HÉLIO'S BLOG

Início » Divulgação Científica » USAF investiga Existência do programa espacial secreto da Marinha

USAF investiga Existência do programa espacial secreto da Marinha

https://helioaraujosilva.wordpress.com/

Categorias

HÉLIO’S BLOG

#DivulgaçãoCientífica

USAF-investigates-Navy-SSP-programa-espacial-secretoFuncionários de um programa espacial altamente secreto da Força Aérea dos EUA que opera um sistema de vigilância espacial em torno da Terra estão investigando seriamente as denúncias de informantes insiders, especialmente aquelas que afirmam que a Marinha dos EUA desenvolveu secretamente um programa espacial paralelo e secreto ao da NASA, com espaçonaves com até oito quilômetros pertencentes a oito grupos de batalha capaz de operações no espaço profundo (fora do sistema solar).

Oficiais da Força Aérea dos EUA investigam reivindicações da EXISTÊNCIA do programa espacial secreto da Marinha – PARTE 1

Fonte: http://exopolitics.org/

Segundo o informante e insider do programa espacial secreto, Corey Goode, um alto funcionário do programa da Força Aérea que ele chama de “Sigmund”, vem realizando “trocas de informações” com Goode para aprender sobre a existência do alegado programa espacial secreto da Marinha dos EUA e sobre os rumores de que este programa secreto coopera com os extraterrestres Tall Whites (Brancos Nórdicos) e outros grupos de raças extraterrestres,

Anteriormente, Goode relatou que encontrou pela primeira vez Sigmund em uma série de abduções militares que começaram em janeiro de 2016, quando uma espaçonave antigravidade de forma triangular pousou perto de sua casa no Texas, e dois funcionários da Força Aérea desceram do veículo levaram-no à força. Goode foi posteriormente interrogado e produtos químicos foram injetados nele para forçá-lo a revelar a fonte das suas informações.

tall-whites-uss-navy-programa-espacial-secretoDepois de surgir publicamente em março de 2015, as reivindicações de Goode chamaram a atenção sobre o programa espacial altamente secreto da Força Aérea, que coopera estreitamente com outras entidades militares dos EUA, como o National Reconnaissance Office (NRO), a National Security Agency (NSA) e a Defense Intelligence Agency (DIA). Goode chama essa colaboração entre interagências, as grandes empresas do Complexo Industrial Militar dos EUA com o Programa Espacial Secreto do Complexo Industrial Militar (MIC SSP).

O MIC SSP é inteiramente separado de um programa espacial mais avançado conhecido como “Solar Warden”, que Goode diz que ele serviu durante “vinte anos” regressando para à Terra de sua turnê de serviço entre 1987 a 2007. Em relatórios anteriores, Goode discutiu que em comprimento das atividades do grupo Solar Warden estão suas interações com visitantes de civilizações extraterrestres.

Durante os seqüestros iniciais, Sigmund estava tentando verificar a fonte da informação de Goode que revelara informações altamente confidenciais sobre a existência do MIC SSP. Em relatórios anteriores, Goode também descreveu como Sigmund e seus subordinados quimicamente forçaram Goode a nomear de vários operários que estavam trabalhando para o programa Solar Warden. A natureza dos interrogatórios de Sigmund sobre Goode começou a mudar significativamente quando Sigmund determinou que a informação de Goode era, pelo menos em parte, exata, e que ele não fazia parte de um programa de desinformação pertencente a um elemento desonroso do MIC SSP.

Sigmund subseqüentemente iniciou um “intercâmbio de informações” com Goode que ocorreu pela primeira vez em “reuniões” durante a última parte de 2016. Corey Goode recebeu informações sobre a Antártida e a intensa luta de poder dentro do sistema de segurança nacional dos EUA envolvendo a eleição presidencial de 2016 vencida por Donald Trump. Goode escreveu um relatório sobre um destes intercâmbios de informação que foi publicado em 11 de dezembro de 2016.

Em 16 de março, Goode me deu um briefing detalhado de quatro horas sobre suas reuniões em curso com Sigmund e / ou seus dois subordinados do MIC SSP, que ocorrem em uma base regular até os dias atuais. As informações fornecidas por Goode foram originalmente lançadas em  “Endgame“, e foi transmitido para mim, a fim de obter as informações.

O escopo da informação revelada por Goode é deslumbrante e surpreendente em suas implicações de segurança nacional para os EUA e para o resto do planeta. Conseqüentemente, este resumo será o primeiro de uma série de artigos descrevendo as informações que Goode adquiriu através de seus “intercâmbios de informações” com Sigmund e / ou seus subordinados, e as últimas atividades participadas por Goode.

solar-warden-secret-space-program

O contexto geral para os “intercâmbios de informação”, de acordo com Goode, foi a raiva de Sigmund sobre o fato de que seu MIC SSP estava fora do circuito referente as atividades no espaço profundo envolvendo vida extraterrestre e tecnologia alienígena. A possível existência de um programa da Marinha mais poderoso operando no espaço profundo, com tecnologias muito mais avançadas do que qualquer coisa possuída pelo MIC SSP, era de particular interesse para Sigmund.

O MIC SSP de Sigmund está basicamente confinado a operações perto da Terra (500 milhas – 804,5 Km – de altitude) utilizando pelo menos duas estações espaciais operacionais capazes de hospedar várias centenas de pessoas e vários esquadrões da espaçonave secreta TR-3B que atendem as estações. Isso é consistente com um briefing que o presidente Ronald Reagan recebeu em 1985 e depois foi publicado emThe Reagan Diaries, onde foi dito que os EUA têm a capacidade de colocar 300 astronautas no espaço.

Um registro feito numa terça-feira, no dia 11 de junho de 1985 (página 334), no diário do presidente dos EUA, Ronald Reagan,  lê-se:

“Almoço com top 5 cientistas aeroespaciais. Foi fascinante. O espaço é realmente a última fronteira e alguns dos desenvolvimentos lá em astronomia etc. são como ficção científica, exceto que eles são reais. Eu aprendi que a nossa capacidade de transporte é de tal ordem que poderíamos orbitar 300 pessoas”.

Reagan tinha sido informado sobre o MIC SSP e ficou muito impressionado com suas capacidades. Além disso, Goode diz que o MIC SSP mantém bases na Lua e em Marte, mas estas são secundárias em relação à sua missão primária de vigilância e operações perto da Terra.

Goode diz que os funcionários de Sigmund e do MIC SSP foram todos informados de que eram “a ponta de lança” quando se tratava da implantação de tecnologias militares avançadas no espaço, mas agora tinham aprendido que eles eram apenas a “Guarda Costeira”, e nada mais !

O jornal londrino “Daily Mail” relatou um ”UFO atacando o Taleban“, com um vídeo onde aparece a espaçonave TR 3B, mas a sua história não é precisa. Assista o vídeo de um minuto a seguir:

A fúria de Sigmund sobre essas mentiras disse a ele e a outro pessoal de SSP de MIC conduziu aos confrontos irritados com seus superiores. Isto resultou ainda em Sigmund iniciando uma investigação séria sobre as alegações de Goode, juntamente com as mais recentemente informações fornecidas por outro informante insider, o engenheiro aeroespacial William Tompkins através de entrevistas e no seu livroSelected for Extraterrestrials, que especificamente dá muitos detalhes do programa espacial secreto da Marinha dos EUA e da cooperação do seu pessoal com extraterrestres Tall Whites (Altos, brancos nórdicos).

Significativamente, de acordo com Goode, Sigmund agora está conduzindo um tipo semelhante de investigação semelhante a que eu mesmo fiz para o meu livro lançado em março de 2017, US Navy’s Secret Space Program & Nordic Extraterrestrial Alliance. A investigação de Sigmund também envolve pesquisas de documentos históricos, além de entrevistar pessoal da Marinha que possua conhecimento potencial de um Programa Espacial da Marinha que foi secretamente construído em paralelo com a criação do SSP MIC.

Depois de eliminar um número de fontes possíveis para o impressionante corpo de informação de Corey Goode, Sigmund chegou à conclusão de que pode haver duas explicações restantes para as revelações de Goode. A primeira é que um grupo visitante de “extraterrestres (Tall Whites) nórdicos”, conhecido pelo MIC SSP, estaria manipulando Goode através do controle mental e alimentando-o de informações precisas para uma agenda ainda desconhecida.

O segundo é que Goode esteve genuinamente associado durante vinte anos a um programa espacial secreto da Marinha, que faz parte de uma “Aliança para o Programa do Espaço Secreto”, e também está trabalhando com um grupo visitante de extraterrestres chamado Sphere Being Alliance (extraterrestres Blue Avians). Sigmund começou suas trocas de informações com Goode em parte para investigar as alegações do mesmo, ajudando assim a determinar qual das duas explicações se revelaria mais precisa.

tr-3b-ufo

Sigmund também tem se preocupado com o fato de que planos para uma “divulgação limitada” dos segredos do MIC SSP só revelariam parte da verdade sobre atividades espaciais envolvendo compartimentos menores classificados do exército dos EUA e que a verdade precisava ser determinada e exposta para manter o moral nos vários programas. O MIC SSP seria a “ponta da lança”, como eles disseram, ou “a Guarda Costeira” como Sigmund agora temia?

Isso se torna especialmente relevante para a iniciativa de Tom DeLonges Sekret Machines que começou no início de 2016 como um esforço apoiado por 10 altos funcionários militares e corporativos dos EUA. No final de 2016, Wikileaks lançou e-mails que confirmam as reivindicações de DeLonge que provocou a demissão de dois dos dez funcionários envolvidos em sua iniciativa.

DeLonge e seu grupo de assessores acreditam genuinamente que a divulgação da existência de um programa espacial secreto da US Air Force que inclua veículos antigravidade como o TR-3B dará início a uma nova era de exploração espacial. Estes esquadrões TR-3B operam fora da ÁREA-51, em portos espaciais secretos como o da ilha de Diego Garcia e mais um local (BASE) secreto na Antártida, que de acordo com Sigmund também é uma importante instalação de Pesquisa & Desenvolvimento. [Update] Em um post de 20 de março em sua página no Facebook , Goode explicou mais sobre esta base na Antártida:

“Alguns dos militares e funcionários corporativos (empregados pelas grandes corporações: Lockeed, Boeing, Northrop Grumman, Douglas Aircraft, etc …) instalações de pesquisa e desenvolvimento são bases que são muito semelhantes, mas muito maior do que o Camp Freedom que foi construído na Islândia [Groenlândia] nos anos 50 sob o Projeto Iceworm. O espaço-porto é uma expansão da antiga instalação NAZISTA. Os NAZIs tiveram várias bases construídas nas regiões Sudoeste e Leste da AntártidaA razão pela qual Sigmund trouxe tudo isso é porque eu usei o vídeo do Projeto Iceworm na minha apresentação CLE. Muito mais na Antártica que não está relacionado com as ruínas antigas recentemente descobertas. O desenvolvimento e teste de plataformas de armas é proibido pelos tratados internacionais da Antártida. Além disso, a ser notado é que muitas das primeiras bases na Lua e Marte foram construídas (pelos nazistas) de maneira semelhante. CG”.

Houve um apoio generalizado entre USAF e funcionários corporativos para o esforço de DeLonge. Isso não é mais o caso de acordo com Goode. Sigmund agora acredita que esforços como os de DeLonge são apenas uma forma de “divulgação limitada”, que indefinidamente perpetuara uma lacuna de informação entre o MIC SSP e o programa Solar Warden / Secret Space Program Alliance.

Conseqüentemente, o apoio da Força Aérea, uma vez uniforme, para a iniciativa de divulgação desses programas espaciais secretos dos EUA feito por DeLonge está perdendo apoio. Essencialmente, o MIC SSP quer chegar ao fundo de tudo antes de qualquer coisa antes que a existência do próprio MIC SSP seja liberado para o público.

Goode diz que Sigmund tem organizado reuniões onde forneceu briefings para VIPs seletos da comunidade aeroespacial. Engenheiros, cientistas, Industriais e outros executivos já ouviram as informações de Goode para ver se alguma delas soa verdadeira para eles. As reuniões foram organizadas por Sigmund, e seus subordinados facilitariam as viagens de Goode quando necessário, e forneceriam a segurança. Goode diz que ele agora deu uma série de briefings a 28 VIPs em reuniões secretas semelhantes com entre um a oito participantes.

Uma dessas reuniões envolveu três pessoas que participam de uma conferência realizada em umHOTEL onde Goode estava no final de janeiro de 2017. Eu estava hospedado no mesmo hotel naquele momento, e Goode me deu uma breve conversa sobre sua visita à Antártida no início de janeiro, que em seguida, publiquei em exopolitics.org .

A conferência foi o “Fórum de Exploração e Navegação Humana” organizado pela Special Aerospace Services   . Goode diz que durante sua apresentação de briefing aos três VIPs que eram participantes do Fórum, um dos participantes se levantou e saiu em descrença sobre a existência de um programa secreto desse tipo. Os outros dois VIPs permaneceram até o final do briefing, mas suas expressões confusas sugeriram que não acreditaram em nenhuma palavra do que Goode estava dizendo.

USAF-investigates-Navy-SSP-programa-espacial-secreto

Goode diz que em todos os briefings que ele deu, um ou mais dos participantes também se levantaram e deixaram o local em descrença, enquanto os VIPs restantes mantiveram em grande parte expressões esquisitas. Conseqüentemente, Sigmund recentemente fez uma pausa nas sessões de briefings para VIPs, uma vez que eles não tiveram o efeito desejado de informar os VIPs sobre um possível programa espacial secreto da Marinha dos EUA, nem descobriram qualquer informação adicional que pudesse ajudar Sigmund em sua investigação.

Durante a conversa de 16 de março, eu apontei para Goode a ironia de sua situação. A mesma coisa aconteceu com William Tompkins durante a Segunda Guerra Mundial, quando ele foi encarregado de entregar pacotes de informação contendo informações sobre a descoberta por agentes da marinha dos EUA infiltrados na Alemanha, de um programa de discos voadores nazistas que usavam tecnologias antigravidade e que o programa nazista foi auxiliado por uma raça reptiliana extraterrestre.

Tompkins disse que em muitas ocasiões, quando entregou seus pacotes de informação (na Estação Aérea Naval de San Diego) às diferentes instalações de testes experimentais da companhia aérea, aos think tanks e aos departamentos universitários, os cientistas e engenheiros considerariam a informação impossível. De acordo com Tompkins, ele tinha que lutar constantemente contra o ceticismo fechado de quem tinha sido treinado para aceitar as leis científicas convencionais como invioláveis.

Apesar das sessões de briefing VIP chegando ao fim, Goode diz que suas “reuniões” com Sigmund e / ou seus subordinados continuam até os dias atuais. Nestas reuniões, Goode recebeu informações significativas sobre a Administração Presidencial Trump e eventos oficiais para divulgar a verdade sobre tecnologias suprimidas. Isto é evidenciado por um Memorando secreto emitido por Trump logo depois de tomar posse em 20 de janeiro de 2017, para desclassificar patentes secretas envolvendo saúde e tecnologias e fontes de geração de energia livre.

tall-whites-uss-navy-programa-espacial-secreto

Continua na Parte 2

Muitos agradecimentos a Corey Goode pelas suas correções e sugestões a uma versão mais adiantada deste artigo, e para a permissão de usar imagens que foram criadas por uma equipe dos artistas que trabalham com Sphere  Alliance e Divulgação Cósmica. – © Michael E. Salla, Ph.D.

Anúncios

2 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: