HÉLIO'S BLOG

Início » Divulgação Científica » Vênus e Marte se aproximam em conjunção

Vênus e Marte se aproximam em conjunção

Categorias

HÉLIO’S BLOG

#Divulgação Científica

Facebook , Twitter :@Heliosblog, Linked

 

venus-nunki_strip

Dois vizinhos planetários em conjunção e muito próximos na semana final de fevereiro.

Quando se trata de “astronomia a olho nu,” nada é mais gratificante do que ver um par de objetos celestes aparecem juntos no céu, o que os astrônomos chamam de uma conjunção.

E 2015, como observa o antigo editor contribuinte da S & T,  Fred Schaaf, verdadeiramente merece ser chamado de o “Ano das conjunções.”

Um bela visão dos planetas Marte e Vênus se aproximando para uma conjunção em 20 e 21 de fevereiro. A Lua também participa.

http://www.skyandtelescope.com

Por: Kelly Beatty |13 fevereiro de 2015

Em janeiro nós assistimos Vênus e Mercúrio se reunirem no crepúsculo da noite, e este mês apresenta um emparelhamento semelhante muito próximo e prolongado de Vênus e Marte.

venus

Os dois planetas estão se aproximando durante todo o mês de fevereiro. Vênus tornou-se evidente no oeste após o por do sol, e ele foi subindo um pouco mais alto, semana após semana. Marte, enquanto isso, permaneceu mais ou menos na mesma parte do céu no por do sol por vários meses, recusando-se a sair de sua”posição”.

Na semana passada, Marte estava cerca de 8° acima de Vênus, mas pelos próximos 9 dias com início em 17 de fevereiro, os dois ainda permanecem dentro de 2° de distância um do outro. Esta separação diminui para menos de 1° a partir do dia 20 até o dia 23 de fevereiro.

Venus-Marte-Lua-Fev20-21

Venus, Marte e a Lua colocam um show ao escurecer na semana de 20, 27 de fevereiro depois do por do sol. Sky & Telescope diagrama

O clímax acontece em 21 de fevereiro, quando os dois planetas estarão apenas 0,4 ° distantes entre si, ao anoitecer, como visto das Américas. Desde que esse emparelhamento será tãoproximo, Schaaf adverte, “Marte pode ser um pouco difícil de se ver entre o brilho de Vênus sem ajuda ótica.”

Ambos os mundos vão se encaixar em uma visão telescópica de médio poder, com Vênus claramente dominante – quase 100 vezes mais brilhante que Marte. Seu disco amarelo-branco deslumbrante, brilhando com magnitude -3,9, é de 12 segundos de arco de largura e 88% iluminado, enquanto a cor de pêssego de Marte é muito fraca, de magnitude 1,2 ou 1,3, e apenas 4 segundos de arco de diâmetro.

Como um bônus adicional, uma tênue lua estará passando por esta cena celestial. Ele se junta e agrupa dramaticamente com os dois planetas no aprofundamento do anoitecer em 21 de fevereiro, um dia antes de Vênus e Marte estarem em sua aproximação máxima.

marte

MARTE

A dança continua até o final de fevereiro, quando Marte ainda está dentro de 4° de Vênus. Mas, em seguida, a ordem muda, com Marte mais abaixo de Vênus. No entanto, o Planeta Vermelho se recusa a sair do palco à noite. Observe com cuidado essas próximas semanas, e você verá que ele aparentemente deslizará para a esquerda (norte) em relação ao ponto do pôr do sol – ainda não ficando mais baixo no céu!

Kelly Beatty: J. Kelly Beatty,  editor sênior da S & T, se juntou à equipe do Sky Publishing em 1974 e é especializado em ciência planetária e exploração espacial.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: