-se dele como o homem que abalou os alicerces da história mundial – e também de um grande pedaço da geologia. Albert Einstein foi um dos primeiros a compreender esse fato, quando deu o passo sem precedentes de contribuir com o prefácio para um livro de Hapgood escrito em 1953, alguns anos antes de ele iniciar a investigação do mapa de Piri Reis:

“Freqüentemente, recebo comunicações de pessoas que querem me consultar sobre idéias suas ainda inéditas [escreveu Einstein]. Dispensa dizer que só raramente tais idéias têm validade científica. A primeira comunicação que recebi do Sr. Charles Hapgood, porém, deixou-me eletrizado. Sua idéia é original, de grande simplicidade e – se continuar a ser provado que tem validade – de grande importância para tudo aquilo que se relaciona com a história da superfície da terra.”

A “idéia” expressada no livro de 1953 de Hapgood é uma teoria geológica global, que explica elegantemente como e por que grandes regiões da Antártida permaneceram livres de gelo até o ano 4000 a.C., juntamente com numerosas outras anomalias encontradas na ciência da Terra. O argumento, em suma, é o seguinte:

Durante esse suposto movimento da Antártida na direção sul, ocasionado pelo deslocamento da crosta terrestre, o continente tornou-se gradualmente mais frio, formando-se uma calota polar que se expandiu irresistivelmente durante milhares de anos, até chegar às atuais dimensões.

Detalhes adicionais da prova que sustenta essas idéias radicais constam da Parte VIII deste livro. Geólogos ortodoxos, no entanto, permanecem relutantes em aceitar a teoria de Hapgood (embora ninguém tenha provado que ela estava errada). E a teoria provoca numerosas perguntas.
Entre elas, a mais importante é a seguinte: que mecanismo concebível poderia exercer uma força suficiente sobre a litosfera para precipitar um fenômeno de tal magnitude, como o deslocamento da crosta?
Ninguém melhor como guia do que Einstein para sumariar as descobertas de Hapgood:

Nas regiões polares, há uma acumulação constante de gelo, mas não distribuída simetricamente em torno do pólo. A rotação da terra atua sobre essas massas assimetricamente depositadas e produz momento centrífugo, que é transmitido à crosta rígida da terra. O momento centrífugo, em aumento constante, produzido dessa maneira, dará origem, quando atingir um certo ponto, a movimento da crosta da terra por cima do resto do corpo do planeta …

O mapa de Piri Reis parece conter prova adicional surpreendente em apoio da tese de uma glaciação geologicamente recente de partes da Antártida, em seguida a um súbito deslocamento (ele realmente aconteceu, com cerca de três mil quilômetros), na direcão sul, da crosta terrestre. Além do mais, uma vez que esse mapa só poderia ter sido desenhado antes do ano 4000 a.C., são notáveis suas implicações para a história da civilização humana. Supostamente, antes do ano 4000 a.C. não havia qualquer civilização segundo todos os eruditos de todas as disciplinas ensinadas em todas as universidades do planeta!!. Correndo algum risco de uma simplificação excessiva, o consenso acadêmico (e imbecilizante) é, em termos gerais, o seguinte:

  • A civilização atual desenvolveu-se inicialmente no Crescente Fértil do Oriente Médio. 

  • Esse desenvolvimento começou após o ano 4.000 a.C. e culminou no aparecimento das mais antigas civilizações autênticas (Suméria e Egito), por volta do ano 3.000 a.C., seguido logo depois por outras civilizações no vale do Indo e na China. 

  • Um dos calendários mais antigos é o do povo Hebreu que principia em setembro de 3.761 a.C., que marca o início da história do povo hebreu. 

  • Cerca de 1.500 a.C. a civilização decolou espontânea e independentemente (??) nas Américas.

  • Desde o ano 3.000 a.C. no Velho Mundo (e mais ou menos no ano 1.500 no Novo Mundo), a civilização “evoluiu” ininterruptamente na direção de formas cada vez mais refinadas, complexas e produtivas.

Em conseqüência, e especialmente em comparação com a nossa, todas as civilizações antigas (e todas as suas obras) devem ser compreendidas como essencialmente primitivas (os astrônomos sumerianos sentiam pelos céus um respeito anti-científico e até as pirâmides do Egito e no Yucatan, no México, teriam sido construídas por “primitivos com conhecimentos tecnológicos”). A prova, sob a forma do mapa de Piri Reis, parece desmentir tudo isso.

Piri Reis e suas Fontes:
Nos seus dias, Piri Reis foi figura bem conhecida. Não há a menor dúvida sobre sua identidade histórica. Almirante na marinha de guerra dos turcos otomanos participou, em meados do século XVI, não raro no lado vencedor, de numerosas batalhas navais. Era, além disso, considerado especialista nas terras do Mediterrâneo, e escreveu um livro de navegação famoso, o Kitabi Bahriye, onde constava uma descrição completa das costas, ancoradouros, correntes, baixios, pontos de desembarque, baías e estreitos dos mares Egeu e Mediterrâneo. A despeito de uma carreira ilustre, caiu no desagrado de seus senhores e foi decapitado no ano 1554 ou 1555 d.C.

Os mapas básicos usados por ele para desenhar o mapa de 1513 estiveram, com toda probabilidade, arquivados inicialmente na Biblioteca Imperial, em Constantinopla, à qual se sabe que o almirante tinha acesso privilegiado. Essas fontes (que podem ter sido trazidas ou copiadas de centros de saber ainda mais antigos) não existem mais ou, pelo menos, não foram encontradas. Não obstante, foi na biblioteca do velho Palácio Imperial que, em data tão recente quanto 1929 alguém redescobriu o mapa de Piri Reis, pintado em pele de gazela e enrolado, em uma empoeirada prateleira.

Acima: Outro mapa de Piri Reis de 1513, com o Norte da África, Europa, Mar Mediterrâneo e suas ilhas, o Mar Negro, o Oriente Médio, o Mar Vermelho e parte da Ásia.

Legado de uma Civilização Perdida? Seria ATLÂNTIDA?

Como o confuso Ohlmeyer reconheceu na carta escrita a Charles Hapgood em 1960, o mapa de Piri Reis mostrava a topografia subglacial, o verdadeiro perfil da Terra da Rainha Maud, na Antártida, por baixo do gelo. Esse perfil permaneceu inteiramente oculto desde o ano 4000 a.C. (quando foi coberto pelo lençol de gelo em expansão) até ser revelado, mais uma vez, como resultado de extenso levantamento sísmico da região, efetuado em 1949 por uma equipe científica de reconhecimento britânico-sueca.

Se Piri Reis tivesse sido o único cartógrafo com acesso a essas informações anômalas, seria errôneo dar qualquer grande importância ao mapa. No máximo, poderíamos dizer: “Talvez ele seja importante, mas, também, talvez seja apenas uma coincidência”. O almirante turco, porém, não foi o único a ter acesso a esse conhecimento geográfico aparentemente impossível e inexplicável. Seria inútil especular ainda mais do que Hapgood já fez, isto é, se a “corrente subterrânea” poderia ter conduzido e preservado esse conhecimento através das idades, transmitindo fragmentos dele de uma cultura a outra, de uma época a outra.

Qualquer que tenha sido o mecanismo, o fato é que um bom número de outros cartógrafos aparentemente tomou conhecimento dos mesmos curiosos segredos. Seria possível que todos esses cartógrafos tivessem compartilhado, talvez sem saber, do abundante legado científico de uma civilização desaparecida?

Star Wars: a verdadeira história oculta por trás da saga


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Related image

Gostaria de compartilhar com vocês minha experiência pessoal de colaboração durante três dias no início dos anos 70 com Marcia Lucas e uma pequena equipe de estudiosos da Antroposofia na criação do roteiro da saga STAR WARS e minhas recentes descobertas sobre como esse trabalho fundamental afetou a escrita, edição e as sequências da Trilogia original.

STAR WARS: A verdadeira história oculta do por que a saga se tornou a “religião” mais recente do mundo. A Fonte da Força (O PODER) – O SEGREDO POR TRÁS DA INSPIRAÇÃO DE STAR WARS

Douglas Gabriel, 2016. – Fonte: http://cosmicconvergence.org

Em primeiro lugar, parece adequado que meu primeiro encontro com as origens de Star Wars – um conto de fadas moderno, em última análise sobre o retorno da CONSCIÊNCIA HUMANA ao espírito – aconteceria no Natal, uma época em que a humanidade recorda seu sentido de esperança no espírito (a FORÇA-PODER).

Eu era um estudante no Waldorf Institute na época, e me lembro do dia em que conheci os personagens de Luke Skywalker, os robôs R2D2, C3PO e toda a comitiva dos personagens de Star Wars. No entanto, quando eu os encontrei pela primeira vez, eles eram mais parecidos com bonecos de papel bidimensionais em um roteiro inacabado, antes que seu verdadeiro significado (“o espírito”) tivesse sido soprado neles.

Por exemplo, Luke Starkiller como eu o conheci estava muito longe do Skywalker que ele depois se mostrou ser. Você pode se surpreender ao saber que a história na sua forma inicial foi retratada através dos olhos mecânicos dos dois robôs, ainda não era o épico familiar, agradável à multidão que se tornaria um dos filmes mais famosos e cativante do mundo cinematográfico.

Isto é, naturalmente, antes que eu e meus os colegas do Waldorf Institute passássemos três dias como parte de uma sessão de trabalho de think-tank com a talentosa então esposa de George Lucas e editora de filmes profissionais, Marcia Lucas (née Marcia Griffin), para transformar uma história que originalmente se baseava em dois robôs em um conto de fadas moderno que ainda hoje evoca um sentido intemporal do destino humano.

Encontro com Marcia

Naquela época, como os personagens, eu estava em desenvolvimento (uma condição humana básica) , também, como são todos os estudantes sérios. Além de ser um estudante de Antroposofia – uma disciplina do conhecimento desenvolvida por Rudolph Steiner {Ele a apresenta como um caminho da busca da verdade que preenche o abismo historicamente criado desde a escolástica entre fé e ciência, a antroposofia é a “ciência espiritual” (conhecimento-CONSCIÊNCIA)} preocupado com todos os aspectos da vida humana, espiritualidade e evolução futura – também administrei a livraria Waldorf, que era um tesouro de conhecimento espiritual.

rudolf-steiner

Rudolf Steiner

Aquele período de Natal EU estava ocupado, e eu estava trancando a loja e pronto para ir para casa quando meu professor, Werner Glass, se aproximou de mim. Também nascido na Áustria, como Steiner, Werner era um instrutor muito querido no Instituto Waldorf e incontestavelmente o mais proeminente erudito antroposofista da América. Só posso dizer hoje que foi uma grande honra ser seu aluno. Naquele dia, havia um brilho de muita alegria em seus olhos. Pensando que ele simplesmente iria me desejar um feliz feriado, fiquei surpreso quando ele me pediu para segui-lo.

“Onde?” Eu disse, seguindo-o cegamente como um filhote de cão fiel.

Sem responder, ele me levou para uma das salas de aula mais espaçosas, onde outros quatro alunos já estavam sentados ao redor de uma mesa, conversando com o co-diretor do Instituto, Hans Gebert. Uma mulher que eu não reconheci parecia estar no centro da conversa – uma morena de aparência agradável com um ar amigável, mas sofisticado.

Quando todos viram Werner na entrada, eles olharam para cima com uma sensação de expectativa, como a maioria dos estudantes geralmente faziam quando Werner entrava em uma sala. Ele era como um pai para todos nós. Ele me fez um gesto para sentar-me, depois sentou-se e começou a explicar a situação.

“Estou muito satisfeito por apresentar a todos vocês a Marcia Lucas”, disse ele.

“Seu marido (George Lucas) é um diretor de cinema bem conhecido que está trabalhando em um roteiro para um filme de ficção científica – uma espécie de ópera espacial – e eles gostariam da perspectiva nossa do Waldorf. Não sei se você já ouviu falar de George Lucas?”

Era a primeira vez que ouvia o nome de George Lucas. Eu certamente não tinha visto o seu críticamente aclamado e comercialmente bem sucedido filme “American Graffiti”. Eu também não sabia que sua esposa, Marcia, era uma editora de cinema completa por seu próprio mérito e direito.

“Bem, Marcia está familiarizada com a Antroposofia e o trabalho de Rudolph Steiner, e ela precisa de nossa ajuda com o roteiro, para torná-lo mais inspirado por Waldorf de modo que terá bom mérito como um filme e uma história de saga espiritual”.

Marcia assentiu e ofereceu mais contexto. Ela disse que a “grande tela (de cinema)” devia ser usada para entregar mensagens importantes para o público e contar uma história mais espiritual, que tivesse uma boa base na verdade, não apenas ser um sonho de outro diretor.

Isso começou a me inspirar, como contar histórias é o centro do nosso currículo de ensino em escolas Waldorf. Os filmes são a exposição da massa a histórias. Histórias, como contos de fadas, ajudam a inspirar a psique daqueles que as testemunham, semelhante aos sonhos compartilhados. Na escola Waldorf, o professor vai contar uma história para as crianças, que aprendem de cor e recitá-la de volta na sala de aula no dia seguinte. Uma vez memorizada, as histórias são mais interpretadas através da música, dança, desenho, pintura e qualquer número de outras respostas criativas.

Marcia precisava de nossa contribuição, ela nos disse, porque o roteiro estava entrando em seu terceiro rascunho e faltava um elemento de espiritualidade nele. Eu podia ver que ela estava resolvendo problemas, procurando sinceramente uma maneira de fazer o roteiro funcionar.

“Tenho certeza de que estamos prontos para a tarefa”, disse Werner, olhando para mim.

Nos últimos minutos, eu estava sentado lá, perguntando: “Por que estou aqui? Ninguém me tinha contado sobre essa reunião. “Então, eu olhei ao redor e percebi que eu era o estudante mais experiente lá. Os outros eram muito jovens, menos estudados na Antroposofia e certamente não até este nível de trabalho. Fiquei imensamente aliviado que Werner estivesse lá para nos guiar durante a sessão, e sentou-me, relaxado.

“O diálogo é um pouco fraco”, disse Werner. “Eu disse a Marcia que poderíamos ajudar com isso também.”

marcia-lucas

A esposa de George Lucas (à direita) entre 1969-1983, a influência de Marcia Lucas nos filmes American Graffiti e a trilogia Star Wars foi profunda e definitiva para seu sucesso.

Com isso, Werner levantou-se de seu assento e disse: “Bem, então. Minha família está esperando em casa e devo ir. Nenhum de nós pode acreditar. O principal antroposofista americano ia deixar este importante projeto em nossas mãos? Werner acrescentou:

“Douglas é a minha mão direita, e vou verificar seu trabalho ao longo dos próximos dias.”

Em seguida, deu as boas-vindas a Marcia aos recursos e à hospitalidade do Instituto e nos deixou polidamente. Com Werner indo embora, todos nós olhamos para o co-diretor do Instituto, Hans, para liderar a sessão. Hans levantou-se.

“Bem, devo admitir que a ciência e a matemática são minha verdadeira especialidade”, disse Hans, em sua forma característica. “Então, eu tenho medo de não ser de muita ajuda para este grupo.”

Ele amavelmente pediu-nos desculpas e disse adeus, depois saiu. Neste ponto, fiquei um pouco em pânico. Meus líderes me deixaram em um grande vácuo desconhecido! Marcia Lucas, que eu não sabia que na época já era uma das maiores editoras de filmes do mundo, olhava para mim com expectativa.

De repente, tive a sensação de que Werner tinha dito algo a ela sobre mim, semelhante ao seu comentário sobre eu ser sua “mão direita”. Tive uma vaga compreensão de que ela e eu estávamos aqui apenas por causa de Werner. Tendo sido um ator brilhante na Escola de Teatro de Londres, Werner tinha sido o antroposofista primário da escola Waldorf em North Hollywood em lidar com atores, diretores e produtores. Ela estava aqui por causa dele e eu estava aqui porque ele trouxe um estudante promissor para a mesa para este projeto especializado. Certamente, ele sabia o que estava fazendo, então eu decidi confiar nisso.

“Bem, então, vamos começar,” eu disse. – Conte-nos a história, Marcia.

Enquanto ela falava, eu me levantei e fui até o quadro-negro da sala de aula. Marcia teve dificuldade em articular a história; não fluía facilmente. Com giz colorido, comecei a esboçar o story-board (N.T. Um storyboard é um organizador gráfico em forma de ilustrações ou imagens exibidas em sequência com a finalidade de pré-visualização de uma imagem em movimento, animação, motion graphic ou sequência de mídia interativa)

“É uma história de dois robôs, você vê – o filme é visto através dos seus olhos”, disse ela. “Os robôs são elementos-chave da história. Eles devem ser mantidos”.

Compreendi que os robôs não eram negociáveis. Devemos trabalhar de alguma forma com eles.

“Ok”, eu disse. “Você pode nos ler o diálogo inicial?”

Ela começou. Foi difícil para nós ouvirmos. Como editora experiente, Marcia sabia disso. Os personagens não funcionaram. Eles não estavam vivos. Ela sinceramente queria reescrever o roteiro do filme de seu marido para o seu pleno potencial, mas neste momento, era descontinuado. Só mais tarde que eu aprendi mais sobre o contexto de sua parceria – como George era um gênio preocupado com o tema de máquinas e tecnologia, e Marcia era o lado humanista, focado em contar uma história significativa que ressoaria com o público. Eu não sabia disso, mas ela estava aqui, basicamente, tentando salvar o roteiro.

A FONTE DA FORÇA: O SEGREDO POR TRÁS DA INSPIRAÇÃO DA SAGA STAR WARS:

Eu decidi ser franco com ela.

– Primeiro, a história não é arquetípica – disse eu. “O autor não sabe a verdadeira natureza e valor dos personagens que ele está prestes a colocar juntos.”

Marcia começou a escrever notas rapidamente em seu caderno.

“O diálogo é irreal e banal. Ele serve apenas a um propósito – para passar para a próxima cena. Assim, a mensagem da história acontece na ação entre cenas”.

Ela assentiu, escrevendo. Eu continuei.

“Não há desenvolvimento de caráter, personalidades. Ninguém se identificará com esses personagens”.

Então, em uma nota positiva, eu disse: “No entanto, seu marido tem aproveitado a verdadeira realidade espiritual do nosso tempo. Sua obsessão por ver o mundo através dos olhos de dois robôs é genial, mas um pouco confuso. Podemos trabalhar com isso”.

Como todo mundo ali, incluindo Marcia, era um estudante de Antroposofia, comecei a fazer o que Werner sabia que viria naturalmente para mim tanto como professor quanto como aluno – aplicar os princípios que eu havia estudado ao nosso problema atual com o roteiro.

“George descreveu o desafio de nossos tempos”, eu disse, “A guerra com as máquinas, simbolizada nos dois robôs companheiros de jornada de Luke Starkiller (matador de estrelas e mais tarde Skywalker-andarilho das estrelas)”.

Agora, uma nota lateral interessante sobre os nomes. Como Luke Starkiller, nenhum dos nomes do personagem que Marcia nos lia estava em sua forma final. De fato, mais tarde recomendei que o herói, Luke Starkiller, fosse mudado para “Luke Skywalker”, de tradições indianas, tibetanas e das nações peles vermelhas norte americana, significando andarilho das estrelas (a condição de uma alma humana). Então, desde que Luke significa “luminoso”, e eu também tinha o conceito de um sabre de luz, uma arma que tanto defende como um escudo e é usada para ataques como uma força formidável. (Em termos antroposóficos, o sabre de luz representa a coluna vertebral humana.)

Esses detalhes viriam mais tarde. Agora, nós tínhamos que nos concentrar em moldar a própria história.

“Eu acho que precisamos voltar ao conceito de um conto de fadas”, eu disse, explicando que todos os contos de fadas começam com uma referência da história fora do tempo e do espaço e terminam com alguma referência à sua própria continuidade.

“Eu penso que o que você pode querer é um conto de fadas de ficção científica adulto que é espiritualmente (envolvendo um PROCESSO EVOLUTIVO NO AMADURECIMENTO DA ALMA) preciso, mas fascinante e interessante.”

Marcia concordou.

Com sua entrada, decidimos começar com Luke Starkiller. Tentamos descrever seu desenvolvimento do caráter em termos da polaridade que cada pessoa tem em sua alma – os caminhos do mal, da esquerda e da direita. No final, é o caminho do meio, “a FORÇA”(o EQUILÍBRIO), que o guerreiro Jedi deve escolher vivenciar. No entanto, sem explorar os caminhos da esquerda e da direita (o CONHECIMENTO DO BEM E DO MAL), o Jedi é enfraquecido por não conhecer seu (PRÓPRIO) inimigo (INTERNO).

“Então, cada frequentador de cinema será confrontado com a necessidade de tomada da mesma decisão, não importa qual seja a sua vida?”, Disse um dos alunos.

“Sim, esse é o caminho da maioria dos contos de fadas”, eu disse. A questão é: “Qual dos três caminhos você escolherá?”

Aqui novamente, fiquei impressionado com o brilho de George Lucas. Sua obsessão com as máquinas ressaltou o maior desafio da nossa era – o caminho do ocultismo mecânico à direita como descrito por Rudolph Steiner e o caminho do pensamento esquerdo que se tornou maligno. Se eu tivesse visto seu primeiro filme, THX-1138, eu teria reconhecido isso ainda mais claramente.

“Os dois robôs podem representar o pensar e querer”(o frio e mecânico intelecto), eu propus.

trilogia-star-wars-robôs

Os robôs C3PO e R2D2

Como os heróis da história original de George, tanto C3PO e R2D2 permitem ao público “ver através dos olhos das máquinas.” Em seu relacionamento e interações com eles, Luke usa seus robôs para melhorar seu pensamento (C3PO) e disposição (R2D2) em uma era de domínio das máquinas, mas finalmente encontra o caminho do meio – o do sentimento (o do CORAÇÃO, onde esta alojada a ALMA no corpo humano, no Chakra Anahata).

“Vamos explorar os dois extremos: o caminho da esquerda do pensamento e o caminho da direita do querer”, eu disse.

Passamos tempo falando sobre isso. Tanto C3PO quanto o Imperador do Mal estão no caminho da esquerda do “pensamento” (meramente INTELECTUAL, EGÓTICO) que se transformou no mal. Por exemplo, C3PO pode pensar, mas não pode agir,  e o Imperador precisa de Darth Vader para realizar suas ações desejadas. Em contraste, os robôs R2D2 e Darth Vader estão no caminho do lado direito do “querer”. Tendo a capacidade de querer, eles ainda precisam ser informados sobre o que fazer. Darth Vader é o ser que conhecemos como Ahriman – acrescentei.

“Ele representa a inteligência composta de todas as máquinas, encarnada em um ser humano”.

“Então, o que dizer de um caminho do meio? Existe um? “, Perguntou um dos alunos.

“Excelente pergunta”, eu disse.

“O caminho do meio é o que os caminhos da direita e da esquerda perdem. Incapaz de compreender o caminho do meio, ambos os lados procuram destruí-lo. Os mestres Jedi como Obi-Wan Kenobi e Yoda desenvolveram-se no caminho do meio, já tendo dominado os outros dois caminhos. Representam o desejado encontro do centro equilibrado entre os dois extremos”.

De fato, esta dinâmica de dois pólos do mal é o motivo central da primeira trilogia de Star Wars.

Mestre das máquinas

Uma vez que entendemos a história no contexto deste quadro antroposófico, o próximo passo foi focar ainda mais no personagem de Luke Skywalker.

“Eu acho que Luke precisa desenvolver seu personagem interagindo com os dois robôs, tanto a mão esquerda quanto a mão direita”, eu disse.

Discutimos então cada robô. Como um robô no lado “pensante”, C3PO pode falar muitas línguas e é programado para a etiqueta e tradução de inúmeras línguas, um uso verdadeiramente inspirado para máquinas que raramente vemos. Ele representa um mal que tem existido enquanto as línguas em todas as culturas desde o início do desenvolvimento intelectual humano – o nome de Lúcifer, que encarnou em um corpo físico na China em 2000 aC.

Como o “caminho do lado esquerdo do mal”, Lúcifer é um arquétipo de Prometeu que traz o fogo, a linguagem intelectual fria, a filosofia, a escrita e a cultura para a humanidade (a instrumentação para a evolução da Alma). Acorrentado a uma montanha, ele sofria cada dia com um abutre comendo seu fígado até ser resgatado por Hércules. Ao representar Lúcifer / Prometeu, C3PO serviria como um contra-ponto para a encarnação quatro mil anos depois, em 2000 AD de Ahriman, o rei das máquinas e da fria tecnologia, também conhecido como Darth Vader.

Lucas, que modela o Hércules original ou o herói em todos nós, eventualmente quebra as correntes para libertar Prometeu, o que traz o fogo, mas que está no caminho da esquerda. Assim, também, o Imperador do Mal em Star Wars representa o poder do fogo (demonstrado como um raio de suas mãos e a sabedoria maligna dos Sith) que o consome cada vez mais na medida em que ele o usa para mal, para exercer CONTROLE.

“Luke está situado entre os dois robôs, entre os dois caminhos, como sua irmã gêmea, a Princesa Lea (arquétipo do feminino sagrado). Sua espiritualidade perdida está atraindo-o para cima em espírito “, eu disse.

luke-skywalker

Luke Skywalker, representa a ALMA humana no caminho da BUSCA pela sua EVOLUÇÃO…

Todos os guerreiros Jedi transformaram seu sangue, no que mais tarde foi chamado de “midi-chlorians” contido no sangue. À medida que equilibram as forças dos caminhos esquerdo e direito, eles elevam sua consciência, o que aumenta o potencial espiritual no sangue, um processo que Steiner chama de “eterização do sangue”. Como Steiner ensinou, as pessoas espirituais carregam seu sangue com uma Consciência que os conecta ao espírito (a FORÇA-PODER). No entanto, ao contrário do filme, a habilidade de acessar o espírito ou a Força não é transmitida através da hereditariedade. Então, depois de discutir todos esses conceitos e lançar as bases para o entendimento comum, aqui está a história de Star Wars que planejamos:

Era uma vez, numa galáxia distante, muito distante, Luke Skywalker (o homem arquetípico EM EVOLUÇÃO) encontra sua vida envolvida, se não consumida, por máquinas. Lucas é o mestre dessas máquinas, porque ele tem consciência e, portanto, é puxado pela mão esquerda e pela mão direita. Ele é um órfão, como todos os seres humanos modernos se encontram (sentindo-se separado da sua fonte criadora), e sabe que algo grande vive dentro dele. Ele tem esperança em um universo sem esperança.

O pai (o Negro e robótico Darth Vader) de Luke sucumbiu presa do caminho do lado direito do mal das máquinas que o transformou em um homem parcial apenas – uma abominação parte máquina e parte ser humano que luta contra seu próprio espírito e deseja dominar a galáxia, mesmo que isso signifique matar seu próprio filho.

O caminho do lado esquerdo da magia negra pessoal vive no Imperador Maligno que também deseja matar todos os Jedi e, mais especialmente, o filho de Darth Vader.

Luke é protegido pelo humilde Jedi, Obi-Wan Kenobi. Eventualmente, este Jedi o leva ao seu professor do “caminho do meio” (a FORÇA-PODER) e se sacrifica para poder ajudá-lo na compreensão do mundo espiritual. Este caminho do meio é como o caminho para acessar o seu próprio EU SUPERIOR, a parte divina em cada ser humano.

No caminho, assim como Dorothy na Yellow Brick Road, Luke ganha alguns companheiros de viagem. Assim como o Mágico de Oz foi uma destilação de rituais maçônicos de iniciação, Star Wars apresentaa o público as partes da alma. Isso é necessário para tornar a história arquetípica, de modo que ela será sempre fresca. Por exemplo, Obi-One Kenobi representa a mais alta das três partes da alma, a alma com consciência do bem e do mal, que funde o espírito com a matéria assim como seus poderes Jedi lhe dão o poder da mente controlar a matéria.

Chewbacca, companheiro de Han Solo, personagem de Harrison Ford, representa a alma inferior, a alma sensível ou astral que deve transformar o animal em nós em um humano com características espirituais. Han Solo representa a alma intelectual que primeiro começa a despertar para o pensamento superior. Embora inteligente, o EGOÍSTA Han Solo não tem a capacidade de ver o grande quadro como Obi-One Kenobi.

Entre os três companheiros de Luke, assim como como o Leão, o Homem de Lata, e o Espantalho, cada um contribui com uma qualidade especial para Luke ao longo do seu caminho do despertar para sua FORÇA interior. Steiner chama essas qualidades da alma de “pensar, sentir e querer”. No centro da história, Luke representa o EGO, ou o ser humano pensante, e deve dominar os três passos do desenvolvimento da alma.

sith-star-wars

Até as cores usadas na obra Star Wars são verdadeiras, VERMELHO e PRETO são as CORES de LÚCIFER… de baixa vibração e que incitam o INSTINTO ANIMAL…

UM RETORNO AO ESPÍRITO (O filho Pródigo)

Agora que construímos a estrutura subjacente, que era a parte mais hercúlea de nossa tarefa, estava claro para mim que precisávamos desenvolver esses personagens em arquétipos. Sabendo agora o que motivaria cada personagem, poderíamos facilmente ouvir as palavras que cada um iria naturalmente dizer e até mesmo imaginar suas reações realistas para o desdobramento do enredo.

Ao fazê-lo, mantivemos em mente uma verdade fundamental: o CAMINHO para o bem o para o mal são ESCOLHAS, que são feitas DIARIAMENTE. O Imperador Malvado e Darth Vader não nasceram maus; eles escolheram seus próprios caminhos. Luke Skywalker, o homem arquetípico, também deve fazer suas escolhas e viver com o bem ou o mal que resultará destas suas escolhas. Ainda assim, depois de todo esse trabalho que tínhamos feito, uma coisa estava faltando.

“Ainda temos um problema”, eu lembrei a Marcia. – Onde está a história de Luke?”

Intensamente faltando na versão original da história, esta questão teve que ser resolvida de modo que tudo mais fizesse sentido.

“Não é Luke, essencialmente, um arquétipo do filho pródigo?” Eu disse.

Outros concordaram que Luke estava separado da casa de seus pais e desejava retornar. Este é um elemento universal com o qual todos poderiam se identificar. Como Luke, cada um de nós tem nosso destino particular. Em nossa vida, embarcamos na busca para encontrá-lo e retornar ao nosso reino (a “casa” de nossos pais originais) no espírito. Desenvolvemos ainda mais a direção e o papel de Lucas na história da seguinte maneira:

Luke sabe que ele é especial, mas não sabe o por quê. Ao longo da história, ele deve evoluir para sua missão de enfrentar sua verdadeira identidade como filho de Darth Vader (arquétipo da ESCURIDÃO), aceitá-la e decidir o que fazer com ela. Em última análise, Luke nega o poder frio das máquinas que tentam obter controle sobre ele. Em vez dos híbridos homem-máquina de coração cruel, calculista, teimoso, egótico, rebelde e frio, Luke escolhe o amor. Ele só deve chegar a esse despertar depois de receber a ajuda de seus companheiros.

Sua irmã Leia (que eu sugeri que deveria ser chamada de Maya-ilusão em sânscrito, arquétipo da matéria) representa seu eu espiritual. Embora primeiramente atraído a ela através do desejo físico, sem saber que ela era sua própria irmã, Skywalker transforma essa atração em amor espiritual e vincula seu destino ao dela, como a alma que se liga ao espírito, na busca do retorno “para casa”.

anjo-luz-paz-movimento

O ARQUÉTIPO DO FEMININO (a Sophia) é representado pela princesa Leia, na luta da Luz contra as Trevas o feminino é sacrificado e vilipendiado…

Mais segura de si mesma, Leia foi tratada como a princesa que ela é intrinsecamente. Luke tem lutado para “alcançar” a consciência onde ela estava, mas no final, seus destinos estão permanentemente entrelaçados. Porque ele está no caminho espiritual do auto-desenvolvimento versus o caminho físico da gratificação das necessidades físicas, egoístas e terrenas, Luke não “ganha o coração da princesa” – essa parte da história é deixada para outro personagem, para Han Solo.

Como parte de sua jornada, Luke usa o caminho do meio, o de desenvolver em si mesmo a FORÇA-PODER para conquistar tanto o Imperador do Mal como (SEU PAI) Darth Vader. Quanto mais os caminhos da esquerda e da direita tentam conquistar Luke, mais eles são vítimas dos efeitos colaterais do uso do mal para ganho pessoal EGOÍSTA.

Como o ser humano moderno, Luke conquista os inimigos do mal da tecnologia representada pelas frias máquinas, os dois robôs com a ajuda de seus companheiros (os cavaleiros Jedi) e desenvolve duas poderosas “forças” que as máquinas não podem controlar: a busca da alma pela liberdade (da ilusão-MAYA) e o amor humanos. Desta forma, Luke aprende a “ver através dos olhos das máquinas”. Ele até sacrifica sua mão humana por negar a tentativa de seu pai de conquistá-lo para o LADO NEGRO das máquinas.

No final, Luke ama seu pai e testemunha a morte de Darth Vader E SUA LIBERAÇÃO, arquétipo de Ahriman, o senhor das trevas, o rebelde, egoísta e teimoso, diante de seus próprios olhos. Este é o mesmo desafio moderno que cada um de nós enfrenta: quem é seu (verdadeiro) pai?

“O que você esta escolhendo: os prazeres mundanos do mundo físico, rebelde, automático, da teimosia, intelectual e frio das máquinas e da tecnologia ou o caminho do meio, o do espírito, o caminho da FORÇA e do PODER, da autodisciplina, da vontade de VENCER A SI MESMO, do autocontrole, do altruísmo, do serviço ao próximo?”

UM BELO CONTO DE FADAS

Durante os próximos dois dias, construímos nosso quadro inicial e polimos as idéias para representar todas as perspectivas possíveis em nosso arquétipo de ficção científica, a história do filho (arquétipo do CRISTO) pródigo. O roteiro estava se transformando em um belo conto de fadas que eu tinha certeza de que tinha méritos, mesmo se ele nunca chegasse a “grande tela do cinema”. Fiquei muito feliz em trabalhar com esses conceitos, porque eu podia ver meu próprio caminho de volta para o espírito (casa), desdobrando-se na história. (Claro, Werner sabia que isso seria parte do meu (des)envolvimento!)

Eu também apreciei a prioridade de Márcia de contar histórias eficazes. Em nossos tempos modernos, eu tenho visto um declínio do contar histórias em nossa cultura. Isso é perigoso, pois à medida que as histórias arquetípicas desaparecem, nossa imaginação se enfraquece como fonte de inspiração interior para a EVOLUÇÃO de nossa alma. Os filmes tomaram o lugar da narrativa e os atores tomaram o lugar dos heróis e heroínas encontrados em todas as histórias arquetípicas, seja mito, religião, lenda, conto de fadas, fábula ou qualquer outra fonte transcendental. No entanto, como aprendemos no desenvolvimento da saga Star Wars, se uma história não é arquetípica, não vai durar ao teste do tempo. A saga é um sucesso até hoje, mesmo depois de 40 anos em que ela foi lançada, Star Wars provou que sua MENSAGEM é verdadeira, pois tocou milhões de almas em todo o planeta.

Depois que nosso trabalho foi terminado, eu disse adeus a Marcia e desejei que tudo corresse bem com o filme. Ela agradeceu a mim e a todos os que contribuíram com suas idéias para o nosso maravilhoso e moderno conto de fadas. Eu não ouvi mais nada da estória até 1977, quando o filme estava prestes a ser lançado e gerando um frenético acúmulo de atenção da mídia.

Eu estava trabalhando na livraria quando Werner entrou para me contar a notícia: Marcia e George Lucas estavam tão felizes com a nossa ajuda que eles estavam oferecendo à todas as escolas Waldorf nos EUA a chance de mostrar uma exibição antecipada do filme como um levantador de fundos local. Esta foi uma oferta emocionante, porque eu sabia que uma boa quantidade de dinheiro poderia ser levantada com essa atitude. No entanto, mantendo-se fiel à sua prática de oposição à TV, filmes e tecnologia em geral, o Instituto Waldorf recusou educadamente a oferta, para minha profunda decepção.

Eu finalmente vi a Trilogia, depois de esperar impacientemente por todas as três partes, e estava feliz de que ela permaneceu fiel à ideia de conto de fadas que tínhamos desenvolvido em nosso Waldorf think tank.

diamante-azul-movimento

Voce é um DIAMANTE ou um “mero pedaço de CARVÃO NEGRO“…

Ao assistir aos filmes, percebi que a Guerra das Estrelas (STAR WARS) tinha afetado os caminhos de todos nós envolvidos no projeto. Assim como traçamos um caminho para Luke, estávamos todos em uma jornada em nossos caminhos para os nossos próprios destinos (a volta para CASA). Os arquétipos que construímos tinham feito muito bem o seu trabalho!

Por exemplo, trabalhando através dos conceitos filosóficos, eu vi meu próprio caminho na busca da volta para o espírito refletido na história, como Werner sabia que assim seria – o processo tinha ainda encorajado a minha própria compreensão do estudo da Antroposofia. Também me lembrei de que Werner, que era como um pai erudito, me apresentara a Marcia como sua “mão direita”, enquanto Luke Skywalker sacrificara sua própria mão direita na batalha com seu pai, Darth Vader, que escolheu o caminho das TREVAS – ambas as situações ligadas à busca do  conhecimento espiritual. Como um “da mão direita” substituto para Werner no projeto com Marcia, eu cresci em meu papel de liderança como um professor. Assim também, com a substituição de sua mão direita, Luke adquiriu uma postura mais magistral como um guerreiro Jedi que tinha com sucesso REJEITADO TOMAR O CAMINHO (mais fácil) do LADO NEGRO e se tornou mais conectado com a sua própria FORÇA (EU SUPERIOR) E PODER INTERIOR (espiritual).

O próprio George Lucas estava no caminho para que seu gênio fosse reconhecido com sucesso comercial e crítico. Ele mais tarde abriria seu famoso Rancho Skywalker, que eu acho que é um nome muito melhor do que “Starkiller” Ranch, não é?

No entanto, quando a sua mão direita, Marcia Lucas, foi cortada simbolicamente em seu divórcio de 1983, ele perdeu uma parte da humanidade que tinha ficado evidente nos filmes anteriores, e alguns dizem que faltou nas versões posteriores da série Star Wars.

Por sua parte, Marcia Lucas iria subir no palco para ser cerimoniosamente honrada, assim como os personagens no final de Star Wars. Muito elegante e elegantemente ao lado de uma apresentadora dourada Farrah Fawcett no Oscar de 1977, Marcia aceitou um Oscar como prêmio pela melhor edição de um filme que tinha começado como uma desconhecida ópera espacial para tornar-se um nome familiar em todo o planeta. Nessa cerimônia de entrega do Oscar, em 1977, um de seus colegas editores falaria por ela, e ela não teria a oportunidade de agradecer a ninguém publicamente, nem mesmo ao marido, George Lucas. Se tivessem dado uma chance para ela ao microfone, imagino que Marcia talvez tenha agradecido ao Waldorf Institute, embora o processo de estar envolvido nesse projeto influente fosse, para mim, minha própria recompensa.

De fato, mais tarde, ao trabalhar com a produtora Kathleen Kennedy durante a gravação dos filmes de Indiana Jones (de novo inspiração de George Lucas, agora em trabalho com Steven Spielberg), eu estava ciente de minha participação na criação de pequenos momentos nos filmes, onde a verdadeira sabedoria e luz brilham através da história. Isto é o que eu tentei fazer em todos os meus escritos: compartilhar o amor pelo busca da conexão com o espírito (FORÇA-PODER) que eu tento viver cada dia e trazer esse espírito para as almas de todos que eu tenho o privilégio de conhecer ou tocar de alguma forma pequena – mesmo Através de uma simples história que é a repetição onipresente da história original, o retorno DA alma HUMANA ao espírito, A VOLTA DO FILHO PRÓDIGO PARA CASA.

Apenas alguns dias atrás, com todo o ressurgimento das memórias de Star Wars e o recente lançamento da última parcela da série, eu pesquisei o nome de Marcia Lucas e descobri que ela e George se divorciaram em 1983. Ela havia voltado a usar seu nome de solteira, Marcia Griffin. Quando eu tinha trabalhado com ela, eu não tinha idéia de que ela era uma das maiores editoras de filmes do planeta, suas habilidades tendo sido regularmente em demanda pelos principais diretores, incluindo Scorsese e Coppola. Fiquei muito contente por saber sobre seu Oscar e acredito que ela é uma heroína não reconhecida na história de Star Wars.

skywalker-Vader-star-wars

Afinal, quantas vezes um ser humano mortal cria algo eterno – uma história que dura para sempre? Deixo-vos com um link com um artigo sobre Marcia Griffin que dá uma bela imagem de suas contribuições para a realização da saga Star Wars:

Aprecie, e possa a “FORÇA” estar com você!

Douglas e Tyla Gabriel estão encantados em compartilhar esta história com você como parte do projeto Nosso Espírito, que é uma nova Inspiração e Imaginação da Antroposofia em nossos tempos. Se você recebeu este link ou PDF de um amigo, agradeça a eles e retorne a bênção compartilhando livremente este papel com seus amigos e colegas espirituais e fãs de Star Wars. Estes materiais estão disponíveis para os leitores que recebem nosso boletim de www.ourspirit.com .

O site inclui vídeo palestras sobre uma variedade de tópicos, incluindo um de Douglas sobre a criação de Star Wars, mas mais proeminente em nossas obras é o desvelamento de Sophia (a Sabedoria). Conversas de vídeo podem ser encontradas na seção intitulada nossas conversas sobre o Espírito .

Gostaríamos também de agradecer a nossa editora, Karen Dell Kinnison, que amorosamente se derrama sobre nossos manuscritos, certificando-se de que os leitores tenham uma experiência agradável lendo o que escrevemos. Você pode reproduzir este documento para fins não comerciais, desde que seja inclusivo, incluindo esta página de confirmação.

Conheça-a (a Sophia, a sabedoria, que é FEMININA). Conhece a ti mesmo. Seja puro e AMOROSO. Seja curioso. Transforme-se…NA FORÇA DO ESPÍRITO…


“O medo é a emoção predominante das massas que ainda estão presas no turbilhão da negatividade da estrutura de crença da (in)consciência de massa. Medo do futuro, medo da escassez, do governo, das empresas, de outras crenças religiosas, das raças e culturas diferentes, e até mesmo medo da ira divina. Há aversão e medo daqueles que olham, pensam e agem de modo diferente (os que OUVEM e SEGUEM a sua voz interior), e acima de tudo, existe medo de MUDAR e da própria MUDANÇA.” –  Arcanjo Miguel

Related image

Chamado para Elevar Gaia de uma Civilização Planetária para uma Cultura Galáctica


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Vocês devem se lembrar de que vocês NÃO ESTÃO sozinhos e que nunca estiveram sozinhos. Vocês viram para esta nave terrestre para ajudar a libertar Gaia de seu longo processo de viver na ilusão de ser um planeta de terceira dimensão. Portanto, você deve se libertar de sua ilusão pessoal de que você é apenas uma “pessoa 3D”.eu processo de transmutação começará avançando seu “conceito de SER”  um membro de uma “Cultura Planetária” para ser um membro de um “Cultura Planetária Inter Dimensional”. 

Fonte: http://suzanneliephd.blogspot.com.br/

Aceitando o Chamado para Elevar Gaia de uma Civilização Planetária para uma Cultura Galáctica

Os Arcturianos através de Suzanne Lie

Você também (como um ser divino, uma alma experienciando a VIDA) teve muitas experiencias vivendo em mundos planetários diferentes, tais como:

Vênus, Marte, Plêiades, Tau Ceti, Andrômeda, Sírius, Arcturus, bem como em muitos outros planetas de diferentes sistemas solares, que você nem sequer conhece ou lembra em sua atual encarnação.

Você geralmente escolhe cada encarnação com um “tema e / ou dedicação”, para transmutar tantos componentes de seu SER na medida que for possível até alcançar a capacidade de viver em uma civilização mais avançada na quinta dimensão de vibração, percepção e contribuição. Sim, todos vocês escolheram uma contribuição que você decidiu trazer para trabalhar com Gaia dentro de cada uma das suas encarnações.

Às vezes, você conseguiu manter essas “promessas de contribuição”, mas às vezes você NÃO pode cumprir sua promessa. De fato, em alguma encarnação, você esqueceu totalmente a sua encarnação passada, e até esqueceu que você teve muitas outras encarnações – e que terá muitas outras mais!

Por algum motivo, muitos líderes humanos  disseram às pessoas da Terra que elas eram “imperfeitas” e deveriam “trabalhar arduamente para serem perdoadas”, caso contrário elas NÃO “chegarão ao céus”. O céu era freqüentemente conhecido como um lugar onde Anjos voam e tocam harpas (usando figuras do catolicismo romano).

Na realidade, o Céu, é como todas as outras frequências da realidade. No entanto, a realidade conhecida como “Céu” é uma frequência de realidade que ressoa para a quinta dimensão e além. À medida que mais e mais pessoas, animais, plantas e outros membros da Terra de Gaia aumentam a freqüência da ressonância da quinta dimensão, todo o planeta também aumentará sua ressonância.

Gaia, que é o ser também conhecido como Terra, tem sido muito paciente com os humanos dela dependentes, e que deveria ser a mais evoluída de todas as espécies nela habitando. No entanto, alguns “humanos”, ou aqueles disfarçados de humanos, são os mais destrutivos de todos os habitantes de Gaia.

Gaia agora está aumentando a sua freqüência de ressonância, pois está pronta para iniciar o processo de ascensão planetária. Esse processo será muito difícil para os muitos habitantes humanos que viveram suas vidas com base no Serviço para o Si mesmo (STS-Egoísmo) não para o Serviço aos Outros (STO) .

Esses “seres mais densos” provavelmente ficarão muito assustados com as mudanças da Terra, que continuarão a ocorrer à medida que todos os componentes dos reinos elementais da terra, do ar, fogo, água, as plantas, animais e o reino humano de Gaia aceleram sua inata freqüência de ressonância para freqüências mais altas e em harmonia com a ressonância central .

Essas freqüências mais altas de ressonância central afetarão primeiro os seres humanos, as plantas, os animais e os aspectos mais evoluídos da forma de Gaia, permitindo-se despertar completamente para o seu verdadeiro SER Multidimensional.

Estamos felizes em ver que mesmo aqueles humanos que sempre foram densos e estáticos começaram a se tornar menos densos e cada vez mais móveis. De fato, cada vez mais componentes da realidade tridimensional de Gaia estão se reestruturando para ressoar com as freqüências mais elevadas de níveis mais elevados de consciência.

Esta “reestruturação” da forma de Gaia, desde os seres elementais que criam a vida no planeta (trabalhando com os quatro elementos básicos, fogo, ar, água e terra), está causando grandes inconvenientes para os seres humanos que sempre viveram através do “poder sobre os outros”. O medo que sempre impulsionou suas vidas se expandiu, à medida que seu comportamento continua para tornar-se cada vez mais errático e egoísta.

Por outro lado, a transição que o despertar e a elevação da consciência experimentam é expandir sua consciência para perceber e experimentar freqüências mais altas e mais elevadas da realidade multidimensional. É claro que essas freqüências mais altas da realidade não são “vistas” da mesma maneira que as pessoas físicas podem perceber a sua realidade física.

À medida que a consciência humana física começa a se expandir para acessar a quarta e a quinta dimensão, sua “imaginação” inata revela informações importantes que esses “líderes em desenvolvimento para a elevação de Gaia” sabem que devem compartilhar com os outros.

Tal como acontece com todas as grandes transições planetárias, se alguém está ciente e preparado para mudar, eles podem liberar mais facilmente sua “resistência à mudança”(se liberar dos apegos). A resistência à mudança é comum para toda a humanidade.

Felizmente, como a humanidade pode se abrir de forma mais fácil e natural para elevação de sua consciência para abraçar a excitação e a aventura de ser membro de uma Sociedade Galáctica, o processo de transmutação planetária fluirá de forma mais rápida e livre.

Felizmente, cada vez mais “seres humanos” também estão abraçando o processo de abrir a consciência ao fato de que eles também são “seres galácticos” que tomaram uma forma física humana de terceira dimensão em Gaia para ajudá-la à medida que ela se move mais profundamente e mais alto em seu processo de Transmutação Planetária.

Uma vez que os corpos “de barro” feitos com os componentes da Terra do homem-mulher são construídos com os mesmos elementos da terra, do ar, do fogo, da água e, como o corpo de Gaia, os humanos podem alinhar-se com o processo coletivo de evolução planetária ao permitir que seu núcleo, seu ser primordial (Alma), também se expandam para uma ressonância dimensional maior .

Ambos, Gaia e todos os seus habitantes, estão se preparando para “A Grande Transição” para a elevação para a próxima oitava de ressonância / realidade. No passado de Gaia, sempre que um ser humano começou a ressoar com a energia da quinta dimensão, eles desapareceram para a visão daqueles cuja consciência ainda ressoam apenas na terceira / quarta dimensão.

Na verdade, tem havido lugares especiais que também parecem “desaparecer” para a percepção dos seres humanos de terceira dimensão. No entanto, esses lugares, e as pessoas, ainda estão lá, mas sua ressonância está além da percepção da maioria dos seres humanos.

Mesmo agora, ainda existem muitos humanos que não percebem os seres da quinta dimensão que sempre os orientaram. Felizmente, à medida que expandem sua consciência para a ressonância da quinta dimensão, eles também podem expandir suas percepções para a ressonância da realidade quinto dimensional.

Na verdade, mais de vocês tiveram essa experiência, mas você pensou que era “apenas sua imaginação”, ou “apenas um sonho”. Dizemos a todos vocês neste AGORA que a “imaginação”, assim como seus “sonhos dimensionais superiores , “São experiências REAIS, da realidade quinto dimensional.

No entanto, assim como você percebe seus “sonhos e / ou mundo criativo” de quarta dimensão de uma maneira diferente do que você percebe seu mundo diário e mundano, você também percebe a realidade da quinta dimensão de uma maneira muito diferente.

Assim como você NÃO percebe sua imaginação da quarta dimensão e o mundo dos sonhos da mesma maneira que você percebe sua realidade de terceira dimensão, NÃO perceberá a quinta dimensão da mesma forma que você percebe as realidades da terceira e quarta dimensões.

Sim, todas essas “diferentes dimensões” têm diferentes formas de vida que existem dentro de cada realidade dimensional. Existem muitas realidades dimensionais superiores que são preenchidas com formas de vida que não são familiares às suas perspectivas de terceira dimensão.

Felizmente, quando você “medita” ou tem um “sonho” especial, seu corpo terrestre pode experimentar um momento de calibração para as realidades da quinta dimensão a que Gaia e seus habitantes estão retornando. Desejaríamos que pudessemos dizer que todos os habitantes de Gaia voltarão para a quinta dimensão, mas Gaia é um planeta de “energia fora da energia superior”.

Em outras palavras, qualquer energia que a humanidade emite no “fluxo de vida” da Terra da Terceira / Quarta Dimensão, retornará aos remetentes. Porque o “fluxo de vida” de terceira dimensão é governado pelo TEMPO e ESPAÇO, muitas vezes você precisará estar em um determinado local, em certo momento, para alinhar completamente sua Consciência Pessoal com a Consciência Planetária daquele local determinado.

Os diferentes órgãos do seu corpo físico estão localizados em diferentes áreas do seu corpo, e precisam de diferentes tipos de alimentos e cuidados pessoais, e existem em um espectro de “um órgão saudável” para um “órgão ferido ou desequilibrado”.

Da mesma maneira que você daria atenção especial a uma parte do seu corpo físico ferido ou doente, você dará atenção especial a qualquer parte do corpo de Gaia que pareça estar ferido, prejudicado, doente e / ou necessitando de especial atenção.

O que nós, os Arcturianos, assim como toda a sua Família Galáctica, desejamos lembrá-los é que CADA UM de vocês escolheu pegar um corpo fisicamente terrestre durante este AGORA. Como todos sabem, alguns seres humanos adoram e respeitam Gaia e TODOS os seus habitantes.

Por outro lado, alguns seres humanos NÃO percebem Gaia como um ser vivo, mas como um pedaço de terra de onde eles podem “ganhar dinheiro” ou “fazer o que bem quiserem”. Esses “humanos”, que geralmente não são realmente humanos, mas são os seres Illuminati / irmandade das trevas, cuidam apenas de seu próprio ganho pessoal, financeiro ou de ter mais controle.

Lamentamos que às vezes esses seres possam assumir uma situação em que eles tenham a capacidade de exercer plenamente sua necessidade inata de ter “poder” sobre os demais. No entanto, ainda há lições humanas que alguns seres humanos devem aprender com seus próprios erros pessoais e falta de orientação interna. Esses seres humanos são aqueles que NÃO ESTARÃO prontos para transmutar sua consciência e sua forma física na ressonância da quinta dimensão.

Felizmente, uma vez que o tempo é uma ilusão da terceira dimensão, se eles podem apenas expandir sua consciência para a quarta dimensão, eles podem mover sua consciência para as “ondas de tempo de deslocamento” de quarta dimensão que lhes permitirão, no mínimo, visitar as realidades dimensionais mais elevadas.

Essas “ondas de tempo mudando” alcançarão as dimensões mais altas e mais elevadas do “tempo / espaço” à medida que Gaia se mova cada vez mais em sua ressonância inativa de quinta dimensão.  Gaia sempre deveria ser um planeta quinto dimensional, mas os seres da irmandade das trevas a atacaram porque sabiam que ela era o “Planeta da ascensão”, por muitos profetizado.

Este planeta Ascensão, também conhecido como Terra ou Gaia, já foi um mundo bonito com uma infinidade de pessoas, lugares, situações e coisas diferentes. No entanto, uma vez que Gaia era “O PLANETA para ascender”, os Illuminati, que não podiam ascender porque escolheram viver o “Caminho do poder e controle”, em vez do “Caminho do Poder Interior”, tentaram assumir o controle de Gaia.

Infelizmente, sua invasão da Terra foi bem sucedida e durou muito tempo. Felizmente, houve eras maravilhosas em que o “Poder Interior” dos seres humanos, de onde é capaz de buscar forças e poder de criar “Eras Douradas”, onde as pessoas viviam em Amor incondicional e Serviço aos Outros.

Nós, os Arcturianos, bem como os outros “Protetores do Amor Incondicional”, “Poder Interno” e “Serviço aos Outros”, criaram as melhores civilizações ou Eras Douradas. Os membros dessas “Eras Douradas”, como a Lemúria, Atlântida, Grécia antiga e Roma em seu início amaram seu planeta Gaia e trataram e respeitaram-na como sua Mãe.

Isso é até que os “seres das trevas” assumiram o controle durante a queda da Atlântida. Porque Gaia escolheu ser um “planeta de livre arbítrio”, seus habitantes humanos poderiam escolher viver através do “poder sobre os outros”. Foi durante esses tempos que muitos danos foram causados ​​a todas as formas de vida de Gaia. No entanto, esta escuridão também serviu como professora, da maneira oposta em que a Luz também é professora.

O momento é de escolha….

A Luz ensina a humanidade o que é amoroso, amável, altruísta e preparado para se transmutar nas frequências mais altas da realidade universal. Por outro lado, a escuridão dominou pelo medo, a raiva, ódio, egoísmo, a ganância, o que sempre causou grandes danos ao corpo planetário de Gaia.

Quando os humanos finalmente aprenderam as lições ásperas da escuridão, muitos deles retornaram  a sociedade planetária para uma “Sociedade Baseada na Luz”. Então, houve outra experiência de realidade de uma Era Dourada. Sobre e na escuridão e a luz tomou sua vez de governar o planeta. A escuridão foi destruída, e a luz reconstruiu e expandiu o que havia sido destruído.

Isso é que tanto quanto possível foi retornado à luz. Infelizmente, há muitas áreas de Gaia que só poderão ser reconstruídas quando Gaia retornar ao Seu verdadeiro Planeta Multidimensional e pode oferecer a perspectiva de uma sociedade do quinto dimensional, uma vez que os humanos possam equilibrar sua consciência nas dimensões mais altas e optar por viver através Amor incondicional.

Mas, a querida Gaia, está cansada agora. Ela já teve o suficiente dos ciclos de mudança da LUZ para as trevas, e depois das trevas de volta à LUZ. Gaia tem sido um “planeta escola” por tempo suficiente. Ela apreciou muito a LUZ, assim como os humanos também, mas os seres das trevas deixou muitas cicatrizes em seu corpo planetário, muitas das quais ainda não foram curadas.

Feliz e finalmente, mais e mais seres humanos evoluiram o suficiente agora para perceber que são Seres Multidimensionais. Portanto, eles podem percorrer a trilha de freqüência da LUZ nas dimensões superiores do SER Multidimensional de Gaia para visitar as expressões dimensionais superiores da realidade de Gaia.

Esses representantes de dimensões superiores de Gaia são grandes professores e estão felizes em transmitir sua grande sabedoria para aqueles que podem manter um estado de consciência de nível quinto dimensional o suficiente para receber e entender essas mensagens mais elevadas.

Uma vez que esses seres ascendentes receberam, documentaram e entenderam essas mensagens mais elevadas, eles são convidados a compartilhar essa informação com outros seres humanos que estão prontos para ajudar Gaia em sua ascensão planetária.

Esses seres trouxeram essa informação às pessoas com a intenção de despertá-las. Infelizmente, muitas vezes, a escuridão era tão forte que poderia extinguir facilmente a influência da LUZ, então as eras de trevas foram muitas vezes mais longas do que as eras da LUZ.

Portanto, muitos membros da família humana decidiram que encontrariam aquela LUZ dentro de si mesmos. Eles não precisavam ser mártires para trazer a próxima transição de uma era de escuridão para uma era de LUZ, pois poderiam ser professores, escribas, artistas e líderes amorosos incondicionais dos demais seres humanos.

Em outras palavras, há uma nova era de “Poder Interior” dos seres humanos que passaram muitas encarnações em casa e em espaçonaves de quinta dimensão, assim como muitas encarnações sobre a terra de Gaia, aprendendo e ensinando o que era necessário para preparar melhor Gaia e muitos dos seus seres quanto possível, para a ASCENSÃO PLANETÁRIA.

O que significa ascensão planetária e como podemos ajudar a criá-la?

Esta é uma questão que cada membro a “Serviço dos Outros” da Terra ascendente de Gaia deve encontrar dentro de suas próprias freqüências mais altas de seu próprio SER INTERNO Multidimensional! Se estes seres despertados, servindo como seres humanos em Gaia durante este momento de transmutação para uma realidade de quinta dimensão, estão prontos AGORA PARA ACEITAREM O CHAMADO DE GAIA.

O que é esse chamado? O que significa o “Chamado de Gaia?” É porque cada vez mais humanos corajosos e transmutadores estão expandindo sua consciência, do nível pessoal  para a Consciência do Grupo, da Consciência Planetária, assim que Gaia poderá Transmutar sua realidade de uma Cultura Planetária limitada de terceira dimensão para uma Cultura Galáctica.

Nós, os seres Arcturianos retornaremos em breve para lhe contar mais sobre Culturas planetárias e galácticas. As nossas Bênçãos caiam sobre voces, dos Arcturianos, e de TODAS as suas Famílias das infinitas Estrelas.

O Retorno de Inanna: 09


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

 Marduk e a Guerra

inanna-maça-serpente-direita

“Eu, Inanna, retorno para contar como faz cerca de 500 mil anos, a minha família de Nibiru tomou posse da Terra e alterou o genoma humano com o fim de produzir uma raça de trabalhadores criada para extrair ouro destinado à esgotada atmosfera de Nibiru, nosso planeta e lar original.

Como somos tecnologicamente muito superiores, esta raça de trabalhadores — a espécie humana — nos adorava como a deuses. Aproveitamo-nos deles (de voces) para liberar guerras em meio de nossas disputas familiares intermináveis até que, de um modo estúpido, desatamos sobre a Terra a terrível arma Gandiva (artefatos nucleares), que enviou uma onda de radiação destrutiva por toda a galáxia”volução do planeta Terra“, de V.S. Ferguson

 “Isto chamou a atenção dos membros da Federação Intergaláctica. E então, por causa de nossas próprias ações irresponsáveis em seu planeta, vimo-nos restringidos pela BARREIRA DE FREQUÊNCIA, imposta pela FEDERAÇÃO, uma prisão de freqüência que congelou a nossa evolução.

piramide-vortice-luzRetornem comigo à antiga Suméria, a Babilônia, ao vale do rio Indus e ao Egito. Dentro de meus Templos do Amor, dou a conhecer segredos antigos da união sexual cósmica nibiruana e de meus matrimônios sagrados. Através de meus olhos contemplem a Torre de Babel, o Grande Dilúvio, os Túneis das Serpentes e os cristais em espiral na pirâmide de Gizé.

Viajem comigo pelo tempo até a Atlântida, a Cachemira e o Pacífico Noroeste dos Estados Unidos à medida que encarno em meu Eu multidimensional para pôr a funcionar os códigos genéticos que estão latentes dentro de sua espécie e para libertar a Terra do controle por freqüências que exerce meu primo, o tirano deus Marduk (Baal, LÚCIFER)“.


IX.- MARDUK E A GUERRA

Marduk, o filho mais velho de Enki, é o último homem na galáxia a quem eu quereria ter como marido. Enki amava a vida e às mulheres de todas as raças e por isso engendrou muitos, muitos filhos, os quais competiam entre si por terras, reino, exércitos, poder e riqueza.

Meu marido Dumuzi era o mais jovem dos filhos principais, mas já estava morto e não representava uma ameaça para nenhum dos outros. Nergal, casado com minha meia-irmã Ereshkigal, era o segundo na linha do poder. Enki chegou até a engendrar um filho com sua nora Ereshkigal. Possivelmente foi assim como ela recebeu o comando das terras Antípodas, onde Nergal reinava com ela. Enki teve muitíssimos outros filhos que chegaram a ser um verdadeiro ninho de víboras de irmãos e irmãs.

Então aparece em cena Marduk, que reclamava tudo para si mesmo. Alguns poderiam pensar que Marduk era de Marte, mas quaisquer que fossem seus gens reais, nasceu como um tirano réptil inato. Saiu da matriz de sua mãe calculando como ia controlar cada coisa e a cada pessoa. Todos os rasgos répteis clássicos convergem em um grande Marduk.

draconiano1

É muito alto, de olhos vermelhos penetrantes e pele amarela olivácea que é um pouco escamosa. Tem vestígios de guelra nas bochechas. Nasceu com uma cauda como seu pai Enki, mas mais tarde a fez tirar por meio de cirurgia laser. Ele alegava que a cauda lhe estorvava, mas todos sabíamos que sua vaidade o tinha obrigado a corta-la. A muitos parece que Marduk é esquisitamente belo, friamente magnífico e que tem uma mente brilhante e a concentração de uma serpente. Ele possui sim uma espécie de beleza, para quem gosta dessa espécie reptiliana.

Os filhos de Enki sempre estavam discutindo e brigando entre si, inclusive quando eram meninos. Quando Enki e seu irmão Enlil lutavam pelo poder, também assim o faziam seus filhos. Poderia haver alianças temporárias, mas cedo ou tarde um queria impor-se sobre os outros e os irmãos chegavam aos golpes e abriga recomeçava. Quando eram meninos, alguns dos moços receberam horríveis feridas das armas de plasma.

Algumas das mães rivais ensinavam a seus filhos a colocar formas de pensamento de demônios imaginários nos sonhos dos outros pequenos. As mulheres aprenderam que se os filhos se mantinvessem no poder, também elas obteriam vantagens. Começaram a descuidar de suas filhas e só se preocupavam com procurar matrimônios poderosos para as pobres garotas.

Uma reunião familiar freqüentemente era um desastre e às vezes chegava a converter-se em um motim. Os homens brigavam e suas mães os açulavam. Normalmente Enki se retirava no meio do embate, com temor e desespero. Ele nunca gostou de disciplinar a ninguém, especialmente seus filhos.

Depois de muitos conflitos e enganos, Marduk recebeu o Egito para que o governasse. Enki preferiu ficar no Abzu trabalhando em seus projetos genéticos, de modo que lhe entregou o domínio do rio Nilo e os territórios adjacentes ao Senhor Marduk. Imediatamente Marduk começou a construir enormes estátuas monolíticas de si mesmo por toda parte. Estas obras de arte aumentavam sua beleza e tinham como fim intimidar ou aterrorizar aos Lulus. O mandato por meio da intimidação era o código de Marduk. Todos os tiranos da história da Terra de um modo ou outro se inspiraram no primogênito de Enki.

Livroperdidode-Enki

O livro perdido de Enki, conta a saga do deus de Nibiru da criação do Lullu (Adapa, Adão) o homem de “barro” como trabalhador escravo dos “deuses”.

Como o Egito era o domínio de Enki, sua prole ficou encarregada de regular os padrões climáticos ao redor do Nilo. Deste modo se controlava o fornecimento de água e se evitavam as inundações. Em Nibiru o controle do clima se faz por meio de reguladores de freqüência. Na Terra um satélite em forma de disco de eletroprata e ouro cruzava os céus e, por meio de emissões magnéticas que vocês ainda não conhecem, regulavam-se as quantidades de água e a formação de nuvens.

Este procedimento fez que os Lulus pensassem que nós controlávamos o sol e que nós éramos deuses que eles deveriam adorar. Marduk adorou esta idéia e se autodenominou o Deus do Sol, Ra, e por todo o Egito fundou templos onde lhe adoravam. Ele era extremamente vaidoso e sempre queria impor-se com a sua vontade.

Denominado como o Deus Sol, o Brilhante, o Possuidor do Céu e da Terra e quase todo título que se dava aos outros deuses, Marduk o apropriaria cedo ou tarde. Até mesmo seu pai Enki o temia. Parecia que Marduk tinha o poder de submeter a mente de Enki; exercia uma espécie de controle mental sobre seu pai. De algum modo toda a força de Enki se transferia a Marduk, o que deixava a Enki impotente.

A grande pirâmide de Gizé era chamada de Ekur, uma palavra que quer dizer “a casa que é como uma montanha”. Enki e seus filhos construíram este Ekur em Gizé. Marduk escolheu o lugar e Ningishzidda, o filho de Enki e Ereshkigal, instalou a tecnologia nibiruana lá dentro da imensa construção.

A pirâmide era o gerador principal de poder que usávamos em todos nossos veículos espaciais, os discos que controlavam o clima e os sistemas de comunicação. Nessa época as transmissões das Pléyades, de nosso planeta Nibiru e da estação de órbita, chegavam ao Ekur. Aquele que controlava a grande pirâmide exercia o poder na família de Nibiru que controlava a Terra.

Marduk e Nergal começaram a lutar pelo controle das pirâmides. Marduk fez clones de si mesmo e formou um exército de guerreiros ferozes e valentões, grandes de estatura e facilmente substituíveis. Com estas legiões de clones atacou os exércitos de Nergal e começou uma enorme guerra. Quando os filhos de Marduk conseguiram se apoderar do Ekur, dominou-os a ambição e a avareza.

Começaram a brigar entre eles mesmos e moveram suas legiões para o portal espacial que pertencia a Enlil, o irmão de Enki. Esta briga provocou Enlil e a todos os demais membros da família e deu origem a uma larga e sangrenta guerra fratricida que finalmente terminou dividindo a família de Anu em dois grupos definidos, os Enlilitas e os Enkitas.

Enlil não aceitava que os filhos de seu irmão rival Enki controlassem o Ekur e o porto espacial. Não queria lhes entregar o controle e manejo das comunicações entre as Plêiades, Nibiru e a estação orbital aos Enkiitas. Enlil e seus filhos ficaram à altura das circunstâncias. Escolheram Ninurta como chefe das forças Enlilitas para lutar contra Marduk. Ninurta sendo o filho de Enlil e Ninhursag, vivia para agradar a seu pai, executava suas ordens de uma maneira obsessiva e usualmente tinha êxito. Sempre me pareceu que Ninurta era uma pessoa muito estranha, excessivamente egocêntrico e ressentido, uma espécie de menino mimado.

piramides-ufo

Como era o centro de atenção de sua mãe, cresceu com algumas características insuportáveis. Quando fomos meninos Ninurta e eu brigávamos violentamente. Mas desta vez estávamos brigando juntos no mesmo bando contra nossos parentes descendentes de Enki. Como neta de Enlil, eu sou enlilita de nascimento. Vi com agrado que o filho de Ninhursag saísse vitorioso nas batalhas para o grupo de minha família.

Meu próprio pai Nannar também comandava exércitos. Eu insisti em ir para a batalha. Tinha alcançado o nível de Falcão Dourado no conhecimento das armas. Lutei ao lado de Ninurta e uma vez lhe levei uma arma que ele necessitava com urgência. Suspeito que foi a única vez que se alegrou comigo!

A guerra foi inefavelmente espantosa e usamos os Lulus como nossos soldados. De vez em quando as grandes ondas de radiação chegavam a povos inteiros e Lulus inocentes morriam em quantidades enormes. Muitos mais morreram de fome no domínio africano de Nergal porque Ninurta evaporou todas as águas nos rios e chamuscou as terras com fogo de plasma. Ninurta também usou o que vocês chamariam guerra química; o terrível míssil Madhava envenenava tudo o que encontrava pela frente.

Havia muitos tipos de armas destrutivas, mas a mais engenhosa de todas era a arma Ruadra. Esta produzia um holograma de enormes exércitos de monstros e demônios que atacavam armados com pistolas de plasma e que emitiam gritos horripilantes de guerra. Os Lulus de Marduk nunca imaginaram que se tratava somente de uma aparição, de modo que davam a volta e fugiam desesperados deixando que os clones sozinhos enfrentassem às legiões de Ninurta.

Ao final da guerra, Ninurta conseguiu inundar o Abzu, obrigando a Enki e a seus filhos a se retirarem da grande pirâmide. Empregando o amparo do Ekur, os enkitas geraram uma violenta parede de luz ao redor do complexo piramidal. Esta parede era um campo energético estimulado pelas enormes capacidades da grande pirâmide. Nenhuma arma das nossas podia penetrá-la.

nibiru-piramides

Ninurta convocou a meu irmão gêmeo, Utu, e lhe ordenou que lhe cortasse todos os fornecimentos de água ao Ekur. Sem água não poderiam sobreviver por muito tempo. O desespero obrigou a um dos filhos menores de Enki a escapar para procurar água, mas em seu ousado intento a arma engenhosa de Ninurta o deixou cego. Assim um membro da família agrediu muito a outro, o que até então não havia ocorrido antes. Até Marduk tinha utilizado assassinos para matar a meu marido Dumuzi.

Então interveio Ninhursag. Ela já tinha visto muito. Era algo muito vil que estivéssemos degolando seus Lulus, mas matar e aleijar os membros de nossa própria família era algo intolerável. Ordenou a seu filho Ninurta que lhe desse uma roupa protetora contra a radiação e lentamente se aproximou do Ekur. Ninguém se atrevia a agredir Ninhursag, nem sequer Marduk. Ela é a filha de Anu e podem estar seguros de que Enki se sentiu muito nervoso quando lhe ordenou que baixasse a parede venenosa.

Começaram as negociações de paz. Ninhursag informou a Enki e a seus filhos que Anu lhe tinha dado autoridade para pôr fim a esta loucura. Ordenou a Enki que imediatamente se rendesse ante Enlil. Enki procurou Marduk para lhe pedir conselho e este aceitou. Nesses tempos Marduk ainda tinha medo de Anu.

Continua…


“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE”   – Sidhartha Gautama (o Buddha)

inanna-maça-serpente-direita

Implantes alienígenas em pessoas


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

 Características físicas encontradas

Estas notícias são antigas ou são notícias atuais? Bem, está acontecendo agora. E quantas pessoas conhecem os últimos achados (A EVIDÊNCIA FÍSICA) de implantes extraterrestres em seus corpos? A partir da pesquisa do cirurgião podiatra Roger Leir, cientista de material químico (e perito tecnológico em nanotecnologia) Steve Colbern e o físico Robert Koontz, vou resumir os fatos para vocês. À direita, raio x de um implante alien removido da coluna de um homem.

Implantes extraterrestres em pessoas – Características físicas encontradas

Fonte: http://exonews.org/

Por Giorgio Piacenza

Uma boa referência é encontrada aqui. Grey Alien Implants (Implantes Alienígenas Greys): um fenômeno mundial ou talvez localizado por zonas, mas em muitos casos são fisicamente detectáveis. Você notou um objeto estranho depois de um sonho estranho ou após sofrer uma paralisia do sono?

UFO Sightings O homem que removeu 17 Implantes estrangeiros! Documentário completo:

As respostas prosaicas provavelmente serão suficientes, mas em alguns casos … os implantes alienígenas avançados reais foram detectados. Do que eles são feitos? Muitas vezes, do Ferro Meteorico (com isótopos não terrestres) com cobalto e quantidades significativas de irídio. Eles têm taxas isotópicas que não ocorrem naturalmente na Terra. Um dos implantes era constituído de uma classe de meteoritos de níquel-ferro chamados de hexaedrites.

Especulativamente: isótopos mais pesados ​​podem ter sido formados perto do núcleo galáctico e – ou devido a explosão de estrelas supernovas. Eles são normalmente irregulares e cobertos com uma camada oleosa + revestimento duro que evita a rejeição do corpo em que esta implantado. Não produz resposta imune do organismo.  O tecido biológico cresce a partir do metal. Isso foi visto com a EDX Microscopia Eletrônica.

Alguns dos implantes emitem sinais de rádio de radiação eletromagnética FM antes da remoção em frequências escalares de 93 MHz, 15 MHz, a mesma freqüência usada nas comunicações espaciais de satélites. Parece ter um revestimento superficial, sensível aos fonões, para retransmitir ondas sonoras.

Se você os quebrar, eles voltarão a se remontar (Bob Koontz). Existem dispositivos eletrônicos de nano tubo de carbono nestes implantes não encontrados na natureza (Steve Colbern). Parecem ser nanotubos de parede única. Steve Colbern, cientista de material químico, nano técnico, os encontra longe da tecnologia formal da Terra (e possivelmente da Terra Interior). Roger Leir menciona que muitas vezes são encontrados em muitos lugares, bastante superficialmente instalados pelo corpo do implantado, mas também perto dos ossos.

As células nervosas se conectam aos dispositivos !! Alguns dos objetos possuem fortes campos magnéticos de alcance de mais de 10 milhas (16 quilômetros). Cerca de 15% dos abduzidos apresentam incandescência fluorescente significativa na área da pele onde o dispositivo foi implantado por até 1 mês (detectável com UV-A, mas mais com UV-B e UV-C). Pequenos detectores de metal e raios-X e medidores Gauss podem detectá-los no corpo. Claro, se com raios-X é difícil localizá-los, as varreduras CAT podem localizá-los com mais precisão.

Nenhum sinal visível de entrada / nenhum portal de entrada conhecido. Se os sinais de entrada forem detectados logo após um evento de implante, eles fecham e não deixam marca em um dia ou dois. Cerca de 24 implantes foram recuperados. Alguns possuem estruturas cristalinas orto-rombicas regulares de cloreto de sódio que são retangulares e de tamanho variável (Steve Colbern). Talvez eles sejam usados ​​para gerar radiofrequências escalares (Bob Koontz).

Muitas vezes, quando o cirurgião podiatra Roger Leir tenta removê-los com aço cirúrgico, eles se afastam do bisturi. Se cerca de 2% da população dos EUA apresenta vários sinais de abduções este fato é realmente indicativo, de que talvez o número de pessoas implantadas seja, em termos reais, bastante grande.

Se isso é real, quantos indivíduos estão sendo implantados ou monitorados de outras maneiras por seres extraterrestres que não são Greys? Isso é constantemente novidade porque ainda está acontecendo e novas provas estão sempre chegando. Veja esta evidência diretamente obtida por Joanne Summerscales da AMMACH no vídeo à seguir:

“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE” – Sidhartha Gautama (Budha)

“Tudo o que somos é o resultado do que pensamos. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento maligno, a dor o acompanhará como uma sombra. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue, como uma luz que nunca o deixa”. – Budha  (Sidharta Gautama)

– Características físicas encontradas

O mistério sobre quem realmente foi Maria Madalena


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Prostituta. Santa. Esposa de Jesus. Apóstola. Feminista.

Os rótulos usados para definir Maria Madalena – fruto de interpretações de textos canônicos, de evangelhos apócrifos ou simplesmente expressões de crenças populares – fazem dela uma das mais enigmáticas personagens bíblicas. O primeiro contato entre Jesus e Madalena está narrado no capítulo 8 do Evangelho de Lucas. Cristo encontra Maria Madalena e expulsa dela sete demônios: “E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios”; Lucas 8:2

O mistério sobre quem realmente foi Maria Madalena

Fonte: http://www.bbc.com/portuguese/

filme Maria Madalena, que chega aos cinemas nesta quinta (15), lança olhar sobre uma das versões da trajetória desta figura fundamental à história do cristianismo. Na obra dirigida por Garth Davis, ela aparece como uma fiel seguidora de Cristo. Mais do que isso, uma mulher à frente de seu tempo, que desafia a sociedade patriarcal da época, contrariando seu pai ao decidir se tornar uma discípula.

Citada nominalmente 17 vezes na Bíblia, Maria Madalena, ao que tudo indica, era uma entre tantas pessoas que se encantaram com as pregações de Jesus Cristo e passaram a segui-lo. A principal pista sobre sua origem está no nome: originalmente, Maria de Magdala, ou seja, nascida em Magdala, uma vila de pescadores próxima ao Mar da Galileia, localizada a 10 km de Cafarnaum, a cidade que foi a base de Jesus na vida adulta.

O primeiro contato entre eles está narrado no capítulo 8 do Evangelho de Lucas. Cristo encontra Maria Madalena e expulsa dela sete demônios. {“E algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios”; Lucas 8:2 }

Sete é um número simbólico e, na Bíblia, significa a totalidade. A partir de então, ela se torna uma seguidora do pregador. Madalena é citada como uma das mulheres que testemunharam a crucificação de Jesus e, de acordo com o evangelista Marcos, ela teria visto onde o seu corpo foi sepultado. A Bíblia relata ainda que ela acabou sendo a primeira a encontrar o sepulcro de Jesus Cristo aberto e, portanto, se tornou a anunciadora, aos outros discípulos, da ressurreição de Jesus.

A seguir, todavia, seu nome desaparece do livro sagrado. Nos relatos – presentes em Atos dos Apóstolos e nas epístolas – dos primeiros anos da Igreja, é como se Madalena não tivesse existido.

“O silêncio dos apóstolos trouxe aos exegetas diferentes interpretações e, para o imaginário coletivo, muitas histórias que ainda hoje pairam sobre a imaginação de homens e mulheres do mundo cristão ocidental”, pontua a pesquisadora Wilma Steagall De Tommaso, professora da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e do Museu de Arte Sacra de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Teologia e Ciências da Religião. “Crentes ou ateus, todos conhecem alguma história sobre Maria Madalena”.

Relacionamento amoroso

Isto porque as histórias são muitas. Um exemplo bastante difundido: a mulher era uma prostituta que, resgatada por Jesus, acabou virando sua amante. Os dois teriam se casado e, quando ele foi crucificado, Madalena esperava um filho dele. Então, ela fugiria para a França, onde daria à luz. Os descendentes dessa linhagem seriam os membros da dinastia Merovíngia, que governou os francos de 478 a 751.

Este enredo aparece na literatura em O Santo Graal e a Linhagem Sagrada, de Michael Baigent, Richard Leigh e Henry Lincoln – publicado em 1982.

Um relacionamento amoroso entre Cristo e Madalena também é narrado tanto no livro A Revelação dos Templários (The Templar Revelation: Secret Guardians of the True Identity of Christ), escrito por Lynn Picknett e Clive Prince e lançado em 1997, quanto no best-seller  O Código Da Vinci, de Dan Brown. Nestes, a conspiração envolve o gênio renascentista Leonardo Da Vinci (1452-1519), que teria retratado Maria Madalena, de forma cifrada, ao lado direito de Jesus em sua representação da Última Ceia.

No tratado hagiográfico Legenda Áurea, publicado em 1293, o frade dominicano Jacopo de Varazze (1230-1298) conta que 14 anos depois da morte de Jesus, Madalena e um grupo de cristãos acabaram expulsos da Judeia. Embarcados à força, foram atracar no porto de Marselha, no sul da França. Lá, Maria Madalena teria pregado e convertido muitas pessoas. Mais tarde, ela se retirou à gruta de Sainte Baume, onde terminaria se dedicando por 30 anos à penitência e à contemplação. Verdade ou não, o local celebra esta história.

“Nos anos 1950, morei quatro anos no sul da França, onde se encontram a gruta em que se recolheu Maria Madalena e seu túmulo, na cripta da grande basílica, hoje museu. Havia uma grande festa provençal em sua honra, no dia 22 de julho”, recorda-se o teólogo Francisco Catão, autor do livro Catecismo e Catequese, entre outros.

Lendas

As versões populares sobre quem teria sido Madalena são muitas. Há quem acredite que ela tenha sido uma mulher que decidiu fugir com um soldado romano. Depois de um tempo, ele a abandonou e ela virou uma prostituta. Foi quando se encontrou com Cristo e passou a ser sua seguidora. Também há a lenda de que ela tenha sido uma aristocrata, herdeira de um castelo na região de Magdala. Vivia numa vida de luxúria até conhecer Jesus e passar a segui-lo. Segundo a Bíblia, o primeiro milagre realizado por Cristo teria sido, em uma festa de casamento, transformando água em vinho. A identidade dos noivos não é revelada.

Força da mulher (do feminino)

Uma das teorias atribui ao machismo a desconstrução moral de Maria Madalena. Isto porque ela teria tido um papel muito importante nos primeiros anos do cristianismo, algo semelhante ao de Pedro – considerado como o primeiro papa da Igreja Católica, o fundador do catolicismo. Mas quando a Igreja se tornou religião oficial de Roma, teve de dar uma atenuada nesses aspectos, por conta do machismo do império.

“Maria Madalena é uma figura forte desde o início do cristianismo. Mas, em uma sociedade patriarcal, em que o Jesus ressuscitado apareceu a uma mulher em primeiro lugar, confiando a ela a missão de anunciar aos apóstolos a sua ressurreição – a mais alta missão possível! – foi um problema para os homens de seu tempo”, disse a historiadora Lucetta Scaraffia, que há décadas estuda a importância da mulher na tradição cristã, em entrevista publicada semana passada no L’Osservatore Romano.

Mais do que os quatro evangelhos canônicos – de João, Marcos, Lucas e Mateus -, muitos evangelhos ditos apócrifos, não reconhecidos pela Igreja Católica, tratam da vida de Maria Madalena – e são fonte de muitas das teorias sobre ela que sobreviveram ao tempo. Se nos evangelhos oficiais seu papel é restrito a apenas uma entre tantos seguidores de Cristo, nos apócrifos Maria Madalena é retratada como alguém próxima do mestre, uma sábia que gozava de posição especial entre os primeiros cristãos.

“A liderança de Madalena (do feminino) era incômoda em muitos setores dos primórdios do cristianismo. A escolha dos livros que formam o Novo Testamento se deu num cenário em que se procurava sufocar as lideranças femininas existentes nas comunidades cristãs”, afirma o teólogo Pedro Lima Vasconcellos, professor da Universidade Federal de Alagoas e autor do livro O Código da Vinci e o Cristianismo dos Primeiros Séculos, para explicar por que ela é retratada nos apócrifos de uma maneira diferente dos evangelhos canônicos.

No Evangelho de Tomé, ela aparece em um diálogo com Pedro no último dos 114 versículos que essa obra atribui a Jesus Cristo. E mostra que havia uma Igreja dividida entre essas duas lideranças.

“Simão Pedro disse a eles: ‘Maria tem de nos deixar, pois as mulheres não são dignas de viver’”, diz o trecho. Na sequência, Jesus responde: “Eis que eu a guiarei para torná-la masculina, para que também ela se torne um espírito vivente, como vós, que sois homens. Pois toda mulher que se “fizer homem” entrará no Reino dos Céus” (nota de Thoth: Assim como todo homem que se “fizer mulher” – isto é desenvolver em si mesmo os aspectos femininos da intuição, compaixão, amorosidade, cuidado pela natureza… relacionados ao lado direito do cérebro).

{No Evangelho Apócrifo de Tomé: 114. Simão Pedro disse-lhes, “Que Maria (Madalena) nos deixe, pois as mulheres não merecem a Vida.” Cristo em Jesus disse, “Eu mesmo a irei dirigir, a fim de a “fazer um homem”, para que também ela se torne  um espírito vivo semelhante a vós, homens. Pois todas as mulheres que a si mesmas se fizerem “homens”, entrarão no Reino do Céu” [8]. }

Uma das interpretações aceitas para esse diálogo que hoje soa esquisito vem do pesquisador Dale Martin, especialista em Religião da Universidade de Yale. Para ele, o texto se refere a uma crença da época de que a capacidade de procriar, inerente às mulheres, era algo ruim (opinião de um “especialista”).

Já no Evangelho de Maria, ela é quem anima e encoraja os apóstolos temerosos das perseguições daqueles primeiros tempos do cristianismo. E Pedro reconhece sua importância. “Irmã, sabemos que o Salvador te amava mais do que às outras mulheres. Dize-nos as palavras do Salvador que recordas, aquelas que conheces e nós não conhecemos, já que não as ouvimos”, afirma ele.

Entre 2015 e 2016, a pesquisadora Eleonora Graziani utilizou este evangelho para demonstrar “a autoridade da voz feminina na Igreja primitiva”, quando ela realizava seu doutoramento em Estudos Femininos pela Universidade de Coimbra. Mas o texto apócrifo que mais suscita discussões sobre Madalena ter tido ou não um relacionamento amoroso com Jesus é o Evangelho de Filipe. Primeiro porque o evangelista diz que uma das Marias que “sempre caminhavam com o Senhor” era “sua companheira”.

Entretanto, pode ser tudo uma questão de tradução. A palavra original do manuscrito, o grego koinonôs, apesar de poder se referir a uma esposa, é mais comumente empregada para designar duas pessoas que compartilham alguma missão ou um trabalho, como dois parceiros comerciais. Outra passagem do mesmo evangelho, apesar de repleto de lacunas, diz que Jesus “a beijava com frequência na sua boca”.

Um fragmento de um antigo papiro recentemente descoberto (ou somente agora revelado) faz a sugestão explosiva que Jesus e Maria Madalena eram marido e mulher, eles eram casados dizem os pesquisadores. O fragmento do tamanho de 8 X 4 centímetros suporta/apoia uma corrente no pensamento cristão que mina séculos de dogmas da Igreja católica romana, sugerindo que o Messias cristão não era um celibatário. O centro do fragmento contém a frase bombástica onde Jesus, falando a seus discípulos, diz: “minha esposa”, que os investigadores acreditam que se refere à Maria Madalena. Fonte

Papas

No início, a Igreja reconhecia sua santidade. Maria Madalena era chamada de “apóstola dos apóstolos”, justamente por ter sido a primeira a atestar a ressurreição de Cristo – o primeiro registro desta definição é atribuído ao teólogo Hipólito de Roma (170-236).

Deixada meio de lado quando a Igreja Católica se tornou religião oficial do Império Romano – o que aconteceu no ano 380 -, Maria Madalena acabou relembrada de um jeito meio torto. Em uma tentativa de tentar convencer os fiéis de que o arrependimento sincero bastaria para um perdão de Deus, o papa Gregório Magno (540-604) começou a propagar, em sermões, que algumas passagens da Bíblia se referindo a mulheres pecadoras – anônimas – estavam, na verdade, tratando de Madalena.

Ou seja: várias pessoas foram juntadas em um só nome Maria Madalena. Em seu artigo Olhares de Clérigos – que integra do livro História das Mulheres no Ocidente-, o historiador francês Jacques Dalerun é categórico ao dizer que “tal como o Ocidente a venera a santa não existe, enquanto indivíduo, nos evangelhos”.

“A identidade de Maria Madalena, — de quem Jesus expulsou sete demônios e que foi testemunha da paixão e da Ressurreição, — fundiu-se com a da pecadora anônima,— mulher que lavou, ungiu e secou com os cabelos os pés de Jesus na casa de Simão, o fariseu — e também é identificada com a Maria de Betânia, irmã de Marta e de Lázaro”, resume a pesquisadora Wilma. “Maria de Betânia, no Evangelho de João, unge também Jesus com um valioso perfume de nardo. A pecadora anônima que aparece no Evangelho de Lucas; Maria de Betânia e Maria Madalena passaram a ser consideradas a mesma pessoa.” Pronto, estava aberta a brecha para que Madalena fosse tachada como prostituta a arrependida.

Nas últimas décadas, esta imagem foi revisada pela Igreja. Em 1969, os predicados “penitente” e “pecadora” foram excluídos da seção dedicada a ela no ‘Breviário Romano’.

“Isto eliminou um estigma que havia sido acentuado principalmente por ocasião da Contrarreforma, quando Maria Madalena teve a importante função de ser o exemplum. Completamente contra o protestantismo e sua doutrina da graça e da predestinação, a Contrarreforma enfatizou a doutrina da penitência e do mérito. Nessa época, séculos XVI e XVII, Maria Madalena exerceu um importante papel como a pecadora-penitente e como a pessoa que foi favorecida por excelência”, contextualiza Wilma, que está finalizando um livro sobre a personagem cristã.

Em 2016, papa Francisco transformou a data de Maria Madalena, 22 de julho, em festa litúrgica. De acordo com o Vaticano, a decisão foi tomada porque Francisco gostaria de “assinalar a relevância desta mulher que mostrou um grande amor por Cristo”. Ele voltou a enfatizar seu título de “apóstola dos apóstolos”. O gesto, carregado de simbolismo, repercutiu entre religiosos e estudiosos.

Professor de Novo Testamento da Universidade Católica de Louvain, na Bélgica, o filósofo Régis Burnet afirmou que o ato do papa reconhece “o lugar surpreendente, para a época, que as mulheres (o poder feminino) ocupavam junto de Jesus”, ao mesmo tempo que funciona como um “apelo a um maior reconhecimento delas na Igreja de hoje”.

Cultura

Relacionamento íntimo com Jesus, mas apenas do ponto de vista espiritual. O historiador britânico Michael Haag procura trazer esta Maria Madalena como a verdadeira, em seu recém lançado Maria Madalena – Da Bíblia ao Código da Vinci: companheira de Jesus, deusa, prostituta, ícone feminista. O livro, portanto, vai na mesma linha do filme de Garth Davis que chega aos cinemas – com Rooney Mara no papel principal. Mas, assim como a Igreja, o mundo da arte e do entretenimento também já apresentou várias facetas dessa “santa”.

Madalena já apareceu em mais de 30 filmes – quase sempre como uma linda mulher, sedutora. Em A Última Tentação de Cristo, obra de Martin Scorsese lançada em 1988, ela é vivida pela atriz Barbara Hershey. Que encarna a figura da prostituta – e, num devaneio épico quando Jesus está na cruz, é vista como esposa dele e grávida de seu filho. Em A Paixão de Cristo, de 2004, Mel Gibson traz uma Madalena, vivida por Monica Bellucci, coberta de lama. Em entrevista da época, Gibson afirmou: “eu joguei lama nela; e quanto mais lama eu jogava, mais bonita ela ficava”.

“Em dois mil anos de cristianismo, não há outro personagem que tenha estimulado tanto a imaginação de artistas, escritores e outros estudiosos como Maria Madalena”, acredita Wilma. “Sabemos pouco a respeito dela, no entanto, a cada período da era cristã criou-se uma Madalena que satisfizesse suas necessidades e anseios e assim Maria Madalena vem sendo submetida até nossos dias a uma plástica cultural.”

Assim, obras do Renascimento apresentam uma Madalena símbolo de penitência, humildade e amor. No Iluminismo, a figura é de uma rameira de coração puro. No fim do século 19, começa a ser representada de forma muito sexualizada, uma femme fatale.

Alguns quadros que a retratam são indispensáveis para qualquer percurso da História da Arte. Ticiano Vecellio (1490-1576) pintou Madalena Penitente e Noli Me Tangere. Seu contemporâneo Giampetrino (de quem não se sabe nem sequer o período exato de vida) concebeu uma Madalena sedutora, mundana. Já a Madalena de Pietro Perugino (1448-1523) é a imagem de uma santa.


“CONHECE-TE A TI MESMO E CONHECERÁS TODO O UNIVERSO E OS DEUSES, PORQUE  SE O QUE TU PROCURAS NÃO ENCONTRARES PRIMEIRO DENTRO DE TI MESMO, TU NÃO ACHARÁS EM LUGAR ALGUM” – Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.

Momento atual é de Grandes Oportunidades para aqueles que estão preparados


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Estes são Grandes Tempos para aqueles que estão preparados

Fiquem em paz. Há muita coisa acontecendo nestes dias e as mudanças estão à vista no horizonte próximo para TODOS.

A Terra, como você a chama, está prestes a se convulsionar em seu esforço para encontrar equilíbrio e paz. Eu Sou Toniose Soltec, aqui no reino da Luz, para que você e outras pessoas possam ver. Aquilo que foi profetizado já esta acontecendo. Você está no Final dos Tempos do ciclo da humanidade atual neste orbe…

O momento atual é de Grandes Oportunidades para aqueles que estão preparados

Toniose Soltec – http://www.fourwinds10.net

. . . Este é o TEMPO quando o caos reinará supremo, pois a confusão da mudança é esmagadora para as massas. Todas as coisas permanecem emergindo de uma espiral giratória, evoluindo pela interminável espiral de ciclos de nascimento, crescimento-deterioração-morte-renascimento… Para fora da velha dureza do caos brotará a paz, o amor e o equilíbrio que vocês procuram constantemente.

anjo-luz-paz

Estes são grandes momentos para serem experimentados e vividos. Finalmente a LUZ reinará suprema. As massas devem despertar ou sucumbirão sob o peso da própria IGNORÂNCIA. Sempre será uma questão de escolha! Você pergunta:

“Por que essa mensagem surge neste momento?” 

“Por que agora É CHEGADA A HORA!”

Este é o momento que a mudança esta em franca implantação. Nada vai ser mais do jeito que era. ABSOLUTAMENTE NADA! O passado se foi; ele só vive nas memórias. O passado já foi escrito e não pode ser alterado. Deixe de lado o passado, pois ele vai ficar no caminho do futuro, se você permitir que ele te consuma (pelas culpas, dor e sofrimento que não foram curados).

Os nossos amigos e conhecidos próximos deverão fazer as suas próprias escolhas e serem responsáveis por sua própria condição evolutiva. É natural querer acordar os outros, especialmente alguém com quem você se importa profundamente. Você deve, no entanto, permitir que cada um FAÇA AS SUAS PRÓPRIAS ESCOLHAS para crescer em seu próprio ritmo. Eles devem fazer o SEU PRÓPRIO esforço. Haverá muitos com o coração quebrantado e sentindo muita tristeza por causa dos seres próximos que optam por permanecer na ignorância da verdade espiritual neste momento de FINAL DE CICLO.

Lembre-se do passado para aprender com seus erros, mas não tente mais viver no passado, pois isso só servirá para estagnar o seu crescimento pessoal. Apenas aprenda com suas experiências passadas e siga em frente sem olhar para trás. Perdoe-se por todos os erros que você possa conscientemente reconhecer – e siga em frente.

Olhe para a frente e para o futuro e CRIE o que o seu coração deseja. Há paz, equilíbrio, amor e alegria para você lá fora do CAOS. Você deve permitir-se experimentar estas coisas ou então certamente você sentirá falta delas. Nos próximos meses muitas novas energias (novos para você que esta “CONSCIENTE”) devem estar vindo para todos voces, queridos.

colheita

Do SOL CENTRAL (o EU SOU o EU SOU do EU SOU) da Galaxia esta emanando energias fazendo o chamado para àquelas almas que estão trilhando o caminho da evolução….É O TEMPO DACOLHEITA

Sempre tenham discernimento com suas mensagens, pois nomes e rótulos são simplesmente para suas identificações. Você deve em breve começar a sentir a diferença e conhecer cada um pelo seu padrão de energia. Muito está acontecendo no Noroeste do Oceano Pacífico. Sim, o Alaska é um aviso para o Japão, e o Japão deve servir como um chamado para o despertar para a Costa Oeste dos EUA (Que tal com algum TSUNAMI incrível ?!? Hummnn?)

O tempo de sono e sonho é longo e aqueles que ainda estão correndo em círculos sem saber para onde ir devem TER O DESEJO de despertar para descobrir o que de fato esta causando toda a comoção caótica dos momentos atuais. De fato, as mudanças virão: Como um ladrão na noite, na medida em que as massas em geral estão preocupadas com o atual estado de coisas.

“Mas, para aqueles que ouviram o “despertador” (interno, o chamado para a evolução), vocês verão aquilo de que nós, das hostes da Hierarquia Espiritual (Deus-Deusa) lhes orientamos de que aconteceria, vezes sem conta, e que já estão acontecendo. Haverá muita emoção para aqueles de vocês que fazem esforços para ajudar-se uns aos outros”.

Mesmo se você não perceber todas as pistas sutis ao longo do caminho, saiba no interior do seu coração que Ele está lá e está ajudando junto a você de seu modo. Preste atenção às coincidências aparentes pois que nada esta acontecendo por acaso – especialmente nos dias atuais, e daqui em diante.

ascensão-escada

A escada evolutiva esta à disposição para os que se empenharam com afinco, fé e coragem m seu processo evolutivo.

Enfrente seus medos e erros do passado e permita que a Luz da Verdade lhe mostre o que os medos são realmente.. Saiba que você não tem nada a temer, se você for uma Alma iluminada pela Luz do Criador, através da Luz que você deve ver e experimentar uma glória além de qualquer coisa que você possa imaginar em uma existência de terceira dimensão de matéria pesada.

Pode muito bem haver confusão, mesmo para aqueles de vocês que são nossos escribas, pois que todas as dúvidas devem  clamar pelo equilíbrio. Vocês vieram de lugares (da LUZ) onde a paz e o equilíbrio é o caminho normal da vida e vocês esperaram por muito tempo para o regresso para casa (para a LUZ). Para alguns de vocês seu lugar é aqui entre as estrelas. Para outros, pode ser voltar a residir num planeta em um sistema solar Pleiadiano. Cada um tem a sua própria preferência e ORIGEM. Muitos apreciam a variedade de experiências e não ficam apegados em qualquer uma experiência única por muito tempo.

Relaxe, meu amigo, eu sei que você não está acostumado a este tipo de escrita. No entanto, agora é hora de você experimentar mesmo, pois você está sendo preparado para tarefas maiores, como falar por nós, das hostes do CRIADOR. Você, juntamente com alguns outros da equipe de terra, será chamado a falar para as massas. Não tenha medo; acontece que você é bastante experiente neste método de comunicação e virá lembrar desse talento, bem como de outros.

Fiquem em paz. Vamos acabar com isso agora, pois as distrações em seu ambiente atual são muito grandes. EU SOU Toniose Soltec para esclarecer com a luz mais radiante do Deus Santo, que guia a magnífica transformação agora acelerando em sua manifestação de realidade planetária. Salu.

Igreja da Inglaterra questiona a maçonaria


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica


Christopher Cocksworth, o bispo de Coventry, marcou um relatório de 1987 emitido pela igreja que destacou “um número de razões muito fundamentais para questionar a compatibilidade da Maçonaria e do Cristianismo”.

Igreja da Inglaterra levanta sérias preocupações sobre os cristãos afiliados à Maçonaria

O bispo estava respondendo a uma pergunta apresentada no Sínodo Geral da Igreja, reunido esta semana em Londres, que buscava informações sobre os serviços que comemoravam o 300º aniversário do United Grand Lodge da Inglaterra (UGLE) no ano passado em “um número” de catedrais anglicanas.

O Freemasons ‘Hall no centro de Londres. Os serviços que comemoravam 300 anos da Maçonaria foram realizados em várias catedrais anglicanas no ano passado. Fotografia: Alamy

Cocksworth disse que esses dados não foram coletados ou monitorados de forma centralizada, mas acrescentou que os serviços da catedral eram obrigados, sob o direito canônico, a não violar a doutrina da igreja.


Michael Baker, diretor de comunicações da UGLE (United Grand Lodge of England), também disse que a informação não eram “de mãos dadas”, mas acrescentou: “Os serviços realizados em várias catedrais eram serviços normais de acordo com o livro de orações e não se desviavam da prática anglicana normal”.

“O sínodo anglicano nunca chegou a uma conclusão sobre a compatibilidade da Maçonaria e do Cristianismo . O relatório de 1987 levantou o que [ele] chamou de “perguntas sérias” e o sínodo recomendou que fossem discutidos em toda a igreja. Tanto quanto sabemos, essas discussões nunca ocorreram”.

Clique para ampliar

Canterbury estava entre as catedrais que realizavam serviços de tercentenários para a UGLE em 2017. De acordo com West Kent Masons, o serviço no dia 18 de fevereiro do ano passado foi preparado em conjunto com o Rev. Robert Willis, decano da Catedral de Canterbury, que também entregou o sermão .

“Devemos juntar-nos a vários dos maçons de High Rulers in the Craft e ao Holy Royal Arch Chapter junto com os Irmãos das Províncias de East Kent, West Kent, Surrey e Sussex”, disse um aviso no site West Kent Mason. O serviço veio depois que os maçons em Kent, Sussex e Surrey arrecadaram £ 300,000 para a restauração do transepto noroeste da Catedral de Canterbury.

Lambeth Palace confirmou que Justin Welby, o arcebispo de Canterbury e chefe da igreja, não era, nem nunca foi, um maçom. Seu antecessor, Rowan Williams, era oponente da Maçonaria. Logo após a sua nomeação, ele disse que o cristianismo e a maçonaria eram “incompatíveis” e ele se recusou a nomear clérigos para cargos superiores se eles fossem conhecidos como membros da irmandade maçônica. No entanto, em 2011 ele se envolveu em controvérsia depois de nomear um alto-maçom conhecido como o bispo de Ebbsfleet.


Geoffrey Fisher, arcebispo de Canterbury de 1945 a 1961, ocupou o posto de grande capelão da associação maçom UGLE.

Não é mencionado no texto, mas o significado do Compasso e do Esquadro sobrepostos representa a união das duas forças primárias, o masculino e o feminino divinos para que o “geômetra” crie o universo fenomenal…Sendo que a maçonaria é principalmente masculina, desprezando o conhecimento do lado FEMININO da criação e portanto, os seus “conhecimentos” são polarizados em apenas uma energia criativa…

O relatório da igreja de 1987 afirmou que era “claro que alguns cristãos achavam o impacto dos rituais maçônicos perturbadores e alguns os percebem como um mal positivo”. Ele disse que os cristãos se retiraram das lojas maçônicas “precisamente porque percebem sua filiação  como estando em conflito com sua testemunha e crença cristã “.

A Associação das Catedrais Inglêsas disse: “As Catedrais fornecem um lugar de culto e todos são bem-vindos. Enquanto a igreja teve um relacionamento desconfortável com o movimento maçônico, compartilhamos uma humanidade comum, e ninguém duvidaria do seu compromisso com a caridade e a comunidade”.

“Algumas de nossas catedrais hospedaram serviços especiais organizados pelos maçons, da mesma forma que hospedariam serviços para uma grande variedade de diferentes grupos e organizações comunitárias com espírito de abertura e sentimento de serem bem-vindos”.

A primeira grande loja, estabelecida para governar a Maçonaria na Inglaterra e no País de Gales, foi formada em 1717, durante uma reunião em um pub da Cidade de Londres chamado Goose and Gridiron. Naquela época, havia quatro lojas na cidade. Mas na Escócia, um alojamento maçônico em Edimburgo tem registros para mostrar que existe desde pelo menos 1599. Durante o início do século 18, a Maçonaria se espalhou rapidamente para a Europa e para as colônias inglesas.


Por que eles são tão secretos?

A metáfora orientadora da Maçonaria é a arte da maçonaria: ela se modifica nas fraternidades dos pedreiros medievais que usariam palavras e símbolos secretos para reconhecer a legitimidade uns dos outros, e assim proteger seu trabalho de pessoas de fora. Durante alguns períodos da história, os maçons foram perseguidos – pelos nazistas, por exemplo – e precisaram entrar nos subterrâneos para sobreviver. Mas há suspeitas persistentes de que os maçons também permanecem secretos para esconder a maneira como podem se ajudar nos negócios e no seu local de trabalho.

Existe alguma substância para essas reivindicações?

Esses rumores são muito raramente fundamentados, e os maçons devem jurar que eles não estarão envolvidos em “qualquer ato que possa ter uma tendência a subverter a paz e a boa ordem da sociedade, mediante a devida obediência às leis de qualquer estado “. Mas o comitê selecionado do Ministério dos Assuntos Internos do parlamento soube que, em 1995, a autoridade da polícia de Lancashire foi obrigada a pagar £ 70,000 a um pai e filho que foram agredidos e então presos e perseguidos depois de tropeçar em um jantar maçônico sendo hospedado por uma pousada dominada por policiais. O comitê ouviu que um policial que investigava as denúncias era um maçon, assim como o gerente do hotel onde ocorreu o jantar.

A maçonaria é uma religião?

Não, é um movimento secular, embora se espera que novos membros reconheçam a crença em um ser superior de Deus, muitas vezes chamado de o Grande Arquiteto do Universo. Qualquer pessoa que acredite em uma única divindade pode ser admitida. Rudyard Kipling, que era membro de um alojamento maçônico em Lahore, escreveu uma série de poemas sobre seus colegas maçons que eram muçulmanos, hindus, sikhs e judeus. Em teoria, toda discussão de religião e política é proibida dentro de alojamentos-lojas maçônicas.

A identidade de todos os maçons é mantida em segredo?

Não, os maçons individuais podem declarar-se se quiserem, e os nomes dos oficiais superiores da fraternidade na Inglaterra e no País de Gales podem ser encontrados em um livro do ano maçônico. O grande mestre é o duque de Kent. O príncipe Philip, o duque de Edimburgo, é membro de uma armada da marinha. Outros que declararam sua adesão nos últimos anos incluem o Rev Jesse Jackson, o ex-astronauta Edwin “Buzz” Aldrin e o músico Rick Wakeman. No entanto, um grande número de maçons não revelam a sua adesão fora da irmandade.


África esta se dividindo, surgirá uma nova e enorme ILHA


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

vulcao-danakil-chifre-africa

Geologia em ALTÍSSIMA velocidade, violenta atividade sísmica rasgando a África em duas vai criar uma nova e enorme ILHA e o deserto será fundo do mar. As fissuras começaram a aparecer há poucos anos atrás no nordeste do continente da África. Mas nos últimos tempos, acelerou a atividade sísmica nessa região da África, com o continente se dividindo em dois, em câmara lenta. 

Geologia em ALTÍSSIMA  Velocidade. Violenta Atividade Sísmica Rasgando a África em duas vai criar uma nova e enorme ILHA separada da ÁFRICA

Fonte:  http://www.spiegel.de/

Por Axel Bojanoswski – Galeria de fotoshttp://www.spiegel.de/

Os investigadores dizem que a lava na região é consistente com o magma, normalmente visto somente no fundo do mar – e que a água do oceano índico acabará por penetrar pelas fendas e cobrirá o deserto.

Universidade de Bristol,  Lorraine Field

O vulcão Erta Ale é um vulcão continuamente ativo na região de Afar, no nordeste e o mais ativo da Etiópia. Esta na Depressão Afar, uma região de deserto com área de abrangência da fronteira com a Eritreia, e do próprio vulcão está completamente cercado por uma área já abaixo do nível do mar Vermelho, tornando-se um vulcão relativamente com baixa elevação.

Cynthia Ebinger, uma geóloga da Universidade de Rochester, em Nova York, mal conseguia acreditar no que o seu interlocutor dos desertos da Etiópia estava dizendo. Era um funcionário de uma empresa de mineralogia – e ele informou que o famoso vulcão Erta Ale no nordeste da Etiópia entrou em erupção. Ebinger, que estudou o vulcão durante anos, foi pega de surpresa. A cratera do vulcão estava sempre cheia de uma sopa borbulhante de lava prata-preto, mas a sua última erupção tinha sido há décadas desde que ocorrera.

O convite veio em novembro passado. E Ebinger imediatamente voou para a Etiópia com alguns colegas pesquisadores. “O vulcão estava borbulhando, lava flamejante vermelha estava sendo atirada para o céu”, Ebinger contou ao “Spiegel Online”.

A Terra está em convulsão no nordeste da África e a região está mudando rapidamente.  O chão do deserto esta rachando e se abrindo e tremendo, os vulcões estão a ferver, e com água do mar que avança sobre a terra, penetrando pelas novas fissuras provocadas pela atividade sísmica intensa. A  África, os pesquisadores estão certos, esta se partindoe em duas a um ritmo raramente visto antes e inédito em geologia, ao vivo e a cores.

A fratura geológica da região apareceu pela primeira vez há milhões de anos, resultando noMar Vermelho e no Golfo de Aden. A  segunda fratura, que se estende por 7.000 quilômetros do sul da Etiópia até Moçambique, é conhecida como o Grande Vale do Rift(*), que é salpicado e forrado com vários vulcões, depressões e lagos. Milhões de anos a partir de agora (SERÁ????), ele também será preenchido com água salgada.

Foto de satélite do Vale do RIFT, onde existem inúmeros vulcões, muita atividade sísmica e muitos lagos.

{(*)n.t.: O vale do Rift ou grande vale do Rift é um complexo de falhas tectônicas criado há cerca de 35 milhões de anos com a separação das placas tectônicas africana e arábica. Esta estrutura estende-se no sentido norte-sul por cerca de 5.000 km, desde o norte da Síria até ao centro de Moçambique, com uma largura que varia entre 30 e 100 km e, em profundidade de algumas centenas a milhares de metros.

A secção norte forma o vale do rio Jordão, que corre para sul através do mar da Galileia até ao mar Morto. O Vale do Rift continua para sul, através do Wadi Arabah, golfo de Aqaba e o mar Vermelho. Na desembocadura sul do mar Vermelho, o Rift tem uma bifurcação, formando o Triângulo de Afar (a rosa mais escuro no mapa abaixo): o golfo de Áden, para leste, corresponde à divisão entre a península da Arábia e África e continua como parte da cordilheira Central do oceano Índico; o outro ramo segue para sudoeste através do Djibouti, para formar o vale do Rift Oriental, que abrange a Etiópia, o Quênia  a Tanzânia, o lago Niassa e o rio Chire, terminando no Zambeze.}

O vale do Rift e o Triângulo de Afar (marcado em rosa escuro)

Poderia acontecer rapidamente

Mas na Depressão de Danakil, na parte norte do vale, a água do mar poderá chegar muito mais cedo, pois lá apenas uma baixa cadeia de pequenas colinas de 25 metros (82 pés)  de altitude ainda são a única barreira que contem e evita que as águas do Mar Vermelho penetrem o continente sem qualquer obstáculo. 

A terra por trás das colinas já caíram dezenas de metros em relação aos níveis anteriores e depósitos de sal branco no chão do deserto testemunham as invasões anteriores do mar. Mas a lava brotando da terra logo sufoca o seu acesso novamente.

Por enquanto, ninguém pode realmente dizer quando o mar vai finalmente e definitivamente  inundar o deserto. Mas quando isso acontecer, a invasão poderia ser muito rapidamente. “As colinas poderiam afundar em questão de dias”, Tim Wright, um colega da Universidade de Leeds, Escola ‘da Terra e do Meio Ambiente, disse em uma recente conferência organizada pela União Geofísica Americana (AGU) em San Francisco.

Nos últimos cinco anos, a transformação geológica do nordeste da África tem se “acelerado dramaticamente”, diz Wright. Na verdade, o processo é muito mais rápido do que muitos esperavam. Nos últimos anos, os geólogos haviam medido apenas alguns milímetros de movimento a cada ano. “Mas agora a terra está se abrindo diariamente por metros”, diz Loraine Field, um estudioso da Universidade de Bristol, que também participou da conferência.

Tremores de terra constantes causam novas fissuras profundas que se formam no chão do deserto e as terras do leste da África estão se partindo, quebrando, como vidro espatifado.Pesquisadores no Golfo do Tadjoura, que se projeta para o Djibouti, na Somália, a partir do Golfo de Áden, têm registrado recentemente uma barragem de fortes abalos sísmicos. “Os terremotos estão acontecendo, e fortemente na dorsal meso-oceânica”, relata Ebinger.

A visão do sistema Rift do Leste-nordeste Africano, que já está muito abaixo do nível do mar.

Placas tectônicas: 

A Lava jorra das fissuras nestas cadeias de montanhas submarinas e criam constantemente novas crostas da terra – quando ela endurece, torna-se parte do fundo do mar. À medida que o magma ascendente surge, ele se espalha no fundo do oceano em ambos os lados, pelas placas tectónicas causando terremotos.

Nos últimos meses, os tremores no Golfo do Tadjoura foi ficando cada vez mais perto da costa. Como explica Ebinger, a divisão, a fissura do fundo do oceano se estenderá gradualmente para a terra seca. Este é já o caso ao longo de algumas linhas de falha no deserto da Etiópia, criando um espetáculo geológico que apenas pode ser testemunhado na profundidade abaixo da superfície do oceano.

Até mesmo o padrão de sismos leva a conclusão de que a paisagem do deserto está se transformando em um fundo do mar profundo, de acordo com um recente artigo no Journal of Geophysical Research publicado pela equipe de Zhaohui Yang e Ping Chen Wang, dois geólogos da Universidade de Illinois em Urbana- Champaign. Os pesquisadores registraram vários terremotos fortes, a uma profundidade rasa no nordeste da África semelhantes aos que de outra forma só se vê nas cristas oceânicas longe no mar, no fundo do oceano.

Nos últimos meses, os pesquisadores também registraram um pequeno aumento na atividade vulcânica. De fato, geólogos descobriram as erupções vulcânicas perto da superfície da Terra em 22 locais no Triângulo Afar, no nordeste da África. O magma tem causado fissuras até oito metros (26 pés) de largura de abertura no solo, conforme os relatórios de Derek Keir da Universidade de Leeds. Enquanto a maioria do magma permanece sob a superfície, em lugares como o Vulcão Erta Ale a lava tem subido à sua maneira acima do solo.

Um oceano sem água: 

Os cientistas também observaram que o tipo de magma borbulhando na região é do tipo que de outra forma só vi vomitando das cristas meso-oceânicas profundas abaixo da superfície da água. Uma das características de sua assinatura é uma baixa proporção de ácido silícico. O magma que sai da cratera do Vulcão Erta Ale tem a mesma composição química do tipo que sai dos vulcões de profundidade marítima. Toda a região cada vez mais se assemelha a um fundo do oceano – “AINDA” sem água.

A nova explosão a atividade sísmica e vulcânica começou em 2005, quando 60 quilômetros de extensão da fenda foi formada de repente, na Depressão de Afar. Desde então, cerca de 3,5 quilômetros cúbicos de magma jorraram, de acordo com Tim Wright – o suficiente para cobrir toda a área de Londres, a média de altura de uma pessoa.

3 m de movimento no episódio de setembro a outubro (Figura 10). As falhas deslocam lavas basálticas (rochas escuras) e pequenos bolsões de cinzas e poeiras sopradas pelo vento (rochas brancas). Toda a região se assemelha cada vez mais com o fundo do oceano apenas esperando por invasão pela água Foto Universidade de Rochester / Cindy Ebinger

Do ponto de vista geológico, a velocidade com que o magma está sendo empurrando para cima e para fora é surpreendente. Foi canalizando o seu caminho através das rochas abaixo da superfície da Terra a velocidades de até 30 metros por minuto, relata Eric Jacques do Instituto de Física da Terra de Paris. Medições por satélite atestam as consequências: Em um trecho, 200 quilômetros a jorrar com o magma, o solo se parece com asfalto em um dia quente de verão. O magma também está jorrando no âmbito do Vulcão Dabbahu no norte da Etiópia, Lorraine Field registrou em São Francisco.

Continuando a se expandir:

Os dados de satélite também mostrou que uma área muito maior tem sido marcada por novas fissuras do que inicialmente se supunha, diz Keir. correntes subterrâneas de magma também estão causando considerável aumento das temperaturas do solo no Egito Oriental, informou uma equipe de geólogos do Egito, do Instituto Nacional de Investigação de Astronomia e Geofísica recentemente em Sismológico Research Letters. 

Na conferência AGU, da Universidadede Columbia,  James Gaherty informou que erupções de magma rasgaram um corte de 17 quilômetros no chão do deserto no norte do Malawi e que a pressão lateral que exerceram até mesmo levantou a terra, o solo em torno de até 50 centímetros (20 polegadas) em alguns lugares.

O surto mais violento do magma nos últimos anos, porém, aconteceu em um lugar inesperado. Em maio de 2009, um vulcão subterrâneo explodiu na Arábia Saudita. Um forte terremoto com magnitude de 5,7 acompanhado por dezenas de milhares de tremores mais leves forçaram 30.000 pessoas a procurar abrigo. O magma espirrou para fora da terra em uma área do tamanho de Berlim e Hamburgo combinadas, Sigurjon Jonsson da Universidade Rei Abdullah de Ciência e Tecnologia informou na reunião da AGU. 

O fato de que a erupção ocorreu quase 200 quilômetros (124 milhas) de distância da linha de falha no Norte de África “surpreendeu a todos nós”, diz Cynthia Ebinger. E o maior local do mundo de construção geológica aceleradíssima contínua a se expandir. Loraine Field  confirma que o magna cada vez mais está empurrando o seu caminho para fora da superfície da Terra, acrescentando que:  “A câmara de magma está se recarregando constantemente”

David  Ferguson, da Universidade de Oxford prevê um aumento considerável nas erupções vulcânicas e terremotos na região durante a próxima década. Os abalos sísmicos, diz ele,“tornar-se-ão de magnitude cada vez maior.” 

Colônias com escravos humanos nas Bases em Marte


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

 Eu sou David Wilcock e eu estou aqui com Corey Goode, um informante  insider, um homem cujas experiências realmente revolucionaram o que sabemos sobre o fenômeno UFO-OVNI como um todo, e particularmente o que sabemos sobre um grupo dentro do Complexo Industrial Militar (grandes corporações dos EUA e Europa) que explorou e colonizou o espaço e construiu uma grande quantidade de bases habitadas em nosso sistema solar para fins de crescimento industrial através da exploração de minérios e comércio com uma grande variedade de civilizações extraterrestres. 

Bases com escravos humanos em Marte, controladas pela Cabala e o Interplanetary Corporate Conglomerate (ICC-SSP) – Conglomerado Empresarial Interplanetário

Fonte:  https://spherebeingalliance.com/

Entăo, Corey, bem-vindo ao show.

CG: Obrigado.

DW : Nós temos conversado em episódios anteriores sobre esta cadeia de eventos muito bizarros que começa a acontecer quando você é puxado de volta para o programa espacial secreto – SSP-Secret Space Program, depois de anos de ausência. Nós falamos sobre a figura enigmática do Tenente Coronel Gonzalez – que não é o seu nome real. E pareceu que até que esta barreira exterior imposta ao sistema solar pelos sere Blue Avians aparecesse que a Cabala não imaginava realmente que eles seriam parados em seus nefastos planos. Você concorda com isso?

CG: Eles achavam que nada pudesse detê-los. Seus aliados no reino dos ETs no mundo Etérico eram muito fortes. Seus “deuses” estavam apoiando-os, e nós éramos (a humanidade) apenas comedores inúteis que são descartáveis, e de que não havia nenhuma possibilidade de eles serem impedidos.

DW : Você pode nos dizer o que você sabe sobre o despertar da estase dos seres que parece ter ocorrido nos subterrâneos? Por que a Cabala estava interessada nesses seres em estase, e o que aconteceu quando eles acordaram?

CG: Assim como quando as grandes esferas começaram a aparecer no sistema solar, eles pensaram que eram os seus deuses sumérios retornando.

DW: Eles achavam que os seres em estase eram dessas esferas – ?

CG: As próprias esferas são seres (consciência).

DW: Oh. Sim.

CG: Eles também pensavam que os seres em estase, que eles estavam visitando e adorando e achavam que eles também eram seus deuses. E quando eles começaram a reviver, a despertar, eles ficaram desapontados mais uma vez. Esses seres estavam despertando e estavam confusos e perturbados, e pelo que me disseram, foram então enviados com outro grupo que pode ou não ser ETs, para reunirem-se ao seu povo, o que, eu não sei se isso é informação precisa ou não proveniente dessa fonte.

DW: Então, se a fonte estiver correta, então esta foi uma grande decepção para os membros da Cabala das Trevas.

CG: Uma de muitas.

DW: Eles pensaram que um de seus deuses iria acordar e basicamente salvar seus traseiros de tudo o que estava acontecendo.

CG: Certo.

DW: E eles não conseguiram o que queriam.

CG: Certo, e isso mais uma vez desmoralizou a Cabala. E um dos mais fortes programas de espaço secreto, o ICC , depois do recente encontro com os reptilianos da espécie Draco Real Brancos, quando eles ofereceram a todos os seus seguidores humanos em troca de que eles fossem autorizados a deixar o sistema solar para o exterior da barreira, o ICC estava começando a capitular em algumas coisas. E depois que muita informação foi lançada sobre as colônias de escravos das bases em Marte, que foi uma grande dor de cabeça para a Cabala e o Interplanetary Corporate Conglomerate (ICC-SSP) Conglomerado Empresarial Interplanetário.

DW: Isso soa como se a Cabala estivesse esperando que eles iriam dizer a verdade em algum momento. Ou é mais que eles agora têm que dizer a verdade, e eles estão preocupados sobre como ela será apresentada?

CG: Bem, neste momento, eles já sabem que uma grande percentagem de altos personagens no ranking da “Cabala”, o governo (oculto, das trevas) secreto da Terra e membros secretos do governo da Terra, tinham desertado com muita informação semelhante à que Snowden revelou, e eles estavam se juntando à SSP-Alliance, a Aliança do Programa Secreto Espacial, e concordando em algum momento em testemunhar contra eles. E muito bem eles estavam vendo e ouvindo que haveria uma gigantesca liberação de informações secretas  no futuro de toda essa manipulação sobre seus crimes contra a humanidade. E uma oferta estranha surgiu do ICC-Conglomerado Empresarial Interplanetário através de uma negociação que eles queriam provar que as coisas não eram tão ruins em Marte como havia sido alegado através de relatórios recentes que eu tinha liberado e que outros insiders informantes estavam começando a liberar na Internet, sobre a existência de trabalhadores “escravos nas colônias” humanas em Marte, e que essas pessoas estariam lá por vontade própria,

DW: Então, em certo sentido, a versão do ICC-Conglomerado Empresarial Interplanetário da Cabala agora está antecipando vários denunciantes que têm muito conhecimento de alto nível de que vai vir à público e incriminá-los bastante. E por causa da importância que eles vêem em você, eles querem que você apresente um show que iria tentar melhorar suas preocupações sobre eles e fazer todo mundo parecer que todos estão unidos e de mãos dadas e cantando “Kumbaya” em Marte.

CG: Não era tudo a meu respeito. Foi mais um show para os representantes do conselho da SSP-Alliance, sendo Gonzales e eu.

esferas-energia-corey-goode

DW: Eu acho que um dos problemas que algumas pessoas vão ter com isso é – se a missão deste programa espacial é tão importante para a Aliança, por que eles o jogariam aqui como um canário numa mina de carvão? Por que eles não implantariam cinco pessoas diferentes em que todos saberiam o que você sabe, por exemplo?

CG: Me foi  dito – e eu estava esperando antes, mais para aparecer. E eu estou desafiando você agora lá fora, aqueles que estão lá fora – a começarem a avançar! Há muitas pessoas lá fora que sabem muito do que eu tenho falado. E, como eu disse no passado, assisti a muitos no passado que falaram com você, até mesmo, caminhando até a linha limite, parar e esconder o rosto, e depois desaparecer do público. E há um monte de gente que conhece estas informações ou partes compartimentadas desta informação que poderiam vir à público, e eu acredito que estará vindo com informações semelhantes, corroborando o que aqui revelamos.

DW: Sim, e na verdade o primeiro convidado que queríamos ter no show “Divulgação” foi Henry Deacon. E eu pessoalmente paguei o bilhete para ele voar e vir aqui, e logo antes que ele estivesse vindo para conversar conosco, logo antes, ele foi muito severamente ameaçado. E isso incendiou tudo. Então, parte de, talvez, por que mais pessoas não se apresentaram é apenas a gravidade da força e coerção que é usada para tentar impedir que isso venha à público. Porque eu falei com várias outras pessoas que sabem muitas informações do mesmo tipo que você sabe, nenhum deles quis vir para a frente e falar.

CG: Está na hora.

DW: Então o ICC não está apenas apresentando isso para você e seus leitores na Internet. Eles estão antecipando que você é tipo a primeira pedra de uma avalanche que vai atingi-los. E eles querem fazer esse show para a SSP-Alliance como um todo.

CG: Certo. E isso estava em antecipação também dessa liberação de informações. E eles estão querendo começar a dar uma volta na situação.

DW: Apenas uma recapitulação que, no caso de alguém ter perdido esse episódio, você disse que a N.S.A. estava cortando todo o material do SSP-Programa Espacial Secreto. Eles estavam…

CG: Bem, o que Snowden tem nas mãos, a NSA cometeu um dos erros cardinais de colocar todos os seus ovos numa só cesta. E eles estavam excessivamente confiantes. E eles tinham todos os tipos de informações que estavam usando para chantagear políticos e pessoas de todo o mundo. E eles tinham informações secretas do Programa Espacial Secreto, todas altamente criptografadas.

Snowden conseguiu esperar e ficou expatriado fora dos EUA, agora na Rússia. E as informações que ele estava enviando por satélites há algum tempo. Ele não tinha apenas um pequeno disco rígido no bolso traseiro quando fugiu. Ele tinha toneladas, terabytes e terabytes, de informações secretas.

DW: Eu ouvi a mesma coisa.

CG: Tudo isso agora foi totalmente descriptografado muito recentemente.

DW: Como foi liberado em junho de 2015, por aí (a última liberação foi agora em Março de 2017, documentos da CIA)?

CG: Sim, muito recentemente. Então tudo isso – eles ainda estão passando por isso. É apenas recentemente foi descriptografado. E então temos tudo isso – toneladas e toneladas de mais informações nestes hacks recentes que as pessoas ouviram falar um pouco. E por isso esta é a informação que o ICC está preocupado. E isso nos leva a por que eles se ofereceram para ter um tipo de inspeção da OTAN de uma de suas colônias de “nossa” escolha em Marte para inspecionar a condição, as condições de vida dos colonos de Marte.

DW: Quantas colônias em Marte você está ciente de existir?

CG: Existem dezenas de colônias, instalações e plantas industriais (do ICC-Conglomerado Empresarial Interplanetário) que constroem tecnologias. E muitas dessas colônias estão nos arredores dessas instalações. E as pessoas são transportadas para trabalharem nesses locais.

DW: Bem, eu acho que isso faria sentido se você tem um planeta inteiro em que haveria dezenas de instalações no planeta.

CG: E foi um desses tipos de instalações que para nós fomos levados, para fazer uma inspeção.

DW: Então, vamos conversar sobre essa história, começando com – você está em casa. Você recebeu um telefonema de Gonzales ou algo para lhe dizer quando isso ia acontecer?

CG: Sim, eu fui avisado de que ia acontecer a visita de inspeção. Eu não antecipei o momento certo. Entrei na minha sala. Eu não tinha sequer me vestido ainda. E o pequeno orbe azul, meu velho amigo, surgiu voando para dentro da sala através de minha porta de vidro deslizante, porta que dá para o pátio, e passa direto através do vidro e começou a ziguezaguear ao redor.

DW: Qual o tamanho dela neste momento?

CG: Era cerca deste tamanho. (2 polegadas de diâmetro – 5 centímetros)

DW: E parecia tipo uma bola de golfe, como um tipo de bola redonda?

CG: mmHmm. (Sim) E eu sabia que eu não ia ser capaz de voltar para o meu quarto, para me trocar e tudo o mais. Então, eu basicamente fiquei lá, coloquei minhas mãos assim (braços abertos com as palmas voltadas para cima), e eu mentalmente deixei que o orbe azul soubesse – Estou pronto. E ele se desloca direto,  à distância de cerca de 18 centímetros do meu peito, e se expande. Agora estou flutuando dentro e no meio dela. E é uma sensação estranha, do tipo uma bolha espaço-temporal na medida em que o orbe azul, whoosh, decola.

corey-goode-teletransporte-esfera-azul

DW: E qual é o sentido da duração do tempo quando isso acontece? Quanto tempo você fica dentro  dela ?

CG: Momentos.

DW: É muito rápido.

CG: Muito rápido.

DW: Você não experimenta um senso de movimento ou estrelas?

CG: Não. Há uma sensação de movimento no início, mas de repente, você já está em sua localização de destino. E há uma sala da qual me tornei muito familiarizado no LOC (a Base Lunnar Operation Command, na Lua) . É uma sala de conferências muito grande. Desde então, ele tem sido usado com tanta frequência para este tipo de ir e vir de não só eu, mas muitos dos civis que foram criados para fazer o que eles estão fazendo lá. Mas isso é um assunto diferente.

DW: Os Programas Espaciais alguma vez lhe disseram se eles têm uma maneira de bloquear a Cabala para fora daquela área para que não possam ser espionados? Por que essa área seria segura?

CG: Não. Esta é uma instalação que tem de ser … é uma instalação compartilhada que às vezes não temos acesso porque os grupos da Cabala a estão usando. Mas a mesa principal foi posta contra a parede durante meses agora para haver uma área maior da sala de conferência aberta.

DW: Só para que mais pessoas pudessem participar?

CG: Certo, porque houve momentos de um grande número de pessoas lá ao mesmo tempo, cerca de 70 ou mais pessoas. E assim, eu apareço lá. Pouco depois de eu chegar, um dos agentes de segurança entra. E eu digo a ele que preciso de algo para vestir. Ele me pergunta que tamanho eu sou e ele me olha de cima para baixo. E ele sai, volta, traz um … geralmente quando eu não estou preparado, me são cedidas roupas usadas. E essa era muito, muito nítido.

DW: Tinha pelo menos sido lavada?

CG: Sim. Era um macacão e um novo par de botas quase exatamente como estas, que têm ziper no lado para passar por pontos de segurança onde você pode tirá-las rápido e, em seguida, calça-las de volta, tinha laços na frente que eram novos, nunca foi usado. Mas eu estava apenas de pé lá vestindo shorts, camiseta t-shirt, e calçando chinelos de dedos. Então eu estava totalmente despreparado.

DW: Então, você se vestiu.

CG: Então, depois que eu me vesti, eu fiquei esperando um pouco. E o pessoal da segurança veio e me escoltou para uma das baías de lançamento, ou para as áreas onde eles mantêm a espaçonave de transporte (shuttle). E quando saí,  um grupo de pessoas em pé, num semicírculo, conversando. E Gonzales me viu chegando e me reconheceu, e eu vi o representante do ICC de pé ali. E havia vários conselheiros do Programa Espacial Secreto-SSP lá de pé, basicamente desejando uma boa missão, esperando que tudo fosse um sucesso – um tipo de conversa política.

DW: O presidente do ICC, é um extraterrestre? É um reptiliano ou algo assim?

CG: Não, este era um ser humano. Ele era um membro do Conselho do ICC, com um alto cargo.

DW: Então, como ele se parece? Poderia descrevê-lo?

CG: Sim, ele tinha cabelos grisalhos, cabelos branco-acinzentados, não era um cara robusto, estava vestindo um desses trajes que descrevi.

DW: Como colete?

smart-glass-pads

Temos agora acesso através do Complexo Industrial Militar através dos “Smart Glass Pads”– (Pastilhas de vidro inteligentes), que é uma nova tecnologia obtida dos ETs que exibe imagens e textos no que parece ser um simples pedaço de plexiglass. Eles também são dispositivos pessoais usados para transmitir filmes, vídeos, informação, música… etc.}

CG: Sim, estilo Nehru, da Índia, mais ou menos. Eu não sei por que eles são tão populares, mas isso parece ter se tornado a coisa para vestir as pessoas que estão no poder. Então, entramos na espaçonave de transporte (shuttle) que eu descrevi. Elas têm vários tamanhos diferentes entre 40 e 60 pés de (12 a 18 metros) comprimento – essas espaçonaves. E são modulares no seu interior. Eu vi elas sendo adaptadas para todos os tipos diferentes de usos, incluindo o transporte de tropas militares, pessoal médico. Este em que embarcamos estava adaptados obviamente para uma situação de transporte VIP. Tinha assentos suficientes para todos nós. E uma vez que nos sentamos nos assentos … e eu fiz um relatório muito longo on-line sobre isso. Estou abrandando para o atual show. Gonzales estava fazendo a maior parte da conversa. Ele é um político impecável.

E quero dizer, ele tem todas essas habilidades de lidar com esses tipos de pessoas. Eu realmente estava fora do circuito. Eu estava realmente ouvindo para ver se eu conseguia obter mais informações do que a que me tinha sido dada. Antes que eu soubesse, nós estávamos estacionados bastante longe da órbita de Marte. Estávamos parados. E quando nós paramos, um painel de tela gigante – quase, eu estimaria, aproximadamente com 70 polegadas (1,75 metros) diagonalmente, o painel deslizou para baixo. Era uma das versões maiores dos “Smart Glass Pads”. E uma imagem tridimensional de Marte apareceu. E vários ícones diferentes começaram a aparecer na tela marcando onde havia as instalações das bases em Marte.

DW: Quantos ícones havia?

CG: Eu não me lembro agora. Havia bastante, pelo menos uma dúzia. Havia um número maior. Nós só estávamos vendo um lado de Marte neste ponto da órbita.

DW: Eles estavam no Hemisfério Norte ou no Hemisfério Sul?

CG: Toda as bases assinaladas na tela estavam no Hemisfério Norte. Mas este sujeito do ICC começou a apontar para os diferentes pontos, fazendo recomendações das instalações das bases que nós deveríamos visitar. E nesse momento, Gonzales disse: “Bem, espere um segundo!” E ele não tocou em nada. Eu acho que ele tinha algum tipo de componente mental ativando este novo ícone que surgiu no Hemisfério Sul na tela. E quando o fez, o representante do ICC imediatamente, de certa forma, endireitou-se e ficou perturbado. E Gonzales disse: “Nós escolhemos esta instalação.” E o representante do ICC era obviamente, um político completo. Ele, muito depressa, disse: “Esta não é uma instalação de trabalho. Não tem uma colônia. É velha … “, eu acho que ele estava dizendo que era como uma instalação automatizada. “Não é algo que você esteja interessado.” – sem muita convicção. E Gonzales imediatamente disse: “Bem, um de nossos recentes desertores viveu nesta colônia, e temos informações muito frescas e detalhadas sobre essa base. Esta é a instalação que queremos visitar. “

DW: Aposto que isso o deixou em pânico.

CG: O cara do ICC ficou preocupado. O representante do ICC estava preocupado. E ele se desculpou e foi para uma das salas modulares. E aparentemente ele tinha algum tipo de dispositivo de comunicação ou uma maneira de se comunicar. E ele disse que tinha que limpar tudo. E ele apareceu alguns minutos depois e disse que ia ser aprovada a nossa inspeção, mas demoraria cerca de uma hora para ter tudo limpo e o espaço aéreo livre e ter tudo funcionando – obviamente um tempo para eles limpar a base e fazer arranjos. Então, aproximadamente 50 minutos mais tarde, um dos tripulantes do shuttle disse: “Estamos autorizados para o desembarque.” E descemos.

À medida que entramos na atmosfera de Marte, vimos fora dos painéis claros – descargas em torno da blindagem de cores púrpura, rosa e lilás e voamos rapidamente em direção ao solo do planeta vermelho, o que foi emocionante e, em seguida, um corte brusco para começarmos a voar ao longo da superfície no que parecia ser, costumava ser, parte de um curso de água de um rio. E havia uma espécie de parede de penhasco rochoso, como uma parede de penhasco, e fora dela surgiu – um cilindro, ergueu-se e …

DW: Era metálico?

CG: Sim. Era basicamente controle de tráfego aéreo. E então uma abertura surgiu que não estava visível antes no lado da parede rochosa do canyon. Desaceleramos e voamos para dentro. Como nós entramos, havia hangares de cada lado. E de cada lado, havia duas espaçonaves de cada lado de uma passarela que eu não tinha visto antes que tinham formato de lágrima e eram cromadas. E eu acredito que foi no terceiro hangar à direita, que nós fomos desembarcados. E havia uma das espaçonaves em forma de lágrima, e então uma espécie de grande área circular para nós pousarmos, que nossa nave transportadora mal se encaixava. E nós então aterrissamos.

O representante do ICC saiu do nossa espaçonave e correu – meio correndo, meio andando se dirigindo para o pessoal da segurança que o reconheceu, foi para o posto de controle de segurança, e depois voltou, correndo fazendo isso (polegares para cima), de que estava tudo bem. E Gonzales e eu tínhamos dois agentes de segurança, que eram IEs atribuídos a cada um de nós, que estavam autorizados a transportar armas de fogo. Desembarcamos. Nós fomos ao ponto de verificação. A segurança na estação disse à nossa segurança: “Não se porta armas além deste ponto”.

Houve uma pequena conversa entre o coronel Gonzales e o representante do ICC que, supunha-se que já era parte do acordo. O representante do ICC foi falar com o líder da instalação. O líder da instalação franziu o cenho e fez sinal para nos movermos em frente (nos chamando com as mãos). E entramos na base. E não havia ninguém presente. E ele disse que o salão principal estava sendo preparado para a inspeção. E o resto do pessoal do ICC estava a caminho.

Eles tinham sido informados da localização e que seriam enviados primeiro para o complexo industrial para ver onde um determinado componente foi produzido. E então, colocaram-nos em um trem, em um trem pequeno que era muito estreito, e cabiam duas pessoas lado a lado aonde eu me sentei  – nós sentamos lado a lado. E assim como entramos – havia bastantes membros da segurança da colônia que nos acompanhavam. E eu tinha os meus seguranças (duas pessoas) de cada lado de mim. E, além de mim, havia cinco seguranças da base.

base-fdoiss-marte

E na medida que descíamos para baixo muito rapidamente – era cerca de 8 km eu acho que ouvi-os dizerem, para as instalações do complexo industrial – me perguntaram de onde eu era. E eu cometi o erro de dizer que era do “Texas”. Bem, eu deixei escapar antes, e foi-nos dito, assim que desembarcamos, antes de termos entrado no posto de controle, o representante do ICC disse-nos:

“Escute, esta base é parte de uma experiência social muito importante para a humanidade. Por favor, não interfiram! Dissemos aos habitantes daqui que a Terra estava inabitável, após sofrer uma catástrofe …”

 CONTINUA …


“O medo é a emoção predominante das massas que ainda estão presas no turbilhão da negatividade da estrutura de crença da (in)consciência de massa. Medo do futuro, medo da escassez, do governo, das  empresas,  de outras crenças religiosas, das raças e culturas diferentes, e até mesmo medo da ira divina. Há aversão e medo daqueles que olham, pensam e agem de modo diferente (os que OUVEM e SEGUEM a sua voz interior), e acima de tudo, existe medo de MUDAR e da própria MUDANÇA.” –  Arcanjo Miguel

“Conhece-te a ti mesmo e conheceras todo o universo e os deuses, porque se o que tu procuras não encontrares primeiro dentro de ti mesmo, tu não encontrarás em lugar nenhum”.  –  Frase escrita no pórtico do Templo do Oráculo de Delphos, na antiga Grécia.

Novas descobertas na Antártida corroboram informações de insiders


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Os pesquisadores encontraram oásis secretos e quentes sob o gelo da Antártica que poderiam ser o lar de espécies ainda não descobertas.

Um estudo das cavernas subglaciais poderá revelar novas espécies de animais ou plantas não descobertas que vivem confortavelmente devido ao calor gerado por um vulcão ativo.

No fundo das cavernas de gelo da Antártica, um grupo de cientistas pode ter descoberto um ecossistema secreto de plantas e animais apoiados pelo calor de um vulcão ativo. 

Fonte:  http://nationalpost.com/

Esta foto não datada divulgada pela Universidade Nacional Australiana em 8 de setembro de 2017 e tomada por Joel Bensing mostra a visão de uma caverna de gelo na geleira do monte Erebus, Ross Land, Antártida, perto da Estação McMurdo e Scott Base. Um mundo secreto de animais e plantas pode viver em cavernas quentes sob as geleiras da Antártida, incluindo novas espécies, disseram cientistas em 8 de setembro de 2017. JOEL BENSING / AFP / Getty Images

Embora as temperaturas médias de ano em Ross Island flutuem em torno de -17ºC, incluindo seis meses entre abril e setembro, onde não se elevam acima de -20ºC, a temperatura nos sistemas de cavernas abaixo das geleiras pode chegar a confortáveis 25ºC.

“Você poderia usar uma camiseta lá dentro e ser bastante confortável”, disse a pesquisadora líder Ceridwen Fraser. “Há luz perto das foz das cavernas, e filtros de luz mais profundos em algumas cavernas onde o gelo subjacente é delgado”.

Localizado ao redor e embaixo do Monte Erebus, um vulcão ativo, as cavernas foram esvaziadas após anos de vapor viajando por suas passagens. O estudo das cavernas, liderado pela Universidade Nacional Australiana, evoluiu para uma análise do solo dentro do local. Fraser revelou que continha vestígios de DNA de algas, musgos e até pequenos animais que poderiam estar vivendo no oásis subterrâneo.

A maioria do DNA, admite Fraser, é semelhante à das espécies que vivem na superfície. No entanto, nem todas as seqüências estudadas podem ser vinculadas a um grupo particular de animais ou plantas, o que significa que a equipe de Fraser pode estar à descoberta de novas formas de vida também.

“Nosso estudo nos dá um vislumbre realmente emocionante e tentador do tipo de plantas e animais que podem viver sob o gelo na Antártida”, disse ela. “Algumas das evidências de DNA que encontramos sugerem que talvez haja coisas que vivem nessas cavernas de que não sabemos nada ainda. 

“Poderia até haver novas espécies”.

Esta foto não datada divulgada pela Universidade Nacional Australiana em 8 de setembro de 2017 e tomada por Michael S. Becker mostra a visão interna de uma caverna de gelo na Antártica. Um mundo secreto de animais e plantas pode viver em cavernas quentes sob as geleiras da Antártica, incluindo novas espécies, disseram cientistas em 8 de setembro de 2017. MICHAEL S. BECKER / AFP / Getty Images

Como há vários vulcões ativos na Antártida, o co-pesquisador Charles Lee, da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia, disse que sistemas de cavernas subglaciais inexploradas semelhantes poderiam existir em todo o continente. A pesquisa, originalmente publicada na revista internacional Polar Biology, disse que existem mais 15 vulcões na Antártida que atualmente estão ativos ou sugerem sinais de atividade recente.

“Ainda não sabemos quantos sistemas de cavernas existem em torno dos vulcões da Antártida, ou como esses ambientes subglaciares podem ser interconectados”, disse ele.

O co-autor Laurie Connell, professor da Universidade do Maine, compartilhou a excitação de seus colegas, mas disse que as provas de DNA não provaram nada – especialmente que plantas e animais ainda estão vivendo lá. O próximo passo é explorar as próprias cavernas, esperando encontrar a prova viva que a equipe precisa.

“Se eles existem, abre a porta para um novo mundo excitante”.


Nota de Thoth: As descobertas aqui anunciadas corroboram depoimentos de insiders informantes como Corey Goode, de que existem civilizações dentro de cavernas gigantescas e profundas sob a camada de gelo da Antártida e que o momento de interagirmos com estas civilizações esta se aproximando. O esforço de divulgação pelo establishment acadêmico, com a publicação destas descobertas recentes no continente gelado, deu mais um passo para a revelação total de tudo que esta sendo mantido em segredo.

Os pesquisadores encontraram oásis secretos e quentes sob o gelo da Antártica que poderiam ser o lar de espécies ainda não descobertas.

Um estudo das cavernas subglaciais poderá revelar novas espécies de animais ou plantas não descobertas que vivem confortavelmente devido ao calor gerado por um vulcão ativo.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

No fundo das cavernas de gelo da Antártica, um grupo de cientistas pode ter descoberto um ecossistema secreto de plantas e animais apoiados pelo calor de um vulcão ativo. 

Fonte:  http://nationalpost.com/

Esta foto não datada divulgada pela Universidade Nacional Australiana em 8 de setembro de 2017 e tomada por Joel Bensing mostra a visão de uma caverna de gelo na geleira do monte Erebus, Ross Land, Antártida, perto da Estação McMurdo e Scott Base. Um mundo secreto de animais e plantas pode viver em cavernas quentes sob as geleiras da Antártida, incluindo novas espécies, disseram cientistas em 8 de setembro de 2017. JOEL BENSING / AFP / Getty Images

Embora as temperaturas médias de ano em Ross Island flutuem em torno de -17ºC, incluindo seis meses entre abril e setembro, onde não se elevam acima de -20ºC, a temperatura nos sistemas de cavernas abaixo das geleiras pode chegar a confortáveis 25ºC.

“Você poderia usar uma camiseta lá dentro e ser bastante confortável”, disse a pesquisadora líder Ceridwen Fraser. “Há luz perto das foz das cavernas, e filtros de luz mais profundos em algumas cavernas onde o gelo subjacente é delgado”.

Localizado ao redor e embaixo do Monte Erebus, um vulcão ativo, as cavernas foram esvaziadas após anos de vapor viajando por suas passagens. O estudo das cavernas, liderado pela Universidade Nacional Australiana, evoluiu para uma análise do solo dentro do local. Fraser revelou que continha vestígios de DNA de algas, musgos e até pequenos animais que poderiam estar vivendo no oásis subterrâneo.

A maioria do DNA, admite Fraser, é semelhante à das espécies que vivem na superfície. No entanto, nem todas as seqüências estudadas podem ser vinculadas a um grupo particular de animais ou plantas, o que significa que a equipe de Fraser pode estar à descoberta de novas formas de vida também.

“Nosso estudo nos dá um vislumbre realmente emocionante e tentador do tipo de plantas e animais que podem viver sob o gelo na Antártida”, disse ela. “Algumas das evidências de DNA que encontramos sugerem que talvez haja coisas que vivem nessas cavernas de que não sabemos nada ainda. 

“Poderia até haver novas espécies”.

Esta foto não datada divulgada pela Universidade Nacional Australiana em 8 de setembro de 2017 e tomada por Michael S. Becker mostra a visão interna de uma caverna de gelo na Antártica. Um mundo secreto de animais e plantas pode viver em cavernas quentes sob as geleiras da Antártica, incluindo novas espécies, disseram cientistas em 8 de setembro de 2017. MICHAEL S. BECKER / AFP / Getty Images

Como há vários vulcões ativos na Antártida, o co-pesquisador Charles Lee, da Universidade de Waikato, na Nova Zelândia, disse que sistemas de cavernas subglaciais inexploradas semelhantes poderiam existir em todo o continente. A pesquisa, originalmente publicada na revista internacional Polar Biology, disse que existem mais 15 vulcões na Antártida que atualmente estão ativos ou sugerem sinais de atividade recente.

“Ainda não sabemos quantos sistemas de cavernas existem em torno dos vulcões da Antártida, ou como esses ambientes subglaciares podem ser interconectados”, disse ele.

O co-autor Laurie Connell, professor da Universidade do Maine, compartilhou a excitação de seus colegas, mas disse que as provas de DNA não provaram nada – especialmente que plantas e animais ainda estão vivendo lá. O próximo passo é explorar as próprias cavernas, esperando encontrar a prova viva que a equipe precisa.

“Se eles existem, abre a porta para um novo mundo excitante”.


Nota de Thoth: As descobertas aqui anunciadas corroboram depoimentos de insiders informantes como Corey Goode, de que existem civilizações dentro de cavernas gigantescas e profundas sob a camada de gelo da Antártida e que o momento de interagirmos com estas civilizações esta se aproximando. O esforço de divulgação pelo establishment acadêmico, com a publicação destas descobertas recentes no continente gelado, deu mais um passo para a revelação total de tudo que esta sendo mantido em segredo.

A História Secreta da Raça Humana


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica


Uma outra questão é: – existiu realmente uma antiga civilização global em algum tempo na Terra? 

Penso que muitos de nossos pesquisadores estão realmente nos dizendo que uma vez há um longo, longo tempo, existiu uma civilização global, mas a quantos milhares de anos atrás, ainda não sabemos . . .

A História Secreta da Raça Humana, por Klaus Dona

Fonte: http://projectavalon.net/

… Klaus estará fazendo um comentário em áudio sobre uma das apresentações dele em slides muito especial, incomum e fascinante sobre os artefatos e os vários fenômenos que ele vem pesquisando, descobrindo, investigando pessoalmente em todo o mundo relacionados com o que eu acho que vocês poderiam legitimamente chamar como “A História Secreta da Raça Humana”. Você diria que isso é um bom resumo, Klaus?

klaus-dona

KLAUS DONA (KD): Isso é um resumo muito bom, sim.

Bill Ryan (BR): [ri] Então eu ficarei quieto e a seguir apenas relaxem e desfrutem desta apresentação de slides. Klaus vai levá-los através dessa jornada… Vocês podem acompanhá-lo nessa viagem através dessas descobertas. Vá em frente, Klaus.

O que estamos vendo aqui? Eu posso ver um conjunto de pirâmides. Qual é o significado?

KD: O importante é que você pode encontrar pirâmides em todo o mundo em cada continente. A questão é quando e quem construiu essas pirâmides? Por que muitas dessas pirâmides em todo o mundo são muito, muito similares?

Outra questão é – existiu realmente uma civilização global? Penso que muitos de nossos pesquisadores estão realmente nos dizendo que uma vez há um longo tempo, existiu uma civilização global, mas a quantos milhares de anos atrás, não sei.

Klaus_Dona-piramides

Você pode encontrar pirâmides em todo o mundo em cada continente. A questão é quando e quem construiu essas pirâmides?

A maioria da audiência do Projeto Camelot talvez saiba sobre a história de uma pirâmide construída em pedra que foi encontrada em 1984, vinte e cinco metros abaixo do nível do mar, no Japão, na ilha de Yonaguni, que é a ilha japonesa mais ao sul fazendo parte do Grupo das Ilhas de Ryukyu.

Ainda há um esforço de alguns arqueólogos internacionais que estão dizendo que esses monumentos foram feitos pela natureza. Mas, meu amigo, professor Masaaki Kimura, que há vários anos, desde então, pesquisa não somente este monumento, mas, ele também encontrou vários outros por perto. Na foto mais abaixo, você tem um modelo.

Mega-Yonaguni-klaus-dona

Ruínas submersas de Yonaguni

E uma coisa que a Natureza, definitivamente, não está fazendo… em cima das duas plataformas do monumento, há duas pedras enormes, uma na forma de uma tartaruga e a outra na de um pássaro – como uma águia. A natureza está fazendo muitas coisas, mas não tal tipo de monumento preciso e perfeito.

E a pergunta é – de onde são todas as pedras? Se a natureza tivesse feito isso… esculpido… onde estão esses pedaços? Também existem ruas e também foi encontrado um estádio de pedra, como o Coliseu de Roma, com fileiras de bancos de pedra e escadas de pedra. A natureza é fantástica, está fazendo muitas, muitas coisas boas, mas não tais edifícios perfeitos.

Ali você tem uma tartaruga de pedra enorme e você pode ver também quão pequeno é o mergulhador perto deste grande monumento.

Klaus_Dona_yonaguni-escadas

Aqui você tem uma rua com escadas subindo.

Mapas do Mundo Antigo

Aqui você pode ver alguns mapas do mundo. No topo, no lado direito [ampliada] você pode ver o mapa de Piri Reis, que foi usado muito antes de Cristóvão Colombo chegar à América, e você pode ver quão perfeito este mapa era já no início do século 16, mostrando parte da Europa, parte da Espanha, Portugal, parte da África Ocidental e o mais importante, parte da América do Sul. Não sabemos até agora quem foi capaz de fazer esse mapa perfeito há séculos.

Nos outros mapas de Piri Reis, que não mostramos nessa foto, você também pode ver a Antártida sem gelo. Em 1956, pesquisadores descobriram que a Terra sob a massa de gelo na Antártida é exatamente como o mapa de Piri Reis mostrava, de modo que este mapa de Piri Reis deve ter pelo menos mais de 10 a 12 mil anos. Mas a próxima pergunta seria: Quem foi capaz de fazer tal maravilhoso mapa do mundo ?

Klaus_Dona_piri-reis

No lado esquerdo, você vê o mapa de Atlântida feito por Althanasius Kircher e o mapa está invertido. Ele o fez ao contrário e você pode ver também, que o continente está situado entre a Europa, a África e a América do Norte.

E você pode ver no lado esquerdo abaixo, [na primeira foto de diferentes mapas; mostrada ao lado] lados diferentes de um mapa do mundo em uma pedra enorme.

atlãntida-gravadanarocha

Este mapa do mundo feito de pedra foi encontrado em 1984, enquanto garimpavam ouro no Equador, em um sistema de túneis subterrâneos com outros 350 artefatos que realmente não se encaixam em qualquer cultura sul-americana pré-colombiana conhecida e existente.

Neste mapa de pedra existe uma linha de quartzo natural, toda branca. Esta é a parte da frente do mapa do mundo de pedra e você pode ver aproximadamente no Oriente Médio, próximo à Arábia Saudita. Você pode ver uma incrustação de um olho e deste olho à direita e à esquerda está uma linha de quartzo natural, indo para o lado direito para a Índia, para a Tailândia.

E também há uma ilha longa do lado direito que, da pesquisa do professor Kimura, é possível afirmar que entre a ilha japonesa a nordeste até além de Taiwan, uma vez, existiu um grande continente… mas então este mapa do mundo deve ter mais de pelo menos 10 a 12 mil anos (é pré-dilúvio).

File name :DSC_0765.JPG File size :3.0MB(3194270Bytes) Date taken :2002/02/10 06:16:04 Image size :3008 x 1960 Resolution :300 x 300 dpi Number of bits :8bit/channel Protection attribute :Off Hide Attribute :Off Camera ID :N/A Camera :NIKON D1X Quality mode :FINE Metering mode :Matrix Exposure mode :Manual Speed light :Yes Focal length :22 mm Shutter speed :1/80second Aperture :F9.0 Exposure compensation:0 EV White Balance :Cloudy Lens :17 - 35 mm F 2.8 Flash sync mode :Rear curtain Exposure difference :-4.1 EV Flexible program :No Sensitivity :ISO640 Sharpening :High Image Type :Color Color Mode :Mode II(Adobe RGB) Hue adjustment :1 Saturation Control :N/A Tone compensation :Less contrast Latitude(GPS) :N/A Longitude(GPS) :N/A Altitude(GPS) :N/A

Esta é a parte da frente do mapa múndi feito de pedra e você pode ver no centro aproximadamente o Olho no Oriente Médio, marcando um local próximo à Arábia Saudita.

Ali está a parte de trás e você pode ver no lado direito a linha de quartzo passando no Atlântico por um continente, a Atlântida, que em nossos dias não existe mais. Em seguida, a linha branca  atravessa parte da América do Sul.

Ali, olhando de perto, você pode ver exatamente a baía de Guayaquil, com linhas subindo para norte e uma incrustação redonda, mostrando o local exato onde foram encontrados esses artefatos. E nesse local também existe a água potável de melhor qualidade em todo o mundo conhecido.

A linha do Equador

Um outro artefato muito interessante encontrado no mesmo local, no Equador, é a chamada Pirâmide com um olho. O olho é uma incrustação. A pedra é cinzenta e branca e tem treze degraus. Parece exatamente como a da pirâmide de olho brilhante na nota de um dólar americano.

klaus-dona-olho-piramide

Se você colocar essa pirâmide sob a luz negra, o olho brilhará intensamente e parecerá realmente como um olho, mas não exatamente como um olho humano. Aqui você tem um close-up do olho e você pode ver as cores da incrustação.

klaus-dona-olho-piramide-13-degraus

Na parte inferior da pirâmide, você tem incrustação em pequenas placas de ouro indicando a constelação de Orion, e você tem uma escrita desconhecida.

A tradução do professor Kurt Schildmann, que era o presidente da Associação Alemã linguística e ele conhecia bem mais de quarenta línguas… ele foi capaz de traduzir esse escrito. Ele o chamou de pré-sânscrito, porque é mais velho do que a escrita mais antiga. A tradução das quatro letras que você pode ver aqui, a tradução dele é: “De onde o filho do criador vem.”

sirius-piramide-olho-klaus-dona-origem-filho

Nós encontramos a mesma escrita em pedras em alguns países como Equador, Colômbia, Illinois (Estados Unidos); Glozel (França), Malta (Mediterrâneo), Turcomenistão, Austrália e no sul da Calábria (Itália) a poucos anos atrás. Sempre há pedras e cerâmica – terracota – com a mesma escrita.

Isso significa que essa escrita existiu, uma vez, em todo o mundo e isso significa que deve ter havido uma civilização global mais velha do que a do sânscrito, com mais de 8.000 anos. O Professor Schildmann também me disse que essa escrita tem alguma semelhança com a escrita hindu e também com a escrita da Ilha da Páscoa. Como ele disse, esta é mais antiga do que o sânscrito. Ele chamou essa escrita de pré-sânscrito.

klaus_dona-pedras-escritas-antiga

Nesta pedra (abaixo à esquerda) você pode ver no topo os dois olhos e, então, você vê a mão direita segurando a pirâmide e a mão esquerda colocada no topo da pirâmide. Quer dizer, mostra como usar essa pirâmide com o olho.

Nesta outra pedra (à direita) você também pode ver em um entalhamento um homem sentado em uma pedra, ou objeto, segurando a pirâmide exatamente como foi mostrado no artefato anterior. Dos olhos estão saindo raios e do lado direito você verá duas pessoas inclinadas. Na cabeça, ele tem algo como um pequeno capacete e este capacete está virado para cima, como uma antena, para um objeto estranho pairando sobre ele.

Klaus_Dona_pedra-piramide

E aqui você tem a foto do capacete encontrado. Nós ainda não pudemos fazer uma pesquisa no metal ou verificar que tipo de metal foi usado, mas você pode ver no centro do capacete que algo está faltando e poderia ser este tipo de antena que foi mostrado no artefato anterior.

Klaus_Dona-capacete

A foto do capacete encontrado com o buraco no centro

Outro achado muito estranho, no mesmo lugar, é uma grande taça e doze taças pequenas de jade. Como as doze taças são feitas à mão, cada uma é um pouco diferente em tamanho, se você as encher totalmente com água e você colocar a água das doze taças dentro da taça grande, a taça grande fica completamente cheia.

Outra coisa estranha é que você pode ver nas tacinhas números que são parecidos com os números dos maias, mas se você os comparar com os números dos maias, você descobre que existem algumas pequenas diferenças.

Klaus_Dona-12-taças

A grande taça e as doze taças pequenas feitas de jade.

E, na taça grande, você pode ver uma constelação perfeitamente gravada, mostrando também a Constelação de Órion e outras estrelas. E dentro da taça grande é muito, muito magnético e fora da taça não há quase nada de magnetismo. Geólogos profissionais estão dizendo que isso é impossível, porque se uma pedra tem partículas de metal (magnetita) dentro dela, ela deveria ter o mesmo magnetismo em ambos os lados.

Abaixo está a taça grande vista de perto e você pode ver uma representação perfeita de constelações e elas estão brilhando muito intensamente, se você colocar luz negra sobre ela.

Klaus_Dona-taça-grande

Aqui você tem algumas taças pequenas em que você pode ver com mais clareza o estilo dos números impressos semelhante aos números dos Maias em um material estranho que também brilha sob luz negra.

Outra peça, [direita], uma placa de jade com a mesma constelação impressa como a da taça grande e duas pessoas olhando para o céu. E na foto [lado direito] você pode ver que também os olhos dessas duas estátuas e a constelação brilham fortemente sob luz negra.

Klaus_Dona_taças-pequenas

Esta pedra mostrada a seguir na foto abaixo, uma vez, foi uma pedra marrom de forma compacta, a cor muda no centro da pedra para preto, fenômeno que normalmente não acontece na natureza.

Você pode ver… Se você olhar muito de perto, você pode ver um rosto com os olhos fechados, com boca, nariz, uma longa barba e cabelos longos. No lado esquerdo, o rosto e também a pedra estão quebrados.

Klaus_Dona-pedra-marron

Acima esta o reverso dessa pedra. Você pode ver uma espiral e um triângulo. O centro do triângulo é muito magnético, também brilha sob luz negra (à direita).

A seguir abaixo, temos a parte traseira de uma cobra Naja. Esta serpente com capelos nunca existiu na América do Sul, mas esta lapidada em pedra e foi encontrado no mesmo local.

Klaus_Dona-naja-serpente

Deste lado da cabeça da cobra, [esquerda], você tem 33 linhas no comprimento, por isso 33 é também um número muito cabalístico e místico desde muito, muito tempo. E do lado esquerdo e do lado direito você tem sete pontos marcados e talvez estes sejam os chakras. Também a cabeça desta cobra brilha muito se você colocar luz negra sobre ela [direita].

Um outro objeto. Aqui você tem um escultura perfeita de uma cabeça de golfinho e também este artefato brilha sob a luz negra.

Klaus_Dona_golfinho

A seguir e abaixo, você tem uma espécie de capacete de pedra (esquerda). Você pode colocar este capacete de granito em seus ombros, ou você pode colocar sua cabeça dentro dele.

E os pontos marcados que você vê neste capacete, alguns especialistas disseram-me que esses pontos são exatamente os pontos referentes às linhas de acupuntura na cabeça humana. Na foto a direita você pode ver como isso poderia ter sido utilizado.

Alguns meses atrás, eles encontraram no mesmo local um capacete de pedra inacabada [esquerda]. Então, isso significa que também alguns desses artefatos foram feitos no Equador, mas há muitos, muitos anos atrás. E também as marcas nesse objeto brilham intensamente sob luz negra [direita].

Klaus_Dona-capacete-acumpuntura

A seguir esta uma cobra de jade fantástica. E também os pontos de incrustação brilham sob a luz negra.

Klaus_Dona_cobra-jade

A esquerda, temos um artefato que esta perfeitamente esculpido na parte de trás, o que significa que poderia ter sido usado para colocá-lo na frente da testa. Você pode ver os dois olhos embutidos.

Klaus_Dona_artefato

E no verso [à direita] você tem o chamado terceiro olho. Talvez este artefato foi usado em algumas cerimônias ou para meditação.

Na foto abaixo, temos uma placa de jade com a incrustação de uma espiral, que também brilha sob a luz negra. Na outra foto [embaixo], você pode ver sete anéis embutidos numa placa de jade com formato octogonal, que também brilham sob luz negra. Talvez isso poderia ser também uma representação dos sete chakras.

Klaus_Dona_sete-aneis

Na foto a seguir, à esquerda, está uma das cerâmicas encontradas lá. É uma grande obra-prima e a questão é: como você pode fazer este artefato de um pedaço de cerâmica?

A direita temos uma outra pedra piramidal encontrada também no Equador. No topo você pode ver a pirâmide com o olho e embaixo, você tem espirais e símbolos diversos. Alguns deles são muito semelhantes às placas de Churchward Naacal, que foram encontradas em 1880 na Índia e a tradução fala sobre o continente submerso de Mu.

Klaus_Dona_ceramica

A seguir uma peça que é um mármore com incrustações de uma outra espiral, que também brilha intensamente sob luz negra. Uma outra pedra [direita], em forma piramidal com uma incrustação de um olho.

A direita desta terceira rocha, você pode ver novamente a pirâmide com o olho em outra pedra e, na sua base, você vê a constelação de Órion, as três estrelas de Órion, que pode nos lembrar as três pirâmides do Egito.

Klaus_Dona_espiral-piramidal

Embaixo, à esquerda, você tem uma estátua de cerâmica. Você pode ver que o jeito de sentar não é do estilo real pré-colombiano. Parece com o jeito de sentar em Lotus da Ásia. No topo desta estátua há um chapéu com alguns pontos e parece muito similar a muitas das representações  de Bhuda. Ele tem uma cobra na boca.

A serpente é um objeto muito, muito místico em todas as culturas do mundo antigo (símbolo da Kundalini e da sabedoria espiritual) e muito frequentemente representada, isso significa que esta estátua não é de qualquer cultura pré-colombiana existente ou conhecida.

Klaus_Dona_estatua-sentada

Mesmo a estátua acima, a direita, você pode ver como a figura está sentada em posição de lótus. Parece mais o estilo da Ásia. Na cabeça, novamente, um chapéu muito estranho. E no centro dele você pode ver a cabeça de um sapo. O sapo também é um animal muito místico na antiga cultura da América do Sul pré-colombiana, assim como também na África e na Ásia.

Embaixo, à esquerda, outra estátua de cerâmica segurando uma espécie de prato na mão esquerda e também não parece ser realmente representar a cultura pré-colombiana. A direita, temos um outro artefato muito estranho com uma pessoa segurando um  bastão com uma serpente. Novamente temos aqui o sagrado símbolo da serpente e a pergunta é de onde são e quem fez estas estátuas?

Klaus_Dona_estatua-prato

Bolívia

A seguir mostramos uma foto do Altiplano da Bolívia. Os arqueólogos e investigadores descobriram que pelo menos há 4.000 anos houve um impacto muito grande na Argentina e a onda de choque desse grande impacto destruiu muitos edifícios de pedra no Altiplano da Bolívia.

Bolivian Altiplano

Você tem a seguir uma foto do sítio arqueológico de Puma Punku, um lugar muito estranho que existe perto de Tiahuanaco, na Bolívia, e você vê toneladas de placas de pedra, perfeitamente trabalhadas, que estão destruídas e espalhadas pelo local. Talvez isso tenha sido a reação ao grande impacto na Argentina.

tiahuanaco-puma-punku

Puma Punku

A foto a seguir abaixo está o meu amigo Giancarlo Bonfanti, pesquisador italiano, no centro da chamada Porta do Sol, em Tiahuanaco, na Bolívia. Alguns pesquisadores afirmam que os bonecos em cima da Porta do Sol, do lado oposto [foto á direita], estão mostrando o calendário de Vênus.

Klaus_Dona_porta-do-sol

Aqui você tem algumas das grandes placas de pedra de Puma Punku e você pode ver o quão perfeito essas pedras foram talhadas. A questão é, você poderia fazer um trabalho tão perfeito com ferramentas simples?

Klaus_Dona_placas-puma-punku

Perto desta área foram encontrados esqueletos humanos com um tamanho de 2,6 metros. A imagem do topo [a esquerda] mostra o crânio de um desses esqueletos e que parece estar deformado.

Mas definitivamente, esses crânios não estão deformados, eles têm,  naturalmente, a forma de um ovoide. Na foto do topo à direita, vê-se o quão forte era a mandíbula desses crânios. Esta é uma vista frontal, embaixo a direita.

Klaus_Dona_esqueleto

Esqueletos com cerca de 2,60 metros foram encontrados próximos à Puma Punku, que ser humano foi este e de qual “cultura”?

E a foto mais interessante é esta, porque você pode ver que o topo do crânio não tem as três placas que temos como a espécie do Homo sapiens. Isso mostra-nos que estes esqueletos não são do atual Homo sapiens, seres humanos da nossa espécie.

O que deveremos fazer é uma verificação de ADN e uma datação destes esqueletos, porque estamos curiosos para saber que tipo de seres humanos existiram há muito tempo e há quanto tempo.

Klaus_Dona_cranio

Nas próximas fotos vou te mostrar alguns artefatos encontrados perto dos esqueletos gigantes verdadeiros. Quando eu peguei pela primeira vez esta máscara [primeira à esquerda], em minhas mãos, eu tentei olhar através dos dois olhos.

Naquela época eu não sabia que ela pertencia aos esqueletos de 2,6 metros, eu apenas me perguntava por que eles faziam máscaras onde você só pode olhar por um olho?

Klaus_Dona_mascaras

Mas depois de saber que esses seres humanos tinham mais de 2,5 metros, eu pude entender que o crânio deles era naturalmente maior que a nossa cabeça e é por isso que essas máscaras eram muito grandes para nós.

Essa é uma outra máscara da Bolívia [direita]. Outra ao centro, esculpida de forma muito maravilhosa, espirais e muitos, muitos símbolos, que também encontramos em muitas outras culturas.

Essa é uma estatueta de pedra muito pesada e, novamente, aqui você pode ver no topo da cabeça, uma serpente indo para baixo nas costas da imagem.

Klaus_Dona_estatua-serpente

Veja o lado de trás. Você pode ver novamente a serpente, o que significa que a cobra deve ter sido animal muito, muito importante no passado de nossa história.

Aqui você pode ver uma flauta de pedra. O estranho é que a vibração do som da flauta de pedra é exatamente o mesmo que nossas ondas cerebrais. Então isso significa que talvez essas flautas foram utilizados para a meditação ou para fins de cura. E cada dois orifícios estão conectados perfeitamente um com o outro.

Klaus_Dona_flauta

Flauta de Pedra

Isso significa que você pode fazer furos perfeitos nesta pedra muito, muito dura, mas como você conecta, com ferramentas simples, os dois buracos no fundo? Isso seria, mesmo em nossos dias, um trabalho muito difícil de se fazer.

BR: Porque é na forma de “U” e se curva dentro da pedra?

KD: É, e com ferramentas simples, definitivamente, você não seria capaz de fazer tal obra, até mesmo os buracos são muito precisos.

Este a esquerda, está na forma de um barco e você tem três furos de flauta no final. A direita você pode ver perfeitamente como eles foram feitos.

Klaus_Dona_flauta2

Esta é uma outra flauta, muito pequena. Você pode usá-la somente com um leve sopro e o som é como o som dos golfinhos.

Klaus_Dona_flauta3

A próxima foto é de um artefato de que não temos qualquer idéia para que finalidade ele foi usado.

Klaus_Dona_artefato-desconhecido

Colombia

Agora estamos na Colômbia. Nas fotos seguintes, eu te mostro artefatos muito estranhos da Colômbia na América do Sul. O mais famoso designer e arquiteto industrial na Colômbia, o professor Jaime Gutierrez, está coletando artefatos seculares estranhos do país dele.

A peça mais importante é o chamado Disco Genético. Aqui você pode ver um disco feito de lydite, uma pedra muito dura. Tem quase a mesma dureza do granito, mas a estrutura da lydite é sobreposta como folhas, de modo que seria impossível fazer o mesmo disco, em nossos dias, desse mesmo material.

O diâmetro do disco – que chamamos de Disco Genético – é de cerca de 27 centímetros. Neste disco você tem várias coisas representadas que normalmente você só pode ver com um microscópio.

Klaus_Dona_ovo

Por exemplo, no lado esquerdo em torno de onze horas você pode ver um ovo, um ovo humano sem e outro com esperma. No lado direito, a cerca de uma hora, você pode ver alguns espermas. E então você tem várias representações muito estranhas que não podemos explicar.

Mas aqui, na foto embaixo do disco, você tem uma fotografia microscópica do interior de uma mulher feita por um fotógrafo sueco e você pode ver que o ovo com e sem esperma se parece exatamente com a representação neste disco genético.

Klaus_Dona_disco-genetico

No verso, temos, na parte superior, várias representações de feto em tamanho e idades diferentes, terminando com… parece como uma criança pequena. Você vê também, no final do disco em torno de seis horas, femêa e macho. E também do lado direito, em cerca de nove horas, você pode ver a representação de homem, mulher e criança. Mas a coisa estranha é a forma como eles representam as cabeças humanoides.

Klaus_Dona_disco-genetico-verso

Aqui você pode ver uma faca feita do mesmo material, lydite. No topo da faca, no cabo, você tem a cabeça da mãe, além de ter a cabeça da criança e o cordão umbilical está ao redor do pescoço da criança. Então, isso significa que essa faca teria sido usada para cortar um cordão umbilical, salvando a vida de uma criança.

Este é um close-up: mãe, filho e o cordão umbilical.

Klaus_Dona_faca

A seguir outro instrumento. Ele poderia ter sido usado para ajudar a criança a sair do útero da mãe, quando houvesse alguma complicação durante o parto. Também é feito do mesmo material, lydite.

Você tem nele [centro], a vagina e a cabeça da criança saindo. E no verso [direita], você pode colocar apenas o seu polegar dentro. Isso significa que este instrumento só pode ser usado com os dedos – ou seja, você não poderá usar a força.

Klaus_Dona_instrumento-cirúrgico

Então isso significa que ele pode ser mais seguro para ajudar a criança a sair da mãe do que os instrumentos que estamos usando hoje dia, porque às vezes os instrumentos  modernos, quando utilizados, podem danificar a cabeça da criança.

O da esquerda pensamos ser um instrumento médico. Também é de lydite e têm forma perfeita. Eles são muito menores do que o mostrado nesta foto. Quando fizemos a verificação do material em Viena, um dos maiores peritos do mundo verificou todas as peças. Antes de tudo o material: cada um é feito de lydite.

Klaus_Dona_instrumentos

E o formato em si, ele as verificou e, finalmente, ele disse:

“Eu não posso te dizer como elas foram feitas, quem foi que as fez. Mas a única coisa que posso definitivamente dizer… com esse mesmo material, em nossos dias atuais, não podemos fazer os mesmos instrumentos”.

Então, quão antigos eles são, nós não sabemos. Como eles foram encontrados na Colômbia e não se encaixam em qualquer cultura pré-colombiana existente, devemos considerar que esses artefatos têm, pelo menos, mais de 6.000 anos, mas não podemos explicar que tipo de tecnologia que eles tinham e usaram para serem capazes de fazer tais instrumentos e ferramentas feitos de lydite.

Klaus_Dona_instrumentos-manual

Você pode ver que cada peça se encaixa exatamente em todo tipo de mão, não importando quão grande era o tamanho da mão. Cada instrumento, cada ferramenta, se encaixa perfeitamente  em cada mão que estava usando esses instrumentos.

Na foto maior a seguir, por brincadeira, eu chamo de cadeira do dentista… perfeitamente feita, o mesmo material: lydite. E a pergunta estranha é: por quê, se eles podiam fazer tais figuras perfeitas deste material muito difícil, por quê é que eles mostram a face humana sempre com os olhos redondos grandes e um nariz pequeno e uma boca grande? Não há nenhuma explicação real possível.

Essa cara [figura menor à esquerda] parece um pouco com o Moai, as grandes estátuas de pedra da Ilha de Páscoa. A última figura à direita, você tem um close-up.

Klaus_Dona_cadeira

Esta é mais uma peça da Colômbia, lydite. Na parte da frente você vê a mãe segurando o bebê e na parte de trás você vê o homem com armaduras, provavelmente para a caça.

Esta estatueta de pedra apresentada a seguir foi encontrada na Colômbia. Parece exatamente com as estátuas Moais da Ilha de Páscoa, mas tem apenas cerca de 30 centímetros de comprimento.

Klaus_Dona_moai

Esta é outra obra-prima da escultura de pedra. Você tem em ambos os lados a representação de uma ave, mas se você olhar de frente, você pode ver que as duas aves representam um rosto. E do lado esquerdo [à direita], entre a cabeça do pássaro e as asas, você vê novamente a escrita desconhecida que descobrimos em pedras por todo o mundo.

Klaus_Dona_ave

Esta é outra pedra da Colômbia mostrando um tatu. No topo do tatu, você pode ver um rosto estranho, com orelhas longas e dois chifres na cabeça. Sobre este artefato você pode ver um rosto sorridente no topo.

Klaus_Dona_tatu-rosto

Você tem dois triângulos neste lado [à esquerda] e do outro lado, do lado direito, [à direita] você tem um rosto. Novamente, no lado direito, está a face do animal e alguns símbolos desconhecidos.

Klaus_Dona_crocodilo

E na foto acima, na parte inferior desse objeto, você vê um animal… parecido com um crocodilo.

Guiné, na África Ocidental

Agora estamos nos movendo para a Guiné, África Ocidental, muito próximo a fronteira com o Mali. Foi encontrado em uma montanha de granito imensa, o meio-retrato de uma mulher feita em pedra de granito (foto a seguir).

Klaus_Dona_retrato

O tamanho desta estátua do topo da cabeça até o meio do tronco é exatamente de 150 metros. Portanto, esta é, na verdade, uma grande questão: Quem poderia ter sido capaz de fazer tal meio-retrato de granito enorme em uma montanha há, pelo menos, 10  ou 12.000 anos?

O geólogo italiano, Professor Pitoni, esteve no local. Ele fez essas fotos. Ele verificou a terra na base desta montanha e o cálculo dele era de que esse monumento de pedra deve ter sido feito pelo menos há 10 ou 12 mil anos (antes do dilúvio). Mas, então, temos uma questão importante: Quem poderia ter sido capaz de fazer tal um monumento de pedra tão grande? Mesmo nos nossos dias seria impossível, ou isso custaria tanto dinheiro que não seria possível faze-lo.

E se você olhar para o close-up do rosto, alguns especialistas disseram-me que esse cara definitivamente não é da raça européia, mas também, evidentemente, não é do negro africano. Deve ser uma de uma cultura sul-americana ou asiática. Mas, novamente, recuamos no tempo de 10 a 12.000 anos. O rosto talvez seja da civilização, a civilização perdida de Atlântida.

Perto desta área na Serra Leoa, o Professor Pitoni foi responsável pelas escavações de diamantes. Foi quando ele ouviu, nesta área, uma lenda sobre Deus estar zangado com alguns anjos e os transformou em pedra e os lançou na Terra. Ele pegou o céu… Também o transformou em pedra e o atirou para a Terra. E pegou as estrelas e as jogou na Terra.

Klaus_Dona_nomoli

A lenda diz que o céu, você pode ver nesta pedra – eles a chamam Pedras do Céu, pedras  azul-celeste (foto à direita), encontradas nesta área sob a terra. Fizemos uma pesquisa em Viena… esta é uma pedra definitivamente artificial, não é uma pedra natural e outros materiais podem ser encontrados. Mas a única coisa que não puderam nos informar é que tipo de cor que eles usam para conseguir esta cor azul-celeste real.

Outras figuras de pedra foram encontradas enterradas a 20 metros, até mesmo 50 metros. O Professor Pitoni sempre pegava alguns materiais orgânicos do local e a idade desses artefatos de pedra variam de 2.500 anos anos, até a mais antiga de 17 mil anos. No lado inferior direito, você tem uma pedra de granito, chamada de Nomoli, com um entalhamento muito bom.

Lá você tem um homem sentado em um elefante, como há também as lendas de gigantes em toda a África. Você sabe quão grande é um elefante! É uma escultura de pedra maravilhosa, é muito dura e muito pesada.

Existem também alguns artefatos mostrando seres meios-humanos ou humanos, com a cabeça de um réptil segurando uma espécie de pote na mão e que se poderia colocar algo dentro deste pote. E também em cima de vários Nomolis há um buraco para se colocar algo dentro e muito provavelmente eles foram usados para cerimônias.

Klaus_Dona_elefante

Aqui você tem um tipo de animal [imagem acima, à direita]… parece um dinossauro. Quando o professor Pitoni encontrou esta estátua, ela estava fazendo um barulho estranho, então ele abriu a estátua e encontrou dentro dela uma pequena bola preta. Você pode ver na base da estátua e a bola é de ferro.

Klaus_Dona_feptiliano

Quando fazíamos um estudo sobre este artefato e, especialmente, nesta esfera de metal, na manhã seguinte, o professor me chamou e me disse que alguém deve ter feito uma brincadeira de mau gosto comigo. Eu perguntei: Por quê? Porque o resultado do estudo da composição da esfera deu que o material de metal é de aço cromado e o aço cromado foi desenvolvido pela primeira vez no início do século 20 na Áustria. Isso significa que seria impossível achá-lo dentro de uma estátua com a idade de aproximadamente 17 mil anos!

Mas, quando, imediatamente, eu liguei para o Professor Pitoni ele riu e disse: Eu sou um geólogo. Se uma estátua está fazendo um som estranho, eu não a abro de imediato, porém eu fiz vários raios-X.

Klaus_Dona_aço-cromado

Você pode ver aqui na imagem acima, à direita, uma das fotos (azul) de raios-X e você verá que dentro da estátua ainda fechada, a bola redonda, a esfera de aço cromado estava lá.

Klaus_Dona_raiox

Na foto de raios-X à esquerda você pode ver distintamente a esfera no interior do objeto. O Professor Pitoni também viu que esta estátua de pedra, no passado, já foi aberta, mas perfeitamente fechada novamente. Ele chamou um especialista que a abriu exatamente de acordo com esta foto, tirando a bola pequena da pedra que estava fechando o buraco, como você pode ver a bola de metal estava lá.

Gigantes

Alguns de vocês devem ter visto várias imagens, fotos na internet de gigantes, esqueletos gigantes achados no deserto na Índia, na China e em outros lugares. A maioria dessas fotos foram fotos do concurso para apresentar o Photoshop… perfeitamente feito. Também fiquei muito impressionado quando recebi pela primeira vez uma dessas fotos…

Mas as fotos que eu estou mostrando agora, elas definitivamente não estão saindo de um concurso do Photoshop. Estas fotos são crânios e esqueletos reais.

Este crânio foi encontrado em um sistema de túneis subterrâneos na Colômbia. O crânio é datada de cerca de 11 mil anos. O crânio é maior que um crânio normal e os dentes da frente do maxilar são alinhados de forma diferente dos nossos dentes.

BR: Algo me ocorre aqui, é que há uma mandíbula forte, pronunciada. É uma linha de mandíbula muito saliente, um queixo muito proeminente.

Klaus_Dona_mandíbula

E aqui você vê uma fotografia que nos foi mostrada por um denunciante do Projeto Camelot. Agora, isso não é uma fotografia real, isto é uma cena de um velho filme de Arnold Schwarzenegger, Conan, o Bárbaro.

O que você está vendo ali é um efeito especial no ator James Earl Jones. O ponto crítico aqui é a forma da linha da mandíbula.

Klaus_Dona_james-earl-jones

O ator James Earl Jones

A nossa testemunha, que havia passado algum tempo com os Annunaki, um tempo real nos dias de hoje, disse que uma das coisas que os caracteriza, além da dimensão deles – que ele diz ser de oito ou nove pés de altura (cerca de 2,75 metros).

Ele disse que eles são muito grandes e muito fortes e eles parecem maiores do que isso. Mas isso é ao redor da altura deles, que corresponde exatamente aos 2,6 metros que Klaus está falando. Ele disse que havia uma linha de mandíbula muito forte e proeminente e é isso que me impressiona sobre esses esqueletos, estes crânios aqui, que nós estamos olhando agora.

Klaus_Dona_la-valetta-malta-cranios

Uma foto muito antiga feito em um museu em La Valletta, em Malta, com crânios grandes

KD: Eu não sabia disso…

BR: Não, você precisa saber isso!… Respondendo a Klaus…

KD: Então, mais uma vez, aqui você tem uma foto muito antiga feito em um museu em La Valletta, em Malta. Ela mostra vários crânios longos e a explicação é “crânios deformados”, mas eles são muito longos indo para trás.

Klaus_Dona_cranio-gigante

Este é um dos vários crânios gigantes, muito, muito estranho.

Eles estão exibidos em um pequeno museu de Ica, no Peru. Ica está localizado próximo as famosas Linhas de Nazca e o museu é chamado de Museu Maria Reiche, a senhora alemã que pesquisou a vida inteira dela as Linhas de Nazca.

E nesse museu você pode encontrar e ver os crânios mais estranhos que eu já vi, todos foram encontrados na área próxima às linhas de Nazca. Então a questão é: Que tipo de seres humanos viviam lá e como eles conseguiram essas formas e tamanho do crânio?

cranios-Paracas-Skulls-Ica-Museum-inca

Especialmente, este apresentado a seguir. Definitivamente, vários médicos e especialistas me disseram que não seria possível criar tal tipo de deformação, porque por meio de deformação não se consegue o material de osso duplo no crânio.

E neste crânio encontra-se até mesmo partículas de pele e dos cabelos,  eu acho que não seria difícil fazer uma datação e, especialmente, uma análise de ADN do crânio.

Klaus_Dona_cranio-ica-peru

Na foto a seguir eu mostro-lhe algumas formas de esqueleto lendário de gigantes. No ano de 1964, no sul do Equador, na província de Loja, quebrou-se uma parte de uma plataforma da montanha e Padre Carlos Vaca, que estava trabalhando como padre em hospitais, ele foi chamado a este lugar e ele encontrou os ossos quebrados de um gigante.

BR: Exelente! Bom, Klaus, eu perguntei se você poderia nos levar numa viagem e durante quase uma hora, eu acho que foi, você nos levou numa viagem fascinante, não só ao redor do mundo, mas através do tempo tão longe quanto 17 mil anos!

Klaus_Dona_esqueleto-gigante

É um lembrete real de quão pouco sabemos sobre qual é realmente a nossa história no planeta. Estas são peças importantes de um importante quebra-cabeça e você está ajudando a elevar de uma forma enorme a sensibilização das pessoas sobre o que não é mostrado em muitos museus, o que não lemos nos livros antropológicos e o que muitos professores universitários ainda se recusam a reconhecer.

Muito obrigado por ajudar a aumentar a nossa compreensão de nossa própria história no planeta Terra. Klaus, obrigado.

Bill Ryan – bill@projectavalon.net

Cientistas registram anomalia climática sem precedentes no Ártico


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Aquecimento no Ártico (Polo Norte): os cientistas estão alarmados com aumento “maluco” da temperatura: Uma onda de calor alarmante e sem precedentes na história, no inverno ártico, está causando tempestades de neve na Europa e forçando os cientistas a reconsiderar até mesmo suas previsões mais pessimistas sobre as mudanças climáticas.

Enquanto a Europa “está tremendo” com uma onda de frio, em que já morreram mais de 40 pessoas, na zona ártica foram registradas temperaturas contínuas superiores a zero graus, o que, segundo os especialistas constitui uma anomalia inédita e sem precedentes.

Fonte: https://www.theguardian.com/

Embora ainda possa revelar-se um evento isolado, a principal preocupação é que o aquecimento global está corroendo o vórtice polar, os ventos poderosos que uma vez isolaram o norte congelado.

O polo norte não tem luz solar até março, mas um fluxo de ar quente tem pressionado as temperaturas na Sibéria por até 35º C acima das médias históricas deste mês de fevereiro em pleno inverno no hemisfério norte. A Groenlândia já experimentou 61 horas acima do congelamento em 2018 – mais de três vezes mais horas do que em qualquer ano anterior.

Observadores experientes descreveram o que está acontecendo como “muito louco”, “estranho” e “simplesmente chocante”.

“Esta é uma anomalia entre todas as anomalias. É suficientemente distante do alcance histórico que é preocupante – é uma sugestão de que há mais surpresas na prateleira enquanto continuamos a provocar a besta brava que é o nosso clima”, disse Michael Mann, diretor do Earth System Science Center da Universidade Estadual da Pensilvânia. “O Ártico sempre foi considerado como um herdeiro por causa do círculo vicioso que amplifica o aquecimento causado pelo homem na região em questão. E está enviando um aviso claro (de que algo esta acontecendo)”.

Embora a maioria das manchetes da mídia mainstream nos últimos dias tenha se concentrado no clima inusitadamente frio da Europa em um tom alegre, a preocupação é que este não é tanto um retorno reconfortante aos invernos como o normal, mas sim um deslocamento do que deveria estar acontecendo mais ao norte .

Na estação meteorológica mais terrestre do mundo – Cape Morris Jesup na ponta norte da Groenlândia – as temperaturas recentes foram, às vezes, mais quentes do que em Londres e Zurique, em latitudes bem mais ao sul, que estão a milhares de quilômetros ao sul. Embora o recente pico de 6.1º C no domingo não tenha sido um recorde, quando deveria ser de -20º C, mas nas duas ocasiões anteriores (2011 e 2017), as altas duraram apenas algumas horas antes de voltarem mais para perto da média histórica. Na semana passada, houve 10 dias acima do congelamento durante pelo menos parte do dia nesta estação meteorológica de Cape Morris Jesup, apenas a 440 milhas (708 km) do pólo norte.

Mientras en Europa hace frío, aquí un recordatorio de que la temperatura en el Ártico es 20°C grados más cálida de lo normal. Imagen por @ZLabe. Compara la línea roja para 2018 con la blanca de la temperatura promedio.

“Os picos de temperatura mais elevada fazem parte dos padrões climáticos normais – o que tem sido incomum neste evento é que ele persistiu por tanto tempo e que tem sido tão quente”, disse Ruth Mottram, do Instituto Meteorológico Dinamarquês. “Voltando ao final da década de 1950, pelo menos, nunca vimos temperaturas tão elevadas antes no extremo do Ártico”.

A causa e o significado desse aumento brusco nas temperaturas estão agora sob escrutínio. As temperaturas muitas vezes flutuam no Ártico devido à força ou fraqueza do vórtice polar, o círculo dos ventos – incluindo o fluxo de ar – que ajuda a desviar as massas de ar mais quentes e a manter a região fria. À medida que esse campo de força natural flutua, houve muitos picos de temperatura elevada anteriores, o que faz com que os gráficos históricos do tempo de inverno do Ártico se assemelhem a um eletrocardiograma maluco.

Mas os picos de calor estão se tornando mais freqüentes e duradouros – nunca antes mais do que este ano. “Em 50 anos de reconstruções no Ártico, o evento de aquecimento atual é o mais intenso e um dos eventos de aquecimento mais longos já observados durante o inverno”, disse Robert Rohde, cientista principal da Berkeley Earth, uma organização sem fins lucrativos dedicada ao estudo e às ciências do clima.

A questão agora é se isso sinaliza um enfraquecimento ou colapso do vórtice polar, o círculo de ventos fortes que mantêm o Ártico frio, desviando outras massas de ar. O vórtice depende da diferença de temperatura entre o Ártico e as latitudes médias, mas essa lacuna está diminuindo porque o poste está se aquecendo mais rápido do que em qualquer lugar da Terra. Enquanto as temperaturas médias aumentaram em cerca de 1º C, o aquecimento no pólo – mais próximo de 3º C – está derretendo a massa de gelo. Segundo a Nasa, o gelo marinho do Ártico está agora a diminuir a uma taxa de 13,2% por década, deixando mais águas abertas e as temperaturas mais elevadas.

La semana que viene será fría
La TV hará absurdos directos con reporteros helados en puertos de montaña
Recordarán 30 veces las mínimas, situación en carreteras, anécdotas de vecinos y hielo
Tendrás frío hasta en la sopa
Pero no te contarán que el Ártico está +30ºC de lo habitual

Alguns cientistas falam de uma hipótese conhecida como “ártico quente, continentes frios”, pois o vórtice polar torna-se menos estável – sugando um ar mais quente e expulsando frentes mais frágeis, como as que estão sendo experientes no Reino Unido e no norte da Europa. Rohde observa que esta teoria continua controversa e não é evidente em todos os modelos climáticos, mas os padrões de temperatura deste ano têm sido consistentes com essa previsão.

A mais longo prazo, Rohde espera mais variação. “Ao aquecer rapidamente o Ártico, podemos esperar que os próximos anos nos tragam ainda mais exemplos de clima sem precedentes”.

Jesper Theilgaard, meteorologista com 40 anos de experiência e fundador do website Climate Dissemination, disse que as tendências recentes estão fora de eventos de aquecimento anteriores. “Sem dúvida, esses eventos de aquecimento trazem problemas às pessoas e à natureza. A mudança de chuva e neve – derretimento e a geada tornam a superfície gelada e, portanto, é difícil para os animais encontrarem algo para comer. As condições de vida em tais tipos de clima alternativo são muito difíceis”.

Derretimento do gelo no rio Chilkat, perto de Haines, no Alasca, inédito em pleno inverno. Fotografia: Michele Cornelius / Alamy

Outros advertem que é prematuro ver isso como uma grande mudança para as previsões. “As mudanças atuais de 20º C ou mais acima da média experimentadas no Ártico quase certamente são principalmente devido à variabilidade natural”, disse Zeke Hausfather, da Berkeley Earth. “Embora tenham sido impulsionados pela tendência do aquecimento subjacente, não temos nenhuma evidência forte de que os fatores que impulsionam a variabilidade do Ártico a curto prazo irão aumentar em um mundo aquecendo-se. Se alguma coisa, os modelos climáticos sugerem o contrário é verdade, esses invernos de alta latitude serão ligeiramente menos variáveis ​​à medida que o mundo se aquecer”.

Embora seja muito cedo para saber se as mudanças globais para o aquecimento do Ártico devem ser alteradas, as recentes temperaturas aumentam a incerteza e aumentam a possibilidade de efeitos adversos acelerando as mudanças climáticas.

“Esta é situação de muito curto prazo para dizer se altera ou não as projeções globais para o aquecimento do Ártico”, diz Mann. “Mas sugere que possamos subestimar a tendência de eventos de aquecimento extremo a curto prazo no Ártico. E aqueles eventos de aquecimento iniciais podem desencadear um aquecimento ainda maior devido aos “laços de feedback” associados ao derretimento do gelo e ao potencial lançamento de metano na atmosfera (um gás de estufa muito forte) retroalimentando todo o processo”.

Reptilianos do interior da Terra, parte


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

“Minha pele é principalmente de cor verde-bege – mais verde pálido – e temos alguns padrões de pontos marrons irregulares (cada ponto do tamanho de 1-2 cm) pintados em nossa pele e na nossa face (os padrões são diferentes para os dois sexos, mas as fêmeas têm mais, especialmente na parte inferior do corpo e no rosto)”Constelação de LACERTA (LAGARTO) pode ser a origem estelar dessa espécie reptiliana que vive escondida em cidades subterrâneas no interior da Terra, conforme o depoimento aqui apresentado por um ser feminino dessa raça.

REPTILIANOS DO INTERIOR DA TERRA, parte 2

Fonte: http://www.sabon.org/reptiloid/index3.html  –  LINK para a Parte 1

...”Você pode vê-los no meu caso, como duas linhas ao longo das sobrancelhas no cruzamento de minha testa, nas minhas bochechas e no meu queixo. Meus olhos são um pouco maiores do que os olhos humanos (por esta razão, podemos ver melhor no escuro) e geralmente nossas pupilas são grandes e negras, que estão rodeados de uma íris pequena verde brilhante (machos têm uma íris verde-escuro). As nossas pupilas são verticais e podem alterar o seu tamanho a partir de uma pequena linha preta para uma forma oval grande, porque a nossa retina é muito sensível à luz e as pupilas devem compensar isso”. . .

Ao lado: Esquema do conjunto de estrelas da Constelação de LACERTA (LAGARTO), grupo de sóis/estrelas visível nos céus do hemisfério Norte, entre as CONSTELAÇÕES de Cepheus, Cassiopéia, Cygnus, Andrômeda e  Pégasus.  A possível origem estelar dessa espécie reptiliana que vive escondida em cidades subterrâneas no interior da Terra, conforme o depoimento aqui apresentado por um ser feminino dessa raça.(não confundir jamais com habitantes do Reino intraterreno de AGHARTHA)


Nota do Editor do Veritus ‘Website Brother: Tradução do sueco para o inglês por Chris Pfeiler, editor e tradutor. Jimmy Bergman, Proprietário, na Suécia –  Publicado no site Veritus ‘Website Brother em 26 de dezembro de 2004Estas traduções foram editadas em Inglês  para corrigir erros gramaticais, mas a intenção da mensagem foi deixada intacta. A palavra “Ilojiim” ou “Illojiim” amplamente utilizada nestes textos poderia significar “Elohim”(Plural da palavra hebraica EL= deus, ELOHIM= deuses), uma vez que esta é a tradicional palavra equivalente utilizada na cultura ocidental, no entanto, este termo pode indicar uma raça (ou nível de consciência mais elevado) galáctica diferente. 


Continuação da Parte 1: 

Pergunta: Não, não agora. Eu fiz algumas anotações sobre sua história e agora eu tenho algumas perguntas.

Resposta: Por favor, pergunte.

Pergunta: Em primeiro lugar, você lida com uma escala de tempo muito grande. Você afirma que seus ancestrais primitivos viveram junto com os dinossauros, sobreviveram a – como é chamado – um cataclismo artificial criado por uma guerra e evoluíram então por mais de 40 milhões de anos e a sua evolução foi completada em 10 milhões de anos atrás. Isso parece muito inacreditável para mim. Você pode dizer algo sobre isso?Reptilianoolhargif

Resposta: Eu entendo que isso deve parecer absolutamente inacreditável para você, porque você é um jovem e uma espécie criada pela engenharia genetica (de “deuses” extraterrestres). Seu horizonte histórico termina numa escala de apenas alguns milhares de anos e você acha que isso é certo. Mas não é. Isso é impossível. Sua mente programada está obviamente incapacitada de lidar com grandes escalas de tempo. Nosso tempo de evolução pode parecer incrivelmente longo para você, mas isso é de fato a norma original da natureza.

Lembre-se de que seus antigos ancestrais mamíferos evoluíram junto com os dinossauros e sobreviveu a bomba como nós. Eles evoluíram lentamente durante os seguintes milhões de anos e foram divididos em várias espécies e formas, algumas delas maiores, alguns deles menores. Esta é a evolução do corpo. Mas que sabe VOCE sobre sua mente e inteligência? (E eu perguntaria a ela: e SOBRE a ALMA) Eles eram simples animais.

Os mamíferos evoluíram desde, digamos, 150 milhões de anos, mas somente nos últimos 2 a 3 milhões de anos, eles foram capazes de se tornarem inteligentes e pensantes. E dentro deste pequeno período seres como vocês foram criados. Pela natureza? 148 milhões de anos do tempo para a evolução dos mamíferos, como um animal, 2 milhões de anos do tempo para o desenvolvimento de (mais ou menos) os seres inteligentes como você? Pergunte a si mesmo: Você realmente pensa que esta evolução acelerada é normal? Então sua espécie é mais ignorante do que eu pensava. Nós não evoluímos de forma incorreta, mas você sim.

Pergunta: Eu compreendo. Mas eu tenho outra pergunta. Você mencionou que muitos fatos sobre antigas guerras entre os alienígenas 65 milhões de anos atrás. Isto aconteceu muito tempo antes de sua espécie se tornar realmente inteligente (tanto quanto eu entendi você). Porque você sabe muitas coisas sobre essa primeira “guerra” e sobre a evolução da sua espécie?

Resposta: Esta é uma boa pergunta (muito melhor que a anterior) e eu não expliquei corretamente a você. Nosso conhecimento sobre a primeira guerra vem completamente de um antigo artefato, que foi encontrado cerca de 16 mil anos atrás por nossos arqueologistas sobre o continente que você chama hoje a América do Norte. Eles encontraram lá um prato redondo com um diâmetro de aproximadamente 47 centímetros do seu.

A placa foi feita de um mesmo material magnético para nós desconhecido e dentro do prato havia outro prato menor de cristal que continha uma quantidade enorme de informações codificadas na estrutura molecular do cristal. Esta placa de memória “foi fabricada pelos sobreviventes da bomba da guerra do passado pela raça humana de” Procyon ” da constelação de Cão Menor (Canis Minor) já à 65 milhões de anos atrás mas estava completamente intacta quando nós a encontramos.

Acima:a Constelação de Canis Minor (Cão Menor) com sua principal estrela/sol PROCYON, abaixo de Gêmeos, canto inferior esquerdo.

Nossos cientistas foram capazes de decodificar as mensagens e dados e assim que a ouvimos pela primeira vez sobre os acontecimentos que tiveram lugar no passado distante e que levou à extinção dos dinossauros. A placa continha descrições detalhadas de ambas espécies (porém mais sobre os humanóides) e sobre os eventos e as armas, incluindo a bomba de fusão.

Continha também uma descrição dos animais e lagartos sobre a Terra, incluindo a nossa inteligente espécie ancestral preestabelecidos no planeta. O resto do nosso conhecimento sobre nossa evolução veio dos esqueletos e da parte traseira de leitura e de codificação de nosso DNA. Você vê, nós sabemos a verdade sobre nossa origem desde os últimos 16.000 anos. Antes disso, havia uma idéia mais religiosa de nossa criação.

Pergunta: O que aconteceu com ambas às espécies alienígenas?

Resposta: Nós não sabemos exatamente. Os sobreviventes humanóides da terra, obviamente, morreram nos anos seguintes após a detonação da bomba e os outros de sua espécie e os reptilianos nunca mais voltaram a terra (tanto quanto sabemos). No que diz respeito aos aliens Reptilianos há uma possibilidade de que era fisicamente impossível para eles voltar, porque a matéria entre bolhas do Omniverse é às vezes em um movimento rápido. A teoria atual é que as duas espécies tinham deixado de existir durante milhões de anos.

Pergunta: Você tinha mencionado esqueletos de sua espécie. Como pode ser, que os cientistas humanos não encontraram qualquer vestígio de você e de seus antepassados se vocês realmente vivem por longo tempo neste planeta? Nós encontramos muitos esqueletos de dinossauros primitivos, mas nenhum de um adiantado ser reptiliano com um maior crânio e cérebro e uma mão com um dedo polegar como você descreveu antes.

Resposta: Sim, vocês tem. Mas os seus “grandes” cientistas não foram capazes de reconstruir os esqueletos completamente porque eles quiseram reconstruir animais reptilianos, seres não inteligentes. Você riria se você soubesse quantos esqueletos, especialmente os pequenos esqueletos saurianos em seus museus são construções totalmente errada de seres inexistentes no passado,  porque você usa muitos ossos que não pertencem realmente ao mesmo esqueleto e às vezes vocês fazem ossos artificiais se alguma coisa lhes falta e é  necessário para construir um “sáurio” animal.

Muitos de seus cientistas estão cientes desse problema, mas não o tornam de conhecimento público, porque eles não podem explicar isto e eles dizem que os ossos certos estavam justamente em falta e sua reconstrução é correta. Muitos de nossos ossos foram usados para reconstruir o Iguanodon, por exemplo as mãos com o polegar visível (olhar para um Iguanodon em um museu e você verá que estou certa.) Um cientista no país que você chama Estados Unidos construiu um certo esqueleto correto de nossa espécie alguns anos atrás, mas o governo local (que é em parte consciente da nossa existência) confiscou a reconstrução. Como nós vivemos hoje (e desde há milhares de anos) quase completamente debaixo da terra, você não vai encontrar nenhum cadáver ou esqueletos de nossa espécie atual.

Pergunta: Você fala sobre cidades subterrâneas e luz solar, por vezes artificial. Você quer dizer algo como um Hollow Earth (terra oca) com isso? Existe um segundo sol dentro de nosso planeta?

Resposta: Não, a Terra não é realmente completamente oca e não há segundo sol dentro. Essa história é ridícula e fisicamente impossível (até sua espécie deveria ser inteligente o suficiente para não acreditar nisso). Você sabe quanta massa um sol deve ter para produzir energia e luz por um longo tempo e pela fusão? Você realmente acha que poderia haver um pequeno sol ativo dentro do planeta?  Quando eu falo sobre nossa casa subterrânea eu falo sobre grandes sistemas de cavernas. As cavernas que você tem descoberto próximo da superfície são minúsculas em comparação com as verdadeiras cavernas e gigantescas profundas cavernas na terra (em uma profundidade de 2.000 a 8.000 de seus metros, mas conectadas com muitos secretos túneis para a superfície ou à superfície, perto das cavernas ) e em que vivemos em grandes cidades e colônias avançadas dentro de certas cavernas.

Nossos Principais locais estão além do Ártico, na Antártica, Interior da Ásia, América do Norte e Austrália. Se eu falo sobre luz solar artificial em nossas cidades não quero dizer um verdadeiro sol mas várias fontes de luz tecnológicas (inclusive fontes gravitacionais) que iluminam as cavernas e túneis. Existem áreas especiais nas cavernas e túneis com uma luz Ultra Violeta forte em todas as cidades e nós usamos esses lugares para aquecer nosso sangue. Além disso, temos também alguns lugares com sol de superfície em áreas remotas, especialmente na América e na Austrália, longe de sua civilização.

Pergunta: Onde podemos encontrar uma dessas entradas para o seu mundo perto da superfície?

Resposta: Você realmente acha que eu vou lhe dizer a localização exata? Se você quiser encontrar uma dessas entradas, você tem que procurá-la por si mesmo (mas eu o aconselho a não fazer isso). Quando eu vim para a superfície há quatro dias, eu usei uma entrada há cerca de 300 quilômetros ao norte daqui perto de um lago grande, mas eu duvido que você seria capaz de encontrá-la (há apenas algumas entradas nesta parte do mundo – as outras são bem mais ao norte e leste).

Como um pequeno AVISO: se você estiver em uma caverna estreita ou em um túnel, ou mesmo em algo que parece para você como uma mina artificial e, mais profundamente você caminhar mais suave que aparecem nas paredes e se você sentir uma corrente de ar quente incomum a partir da profundidade ou se você ouvir o barulho de corrente de ar ventilado ou ainda um elevador, em seguida, procurar por um tipo especial de parede artificial e macia em algum lugar da caverna com uma porta de metal cinza.

Se você seria capaz de abrir a porta (mas eu duvido disto) você estaria numa sala técnica e geralmente redonda, com sistemas de ventilação e elevadores para as profundezas. Esta é provavelmente uma entrada para nosso mundo. Se você chegou até este ponto, você deve saber que estaremos definitivamente cientes de sua presença. Você já terá um grande problema se você tiver entrado no quarto round, mas você deve procurar um dos dois símbolos répteis nas paredes. Se não houver símbolos ou outros símbolos, que são talvez a maior dificuldade que você pensa, porque nem todas as instalações no subsolo pertencem à nossa espécie. Alguns novos sistemas de túneis são operados por raças alienígenas (inclusive raças hostis). Meu conselho geral para você, se você se encontrar em um TÚNEL DESSE TIPO,  se ver em uma instalação subterrânea estranha: “fuja o mais rápido possível”.

Pergunta: Você mencionou anteriormente que você usa o nome de “Lacerta” quando você está entre os seres humanos e que você gosta de ficar no sol real sobre a superfície da terra. Mas como você pode estar entre os seres humanos? Você não se parece como nós, por isso todos vão ver que você pertence a uma outra espécie. Por que ninguém viu e descreveu um ser como você, se sua espécie já vive desde a nossa criação “junto conosco no mesmo planeta”. Você pode explicar isso para mim?

Resposta: Primeiro a minha espécie era certamente vista e descrita (e adorada como deuses) muitas vezes em seu passado primitivo, por exemplo, em seus escritos religiosos, como na sua bíblia Católica. Você pode encontrar descrições e mesmo simples desenhos de nós também, na parte sul do continente americano em vários templos. Os chamados “sábios” homens da Índia e das montanhas da Ásia descreveram nossas espécies muitas vezes nos escritos sagrados antigos, juntamente com outros “sábios” homens do continente Africano.

Eu acho que nós somos os mencionados não-humanos na maioria das espécies (talvez ao lado do “Illojiim”) em seu histórico. Se você não acredita em mim, tenha um olhar mais crítico para sua história e você vai ver a verdade em minhas palavras. Seus “grandes” cientistas chamaram a crença em nós de “superstição” e “religião” e hoje vocês, os “inteligentes” seres humanos têm esquecido nossa presença sob a superfície no passado de sua história. Além disso, nossa espécie é vista mesmo hoje algumas vezes por testemunhas humanas em sua forma original na terra ou nas nossas quase-entradas de superfície e sistemas de túneis, mas felizmente você e sua mídia não têm os relatórios de tais “malucos” e isso é bom para nós (e essa é a razão porque nós permitimos que as pessoas nos vejam como realmente somos).

Alguns de minha espécie também estão em contato direto com seus cientistas humanos e políticos a partir da superfície, mas isto é TOP SECRET (Altamente secreto), como você chamaria – e ninguém de seu público COMUM sabe qualquer coisa sobre isso (o assunto destes encontros é geralmente a PRÓXIMA GUERRA que se avizinha entre as espécies alienígenas E DELAS CONTRA VOCES HUMANOS e a nossa assistência nesta guerra). Mas há também outra explicação, porque nós podemos caminhar entre vocês e porque vocês não são capazes de nos reconhecerimitação, mimetismo.

A seguir pode novamente parecer inacreditável e até mesmo chocante para você, mas como você me pediu vou explicar. Eu já lhe disse antes, que temos habilidades mentais mais avançadas do que a sua espécie e com “mais avançados”, quero dizer, que somos capazes de usar a telepatia e a telecinese desde nosso nascimento (de fato, o recém-nascido de mãe para filho, geralmente se comunica com a telepatia durante os primeiros meses), sem formação específica que você precisa para ativar estas partes adormecidas do seu cérebro.

A estrutura do nosso cérebro é um pouco diferente da sua e nossa hipófise é maior e mais ativa do que a sua – especialmente quando estamos na luz solar. Nossas próprias habilidades são muito fortes em comparação com as suas, mas fracas em comparação com a “mente super desenvolvida” de algumas das espécies alienígenas que estão no planeta. Eu nunca fui muito boa em poder mental com as coisas, mas todos nós temos estas habilidades primárias e podemos usá-las por exemplo para nossa proteção, ou mesmo para o ataque.

Quando estamos na superfície e nós encontramos seres humanos (mesmo um grupo grande deles – isso não faz diferença. Todas as suas mentes são como uma única mente, somos capazes de “tocar” a sua mente e induzi-las via telepatia ao comando da nossa vontade: “Nos percebam/enxerguem como um de sua espécie” e a fraca mente humana aceitará esta ordem sem recusa e eles nos verão (apesar de nossa aparência reptiliana) como seres humanos mamíferos normais. 

Já fiz isso muitas vezes e os seus fracos irmãos humanos normalmente me vêem como uma atraente mulher mamífera de cabelos castanhos, porque eu criei esse mimetismo, “imagem especial” em minha mente nos meus anos atrás e posso induzi-la em suas mentes, sem problemas. Eu precisava de algum tempo no início para aprender a usar o mimetismo corretamente, mas então funcionou quase que automaticamente e eu até posso andar entre o grupo de vocês em qualquer rua de qualquer cidade e ninguém vai reconhecer quem eu sou realmente.

Há um interruptor simples (veja-nos como realmente somos / nos veja como nós queremos que você nos veja “) em sua consciência, que foi colocado lá pelo” Illojiim “quando eles criaram sua espécie e nós podemos usar essa opção para convencer que você vê um ser humano quando você olha para nós (outros aliens usam essa opção, também). É mais fácil do que você pensa

Quando há reuniões entre sua espécie e Aliens que se parecem exatamente como nós, mas de que são de outra origem, esses seres Alienígenas usaram este dispositivo também e alguns dos encontros com extraterrestres, com o homem também pode ser explicado com encontros como o do meu tipo. Quando eu conheci a primeira vez EF, ele me viu também como uma mulher humana normal e me lembro que ele estava muito assustado e chocado quando eu revelei a ele minha aparência real.

Pergunta: Você quer dizer, que você pode realmente me fazer acreditar que eu falaria agora com uma mulher atraente de cabelos castanhos em vez de um ser reptiliano como você, se você quiser?

Resposta: Provavelmente, mas eu não penso assim, no seu caso especial. Quando alguém espera ver uma mulher humana, em vez de mim, eu posso fazê-lo sem problemas com a sua mente (mesmo com grandes grupos) porque ninguém espera ver uma mulher réptil. Mas eu tenho permitido a sua mente para me ver na minha aparência original do nosso primeiro encontro e eu nunca induzi alguma coisa em sua mente, então você já percebeu que eu não sou humana. Se eu fosse agora tentar mudar isso, ele provavelmente levaria a uma absoluta confusão ou para inconsciência e eu não quero prejudicá-lo. Como eu já disse que eu não sou muito boa nessas coisas.

Pergunta: Isso é muito assustador. Você pode matar com essas habilidades?

Resposta: Sim, mas é proibido. Isso não significa que não TENHA SIDO feito em épocas anteriores.

Pergunta: Ambos os sexos tem estas habilidades?

Resposta: Sim.

Pergunta: E quanto a fotos? Como você apareceria em fotos?

Resposta: Esta é uma pergunta tola. Eu apareço na foto como um ser réptil porque eu não posso ter influência na fotografia ou na própria câmera, mas apenas na mente do fotógrafo. Se ele ou ela revelassem o filme e mostrassem a foto para os outros, eles me veriam em minha forma original. Essa é a razão pela qual é proibido para a nossa espécie ser filmada ou fotografada e nós devemos evitar toda câmera na superfície (que é muito difícil e nós fomos filmados por vezes no passado sem nosso conhecimento, especialmente a partir de certas agências secretas (a CIA, MOSSAD, MI-6, KGB) de seus governos)

Pergunta: Que outros comandos sua espécie pode induzir em nossas mentes? Algo como “Sirva-nos” ou “Obedeça”?

Resposta: Esta é novamente uma pergunta estranha. Nós não somos seus inimigos (a maioria de nós não) então porque nós deveríamos fazer isso? Para responder à sua pergunta: ela depende da força da mente humana e sobre a força do réptil que está enviando. Não existe “sirva nos” ou “Sirva-me” comando em sua mente, assim tal comando é muito mais difícil para se induzir.

Se a mente e a consciência humana é fraca e se o reptiliano indutor é experiente dentro destas coisas e foi algumas horas no sol antes que ele ou ela tentar fazê-lo, então provavelmente poderá funcionar por um certo tempo. Existem ensinamentos secretos sobre tais coisas, mas eu nunca aprendi nada sobre isso. Eu uso minhas habilidades primárias para imitação e de comunicação com a minha própria espécie e algumas vezes para outras coisas pessoais, mas eu nunca usei isto para prejudicar os humanos ou a sua mente. Eu apreciaria se nós podemos terminar com este assunto aqui.

Pergunta: Uma última pergunta: você disse antes, que você pode ocultar os seu UFOs? Você usa as mesmas habilidades para fazer isso?

Resposta: Sim, mas numa base técnica. Há um poderoso dispositivo dentro de cada nave que é capaz de enviar um sinal artificial para suas mentes para convencer você, que você quer ver apenas o céu ou o que você vê uma normal aeronave em vez de nossos navios. Isto não é usado com muita freqüência, porque evitamos o público humano quando nós circulamos pela atmosfera. Se você é capaz de ver os nossos “UFOs” isto significa que o dispositivo está com defeito ou desativado por algum motivo.

O efeito de camuflagem não funcionou nas fotos – para responder a essa pergunta possível que já em adiantado – mas porquê deveria alguém tirar uma foto do céu quando ele não podia ver nada incomum lá. By the way, perto da maioria dos  pontos de entrada para nossos túneis de superfície também estão ocultos com tal dispositivo de camuflagem e sua espécie geralmente  verá somente as paredes de cavernas em vez da porta. Essa é uma razão pela qual eu disse que eu duvido que você será capaz de encontrar essa porta secreta para o nosso mundo (mas isto aconteceu algumas vezes no passado.)

Pergunta: De volta à sua e a nossa própria história. Você mencionou a raça do “Illojiim” que criou a nossa raça humana. De onde eles vieram e como eles se parecem? O que aconteceu exatamente quando eles chegaram? São eles o nosso “Deus”?

Resposta: O “Illojiim” veio desse universo do sistema solar que chamam de “Aldebaran”  (n.T. – Constelação de TouroAldebaram é uma estrela gigante vermelha, principal estrela do conjunto, de onde veio o grupo de almas dos povos germânicos) em seus mapas estelares. Eles eram uma espécie humanóide branca muito alta  geralmente com os cabelos loiros e pele muito branca e olhos claros (eles evitavam a luz do sol, porque isso machucava a sua pele e seus olhos. Isso foi absolutamente inacreditável para uma espécie amante do sol como nós). Eles pareciam ser inteligentes e pacíficos no início e nós começamos nossas relações de forma mais ou menos amigável com eles, mas mais tarde eles mostraram suas verdadeiras intenções e planos: eles queriam evoluir os macacos do planeta para um novo nível evolutivo e fomos um fator perturbante para eles em seu novo planeta jardim zoológico.

Na primeira fase, pegaram cerca de 10.000 ou talvez até 20.000 de seus ancestrais símios e eles deixaram o planeta por algumas centenas de anos. Quando eles voltaram, eles trouxeram os seus (agora mais humanos) antepassados para o planeta. Então eles deixaram a terra novamente por alguns milhares de anos e os primitivos pré-humanos viviam junto conosco sem maiores problemas (eles tinham medo de nossas aeronaves e tecnologia). O “Illojiim” tinha ensinado suas mentes e melhorado seus cérebros e sua estrutura corporal e então agora eles tinham  capacidade de usar ferramentas e o fogo. O “Illojiim” retornou sete vezes dentro de 23.000 anos, e acelerou a velocidade de evolução de alguns da sua espécie. Você deve compreender que você não é a primeira civilização humana sobre o planeta.

Os avançados primeiros seres humanos (que viveram ao mesmo tempo com outros menos desenvolvidos pré-humanos, porque o “Illojiim” tinham experimentado com diferentes velocidades de estágios de evolução) com tecnologia e linguagem que existia cerca de 700.000 anos atrás nesse planeta (seus cientistas não entendem isso, porque eles só encontraram os ossos dos pré-humanos e alguns desenhos nas primitivas cavernas mostrando seres humanos avançados e aparelhos voadores.) Esta avançada raça humana geneticamente modificada viveu junto conosco mas eles evitavam contato com minha espécie, porque a “Illojiim” tinha advertido aos seus professores com um propósito equivocado que nós somos seres diabólicos e que nós mentíamos para eles.

Bem, depois de alguns séculos os aliens decidiram extinguir a sua primeira criação e aceleraram a evolução de um melhor segundo teste de série e assim por diante. A verdade é que a sua civilização humana moderna atual não é a primeira desse planeta mas é agora a sétima. As construções da primeira raça estão perdidas mas a quinta civilização foi a que construiu as grandes construções triangulares que chamam de “Pirâmides do Egito” hoje em torno de 75 mil anos de idade (os seus Egípcios encontraram essas grandes e antigas pirâmides na areia e não tiveram muito sucesso em construir construções similares) e a sexta foi a civilização que construiu as ruínas das cidades que você pode encontrar hoje sob o mar na assim chamado área de Bimini em torno de 16 mil anos atrás (a Atlântida). A última criação da sétima raça – de sua série – foi feita apenas 8.500 anos atrás (6.500 AC), e esta é a única criação que você pode se lembrar e que suas escrituras religiosas se referem.

Você confia em artefatos arqueológicos e paleontológicos que mostram um passado errado e curto, mas como você deve saber vocês nada sabem sobre as suas seis civilizações anteriores. E se vocês encontrarem provas de sua existência vocês as negarão e desvirtuarão os fatos. Isto é em parte uma programação de sua mente e em parte pura ignorância (pensar e refletir por si mesmo, como indivíduo e espécie dá muito trabalho, então é mais fácil ter a mente dominada e aceitar àquilo que os outros, seus cientistas, professores, políticos, artistas e esportistas famosos (celebridades e subcelebridades) e “líderes religiosos”, dizem ser a verdade, como robôs seguindo um programa pré estabelecido, ACORDEM !!!). Vou dizer-lhe a seguir apenas as suas criações, pois as seis raças humanas prévias estão perdidas e, portanto, elas não devem preocupar você.

Houve uma longa guerra entre nós e os “Illojiim” e também entre certos grupos de “Illojiim” que lutaram entre si mesmos, porque muitos deles tinham a opinião de que  a criação da nova espécie humana neste planeta não fazia nenhum sentido real. As últimas batalhas nesta guerra foram travadas em torno de 5.000 anos atrás (3.000 AC) em sua órbita e na superfície. Os Aliens usaram uma potente arma sônica para destruir nossas cidades subterrâneas, mas por outro lado nós fomos capazes de destruir muitas das suas instalações de superfície e bases no espaço.

Os seres humanos de sua série estavam muitos assustados quando eles observavam nossas batalhas e eles escreveram e registraram em sua história ( Popol Vuh da mesoámerica, Mahabharata, Ramayana na Índia, nos escritos sumérios da mesopotâmia, na sua Bíblia e em todas as tradições dos povos antigos de sua raça) na forma de mitos religiosos (suas mentes não foram capazes de entender o que estava realmente acontecendo).

O “Illojiim” – que aparecia como “deuses” para a sua sexta e sétima raças – disse a vocês que era uma guerra entre o bem e o mal e que eles eram os bons e nós somos a raça do mal. Isso depende certamente do ponto de vista de cada raça. Este foi nosso planeta antes deles chegarem e antes deles começarem seu projeto de evolução com o seu tipo.  Em minha opinião, foi o nosso direito de lutar pelo nosso planeta.

Foi exatamente a 4.943 anos atrás (2.944 aC) – de acordo com sua escala de tempo – que o Illojiim abandonou o planeta novamente por razões desconhecidas (essa é uma data muito importante para nós, porque muitos de nossos historiadores chamaram de vitória). Fato é que nós não sabemos o que realmente aconteceu. Os “Illojiim” desapareceram de um dia para outro, desapareceram sem deixar vestígios junto com suas naves e nós encontramos a maioria de suas instalações na superfície destruídas por eles. Os seres humanos estavam por conta própria em sua civilização desenvolvida.

Muitos de nós estávamos em contato com algumas (mais a sul) tribos de sua espécie, nos séculos vindouros e nós fomos capazes de convencer alguns deles que não éramos do “mal”, no que os alienígenas “Illojiim” queriam que eles acreditassem. Durante o tempo de 4.900 anos atrás até hoje muitas outras espécies Aliens chegaram ao planeta (alguns deles utilizaram os antigos ensinamentos e programação de sua mente e “tocaram” mais uma vez como Deuses para vocês), mas os “Illojiim” nunca mais voltaram. Eles haviam deixado o planeta por um período de alguns milhares de anos anteriores também, por isso, esperamos o seu retorno um dia no futuro, para finalizar seus projetos ou talvez extinguir também a sétima criação, que são vocês hoje, mas nós realmente não sabemos o que aconteceu com eles (para responder a essa pergunta de vocês com antecedência).

Sua atual e pseudo avançada (prepotente, ignorante e arrogante) civilização não sabe nada sobre sua origem real, sobre o seu verdadeiro passado sobre seu verdadeiro mundo e universo e você sabe muito pouco sobre nós e nosso passado. E você não sabe nada sobre as coisas que virão no futuro próximo. 

Contanto que você não vai entender e acreditar em minhas palavras – eu te digo a verdade porque nós não somos seus inimigos – enquanto não há perigo para a sua espécie. Seus inimigos já estão aqui e vocês não entendem. Abra os seus olhos ou você terá um grande problema em breve. Se você não acreditar em nada dessas coisas que eu disse antes, então você deve realmente acreditar e lembrar-se disso.

Pergunta: Por que você acha que eu não acredito em você?

Resposta: Eu tenho certo sentimento que você não acredita em mim, apesar do fato de que eu estou sentado aqui na frente de você. Tudo o que eu te disse nas últimas duas horas é a absoluta verdade sobre o nosso (o seu e o nosso) mundo.

Pergunta: Quantas espécies alienígenas estão ativas na Terra no momento?

Resposta: Tanto quanto nós sabemos 14 diferentes espécies. 11 desse universo, 2 de outra “bolha” e 1 muito adiantada de um plano muito diferente. Não me perguntem nomes, porque quase todos são impronunciáveis para você, pois oito delas não são pronunciáveis até para nós. A maioria das espécies – especialmente os mais avançados – estão apenas estudando os animais e a sua esfera biológica e saiba que eles não são perigosos para você e para nós, e trabalham em conjunto com alguns deles, mas três espécies são hostis, incluindo a que estava em contato com alguns de seus governos (os EUA e extraterrestres de SERPO) e trocaram a tecnologia de cobre e outras coisas importantes, e que mais tarde traiu os acordos feitos com a  sua espécie.

Havia e há uma guerra fria “entre duas dessas raças hostis durante os últimos 73 anos e a terceira espécie parece ser a “vencedora” nesta luta inútil. Esperamos mais uma “guerra quente” entre eles e vocês em um futuro muito próximo (eu diria que será nos próximos 10 ou 20 anos) e estamos preocupados com a evolução dessas coisas. Nos últimos tempos, houve alguns boatos sobre uma nova décima quinta espécie alienígena que tinha chegado na Terra apenas 3 ou 4 anos atrás, mas não sabemos nada sobre suas intenções e nós não entramos em contato com eles até agora. Talvez os rumores estejam errados.

Pergunta: O que a raça Alienígena hostil quer?

Resposta: Várias matérias-primas, incluindo o cobre para sua tecnologia, sua água (ou melhor, o hidrogênio de sua água, que é uma fonte de energia em processos avançados de fusão) e certos elementos químicos em seu ar. Além disso, duas das espécies também estão interessadas em seu corpo físico, no seu tecido humano e sangue, porque sua própria estrutura genética esta defeituosa por má evolução e exposição à radiação durante vários conflitos universo a fora (tanto quanto sabemos) e eles precisam de novas hélices intactas do ADN de sua espécie e de animais para reparar suas características genéticas próprias de novo e de novo, mas eles não são realmente capazes de reparar os defeitos completamente porque o DNA deles e o seu DNA não é totalmente compatível (minha própria espécie é absolutamente incompatível com eles, então eles não estão muito interessados em nós) e eles tentam fazer cruzamento de raças mais compatíveis entre si e deles com o uso de fertilizações artificiais in vitro e úteros artificiais.  Supomos que a próxima grande guerra entre essas três raças ou entre vocês e uma ou todas elas juntas será travada pela matéria-prima, hidrogênio, ar, água e pelo  seu DNA.

Pergunta: É esta a razão para as “abduções”?

Resposta: Em parte, especialmente quando os Aliens tomam amostras de óvulos e esperma de vocês. Às vezes, os seqüestradores pertencem à outra e mais adiantada raça e eles só querem estudar seu corpo e sua mente (que é mais interessante para alguns deles do que o seu corpo físico) como você estudaria um primitivo animal. Como eu disse, três espécies exóticas alienígenas são hostis e isso significa que eles não se importam com o seu destino ou para com a sua vida e as pessoas que foram “seqüestradas” por eles muito raramente retornam vivas. Se alguém é capaz de relatar sobre uma abdução, isso significa que, em minha opinião, que ele ou ela não cumpriu uma das espécies agressivas ou que ele ou ela é muito, muito feliz de estar humano vivo. Raças avançada e “amigável” também tomaram algumas vezes ovos e amostras de esperma de sua espécie, mas por outras razões.

Pergunta: Você disse que existem apenas 14 espécies alienígenas ativas na Terra. Mas por que as pessoas descrevem que viram seres Aliens de tipos tão diferentes e bizarros?

Resposta: Acho que já respondi a esta pergunta. Como eu disse, a maioria das raças exóticas têm habilidades mentais muito mais avançadas do que você ou mesmo eu (há apenas uma raça Alien completamente sem tais habilidades). Eles são capazes de aparecer em sua mente e memória com o que eles querem e assim induzir “imagem” não tem nada a ver com a sua aparência real. Você se lembra deles como seres humanos normais ou pequenos duendes ou até animais extremamente bizarros porque eles querem que você se lembre ou algumas vezes eles querem que você se esqueça completamente qualquer coisa sobre uma reunião com eles.

Outro exemplo: você pode, por exemplo, lembrar que você estava apenas em um de seus hospitais e que alguns doutores estavam examinando você, e você não pensar mais sobre o que aconteceu com você (talvez até você descobrir que não há nenhum hospital na suposta rua que você estava), mas na verdade você foi examinado por eles em um de seus laboratórios.Você não pode confiar em sua mente no presente caso. Eles aparecem de formas diferentes para você para confundi-lo e fazer abdução, as chamadas testemunhas que foram capazes de lembrar os acontecimentos – ou que acreditam que são capazes de se lembrar – sofreram ridículo em público e, tanto quanto sabemos, eles são bem sucedidos em criar ilusão. Acredite em mim, existem apenas 14 espécies alienígenas no planeta e somente oito deles raptam os seres humanos no momento (novamente, tanto quanto nós sabemos.) Além disso, nem todos dos seus casos de “abduzidos” é verdadeiro e alguns dos alienígenas em seus relatórios são realmente apenas imaginação ou mentira.

Pergunta: Como podemos nos proteger contra essa influência sobre nossas mentes?

Resposta: Eu não sei. Eu duvido que você possa, porque sua mente é como um livro aberto a ler e escrever para quase todas as espécies alienígenas que eu conheço. Isto é em parte culpa dos “Illojiim” contra vocês mesmos, porque eles tinham construído, ou melhor, mal construído (em parte intencionalmente) sua mente e sua consciência, sem mecanismos de proteção real. Se você está ciente de alguém que tenta manipular sua mente, você só pode se concentrar nessa suspeita e tentar analisar cada um dos seus pensamentos e memórias.

Muito importante: não feche seus olhos (o que levaria a uma forma diferente de ondas cerebrais que são mais fáceis para acessar) e não sente ou se deite para descansar. Se você ficar acordado durante os primeiros minutos, você pode talvez tentar filtrar os outros pensamentos e ondas em seu cérebro e o indutor desistirá depois de alguns minutos, se ele ou ela não é bem sucedido porque ele vai começar a ferir seu próprio cérebro. Isto é muito difícil e certamente doloroso e pode prejudicá-lo, então é melhor não tentar resistir, mas seria a única possibilidade que você tem. No entanto, você pode tentar isso apenas com as espécies mais fracas, não com os fortes.

(n.t. – Talvez a melhor maneira de se evitar esses fatos e nos protegermos contra qualquer tipo de invasão em nossas mentes seja tratar de EVOLUIRMOS na compreensão de nós mesmos e do meio (a ilusão material) em que vivemos, conforme foi EXEMPLIFICADO por todos os grandes mestres que para cá vieram, para o nosso planeta, dizendo que somos muito mais do que acreditamos ser, que devemos focar a nossa mente buscando evoluirmos para novos níveis de consciência e só assim, desse modo, teremos toda a proteção que necessitarmos contra qualquer tipo de agressão alienígena de seres mais evoluídos tecnologicamente)

Pergunta: O que você quer dizer com “uma espécie proveniente de um plano muito diferente”?

Resposta: Antes que eu possa explicar isto corretamente para você, você deve ser capaz de compreender o universo, o que significaria um ensinamento talvez inútil para a sua mente (incluindo a remoção de algumas barreiras) de várias semanas e com ensinamento eu quero dizer não apenas pelo ensino das palavras. Já disse isto com a sua palavra “simples” ou “nível” porque você não tem mais nenhuma palavra melhor no seu vocabulário e usar dimensão estaria neste caso absolutamente errado (é bem errado até mesmo para outra “bolha”) porque uma dimensão não pode existir sem planos.

Se você fosse uma espécie vivendo em outro plano, ou sobre um plano e se você seria capaz de entrar, além disso, outros planos sem a tecnologia, e de um modo diferente a que seu corpo é feito esse tipo de questão que você sabe, então você seria o mais poderoso ser que você pode imaginar . Essa raça muito avançada que eu mencionei se desenvolveu fora daqui e eles de fato evoluíram durante bilhões de anos. Eles seriam capazes de destruir todos vocês e nós e tudo com apenas um único pensamento.  Estivemos em contato com eles apenas 3 vezes em toda a nossa história, porque o seu interesse em seu planeta é diferente do de todas as outras raças. Eles não são, definitivamente, nenhum perigo para vocês ou para nós.

Pergunta: O que vai acontecer quando a guerra começar?

Resposta: Isso é difícil de responder. Isso depende da raça inimiga e de sua tática. Guerra” nem sempre é essa coisa primitiva que o ser humano quer dizer com essa palavra.

Uma “guerra” pode ser lutada em vários níveis. Uma possibilidade que eles têm é a “destruição” de seu sistema social por influência sobre os SEUS líderes políticos, os seus costumes, outra é o uso de sistemas de armas avançadas, que podem causar terremotos, secas, excesso de chuvas, ciclones e furacões ou erupções vulcânicas e outras catástrofes aparentemente naturais (incluindo catástrofes meteorológicas), o que pode parecer natural para vocês (LEMBREM-SE DO PROJETO HAARP).

Saiba (informe-se) mais em: 

Os campos especiais a partir da fusão do cobre que eu mencionei anteriormente são capazes de ter uma influência sobre seu clima global (Vide instalações da Base Secreta em PINE GAP, na Austrália, ela É TODA FEITA DE COBRE E FAZ PARTE DO PROJETO HAARP)LINK:

Eu acho que eles não atacaram o planeta terra diretamente antes porque a civilização humana é muito fraca, porque mesmo que você tenha capacidade de destruir suas aeronaves (mas não muitas). Deixe-me dizer que não estamos absolutamente certo se haverá realmente algo tão quente, como “UMA” guerra total já nos próximos anos. Eu não quero mais falar sobre isso.

Pergunta: Este é o fim da entrevista. Você quer dizer uma última frase ou mensagem?

Resposta: Abram seus olhos e vejam. Não acredite apenas nas histórias erradas dos seus cientistas ou principalmente dos seus políticos e religiosos.  Alguns deles sabem da verdade sobre várias coisas, mas eles não informam ao público para evitar confusão e pânico. Eu acho que sua espécie não é tão ruim quanto alguns de minha espécie pensam, e que seria uma pena para nós observarmos o seu fim. Isso é tudo que eu posso dizer. Atravesse o mundo com os olhos abertos e você vai ver – ou talvez não. 

“Sua espécie é muito “IGNORANTE” e utilmente muito “INOCENTE” para outras espécies.”

Pergunta: Você acha que alguém vai acreditar que esta entrevista é a verdade?

Resposta: Não, mas é uma experiência interessante para meus estudos sociais. Nós nos encontraremos de novo em alguns meses e você vai me dizer então o que terá acontecido após a publicação da minha mensagem. Talvez haja esperança para a sua espécie … Continua na  Parte 3 …


“Parte do vosso salto evolutivo consciente não consiste simplesmente em mergulhar no amor e na luz. É necessário que vocês compreendam quão complexa é a realidade, quantas formas diferentes de realidade existem e como todas elas são vocês. Precisam estar em PAZ com todas e fundir-se com elas para criar uma implosão nas facetas da vossa alma. Só assim podem voltar ao Criador Primordial”. Página 33 do livro “Mensageiros do Amanhecer – Ensinamentos das PLÊIADES”


“Existem três coisas que não podem ser escondidas por muito tempo: a  Lua, o Sol e a VERDADE” – Sidhartha Gautama (Budha)

“É de sua responsabilidade dedicar o máximo de tempo para a sua própria Libertação”.  Arcanjo Miguel

“Tudo o que somos é o resultado do que pensamos. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento maligno, a dor o acompanhará como uma sombra. Se um homem-mulher fala ou age com um pensamento puro, a felicidade o segue, como uma luz que nunca o deixa”. – Budha  (Sidharta Gautama)


Lista de Reis Sumérios: um mistério para os historiadores


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

Anunnaki-Lightbody-Merkabah-UFO

A Lista de Reis Sumérios ainda intriga os historiadores depois de mais de um século de pesquisas pelo meio acadêmico

Fora dos muitos artefatos incríveis que já foram recuperados a partir de sitios arqueológicos no Iraque, onde florescentes cidades sumérias (antiga Mesopotâmia) existiram uma vez, poucos têm sido mais intrigante que a Lista dos Reis da Suméria, um antigo manuscrito originalmente gravado no antigo idioma sumério, listando os reis da Suméria (antigo centro sul do Iraque ) e dinastias vizinhas, a suposta duração de cada reinado e os locais onde habitaram essa realeza “oficial”. 

As varias e extensas lista de Reis Sumérios ainda intrigam os historiadores depois de mais de um século de pesquisas pelo meio acadêmico e “eruditos em história”.

Por April Holloway, Ancient Origins: Fonte: http://www.ancient-origins.net/

O que torna este artefato tão único é o fato de que a lista combina os governantes pré-dinásticos aparentemente míticos com governantes históricos que são conhecidos por terem existido comprovadamente.

O primeiro fragmento deste texto raro e único, uma tábua cuneiforme com cerca de 4.000 anos de idade, foi encontrado no início de 1900 pelo estudioso alemão-americano Hermann Hilprecht no local onde a antiga Nippur foi erguida e o achado foi publicado em 1906. Desde a descoberta de Hilprecht, pelo menos 18 outros exemplos de lista dos reis da região foram encontradas, a maioria delas datam da segunda metade da dinastia Isin (cerca de 2017-1794 a.C.).

king-list-prism

O prisma de Weld-Blundell da coleção cuneiforme do Ashmolean Museum, em Oxford representa a versão mais extensa, bem como a cópia mais completa da lista de antigos reis da Suméria.

Não existem dois destes documentos idênticos em seus dados registrados. No entanto, existe material bastante comum entre todas as versões dessas listas de reis sumérios para deixar claro que eles são derivados de um único registro, muito mais antigo com os dados históricos “real” da história suméria.

Entre todos os exemplos encontrados das Listas de Reis Sumérios, o prisma Weld-Blundell da coleção cuneiforme do Ashmolean Museum, em Oxford representa a versão mais extensa, bem como a cópia mais completa da lista de reis. A 8 polegadas (20 centímetros) de altura do prisma contém quatro lados, com duas colunas escritas de cada lado.

Acredita-se que inicialmente tinha um eixo de madeira que atravessava o seu centro de modo a que pudesse ser rodado para ser lido em todos os quatro lados. Essa lista de reis enumera os governantes de “DINASTIAS ANTEDILUVIANAS” (reis de antes do dilúvio”) até o governante da XIV dinastia Isin (cerca de 1763-1753 aC), ou seja um período que envolve muitos milênios da passagem do tempo naquela região.

A lista é de imenso valor, pois reflete tradições muito antigas e, ao mesmo tempo, proporciona um importante quadro cronológico relativo aos diferentes períodos de reinados dos reis na Suméria, e até mesmo demonstra paralelos notáveis para histórias contadas no livro  bíblico do Gênesis.

anunnaki-wings-logo

A antiga civilização da Suméria

Sumer (às vezes chamada Suméria), é o local da civilização do planeta mais antiga conhecida, localizado no extremo sul da Mesopotâmia entre os rios Tigre e Eufrates, na área que mais tarde se tornou a Babilônia e é hoje o sul do Iraque a partir dos arredores da atual Bagdá em direção para o Golfo Pérsico .

Até o 3 º milênio a.C., a Suméria foi o local de pelo menos doze grandes cidades-estado distintas: Kish,  Erech,  UrSippar,  Akshak, Larak,  NippurAdabUmmaLagash,  Bad-Tibira e Larsa. Cada uma destas cidades-estado era composta por uma cidade murada e com as suas aldeias e terras agricultáves, e cada uma adorando a sua própria divindade, cujo templo (Zigurate) era a estrutura central da cidade. O poder político pertencia originalmente aos cidadãos, mas, como a rivalidade entre as várias cidades-estado foi aumentado (devido a rivalidade entre os “deuses”), cada uma delas adotou (aconselhados pelos “deuses”) a instituição da  realeza .

A Lista de Reis Sumérios,  registra que oito reis reinaram durante um longo período antes de que uma grande inundação (o dilúvio) acontecesse e destruisse tudo. Após o Dilúvio, várias cidades-estado e suas dinastias de reis ganhou temporariamente o poder sobre outras cidades.

mesopotamia-antiga

A antiga Suméria e suas cidades localizadas entre os rios Tigre e Eufrates.

Passado “mítico”(divino) da Suméria

A Lista de Reis Sumérios começa com a própria origem da realeza, que é vista e narrada como sendo uma instituição divina: “a realeza desceu do céu”. Os governantes nas primeiras dinastias são representados como reinando fantasticamente por longos períodos:

“Após a realeza descer do céu, o reino estava em Eridu. Em Eridu, Alulim tornou-se rei; ele governou por 28.800 anos. Alaljar governou por 36.000 anos. Foram 2 reis; que governaram por  64.800 anos”.

Alguns dos governantes mencionados na lista no início, como Etana, Lugal-Banda e Gilgamesh, são “figuras míticas ou lendárias” cujas façanhas heroicas são temas de uma série de contos sumérios e composições narrativas babilônicas.

Os nomes da lista dos primeiros oito reis são apresentados governando durante um período total de 241.200 anos (67 Shars {órbitas} de Nibiru) de reinado desde o momento em que a realeza “desceu dos céus” para o momento em que “o dilúvio” varreu (em 10.986 a.C., portanto a exatos 13 mil anos) a terra e mais uma vez quando “a realeza foi baixada dos céus à Terra” depois do Dilúvio.

Sumeria-worship

Interpretação dos longos períodos de reinado dos reis antigos

Os períodos de mandato incrivelmente longo dos primeiros oito reis provocou muitas tentativas de interpretação pelos “eruditos e acadêmicos. Em um extremo existe a recusa completa das grandes figuras (oito reis mais antigos) astronomicamente  como “completamente artificial” e a visão de que eles são indignos de consideração séria pelos “estudiosos”. No outro extremo, está a crença de que os números têm uma base na realidade e que os primeiros reis eram de fato deuses (de Nibiru) que eram capazes de viver muito mais tempo do que os seres humanos comuns.

Entre os dois extremos esta a hipótese de que os números representam o poder relativo, triunfo ou importância. Por exemplo, no antigo Egito, a frase “ele morreu com 110” se refere a alguém que viveu a vida ao máximo e que ofereceu uma importante contribuição para a sociedade. Da mesma forma, os longos períodos de reinado dos primeiros reis podem representar quão incrivelmente importante eles foram percebidos como sendo aos olhos do povo. Isso não explica, no entanto, por que os períodos de mandato mais tarde mudou para períodos de tempo realistas.

Relacionado com este ponto de vista existe a crença de que, embora os primeiros reis não sejam historicamente atestados como existentes, isso não impede a sua possível correspondência com governantes históricos que mais tarde foram mitificados.

Finalmente, alguns “estudiosos” têm procurado explicar os números através de uma investigação e interpretação matemática (por exemplo, Harrison, desde 1993).

Vimana_angel_zigurates

Suméria: Zigurates construídos para a visita dos “deuses”, carruagens de fogo, anjos e profetas e a “civilização” surge…

Relação com o livro bíblico Genesis

Alguns estudiosos ( Wood, 2003) chamaram a atenção para o fato de que há semelhanças notáveis entre a lista dos nomes dos Reis sumérios e a história contada em Gênesis. Por exemplo, Gênesis narra a história de “a grande inundação” e os esforços de Noé para salvar todas as espécies de animais na Terra da destruição total pela água. Da mesma forma, na Lista de Reis Sumérios, há discussão de um grande dilúvio: “o dilúvio varreu a terra.”

A Lista de Reis Sumérios fornece uma lista de oito reis (algumas versões tem 10) que reinaram por longos e (para nós) imensos períodos de tempo antes do dilúvio, que variam de 18.600 a 43.200 anos CADA UM. Isto é semelhante ao Gênesis 5, onde as gerações dos seres humanos, desde a criação até o dilúvio estão gravadas. Curiosamente, entre Adão e Noé há também oito gerações, assim como há oito reis entre o início da realeza e a inundação da Terra na Lista de Reis Sumérios.

Depois do dilúvio, a Lista de Reis registra reis que governaram por períodos muito mais curtos de tempo. Assim, a Lista de Reis Sumérios não só documenta uma grande enchente no início da história do homem, mas também reflete o mesmo padrão de diminuir a longevidade como encontrada na Bíblia – os homens (os seres humanos) tinham uma vida útil extremamente longa se estendendo antes do dilúvio e de vida muito mais curta após o dilúvio (Wood, 2003).

zigurate-ur

O Zigurate construído para a visita dos “deuses” na cidade de UR, local onde “deus” fez um pacto com Abraão, o patriarca bíblico…

A Lista de Reis Sumérios realmente é um mistério desconcertante, principalmente para os “grandes eruditos e acadêmicos”. Por que os sumérios combinariam governantes (pretensamente) míticos com governantes históricos reais em um documento? Por que existem tantas semelhanças com o Gênesis da Bíblia? Por que os oito antigos reis são descritos como governantes durante milhares de anos? Estas são apenas algumas das perguntas que ainda permanecem sem resposta depois de mais de um século de pesquisas.Anunnaki-Lightbody-Merkabah-UFO

OS DESCOBRIMENTOS RUSSOS SOBRE O DNA


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

O Código Cósmico – Capítulo 1


HÉLIO’S BLOG

 Pedras das Estrelas

 Pedras das Estrelas

Foi necessária uma guerra – cruel e sangrenta – para trazer à luz, há poucas décadas, um dos mais enigmáticos sítios arqueológicos no Oriente Médio. Se não o mais enigmático, certamente o mais intrigante e, sem dúvida, enraizado em um passado muito distante. É uma estrutura que não possui paralelo entre as ruínas das grandes civilizações que floresceram no Oriente Médio no milênio passado – pelo menos o que foi descoberto até agora. 

Livro O CÓDIGO CÓSMICO – A fantástica História dos Extraterrestres que Revelaram os Segredos Cósmicos à Humanidade (Zecharia Sitchin)

Capítulo 1 – PEDRAS DAS ESTRELAS

As estruturas paralelas mais parecidas situam-se a milhares de quilômetros, além do mar e em outro continente; o que vem à mente é Stonehenge, na distante Inglaterra.

Lá, numa planície varrida pelo vento, a cerca de 130 km de Londres, círculos de imponentes megálitos  formam o tesouro pré-histórico mais importante da Inglaterra. Enormes pedras erguidas em semicírculo estão ligadas na parte superior por lintéis feitos de outras pedras, contido num semicírculo de pedras menores, cercado por sua vez de dois círculos de outros megálitos.

Stonehenge, na Inglaterra

As multidões que visitam o local descobrem que alguns dos megálitos ainda estão em pé, enquanto outros caíram ou de alguma forma foram retirados do local. Mas os estudiosos e pesquisadores conseguiram descobrir as configurações dos círculos-dentro-de-círculos e observaram os orifícios onde dois outros círculos – de pedras ou de estacas de madeira – existiram numa fase inicial de Stonehenge.

Os semicírculos em forma de ferradura e um grande megálito caído, apelidado de Pedra da Matança, indicam, fora de qualquer dúvida, que a estrutura estava orientada segundo um eixo nordeste-sudoeste. Eles apontam para uma linha de orientação que passa entre duas pedras eretas através de uma longa avenida de pedras, diretamente para a chamada Pedra do Calcanhar.

Todos os estudos concluíram que os alinhamentos tinham propósitos astronômicos; foram primeiro orientados, em cerca de 2900 a.C. (um século a mais ou a menos), para o nascer do sol no dia do solstício de verão; foram reorientados, em cerca de 2000 a.C. e depois em 1550 a.C. na direção do pôr-do-sol no solstício de verão daquela época.

Episódios de guerra recente no Oriente Médio foi a Guerra dos Seis Dias, em 1967, quando o Exército israelense, cercado e encurralado, derrotou os exércitos do Egito, da Jordânia e da Síria e capturou a península do Sinai, a margem ocidental do rio Jordão e as colinas de Golã. Nos anos que se seguiram, arqueólogos israelenses conduziram extensa pesquisa e escavações em toda a área, trazendo à luz acampamentos do período Neolítico, desde os tempos bíblicos até os períodos grego, romano e bizantino.

Apesar de tudo isso, em nenhum lugar a surpresa foi maior do que na área escassamente habitada, o platô quase vazio chamado de colinas de Golã. Descobriu-se que fora uma área densamente habitada e cultivada no início das habitações humanas; eram restos de acampamentos do sétimo milênio que precede a Era Cristã.

Virtualmente no meio do nada, numa planície varrida pelo vento (que fora utilizada pelo Exército
israelense para prática de tiro), pilhas de pedras arranjadas em círculos concêntricos apareceram – quando vistas do alto – como uma espécie de Stonehenge do Oriente Médio. A estrutura única [cujo nome árabe é Rujm el-Hiri (em árabe monte de pedra dos linces – os israelenses chamaram o lugar de Gilgal Refaim-Roda dos Gigantes)] consiste em vários círculos concêntricos de pedras, três deles circulares e dois formando semicírculos ou “ferraduras”. O círculo exterior mede quase meio quilômetro de circunferência, e os outros diminuem à medida que se aproximam do centro da estrutura.

As paredes dos três círculos principais elevam-se a dois metros ou mais, e a largura excede três metros. São feitas de pedras brutas, variando desde um tamanho pequeno até megálitos de proporções enormes, que pesam 5 toneladas e até mais. Em vários pontos as paredes circulares estão ligadas umas às outras por paredes radiais, mais estreitas porém com aproximadamente a mesma altura das pilhas circulares. No centro exato da complexa estrutura, ergue-se uma pilha grande e bem definida de rochas, medindo cerca de 20 m de largura.

Mesmo deixando de lado sua forma única, essa é, de longe, uma das maiores estruturas de uma só
pedra na Ásia, tão grande que pode ser vista do espaço por uma nave orbitando a Terra.  Engenheiros que estudaram o sítio arqueológico estimaram que, mesmo em suas condições atuais, contém mais de 3.540 m³ de pedras, pesando juntas cerca de 45 mil toneladas. Calcularam que teriam sido necessários  cem trabalhadores durante pelo menos seis anos para construir aquele monumento – cortar as pedras de basalto, transportá-as até o local, arrumá-las segundo um plano arquitetural preconcebido, e erguer as paredes (sem dúvida, mais altas do que as ruínas agora visíveis) para formar a estrutura complexa.

O que nos leva a indagar: por quem foi construída a estrutura, quando e com que propósito? A pergunta mais fácil de responder é a última, pois a própria estrutura parece indicar seu propósito – pelo menos seu propósito original. O círculo mais externo mostra claramente que havia duas
interrupções ou aberturas, uma localizada a nordeste e outra a sudeste – localizações que indicam uma orientação de acordo com os solstícios de verão e de inverno.

Os israelenses chamaram o lugar Gilgal Refaim (Roda dos Gigantes), conectando o site a Og, rei de Basã e o lendário reino dos gigantes (Refaim). A citação relevante esta em Deuteronômio 3:13: O resto de Gileade e todo Basã, o reino de Og … é chamado de terra de Rephaim [sic]. O nome árabe Rujm el-Hiri aparentemente se refere ao Monte de Pedra dos Linces – uma frase que, como outras coisas no site, suscita um debate sem fim.

Trabalhando para retirar rochas caídas e fora do desenho original, os arqueólogos israelenses expuseram  na abertura a nordeste uma estrutura enorme e quadrada, com duas “asas” que protegem e escondem aberturas menores nas duas paredes concêntricas, atrás; assim, a construção servia como portão monumental, projetando (e guardando) uma entrada para o coração do complexo de pedra. Foi nas paredes dessa entrada que encontraram os maiores blocos de basalto, chegando a pesar 5,5 toneladas cada. O intervalo a sudoeste no círculo maior também serve de acesso ao interior da estrutura, porém lá os blocos não apresentam dimensões monumentais, mas pilhas de rochas caídas começam no interior e vão para fora, sugerindo o contorno de uma avenida de pedras estendendo-se para sudoeste – uma avenida que teria determinado uma linha de mira astronômica.

Essas indicações confirmam que, assim como Stonehenge na Inglaterra, a estrutura foi construída para servir de observatório astronômico (a princípio para determinar os solstícios), e a idéia é reforçada pela existência de observatórios em outros lugares – estruturas similares àquela em Golã, já que apresentam não apenas os círculos, mas as paredes radiais que os ligavam. O que impressiona é que estruturas semelhantes encontram-se do outro lado do planeta, nas Américas.

Uma delas são as ruínas de Chichén Itzá, na península do Yucatán, no México, apelidada de Caracol por causa do formato das escadas no interior da torre de observação. Outra é o observatório circular sobre o promontório de Sacsayhuaman, no Peru, que domina a vista da capital inca, Cuzco; lá, assim como em Chichén Itzá (México), provavelmente existia uma torre de observação; os alicerces revelam os contornos e alinhamentos astronômicos da estrutura e mostram claramente os círculos concêntricos e radiais que os uniam.

Tais semelhanças foram motivos suficientes para que os cientistas israelenses chamassem o Dr. Anthony Aveni dos Estados Unidos, uma autoridade internacionalmente renomada em astronomia antiga, sobretudo em civilizações pré-colombianas das Américas. A tarefa dele não era apenas confirmar as orientações astronômicas do local em Golã, mas principalmente ajudar a determinar a idade da construção – assim, além de compreender a utilidade, também saberiam quando.

A orientação das estruturas – se alinhadas aos solstícios – pode revelar a época da construção, um fato aceito na arqueoastronomia desde a publicação de The Dawn of Astronomy (“O Alvorecer da  Astronomia”) por sir Joseph Norman Lockyer, em 1894. O movimento aparente do Sol entre norte e sul e de retorno, à medida que as estações vão e voltam, é causado pelo fato de que o eixo da Terra (ao redor do qual a Terra gira para causar o ciclo que produz o efeito dia/noite) está inclinado para o plano (“eclíptico”) no qual a Terra orbita ao redor do Sol.

As ruínas de Chichén Itzá, na península do Yucatán, no México

Nessa dança celestial – embora seja a Terra quem se move, e não o Sol – aos observadores da Terra parece que o Sol, movendo-se para a frente e para trás, atinge um ponto distante, hesita, pára e depois, como se mudasse de idéia, retorna; atravessa o equador, vai até o outro extremo, hesita, pára lá, depois volta. As duas passagens anuais pelo equador (em março e setembro) são chamadas de equinócios; as duas paradas uma ao norte, em junho, e uma ao sul, em dezembro, são chamadas de solstícios (“paradas do Sol”), os solstícios de verão e de inverno para os observadores do hemisfério norte da Terra, como as pessoas em Golã e Stonehenge.

Ao estudar templos antigos, Lockyer dividiu-os em dois tipos. Alguns, como o Templo de Salomão, em Jerusalém, e o templo consagrado a Zeus, em Baalbek, no Líbano, foram construídos segundo um eixo leste-oeste que os orientava para o nascer do sol no dia dos equinócios. Outros, como os templos faraônicos no Egito, estavam alinhados num eixo sudoeste-nordeste, o que significava que eram orientados para os solstícios.

Ele ficou surpreso, entretanto, ao descobrir que enquanto nos primeiros a orientação jamais mudava (por isso ele os chamava de Templos Eternos), os últimos – tal como os grandes templos egípcios em Karnak (situado em Luxor) – mostravam que os sucessivos faraós precisavam enxergar os raios do Sol atingindo o santo dos santos (Sanctun Sanctorun) no dia do solstício, portanto mudavam a direção das avenidas e corredores para um ponto ligeiramente diferente do anterior. Tais correções de alinhamentos também foram feitas em Stonehenge.

Fotografia do complexo do templo de Karnak, em Luxor, Egito, em 1914 – Biblioteca da Universidade Cornell

O que causava aquelas mudanças direcionais? A resposta de Lockyer foi: mudanças na inclinação do eixo (Norte/Sul) da Terra, resultado de sua oscilação. Hoje em dia a inclinação do eixo da Terra (“obliqüidade”) em relação a seu caminho orbital (“eclíptico”) é de 23,5 graus, e é essa inclinação que determina quanto ao norte ou ao sul o Sol parece mover-se regularmente. Se esse ângulo de inclinação permanecesse inalterado para sempre, os pontos de solstício continuariam os mesmos. Porém os astrônomos concluíram que a inclinação da Terra (causada por sua oscilação) varia ao longo dos séculos e milênios, aumentando e diminuindo repetidamente.

A oscilação (bamboleio) do eixo norte/sul da Terra causa a Precessão dos Equinócios

No momento, assim como nos vários milênios que nos precederam, a oscilação do eixo está em sua fase  de  diminuição. Era cerca de 24 graus por volta de 4000 a.C., diminuiu para 23,8 por volta de 1000 a.C. e continuou a diminuir até o patamar atual de 23,5 graus. A grande inovação de sir Norman Lockyer foi aplicar essa mudança da obliqüidade da Terra às várias fases de construção do Grande Templo em Karnak, assim como às fases de Stonehenge (como indicado pelas mudanças da Pedra do Calcanhar).

Os mesmos princípios têm sido usados desde então para determinar a idade de estruturas astronomicamente orientadas na América do Sul – no início do século XX, por Arthur Posnansky, a respeito das ruínas de Tiahuanaco, às margens do lago Titicaca, e por Rolf Müller, para o torreão semicircular em Machu Picchu e o afamado Templo do Sol, em Cuzco. As pesquisas meticulosas mostraram que, para determinar exatamente o ângulo do eixo de inclinação da Terra – o que indica, quando se leva em conta a posição geográfica e a idade da estrutura, é essencial determinar precisamente onde é o norte.

Com isso, adquiriu significância especial o fato de que os pesquisadores descobriram que, nos dias claros, o monte Hermon fica precisamente ao norte em relação ao centro da estrutura. O Dr. Aveni e seus colegas israelenses, Yonathan Mizrachi e Mattanyah Zohar, puderam determinar que o local fora orientado de forma a permitir que um observador em pé no centro e seguindo uma linha de mira através do meio do portão nordeste assistisse ao nascer do sol numa madrugada de junho, em cerca de 3000 a.C.!

Os cientistas concluíram também que, por volta de 2000 a.C. o Sol teria parecido a um observador  similar fora do centro, mas provavelmente ainda no interior do portão. Quinhentos anos depois, a
estrutura perde seu valor como observatório astronômico de precisão. Foi nessa época, conforme foi confirmado pela datação de carbono dos pequenos artefatos encontrados ali, que a pilha de pedras centrais foi ampliada para formar um cairn (palavra celta que significa “pico”; túmulo celta, na Gália e na Grã-Bretanha) – um monte de pedras sob o qual uma cavidade foi escavada, provavelmente para servir de câmara funerária. As datas dessas fases, sem estranheza, são virtualmente idênticas às datas atribuídas às três fases de Stonehenge.

A cavidade protegida pelo monte de pedras, a presumida câmara mortuária, permaneceu como a parte mais intocada do antigo sítio arqueológico. Foi localizada com a ajuda de sofisticados instrumentos sísmicos e de um radar que penetra o solo. Uma vez indica da uma grande cavidade, os trabalhadores (liderados pelo Dr. Yonathan Mizrachi) cavaram uma trincheira que os levou a uma câmara circular, com cerca de 2 m de diâmetro, 1,5 m de altura e 1,20 m de largura. Conduzia a uma câmara maior, com cerca de 3,30 x 1,20 m de largura. As paredes dessa última câmara foram construídas com seis camadas de pedras de basalto, erguendo-se em forma de corbelha (curvando-se para dentro à medida que as paredes se erguiam). O teto da câmara era formado por dois blocos enormes de basalto, cada um pesando cerca de 5 toneladas.

Não havia caixão ou corpo, nem quaisquer restos animais ou humanos no interior da câmara nem na antecâmara. Porém os arqueólogos encontraram, como resultado de peneiragem no solo, alguns brincos de ouro, várias contas de cornalina, uma pedra semi-preciosa, pederneiras, pontas de pedra feitas de bronze e cacos de cerâmica. Com isso, concluíram que realmente se tratava de uma câmara mortuária, porém uma que fora saqueada, provavelmente na Antiguidade. O fato de algumas das pedras usadas para pavimentar o assoalho da câmara estarem fora do lugar reforça a impressão de que o local fora arrombado por ladrões de sepulturas.

As descobertas foram datadas até o período conhecido como o final da Idade do Bronze, que se estendeu de cerca de 1500 a 1200 a.C. Essa foi a época do êxodo dos judeus do Egito sob a liderança de Moisés, e da conquista da Terra Prometida sob a liderança de Josué. Das doze tribos, as tribos de Rubem e Gad e metade da tribo de Manassés assentaram-se em locais da Transjordânia, desde o rio Amon ao sul até o sopé das colinas do monte Hermon ao norte. Tais domínios incluíam a serra montanhosa de Galaad, a leste do rio Jordão, e o platô onde hoje se localiza Golã. Era, portanto, inevitável que os pesquisadores israelenses se voltassem para a Bíblia a fim de responder à questão: quem eram?

Segundo os livros de Números e de Josué, a parte norte das montanhas Galaad era governada por um rei chamado Og, de sua capital, Basã. A captura dos domínios de Og é descrita no livro Deuteronômio (capítulo 3). A narrativa afirma: “Og e todos os seus homens saíram para dar batalha aos filhos de Israel”. Ao vencerem a batalha, os israelitas capturaram sessenta cidades, “fortificadas com muros altíssimos, e portas e trancas, afora inumeráveis povoações que não tinham muros”. A construção de muros altos e  portões – aspectos do enigmático local em Golã – estava dentro das capacidades dos reinados na época do rei Og.

Complexo de ruínas em Tiahuanaco, Puma Punku, na América do Sul

Og, segundo a Bíblia, era um homem grande e forte: “Sua cama de ferro mede 9 cúbitos de  comprimento e 4 cúbitos de largura” (o equivalente a cerca de 4,5 m x 2 m). O tamanho gigante, afirma a Bíblia, era devido a ele ser descendente dos refa’im, uma raça gigante de semi-deuses que haviam vivido naquela terra. (Outros gigantes descendentes dos Refa’im, inclusive Golias, são mencionados na Bíblia como ao lado dos filisteus, na época de Davi.)

Combinando as referências sobre os Refa’ im e a narrativa bíblica a respeito da estrutura circular de pedra erigida por Josué após a passagem do rio Jordão, batizada de Gilgal- O Monte Circular de Pedras – alguns em Israel apelidaram o sítio em Golã de Gilgal Refa’im – O Monte Circular de Pedras dos Refa’im.

Ainda que os versos bíblicos não confirmem tal nome, nem apontem o túmulo do rei Og, as afirmativas bíblicas de que a área já fora domínio dos refa’ im e que Og seria descendente deles eram bastante intrigantes, pois descobrimos que os refa’ im e sua descendência foram mencionados nos mitos e histórias épicas dos cananeus. Os textos, que claramente ambientam eventos e ações divinas e semidivinas na área que estamos estudando, foram escritos em tabletes de argila descobertos na década de 30 num sítio arqueológico na costa norte da Síria, cujo antigo nome era Ugarit.

Os textos descrevem um grupo de divindades cujo pai era El (“Deus, o Magnificente”)e cujos negócios centralizavam-se no filho de El, Baal (O “Senhor”[Lúcifer]) e sua irmã, Anat (“Aquela que responde”). O foco da atenção de Baal era a fortaleza na montanha, o lugar sagrado chamado de Zaphon (significando tanto “um lugar ao norte” quanto “o lugar dos segredos”), arena de Baal e de sua irmã, que hoje em dia é o norte de Israel, as colinas de Golã. Pelos céus do local andava com eles a irmã, Shepesh (o significado incerto do nome sugere associação com o Sol), a respeito da qual o texto afirma claramente que “ela governa os refa’im, os divinos” e reina sobre semi-deuses e mortais.

Vários dos textos descobertos lidam com esse envolvimento por parte do trio. Um, intitulado por  acadêmicos A História de Aqhat, pertencente a Daniel (“Aquele a quem Deus Julga”), que, embora fosse um descendente dos Refa’ im, não podia ter filhos. Envelhecendo e agastado com o fato de não poder ter um herdeiro, Daniel apela a Baal e Anat, que intercedem junto a El. Concedendo o pedido do homem Refa’im, El instila nele um “rápido fogo de vida”, que permite que ele tenha relações com sua esposa e a engravide, concebendo um filho, a quem os deuses chamaram de Aqhat.

Outra lenda, A Lenda do Rei Keret (Keret, “A Capital, a Metrópole”, é aplicada para designar tanto o rei quanto a cidade), diz respeito à imortalidade de Keret, decorrente de sua ascendência divina. Ele cai doente, e os filhos ficam a pensar em voz alta: “Como é possível que um filho de El, o Misericordioso, morra? É possível que os divinos morram?”. E antevendo a incrível morte de um semideus, os filhos não apenas divisaram o pico de Zaphon, mas também o Circuito do Grande Período, lamentando Keret:

Por ti, pai,
Irá chorar Zaphon, o monte de Baal.
O circuito sagrado, o circuito poderoso,
O circuito do grande período,
[por ti] irá lamentar.

Aqui está, então, uma referência a dois lugares altamente venerados que iriam lamentar a morte do
semideus: o monte Zaphon, o monte de Baal, e uma renomada estrutura circular – o “circuito sagrado, o circuito poderoso, o circuito do grande período”. Se o monte Zaphon, a “Montanha do Norte”, era o monte Hermon, que fica precisamente ao norte do sítio de Golã, seria este o enigmático Circuito Sagrado?

Baalbek, no atual Líbano

Aceitando os pedidos de misericórdia, no último minuto El enviou a deusa Shataqat, uma “mulher que remove a doença”, para salvar Keret. “Ela voa sobre centenas de cidades, ela voa sobre uma infinidade de vilas” em sua missão de salvamento; chega à casa de Keret exatamente a tempo de revivê-lo. Porém, sendo apenas semideus, Keret termina morrendo. Teria sido afinal, enterrado no interior do “circuito sagrado, no circuito poderoso, no circuito do grande período”. Embora os textos cananeus não forneçam uma pista cronológica, torna-se evidente que relatam eventos da Idade do Bronze – uma idade que poderia muito bem adaptar-se à datação dos artefatos descobertos numa tumba, no sítio de Golã.

Se algum daqueles governantes legendários terminou sepultado no sítio de Golã, pode ser que nunca saibamos com certeza; sobretudo depois que os arqueólogos que estudaram o local sugeriram a possibilidade de enterros intrusos, envolvendo remoção dos despojos anteriores em cerca de metade dos casos. Contudo estão certos de que (baseados em aspectos estruturais e várias técnicas de datação) a construção do henge – paredes concêntricas do que poderíamos chamar Pedras das Estrelas, por causa da função astronômica – precedeu em 1.000 a 1.500 anos a adição do cairn e de suas câmaras funerárias.

Como em Stonehenge e em outros locais megalíticos, assim também em relação ao sítio de Golã  permanece o enigma sobre quem os construiu, agora intensificado pela determinação da idade e do sofisticado sistema astronômico embutido na orientação das pedras. A menos que fossem os próprios seres divinos”, quem seria capaz de uma façanha dessas – cerca de 3.000 anos antes de Cristo, no caso do sítio em Golã?

Em 3000 a.C. só havia uma civilização na Ásia ocidental sofisticada e desenvolvida o suficiente,
possuidora de extraordinários conhecimentos astronômicos, capaz de planejar, orientar
astronomicamente e construir o tipo de estruturas gigantescas aqui consideradas: a civilização dos sumérios. Floresceu no local onde hoje em dia seria o sul do Iraque. “Repentinamente, inesperadamente, vinda do nada”, segundo todos os cientistas. No espaço de alguns séculos – um instante breve em termos de evolução humana – demos todos os primeiros passos naquilo que julgamos essencial para a civilização, da roda ao fogo, dos tijolos aos prédios altos, da escrita e da poesia à música.

Surgiram os códigos de leis (Ur-NammuHamurabi) e os tribunais, juízes e contratos, templos e sacerdotes, reis e administradores, médicos e enfermeiras, além de um surpreendente conhecimento na área de matemática, ciências exatas e astronomia. O calendário, ainda em uso como o calendário hebraico, foi inaugurado numa cidade chamada Nipur, em 3.760 a.C. – envolvendo todos os sofisticados conhecimentos necessários para as estruturas que estamos discutindo.

Trata-se de uma civilização que precedeu a egípcia em 800 anos e em cerca de 1.000 a do vale do Indo. Os babilônios, assírios, hititas, elamitas, cananeus e fenícios vieram depois, alguns muito depois. Todos traziam a marca dos sumérios e utilizavam suas descobertas, assim como as civilizações que a seu tempo se iniciaram na Grécia e nas ilhas do Mediterrâneo. Teriam os sumérios chegado até as colinas de Golã? Sem dúvida, pois seus reis e mercadores se deslocaram para o oeste, na direção do Mediterrâneo (que chamavam de mar Superior), e navegaram as águas    do mar Inferior (o golfo Pérsico) até terras distantes. Quando Ur era a capital, seus mercadores  eram conhecidos em todas as partes do antigo Oriente Médio. Um dos mais afamados reis sumérios, Gilgamesh – um famoso rei de Uruk (a Erech bíblica) -, passou lá com certeza. A época foi por volta de 2000 a.C. logo após a construção inicial do local em Golã.

O pai de Gilgamesh era o sumo sacerdote da cidade; sua mãe era a deusa Ninsun. Pretendendo ser um rei poderoso, para engrandecer sua cidade, Gilgamesh começou seu reino desafiando a autoridade da então cidade principal da Suméria, Kish. Um tablete de argila narra o episódio e cita o rei de Kish, Agga, descrevendo-o por duas vezes como “corpulento”. Kish, naquela época, era a capital de um amplo domínio, que pode ter se estendido além do rio Eufrates. Ficamos conjecturando se o corpulento rei Agga poderia ser um antepassado do gigante rei Og, citado pela Bíblia, já que a prática dos reis usarem os mesmos nomes dos antecessores era comum no Oriente Médio.

Orgulhoso, ambicioso e impetuoso em sua juventude, Gilgamesh não aceitou bem o início da velhice. Para manter sua reputação, ele começou a usufruir as noivas jovens da cidade, reclamando o direito real de fazer sexo com a noiva antes do marido. Quando o povo da cidade já não podia agüentar, pediu ajuda aos deuses, que responderam criando um duplo para Gilgamesh, que fez com que o rei cessasse suas conquistas. Subjugado, Gilgamesh ficou acabrunhado e pensativo.

Testemunhou a morte de pessoas de sua idade e mesmo mais jovens; afinal, ele era parte divino – não apenas um semideus, mas dois terços divino, já que era sua mãe a deusa, e não o pai! Deveria ele, Gilgamesh, então morrer como um mortal, ou teria direito à vida eterna dos deuses?  Apresentou o caso à mãe. “Sim”, ela lhe disse, “você tem razão. Mas para conseguir o tempo divino de vida, você precisa subir aos céus, até a morada dos deuses. E os lugares de onde tal ascensão é possível estão sob o comando de Utu, seu padrinho [mais tarde conhecido como Shamash]”.

Utu/Shamash tentou dissuadir Gilgamesh: “Por que, Gilgamesh, você quer ir até o céu? Só os deuses podem viver para sempre. Os humanos têm seus dias contados. Volte para junto de sua família e de seus amigos na cidade e aprecie o resto de seus dias”, disse o deus a ele. A história de Gilgamesh e sua busca pela imortalidade são narradas na Epopéia de Gilgamesh, um longo
texto escrito em tabletes de argila e descoberto por arqueólogos, tanto no original sumério quanto em várias traduções.

À medida que a história se desenrola, ficamos sabendo que Gilgamesh não foi dissuadido, e que um objeto que caiu dos céus foi tomado por ele como um sinal dos céus de que não deveria desistir. Concordando em ajudar, Ninsun revelou a ele que existia um lugar nas montanhas de Cedro – o Campo de Pouso – de onde Gilgamesh poderia subir até a habitação divina. Seria uma jornada cheia de perigos, avisou ela. Mas que alternativa tinha? Indagou ele. “Se eu falhar em minha busca, pelo menos as gerações futuras saberão que tentei.”

Dando a bênção para a jornada de seu filho, Ninsun insistiu que um “homem artificial”, Enkidu, fosse à frente de Gilgamesh para protegê-lo ao longo do caminho. A escolha foi oportuna, pois o local de destino era o mesmo de onde viera Enkidu, as colinas nas quais convivera com os animais selvagens. Ele explicou a Gilgamesh quão perigosa poderia ser a empreitada; mesmo assim, Gilgamesh insistiu em partir.

Para atingir as montanhas de Cedro, onde atualmente se encontra o Líbano, partindo da Suméria
(localizada no atual Iraque), Gilgamesh teve de atravessar a região de Golã. E realmente encontramos a afirmação, no preâmbulo do épico, onde são louvadas as qualidades do rei, uma das referências é: “aquele que abriu os passos das montanhas”. Foi um feito digno de nota, já que na Suméria não existem montanhas. Durante o caminho, Gilgamesh parou várias vezes para procurar oráculos divinos do deus Sol. Quando atingiram a terra das colinas e dos bosques (que não eram daquela forma na Suméria), Gilgamesh teve uma série de sonhos premonitórios. Numa parada crucial, de onde já avistavam as montanhas de Cedro, Gilgamesh procurou induzir um presságio no sonho, em que estava sentado num círculo feito para ele por Enkidu. Teria sido este último, possuidor de força sobre-humana, quem arranjou as pedras para que Gilgamesh formasse suas Pedras das Estrelas?

Uma estela retratando Gilgamesh

Só podemos adivinhar. Porém evidências físicas atestando a familiaridade daqueles que moraram perto de Golã com Gilgamesh e sua história foram recentemente encontradas nas colinas. Um dos mais recentes episódios das aventuras do rei foi o incidente que ele teve ao encontrar dois leões,  lutar com eles e matá-los, usando apenas as suas mãos. O feito heroico era um assunto favorito entre os artistas do Oriente Médio. Ainda assim, foi uma coisa totalmente inesperada encontrar, num local próximo aos círculos concêntricos, uma lasca de pedra mostrando tal cena (O artefato está exposto no novo e interessante Museu Arqueológico de Golã, em Qatzrin).

Apesar de as referências do texto e a descoberta da pedra com a imagem não constituírem evidências conclusivas de que Gilgamesh atingiu o local em sua viagem para as montanhas de Cedro, no Líbano, existe uma pista ainda mais intrigante a ser considerada. Depois que o local foi  identificado do alto, arqueólogos israelenses descobriram que estava marcado nos mapas do Exército sírio capturado com o nome de Rugum el-Hiri – um nome intrigante, pois significa em árabe “A pilha de pedras do lince”.

Sugerimos que a explicação para o intrigante nome pode estar na Epopéia de Gilgamesh, refletindo uma lembrança do Rei Que Lutou Contra os Leões. E, como veremos, é apenas o começo de associações entrelaçadas.

A presença extraterrestre na Lua


HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

O Programa espacial dos EUA e seus segredos, depois de mais de 50 anos do início do Programa Espacial norte americano surge uma nova leitura da atividade humana no espaço e principalmente em nossa Lua.

Mesmo antes do dia 4 de outubro de 1957, quando os soviéticos lançaram da base de Baikonur e colocaram em órbita nosso primeiro satélite artificial, o Sputnik, aparelhos não identificados já haviam sido detectados e descobertos evoluindo além da nossa atmosfera, quilômetros acima da superfície de nosso mundo.

’’Meu dever é  falar, pois não quero ser cúmplice’. Émile Zola

A presença EXTRATERRESTRE na Lua

Por Marco Antonio Petit: http://www.marcopetit.com/artigos.htm

A primeira dessas descobertas aconteceu no ano de 1953, quando a recém criada USAF, a Força Aérea Norte-Americana, começou a utilizar uma novo modelo de radar, que possibilitava detecções de alvos a distâncias bem superiores às conseguidas até então. Faziam ainda os primeiros testes quando os técnicos captaram um objeto de grandes dimensões evoluindo sobre a região equatorial do planeta a uma altura de 600 milhas. Sua velocidade foi estimada em torno de 18 mil milhas por hora. Pouco depois um outro entrava na órbita do planeta a uma altitude inferior, estimada em 400 milhas.

luna5-imagem-artefato-na-lua

Estrutura artificial encontrada e fotografada pelos soviéticos na Lua durante a missão Luna 5.

A partir dessas ocorrências, foi criada em White Sands (uma enorme Base da USAF), no Novo México, em caráter de emergência, um projeto supostamente para a detecção de satélites. O descobridor do planeta Plutão, o astrônomo Clyde Toumbaught, um dos poucos de sua área a declarar publicamente ter visto UFOs, foi curiosamente convidado para dirigir os estudos, que teriam a supervisão da Ordinance Research do Exército.

A explicação oficial aprovada pelo Pentágono para divulgação pública dizia que as Forças Armadas estavam pesquisando pequenas luas, objetos naturais que tinham chegado através do espaço e entrado em órbita de nosso planeta. Em 1955, entretanto, a Casa Branca recebia a informação, que um desses objetos havia passado a evoluir em uma órbita mais baixa. Estava orbitando o planeta 50 quilômetros mais próximo, enquanto o outro simplesmente havia desaparecido, deixando as vizinhanças de nosso mundo. Não havia a menor dúvida já nessa época, que estávamos diante de artefatos controlados por alguma forma de inteligência. É evidente que a idéia de objetos naturais entrando em órbita da Terra foi algo apenas para consumo do público.

O Comitê de Segurança Nacional, intimado pelo então presidente Eisenhower aventava a alternativa de se tratarem de artefatos lançados pelos soviéticos, o que em nada servia para acalmar as coisas. Afinal, se eles já detinham tecnologia para colocar em órbita artefatos daquele tamanho, os EUA estavam realmente em grande perigo, pois a tensões entre os dois blocos já era preocupante naqueles tempos.

Mas a verdade é que aqueles objetos detinham uma tecnologia muito além das capacidades soviéticas, como dois anos depois pode ser confirmado, quando finalmente tivemos o lançamento do primeiro satélite por parte dos comunistas: um pequeno objeto metálico.

Torre fotografada no lado oculto da Lua durante a missão soviética Zond 3.

Desde 1953 outros objetos de origem interplanetária passaram a ser detectados orbitando nosso planeta, ou simplesmente se aproximando dele, para depois desaparecem, e nunca mais serem vistos. Nosso programa espacial passou a ser desenvolvido e planejado já com a certeza de que iríamos encontrar “alguém”, e que a órbita de nosso planeta, e mesmo a Lua, como veremos, já estava, vamos dizer, ocupada.

A partir de nossos primeiros satélites serem colocados em órbita, mas do que continuarmos a detectar a presença dos UFOs na órbita terrestre, teve início um outro processo. Nossos veículos espaciais passaram a sofrer um acompanhamento, e a chegada do homem ao espaço diretamente com Iurí Alekseyvitch Gagárin, por parte dos soviéticos, em 1960, e do norte-americano John Glenn Jr., em 1962, nossos astronautas passaram a ser testemunhas dessa realidade.

Cada nova espaçonave, cada novo desenvolvimento de nossas possibilidades era detidamente acompanhados por esses “olhos misteriosos”, e progressivamente era estabelecida uma censura cada vez mais objetiva, para manter o que acontecia no espaço longe da população.

Antes mesmo de chegarmos ao espaço, na verdade, a simples possibilidade de contato, ou do encontro com artefatos alienígenas já era seriamente considerada, e havia servido para o nascimento de diretrizes e documentos versando sobre o sigilo, que deveria ser mantido a qualquer custo. Na época, a divulgação desses “encontros”, já era considerada um fator de desestabilização da sociedade, e estados de perplexidade da população tinham que ser evitados. Análises dos vários cenários possíveis, a partir de um estabelecimento total da verdade, já haviam sido considerados, e chegavam potencialmente à subversão total da ordem e das instituições.

torredebabel-zond-3b

Se os encontros com os UFOs no espaço já estavam gerando perplexidade dentro dos setores espaciais das duas super-potências, o passo seguinte dessa nossa história foi ainda mais perturbador. Com a sucessão de lançamentos por parte dos EUA e da URSS vários de nossos artefatos, satélites, começaram a apresentar problemas técnicos, o que evidentemente era algo totalmente previsível. O surpreendente é que vários desses depois de lançados, pareciam ser objeto de algum tipo de manutenção ou concerto.

Em agosto de 1963 é realizado em Blacksburg, na Virgínia (EUA), um congresso com os maiores especialistas das ciências espaciais. Um dos objetivos do encontro foi justamente debater os estranhos acontecimentos que estavam acontecendo com os satélites Firely, Telstar I, e Teltar II, que haviam deixado de transmitir em várias ocasiões, para depois voltarem a funcionar normalmente, da mesma forma que outros aparelhos soviéticos.

O cientista Richard Kershner, da Universidade John Hopkins (EUA), declarava na oportunidade, que podíamos pensar que “fantasmas espaciais” estavam dando “uma mão”, reparando os problemas dos mesmos. Como sabemos, coisas desse tipo continuam acontecendo até os dias de hoje, inclusive com nossas sondas enviadas aos planetas de nosso sistema solar.

“Hangares” fotografados pelos norte-americanos (NASA) durante o projeto Lunar Orbiter.

Mesmo antes de Gagarin chegar ao espaço, os soviéticos, que estavam realmente mais adiantados, que os norte-americanos, começaram a lançar seus primeiros artefatos em direção ao nosso satélite natural. Só da série Luna, iniciada em janeiro de 1959, foram 24 missões, que compreenderam tanto passagens nas proximidades de nosso satélite, impactos diretos contra o solo, entrada em órbita, e pousos controlados na superfície. Outra série de naves não tripuladas, a Zond, permitiu aos soviéticos desenvolverem a capacidades de depois de chegarem ao seu destino, a órbita lunar, retornarem com suas espaçonaves à Terra.

Apesar de atrasados em relação aos seus inimigos ideológicos na corrida espacial, os norte-americanos progressivamente foram conseguindo seus sucessos na exploração de nosso satélite. Mediante os projetos Ranger (três missões lunares), Lunar Orbiter, que compreendeu cinco missões, e Surveyor, com sete lançamentos, e vários pousos controlados, obtiveram uma farta documentação fotográfica, e lançaram as bases para a chegada do homem ao nosso satélite.

Nessa altura dos acontecimentos, já havia por parte de uma pequena elite espacial, tanto pelo lado dos norte-americanos, como dos soviéticos, uma certeza: fossem americanos ou russos a chegarem primeiro a Lua, encontrariam já “alguém” muito bem estabelecido.

ufo-sobrevoa-a-Lua

Um UFO sobrevoando a Lua durante uma missão Apolo

Algumas das fotografias obtidas tanto pelos soviéticos, como pelas missões norte-americanas, evidenciavam já uma presença marcante de representantes de uma, ou mais culturas extraterrestres, que estavam usando nosso satélite como base. Algumas imagens eram realmente impressionantes. Estruturas na forma de torres, construções apresentando padrões geométricos, crateras cujas formas aparentemente haviam sido modificadas, etc.

Algumas fotos mostravam inclusive, que objetos de grandes dimensões, cuja natureza não podia ser ainda estabelecida, haviam sido transportados pelo solo lunar e haviam deixado na superfície de nosso satélite o registro de suas passagens. Isto tudo faziam parte de um contexto conhecido na época apenas por uma minoria privilegiada de nossa humanidade, que planejava o passo seguinte: a chegada do homem a Lua.

UMA PRESENÇA JÁ HÁ MUITO PRESSENTIDA

Na verdade muito tempo antes do início da Era Espacial havia já uma forte suspeita que realmente algo muito especial se passava na Lua. Desde séculos atrás os próprios astrônomos vinham observando fenômenos inusitados em nosso satélite. A observação telescópica, principalmente a partir do século 18, não deixava dúvidas.

Prova inegável de OVNIs? Confira a imagem de um UFO decolando da lua:

Variação nas dimensões de determinadas crateras, aparecimento de pontos luminosos e escuros, que não raras vezes foram observados se movimentando pela superfície, ou acima dessa; aparecimento de cúpulas, ou domos, que da mesma maneira que surgiam, desapareciam, e reapareciam em outros sítios, para depois nunca mais serem observados, fagulhas; sinais de emanação de gases, e até formas luminosas de grandes dimensões, que pareciam ocupar vários quilômetros, etc..

Com o tempo esses fenômenos passaram a ser rotulados e conhecidos dentro da área da astronomia, e posteriormente dentro da pesquisa espacial, como Fenômenos Transitórios Lunares (LTP). Algo pouco objetivo, mas na medida certa para aqueles que não queriam enfrentar de frente a idéia de estarem estudando abertamente sinais de algum tipo de atividade extraterrestre na Lua.

Apesar da possibilidade de uma parte minoritária dos fenômenos, que estão enquadrados nesse estudo, poderem estar realmente relacionados a algo natural, como algum tipo de atividade sísmica, emanação de gases, etc., expressiva parcela das observações, seriam muito difíceis de serem explicadas dentro desse contexto. Na verdade, algumas dessas manifestações, foram tão violentas e evidentes, que chegaram a serem observadas mesmo antes de passarmos a utilizar nossos primeiros telescópios.

Rastros de deslocamento (setas brancas), e os objetos que foram deslocados (setas pretas), fotografados durante a missão Apollo 16 (NASA)

A própria NASA, curiosamente, um ano antes da primeira missão tripulada à Lua (pouso), liberou um documento detalhado que reportava centenas dessas ocorrências, que haviam sido notificadas, e estudadas. A mais antiga remontava ao ano de 1500, cento e dez anos antes de Galileu ter a primeira visão ampliada de nosso satélite natural.

Esses fenômenos normalmente parecem se concentrar em torno de certos sítios ou regiões lunares, como nas áreas das crateras Aristarchus, Copernicus, Kepler, Eratosthenes, Alphonsus, Linné, Tycho, Gassandi, Picard, Grimaldi, Censorinus, Archimedes, Platô, Theophilus, no chamado Mar das Crises, nos Montes Atlas e Píton, etc. Como veremos mais a frente, existe uma clara ligação entre essas áreas especificas e os sinais da presença e atividade extraterrestre posteriormente detectada na Era Espacial.

INTERESSE ANTIGO

Meu interesse pelos Fenômenos Transitórios Lunares não é algo recente. Recordo perfeitamente quando ainda era um pouco mais que um simples adolescente, na época que já me dedicava às observações do céu mediante meus telescópios, tive contato pela primeira vez com o assunto. Nesse tempo, já profundamente interessado na ufologia, percebi logo o potencial em termos de ligação entre essas duas áreas. Tinha já consciência nessa época, que por trás daquela paisagem nem um pouco hospitaleira, poderia haver muito mais que crateras e montanhas para serem observadas. Durante muitas noites realmente me dediquei à observação telescópica de nosso satélite na esperança de ser testemunha direta de alguma manifestação daqueles misteriosos fenômenos, mas não tive tal privilégio.

Vestígios/ruínas de uma construção na superfície lunar misteriosa e de forma geométrica fotografada durante o projeto Apollo

Um dos aspectos que mais me havia impressionado nessa área dos LTPs era a suposta variação de diâmetro da cratera Linné, no chamado Mar da Serenidade, supostamente verificado ao longo das primeiras décadas do século 19. Ainda hoje quando observo a Lua mediante meu atual instrumento, um telescópio Celestron, que permite ampliações de até 500 vezes, é rara a vez que não lanço o olhar em sua direção.

Além de seu diâmetro estimado na atualidade ser inferior ao mensurado antes do início do suposto processo de variação, a referida cratera, como pode ser visto nas imagens mais recentes obtidas por nossos veículos espaciais, apresenta em torno de si uma espécie de anel de poeira branca, que não é achado em torno de nenhuma outra cratera da região.

Esta situação, faz com que o conjunto, formado pela cratera, e este “anel”, seja visto, a partir dos telescópios amadores, situados na Terra, como um ponto luminoso, ou esbranquiçado, dando inclusive a impressão, que a cratera realmente não existe mais. A idéia atual de alguns astrônomos da atualidade revela, que a tal variação, teria sido algo ilusório. É difícil de ser levada a sério tal conjectura, além de menosprezar os profissionais da mesma área do passado, o referido fenômeno foi observado progressivamente ao longo de décadas. Ou seja, houve tempo para uma mensuração cuidadosa do fenômeno.

Meu interesse por esse assunto, já quando fazia ufologia em termos públicos, acabou me levando a fazer inúmeras palestras sobre o tema, que englobavam também as experiências de nossos astronautas, mas com o passar dos anos, de uma certa maneira, e provocado por minha dedicação a outros aspectos da ufologia, deixei esta temática em segundo plano, até que algo realmente me chamou recentemente a atenção para o assunto, fazendo com que eu voltasse a investigar novamente esta área.

Os cientistas descobriram ruínas antigas na Lua:

Tudo começou quando tomei conhecimento do artigo “Dark Mission: The Secret History of NASA” (Missão Obscura: A História Secreta da NASA), publicada no início de outubro de 2007, no jornal New York Times, onde o Dr. Ken Johnston fazia denúncias graves sobre o processo de acobertamento da agência espacial norte-americana. O cientista havia sido gerente da Divisão de Controle de Dados e Fotos do Laboratório de Recepção Lunar da NASA, durante os esforços de exploração lunar na época do Projeto Apollo. Segundo a matéria, Johnston havia recebido ordens para que destruísse todas as imagens que revelavam de maneira mais objetiva a existência de ruínas e sinais evidentes da presença de tecnologia extraterrena na Lua.

Na época do referido artigo, Johnston ainda fazia parte do programa espacial norte-americano, mas logo em seguida, no dia 23 de outubro, foi demitido sumariamente pela agência espacial, sendo afastado das funções que exercia no famoso Laboratório de Propulsão a Jato (JPL), situado em Pasadena. Poucos dias depois de sua demissão, no dia 30 de outubro, Johnston já prestava um testemunho público em uma conferência no National Press Club, em Washington, em um evento da entidade “The Interprise MIssion”, liderada por Richard C. Hoagland, antigo consultor da NASA e conselheiro científico do canal CBS News durante as missões Apollo. O ex-gerente da Divisão de Controle de Dados e Fotos do Laboratório de Recepção Lunar revelou inclusive, que contra as ordens recebidas, havia preservado parte das imagens mais críticas.

Diante dessas notícias e referências percebi que havia chegado o momento de investigar novamente os arquivos de imagens da agência espacial (NASA), agora disponibilizados mediante a Internet na forma de um número muito grande de páginas. Eu não tinha na verdade a menor idéia do que estava ou não sendo disponibilizado.

Misteriosa estrutura na borda interior da cratera simetricamente circular refletindo a luz solar (Foto Clementine)

De início encontrei uma quantidade muito grande de sites particulares de inúmeros investigadores, que já vinham divulgando imagens realmente reveladoras, mas eu não estava disposto a repassá-las sem uma prévia verificação da seriedade dos mesmos, e principalmente da origem desse material, e para este tipo de trabalho não havia outra opção, a não ser à busca das fotos nos sites oficiais da própria agência espacial, ou em outros mantidos por instituições de pesquisa relacionadas à própria agência, que participam de suas atividades e programas.

Pouco tempo antes desses fatos, curiosamente, a própria NASA, tinha vindo a público, e isto foi divulgado em larga escala pela mídia em geral, para revelar que haviam sido perdidos, estavam desaparecidos os filmes realizados durante as missões do projeto Apollo, que havia levado 12 homens ao solo lunar. Algo realmente inacreditável.

Mas voltando a falar de nossas investigações, pudemos confirmar, que existem realmente muitas fotos do referido projeto que desapareceram, e isto é assumido oficialmente. Os números dessas imagens constam dos catálogos, mas ao clicarmos sobre os mesmos nos deparamos com a informação que elas estão “desaparecidas”. Mas o que mais nos surpreendeu já no início dessas nossas investigações, foi o fato de existirem nos referidos catálogos, imagens ainda extremamente reveladoras, nas quais podemos ver além dos UFOs, ruínas de antigas construções, e sinais da presença dos extraterrestres na atualidade, na forma de outras estruturas artificiais. Mas achar estas imagens não é muito fácil, pois tais fotografias estão entre outras milhares, que não apresentam nada relacionado ao assunto de nosso interesse.

Não há dúvida que o projeto Apollo foi muito mais além do que foi divulgado em termos oficiosos. Maurice Chatelaim, por exemplo, que na época do projeto foi chefe dos sistemas de comunicações da NASA, fez vários pronunciamentos no passado, afirmando que todos os vôos espaciais não só do projeto Apollo, mas também das missões do projeto Gêmini, que permitiu a NASA desenvolver o processo de acoplamento entre naves no espaço, foram acompanhados de perto por veículos espaciais de origem extraterrestre. Chegou inclusive a afirmar, que seus astronautas, receberam ordens para manterem silêncio sobre essa realidade.

Escavação e possível processo de mineração na cratera Lobachevsk 2 (Foto Clementine)

Claramente compatíveis com essas idéias são também as declarações feitas pelo Dr. Glenn Seaborg, físico nuclear, Prêmio Nobel, que na época do projeto Apollo era presidente da Comissão Atômica dos EUA. Segundo suas palavras, proferidas em dezembro de 1969, durante uma visita oficial a Moscou, os astronautas norte-americanos haviam trazido da Lua fotografias, que mostravam traços e vestígios da passagem de criaturas inteligentes pelo solo de nosso satélite. O cientista norte-americano fez menção inclusive a evidências dessa presença fotografados na fase oculta, deixados por alguma classe de veículo, que se movimentava pelo solo.MAIS MISTÉRIOS

Não menos misteriosos foram também os sinais ou variações registradas pelos soviéticos sob a forma de distorções do campo magnético lunar, que eram notadas toda vez que uma nave norte-americana cruzava o limite, o “horizonte lunar”, passando para o lado oculto de nosso satélite natural. Algo realmente de grandes proporções deveria ocorrer para provocar tal efeito. Os soviéticos chegaram a colocar uma espaçonave, a Luna 15, em órbita de nosso satélite para tentar resolver este mistério durante a missão da Apollo 11.

Mas uma coisa parece certa, os astronautas, que chegaram à Lua, travaram contato com uma realidade para a qual não estavam preparados, responsável possivelmente, pelo menos em parte, pelos problemas existências, que a maioria passou a sofrer, após o retorno à Terra.

Desde a primeira missão tripulada a entrar em órbita de nosso satélite, a da Apollo 8, as revelações nas comunicações entre os astronautas, e o centro de controle das missões, não deixava dúvida, que algo realmente importante estava se desenvolvendo, mesmo com a utilização de palavras ou códigos previamente escolhidos, aparentemente para mascarar a verdade Outras vezes foi usado também um canal alternativo, que era totalmente vedado à mídia, onde esta verdade era manifestada claramente.

Nessa primeira missão, por exemplo, depois de um silêncio maior do que o esperado após terem mergulhado pela primeira vez na fase oculta de nosso satélite, James Lovell, comunicou ao centro de controle em Houston, que “haviam acabado de informar que Papai Noel existia”. Esta mesma referência, já havia sido utilizada antes em outras missões para reportar a presença dos UFOs. Outro termo escolhido, também muito usado, era a palavra “duende”.

A cratera Aristarcus e a luminescência chamada de “fenômeno transitório” lunar.

Em uma outra dessas transmissões, também nunca admitida pela NASA, dessa vez interceptada mediante radioamadores, um dos tripulantes da Apollo 17, o astronauta Eugene Cernan, revelava: 

“Estou observando mais um bloco, exatamente na parte norte da rampa. É uma pirâmide. Não… Tem a forma triangular… Mas o que é isto? Estou numa espécie de trilha. O que acham disso? E essas coisas voando sobre nós?”.

Só recentemente, por exemplo, o astronauta Edwin Aldrin, resolveu admitir e falar publicamente sobre a presença do UFO que acompanhou a Apollo 11 durante parte de seu trajeto rumo à Lua, descrevendo inclusive em detalhes as manobras inexplicáveis que o aparelho apresentou em certo momento do contato. Segundo Aldrin, o objeto tinha a forma oval. Mas tanto ele como seu companheiro Neil Armstrong continuam a manter segredo sobre o que teria acontecido na Lua, logo em seguida ao pouso. Em uma dessas comunicações censuradas os dois astronautas reportam a presença de naves, e mesmo uma forma de vida.

Uma exceção a esse procedimento ou essa situação de sigilo foram às declarações do astronauta Charles Conrad, tripulante da Apollo 12, à revista romena Scientia. Segundo ele “De um modo geral, o solo da Lua da a impressão de ser intocado. Mas algumas vezes pudemos notar que parecia, que o solo tinha sido revolvido. Em dois ou três desses lugares percebemos também pegadas, como que feitas por pés humanos. Tiramos fotografias desses rastros e nossos especialistas estão agora examinando as fotos”.

Alienígenas na Lua : A Verdade Exposta – FILME Legendado HD – Imensas estruturas de restos de construções abandonadas existentes na Lua e encontradas pela Apollo XX.

Diante do que vimos até agora, incluindo as declarações de algumas personalidades relacionadas ao programa espacial norte-americano, que já citamos, e das imagens, que já estão começando a revelar a verdade da presença extraterrena, é surpreendente o silêncio mantido pelos astronautas. Mesmo o astronauta Edgar Mitchell, o quarto homem a pisar o solo de nosso satélite (Apollo 14), que fala abertamente sobre os UFOs, e na realidade da presença extraterrena em nosso mundo, mantém o mesmo silêncio de seus companheiros quando o assunto é a Lua.

Parece que por motivos sobre os quais poderíamos no momento apenas especular, a presença dos extraterrestres em nosso satélite natural assumiu um nível de segurança, e sigilo, ainda maior do que quando se trata da presença desses objetos, e seres em nosso mundo.

Parece certo também agora, pelo menos em minha opinião, que o projeto Apollo foi desenvolvido em tempo recorde não apenas para superar pela primeira vez os soviéticos na corrida espacial, mas mediante outros motivos, que só agora podemos começar a perceber. Até então a URSS havia realmente estado sempre na frente desde o lançamento do primeiro satélite.

lua-ruinadecidade

Construções alienígenas abandonadas na Lua e encontradas pela missão SECRETA em conjunto EUA/URSS da Apolo XX.

O mais surpreendente diante de tal realidade foi o fato dos soviéticos, mesmo depois de todo o desenvolvimento conseguido, terem abdicado não só de tentarem chegar com naves tripuladas à Lua antes dos norte-americanos, como também nunca mais terem manifestado qualquer pretensão em relação ao nosso satélite, coisa que como sabemos acabou acontecendo com os próprios norte-americanos, que chegaram inclusive a cancelar as últimas missões do próprio projeto (Apollo).

Logo depois, curiosamente, começam as missões conjuntas entre as duas super-potências, mas a Lua parecia não fazer mais parte desses planos. Parece existir algo muito misterioso por trás desses fatos e situações. De uma maneira intuitiva começo a perceber a possibilidade dos norte-americanos terem chegado a Lua literalmente como representantes de nossa humanidade, não em termos de uma retórica consumista, mas de fato.

Depoimentos prestados nos últimos anos, inclusive por militares que estiveram envolvidos com o programa espacial dos EUA, como o Sargento Karl Wolfe, revelam aquilo que já havíamos concluído e declarado no início desse artigo: os norte-americanos, e evidentemente os soviéticos, já no meio da década de 60, sabiam qual era a realidade lunar a ser enfrentada. Wolfe, que na época servia na Langley Field Air Force Base, e fazia parte das atividades do programa de mapeamento lunar, fez recentemente um depoimento público também no National Press Club, durante uma das seções do Disclosure Project, criado pelo Dr. Steven Greer.

Em seu depoimento, o militar revelou como em 1965 foi chamado a um dos laboratórios que processavam as imagens das sondas enviadas à Lua, que estava com um de seus equipamentos apresentando defeito. Sua missão era apenas tentar resolver o problema, mas acabou tendo a oportunidade mediante um outro militar, que o recebeu no local, de ver imagens realmente impressionantes, que revelavam a presença de várias instalações ou bases extraterrestres na fase oculta de nosso satélite. Segundo ele, haviam imagens claras de estruturas apresentando formas geométricas, construções circulares, torres, coisas que pareciam discos de radares, só que eram muito maiores, etc. Em uma outra imagem mostrada a ele, havia um grande número de estruturas agrupadas. Algo realmente totalmente inacreditável, pelo menos em termos daquilo que é conhecido e divulgado oficialmente para a humanidade.

Instalação alienígena fotografada na face oculta de nosso satélite natural pela espaçonave Clementine

MUDANÇAS NO ACOBERTAMENTO

Mas voltando agora finalmente a falar do material fotográfico que esta sendo disponibilizado pela NASA, e pelas instituições norte-americanas relacionadas ao programa espacial do país, a primeira coisa que fica patente é uma mudança na postura do sigilo. Uma quantidade expressiva, na verdade milhares e milhares de fotos dos programas Ranger, Lunar Orbiter, Surveyor e Apollo, estão sendo disponibilizadas, e entre estas, estão várias, que apresentam sinais evidentes da presença de ruínas, e outras estruturas, ou construções na Lua.

Além de ter conseguido localizar várias, que já estavam sendo expostas em outros sites particulares, encontrei outras que não haviam sido ainda identificadas. Até imagens de pegadas que parecem não conferir em termos de modelo e tamanho com as deixadas por nossos astronautas podem ser acessadas, e eu encontrei várias fotos documentando justamente esta realidade.

Mas como já escrevemos no início desse artigo, é necessário dedicação para encontrar esse material mais contundente em meio aos catálogos. Eu mesmo, até o momento, depois de meses de dedicação, só consegui examinar uma ínfima parte da totalidade dessas imagens, mas existem hoje inúmeros investigadores, principalmente no exterior, empreendendo o mesmo tipo de busca. O efeito na parte central da foto oculta provavelmente uma das torres gigantescas fotografadas com alta definição durante a missão militar norte-americana Clementine.

Alguém (um insider dentro da NASA) decidiu que já tínhamos o direito de ver essas imagens, desde que, vamos dizer, sejamos “merecedores” desse privilégio. Esta situação esta sendo oferecida justamente para aqueles que já perceberam, que a verdade é algo muito maior e mais complexa do que aquilo que nos é mostrado oficialmente. Ou seja, estamos sendo convidados de uma maneira sutil, e ao mesmo tempo extremamente inteligente, a participar do processo gradual de revelação da verdade.

Uma fotografia “tratada digitalmente” que pretendeu eliminar a existência de enorme torre na superfície lunar descoberta durante a missão militar norte-americana Clementine.

Mas não devemos ter ilusões. Existe claramente uma guerra subterrânea dentro das instituições e organizações que até agora geriram o processo de sigilo. Mas do que isto, muitos dos seus membros não passam de representantes de uma espécie de poder paralelo, que esta acima inclusive das administrações democraticamente, e legalmente constituídas, sem qualquer tipo de controle, que exerce seu poder em termos planetários. Representam a industria armamentista, os sistemas de produção de energia, e manipulam a ciência para o cumprimento de seus objetivos, mesmo que isto acabe levando o nosso planeta à falência ambiental.

Este grupo é o mesmo que deseja implantar de forma definitiva um processo de militarização no espaço. Algo que certamente não seria e será aceito pelas civilizações extraterrestres presentes hoje não só na Terra, como em outros pontos de nosso sistema solar, como o nosso satélite natural.

O RETORNO A LUA

Em 1994, mais de vinte anos depois do fim do projeto Apollo, os norte-americanos voltaram ao nosso satélite, e dessa vez o envolvimento e interesse militar foi explicito, e teve a participação inclusive da área armamentista. Uma missão concebida, elaborada e implementada, além de financiada, por estes setores. Esta realidade chega a ser irônica, para não dizer assustadora.

No dia 25 de janeiro daquele ano (1994) era lançado a partir da Base da Força Aérea de Vandenberg o Deep Space Program Science Experiment (DSPS), conhecido mais simplesmente como Clementine. Uma espaçonave de alta tecnologia, anos luz a frente de tudo que já havia sido enviado a Lua. Para que se tenha uma idéia do que foi feito, entre sua concepção em termos ainda de design, e o lançamento, se passaram apenas 22 meses.

Foto das ruínas da cidade extraterrestre “A Catedral” encontrada na superfície oculta da lua pela missão secreta da Apolo 20.

O “consórcio” responsável pelas várias fases da missão envolveu o Naval Research Laboratory, Lawrence Livermore National Laboratory, Ballistic Missile Defense Organization e a própria NASA, além da Força Aérea, cuja participação esteve restrita ao lançamento. Um conjunto de forças nem um pouco convencional se pensarmos na exploração pacífica do espaço.

Outro marco nessa missão, antes de falarmos do que ela representou dentro de nossa área de interesse, foram os seus custos. Da concepção a realização ela foi realizada com um orçamento de apenas 80 milhões de dólares. Uma demonstração clara do potencial e da capacidade desses setores em desenvolverem projetos revolucionários. Toda essa história deixou uma mensagem subliminar: o programa espacial poderia passar a ser controlado diretamente pela área militar, com menos dinheiro, e maior capacidade para a obtenção de resultados.

Em apenas dois meses em órbita da Lua a Clementine obteve mais fotografais do que todas as missões anteriores reunidas. Foram obtidas por suas várias câmeras cerca de 1,8 milhões de imagens digitais. Pela primeira vez foi desenvolvido um projeto de mapeamento lunar em várias faixas do espectro eletromagnético, com a utilização de câmeras que trabalhavam na faixa do infravermelho, ultravioleta, radar, além evidentemente de uma câmera para faixa visível do espectro eletromagnético, que também deixava longe suas antecessoras que haviam chegado a Lua.

Não é preciso dizer que o controle das imagens não ficou a cargo da NASA (apenas uma participante secundária do projeto). Por trás de uma postura de atenção e transparência com a mídia em geral, gerenciada ou conduzida em determinados momentos pelo próprio Pentágono, que envolveu a liberação de milhares de imagens, e a divulgação de vários informes científicos, estava em curso a maior operação de acobertamento já estabelecida em missões espaciais.

Parece claro hoje que apesar da existência de interesses científicos louváveis, tamanho envolvimento militar tinha evidentemente interesses que estavam longe de qualquer possibilidade de divulgação, ou mesmo de serem supostos pela opinião pública. Baseada nas descobertas anteriores das várias missões precedentes, a Clementine, foi enviada para a Lua para estabelecer definitivamente a amplitude, e o verdadeiro potencial da presença extraterrena. Um tipo de procedimento necessário e padrão dentro da área da Inteligência. Militar.

O arsenal tecnológico enviado para a Lua permitiu com toda certeza, que os responsáveis pela elaboração do projeto, tivessem todas as informações que faltavam. Hoje em algum lugar dentro da estrutura militar dos EUA existe um “mapa” muito especial onde temos identificadas cada ruína, cada vestígio da passagem no passado dos extraterrestres, e principalmente, cada instalação ou base em operação na atualidade. Mas como conciliar esses interesses com a divulgação de uma missão supostamente revestida apenas de objetivos científicos?

Algumas das imagens liberadas, mesmo após esse processo de manipulação, são extremamente reveladoras. Em várias dessas apenas as estruturas maiores foram “apagadas”, ou encobertas, deixando ainda perceber coisas interessantes, e outras construções menores. Em algumas dessas fotos os objetos ou edificações foram cobertas apenas parcialmente. Mas essa censura não atingiu todas as fotos que seriam do nosso interesse. Algumas dessas não foram, vamos dizer, “tocadas”, e estão disponíveis para serem vistas, revelando realmente sinais mais do que evidentes dessa presença. Existem algumas realmente impressionantes onde podemos observar conjuntos de estruturas que cobrem vários quilômetros de extensão.

Os gestores do programa Clementine tomaram em algum momento uma decisão crucial, evidentemente antes da liberação das milhares de imagens disponibilizadas mediante as páginas e links para acesso público: passaram a manipular o material fotográfico de uma maneira escandalosa, pelo menos as fotos mais reveladoras. Mais isto mais cedo ou mais tarde seria descoberto, como aconteceu. Depois de tudo que já vimos nesse artigo, temos que fazer uma outra indagação: será que até isto não foi planejado, e faz parte do programa que vem sendo desenvolvido para o gradual estabelecimento da verdade?

Apesar da existência de várias fotos documentando esses sinais na face lunar voltada para à Terra, muitas vezes justamente nas áreas onde sempre se concentraram os chamados Fenômenos Transitórios Lunares, as imagens da Clementine não deixam dúvida: os grandes complexos de estruturas, e as maiores edificações estão realmente na face oculta da Lua. Algumas dessas “coisas” se estivessem na face voltada para Terra seriam vistas mesmo a partir de nosso planeta mediante nossos telescópios.

Depois de examinar e ter contato com mais de 200 imagens desse tipo não há como não desenvolver uma visão diferenciada do acobertamento em termos espaciais, e, sobretudo, no que diz respeito ao nosso satélite natural, e já esta na hora de percebermos que este tipo de referência não faz mais o menor sentido. A Lua não é nossa! Talvez tenha sido um dia, e as ruínas encontradas podem estar associadas ao tempo que segundo nossas tradições mais antigas nossos antepassados vindos das estrelas se estabeleceram na Terra, e criaram uma avançada civilização, que segundo essas mesma fontes era capas de viajar pelo espaço.

Não há dúvida que algo de errado aconteceu, afinal a poucos milhares de anos atrás estávamos vivendo em cavernas. Talvez parte de nosso passado esteja lá preservada pela falta de atmosfera, e qualquer tipo de efei