HÉLIO'S BLOG

Início » Divulgação Científica » 8 Lições do Budismo para Administradores

8 Lições do Budismo para Administradores

Categorias

HÉLIO’S BLOG

#Divulgação Científica

Facebook , Twitter :@Heliosblog, Linked

800px-korea-happy_buddhas_birthday

Para que possa tornar-se uma pessoa melhor, em paz consigo mesmo e com o mundo, o Budismo traz os 8 caminhos que lhe ajudarão a potencializar o administrador que existe em si pois, antes de administrar qualquer coisa é preciso saber administrar-se a si mesmo. “Os Oito Corretos Caminhos” não significam uma verdade absoluta ou o julgamento de estar certo ou errado a partir de uma comparação, isto porque cada um sabe de sua verdade. Esses oito caminhos são uma forma de encontrar as respostas que precisa, sejam elas individuais, de sua equipa ou até mesmo de seus negócios, confira: 

Aprenda a ver as coisas como elas são – De uma maneira bem resumida, a correcta visão é ver o mundo e as atitudes das pessoas sem um ângulo negativo ou contaminado por percepções distorcidas, procurando assim manter uma visão de sabedoria e cautela diante daquilo que acontece. E a chave para isso é saber classificar as informações que recebe pois elas invariavelmente, mexem com as suas emoções e é de sua responsabilidade cuidar do que acontece com o seu emocional.

Procure olhar para si mesmo e perceber o que está sentindo, buscando interpretar as acções dos outros sem o peso da emoção exagerada, principalmente quando essas acções trazem pensamentos negativos a si. Analise os dois pontos de vista para descobrir qual deles mais te aproxima do que é verdadeiramente correto, justo e harmónico para o presente e para o futuro. De nada adianta ganhar no agora, se o saldo pode ser desastroso lá na frente.

Cuide dos seus pensamentos – O Caminho do Correcto Pensamento é a reflexão e análise de si mesmo para verificar se os seus pensamentos lhe trazem paz ou angústia. Isto não é tarefa fácil pois, os pensamentos surgem a todo momento e podem ser bons ou ruins, então percebê-los depende de muito treino, percepção e muita determinação, mas se conseguir chegar a 30% durante o dia, já fará uma grande diferença na sua realidade.

Procure saber exactamente em que está pensando, quais os sentimentos que isso lhe proporciona e por que está pensando desta forma. O que somos para fora é o reflexo do que pensamos para dentro. Se perceber que está sendo negativista ou mantendo uma postura de coitadinho, assuma isso e vire a mesa pois os pensamentos ruins, atraem coisas ruins.

Saber expressar é fundamental – Diferente da Correta Visão e do Correcto Pensamento, a Correcta Expressão é colocar para fora o que vemos e pensamos e dependendo do que se fala e da forma como se comunica, poderá envenenar a si ou a outra pessoa, ou até mesmo a sua equipa espalhando um clima pesado para todos os lados. As palavras que falamos, podem causar grande sofrimento ou alegria, tudo depende da forma como é colocada e isto dentro de uma empresa, relaciona-se ao feedback e qualquer tipo de interacção social.

Seja lá o que precise de dizer, antes de falar é importante pensar em qual o objectivo desta fala e caso isto não contribua muito para os resultados positivos que deseja, por pior que seja a situação, prefira o silêncio.

Veja bem, não estou dizendo para manter uma postura resignada, mas para pensar em como dizer o que pretende para que assim não se arrependa depois.

Atitude é tudo – De nada adianta ter uma visão correcta, um pensamento correcto e uma expressão adequada, se na hora de agir, coloca tudo a perder ao melhor estilo “Faça o que eu falo, mas não faça o que eu faço” e isto dentro das empresas é mais comum do que se imagina.

Um bom líder é aquele que age de acordo com o que fala, que está engajado com a sua equipa, que se preocupa com a realização das pessoas e de um trabalho correto. Para fazer isso, algumas perguntas podem te ajudar: O que faz contrariar a sua consciência? O que faz, coincide com o seu plano de vida? Acredita que está fazendo o que deveria ser feito? Reflectir sobre suas respostas é fundamental para saber se está agindo de acordo com a sua verdade.

É preciso saber viver – Por mais cliché que seja esta frase, no budismo ela é muito verdadeira e implica aproveitar os momentos da sua vida pois, para todas as pessoas o dia contém 24 horas e um ano tem 365 dias. Aprenda a utilizar o seu tempo de maneira produtiva. Ao aceitar que o seu tempo é valioso, começa a perceber como pode utilizar cada hora do melhor jeito possível, sem distracções que pouco ou nada significarão ou contribuirão para um futuro melhor e não perceber isso é desperdiçar e violar o que tem de mais precioso – A vida.

Dedique-se ao máximo – Procure esforçar-se não somente para aquilo que faz, mas também para conhecer a si mesmo. Procure dedicar-se ao trabalho, aos colegas e tudo mais que possa influenciar a sua vida. Fazer coisas sem dedicação é como jogar pela janela o que de melhor existe em si e isso seria uma grande injustiça com os seus talentos e também com o impacto que a sua dedicação teria em seus resultados ou nas pessoas à sua volta.

O que mentaliza tem maiores probabilidades de acontecer – Já ouviu falar de Lei da Atracção? Isto se encaixa perfeitamente aqui. Diferente do correcto pensamento que é a observação daquilo que se passa na sua cabeça no momento presente, a correcta mentalização está direccionada para a reflexão sobre o futuro que deseja a si mesmo. Não permita que a mentalização negativa destrua os seus sonhos ou te impeça de crescer profissionalmente. Idealizar as coisas positivas, ajuda a afastar medos e negativismo. Mude a forma de mentalizar as coisas que as coisas mudam.

Aprenda a silenciar a sua voz interior – Concentrar-se é fundamental para a paz interior e também para atingir os seus resultados. A concentração, pode leva-lo a um caminho de sabedoria.

Ao concentrar-se acaba conhecendo mais a si mesmo e o mundo a sua volta, maximizando assim o seu potencial. Para silenciar a sua voz, a meditação é um bom caminho. Vale a pena experimentar.

Se aprender como aplicar os Oito Caminhos, voltando a atenção e disciplina para a maneira como vê, pensa, se expressa, age, vive, se dedica, mentaliza e silencia as suas vozes, terá dado um grande passo rumo ao desenvolvimento e administração do que quer que seja, tornando-se assim não somente alguém que gere conflitos ou resolve impasses e negociações, mas aquilo que todo bom administrador deve ser – Um grande líder.

Autora: Gisele Meter.

Anúncios

3 Comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: