HÉLIO'S BLOG

Início » Sem categoria » Energia

Energia

HÉLIO’S BLOG

#Divulgação Científica

Facebook , Twitter :@Heliosblog, Linked

Primeiro painel biossolar usa bactérias para gerar energia

Primeiro painel biossolar gera energia com bactérias

As nove biocélulas interconectadas no primeiro painel solar biológico geram 5,59 microwatts. [Imagem: Seokheun Choi]

Painel biossolar

Não é sua intenção competir com os painéis fotovoltaicos tradicionais, mas ele representa um marco em uma tecnologia alternativa de energia solar que pode atender a nichos específicos de aplicação.

Este é o primeiro painel biossolar, um painel solar construído com a integração de células solares biológicas, ou biocélulas, que não dependem de semicondutores, mas de seres vivos para captar a luz do Sol e gerar eletricidade.

“Um painel biossolar funcional pode se tornar uma fonte de energia permanente para fornecer eletricidade a longo prazo para pequenos sistemas de telemetria sem fios, bem como para sensores sem fios utilizados em locais remotos onde frequentes substituições de baterias são impraticáveis,” disse o professor Seokheun Choi, da Universidade Binghamton, nos EUA.

Bioenergia

As células biossolares são baseadas em cianobactérias, que podem ser encontradas em virtualmente qualquer ambiente na Terra.

A equipe conseguiu otimizar sua biocélula solar aprimorando os materiais usados nos eletrodos positivo e negativo e também criando um ambiente microfluídico único para acondicionar as bactérias, em substituição às duas câmaras necessárias às biocélulas construídas até agora.

A simplificação do projeto e os novos eletrodos permitiram então a construção do painel solar. O protótipo conecta 9 biocélulas idênticas em um padrão 3×3, mas pode ser ampliado.

O painel biossolar gera eletricidade continuamente a partir das atividades de fotossíntese e de respiração das bactérias, produzindo 5,59 microwatts.

Bibliografia:

BioPower generation in a Microfluidic Bio-Solar Panel
Xuejian Wei, Hankeun Lee, Seokheun Choi
Sensors and Actuators B: Chemical
Vol.: 228, 2 June 2016, Pages 151-155
DOI: 10.1016/j.snb.2015.12.103

Facebook Twitter Google+ Blogger LinkedIn More

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: