HÉLIO'S BLOG

Início » Direitos autorais » Túmulo de Buddha (Siddharta Gautama) encontrado na China ?

Túmulo de Buddha (Siddharta Gautama) encontrado na China ?

Categorias

HÉLIO’S BLOG

#Divulgação Científica

Facebook , Twitter :@Heliosblog, Linked

sidarta-gautama-buddhaO crânio do Buddha

Arqueólogos chineses encontram suntuosas urnas com possíveis restos mortais de Siddharta Gautama, fundador do budismo. Nas ruínas do milenar Grande Templo Bao’en, em Nanquim, leste da China, uma equipe de incrédulos arqueólogos encontrou uma enorme caixa de pedra de quase dois metros de altura. Dentro, havia um baú de ferro, um pouco menor. 

Túmulo de Buddha (Siddharta Gautama) encontrado na China ?

Por Raul Montenegro –

Fonte: http://istoe.com.br/o-cranio-do-buda/

À primeira vista, o tesouro pareceu ser o conteúdo do invólucro, um magnífico altar budista de orações, decorado com pedras preciosas e adornado com motivos religiosos, florais e animais (tanto místicos quanto reais). Este relicário, porém, era oco. Em seu interior, havia um cofre de ouro dentro de outro de prata, ambos enfeitados com desenhos de divindades e ideogramas.

buda-túmulo-restos

Um osso do crânio do Buda foi encontrado dentro deste caixão de ouro, à esquerda, que foi armazenado em um caixão de prata dentro do modelo stupa, encontrado em uma cripta sob um templo budista. Crédito da foto: cortesia de Relíquias Culturais da China:

Escondido bem no fundo dessa boneca russa jazia o verdadeiro tesouro: um pedaço do crânio do Buddha (o osso parietal, da parte de cima da cabeça). A saga é narrada no volume mais recente do periódico científico “Chinese Cultural Relics”, que traduziu a pesquisa, originalmente publicada em chinês. “Quando vi as inscrições dizendo que haviam relíquias budistas na cripta, me dei conta de que havia feito a maior descoberta da minha vida”, disse à ISTOÉ o chefe da escavação, Haining Qi. “É muito provável que o fragmento realmente tenha pertencido ao Buddha.”

Sidarta Gautama, o Buddha, viveu entre os séculos 4 e 5 a.C., quando o budismo nasceu. Tradicionalmente, acredita-se que depois de sua morte o corpo foi cremado. E que, cerca de 100 anos depois, o imperador indiano Ashoka – um dos maiores responsáveis pelo advento da religião – separou os restos mortais em várias partes e as distribuiu mundo afora. Uma dessas cotas seria o osso parietal agora encontrado.

buda-caixão-prata-relíquias

Caixão de prata. Relíquias Culturais da China

A maior evidência são as inscrições de um dos baús que encapsulavam o pedaço de crânio. Assinado pelo abade Deming, intitulado “Mestre da Iluminação Perfeita” e “Guardião do Manto Púrpura”, o documento detalha a trajetória do objeto até cerca de mil anos atrás, período em que foram feitas as estruturas dentro das quais a relíquia estava guardada.

O texto também registra os nomes dos reis e nobres que patrocinaram os trabalhos.“Os escritos de Deming, sem dúvida, são fatos históricos”, afirma Qi. “Eles foram confirmados por escavações arqueológicas e pela literatura do período.”

model-stupa-buddha-restos-mortais

Este modelo de uma estupa, que é usado para meditação, foi descoberto debaixo do Grande Bao’en Templo em Nanjing, China. O stupa de 1.000 anos de idade, é feito de madeira de sândalo, prata e ouro. Foto crédito: cortesia de Relíquias Culturais da China:

Monge budista e professor de história das religiões na Universidade de São Paulo (USP), Ricardo Mário Gonçalves considera difícil atestar, acima de qualquer suspeita, a veracidade do objeto. Mas pensa que o caráter histórico da descoberta é menor do que o simbólico. “Relíquias são ícones da doutrina do Buddha, uma coisa muito mais importante do que a autenticidade.”

As escavações, conduzidas de 2007 a 2012, foram publicadas em chinês somente no ano passado. Nesse meio tempo, o pedaço de crânio foi enterrado em um palácio construído especialmente para ele em Nanquim. Daqui para frente, os arqueólogos planejam publicar o relatório completo da escavação, que também encontrou preciosidades como frascos de cristal e restos mortais de vários outros santos budistas.

Aqui está a abertura do caixão dourado, e você pode ver os outros tesouros abaixo:

 

Anúncios

2 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: